Revista Pesquisa e Debate em Educação

Journal Information
ISSN / EISSN : 2237-9436 / 2237-9444
Published by: Universidade Federal de Juiz de Fora (10.34019)
Total articles ≅ 67
Filter:

Latest articles in this journal

, , Simara Maria Tavares Nunes
Revista Pesquisa e Debate em Educação, Volume 11, pp 1-19; https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.31985

Abstract:
O Estágio tem grande importância na formação inicial docente, uma vez que permite o contato direto dos licenciandos com a realidade escolar, levando estes professores em formação inicial a vivenciarem o processo de ensino e aprendizagem sob a ótica docente. Dessa forma, objetiva-se relatar a vivência de licenciandos do Curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal de Catalão (EDUCampo/UFCAT) em um estágio na Educação de Jovens e Adultos (EJA), buscando-se refletir sobre a importância desta etapa na formação inicial dos licenciandos envolvidos. Esta análise se pauta em uma pesquisa qualitativa, tendo como instrumentos de coleta de dados o diário de campo e a entrevista com um professor da escola (preceptor). Por meio da análise dos dados, observou-se que a formação de alguns dos docentes desta escola não era específica para a área em que estavam atuando e que os docentes não vêm tendo acesso a uma formação continuada. As observações trouxeram uma nova percepção em relação às especificidades de uma EJA, oportunizando conhecer melhor essa modalidade de ensino, portanto enriquecendo a bagagem como futuros professores e possibilitando que se pautasse a elaboração de uma sequência didática mais contextualizada com a realidade dos alunos da escola campo. Assim, percebe-se que para uma atuação docente que garanta uma aprendizagem plena e crítica, é necessário se conhecer a realidade do alunado.
Caroline Almeida de Andrade
Revista Pesquisa e Debate em Educação, Volume 11, pp 1-11; https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.31725

Abstract:
Neste artigo são discutidas informações sobre os trabalhos de conclusão do curso (TCC) de Pedagogia dos campi de Porto Velho e Ariquemes da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), que abordaram o tema educação ambiental, no período de 2014 a 2018. Para a coleta dos dados foi realizada a pesquisa documental no site institucional. A abordagem no tratamento dos dados foi quantitativa, foram ilustradas as porcentagens dos trabalhos identificados com o tema educação ambiental. Constatou-se que poucos estudantes abordaram a questão do meio ambiente, não há um número significativo de trabalhos com o tema no período verificado. A abordagem do tema se deu principalmente quanto à investigação de atividades efetivas de educação ambiental realizadas no ambiente escolar. Inferiu-se que no curso de Pedagogia, a maioria dos acadêmicos ainda não demonstrou interesse na questão da preocupação ambiental para aprofundamento como trabalho de conclusão de curso.
Regina Célia Alves Cunha
Revista Pesquisa e Debate em Educação, Volume 11, pp 1-11; https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.32922

Abstract:
Este ensaio propõe refletir sobre o uso das tecnologias digitais nas práticas educacionais, de modo que os participantes da escola incorporem as TICs de forma crítica e reflexiva, correlacionando-as com o contexto vivido por eles. Nele irá se discutir mediação com o uso de ferramentas digitais, com base na metodologia transdisciplinar citada pelo autor Basarab Nicolescu e o pensamento complexo proposto por Edgar Morin. Trata-se de compreender os espaços e as pessoas que integram o contexto educacional e nele considerem o uso de instrumentos digitais na mediação pedagógica dentro de cada realidade presente nos âmbitos educacionais. Diante do cenário, nota-se a necessidade de uma educação com autonomia e liberdade para o viver; escolhas e pensamentos que partem de movimentos singulares para a comunidade, no que tange à “ecologia da ação”, conceito abarcado também na obra de Morin, na qual ele explica que escolhas demandam consciência pois há um contexto onde irá ressoar e escapará de seus propósitos originais. Palavras-chave: Educação. Tecnologia. Docência.
Ana Shirley De França Moraes
Revista Pesquisa e Debate em Educação, Volume 11, pp 1-18; https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.32847

Abstract:
O estudo é parte da pesquisa “Laços, pertencimento e interações entre pessoas – ações para minimizar a não permanência na educação a distância”, desenvolvida em uma Universidade de grande porte nacional, em pesquisa e produtividade, cujo objetivo foi estudar como os relacionamentos mais afetivos, a partir de interações, por meio de ferramentas tecnológicas da Educação a Distância – EAD, constroem relações mais duráveis, com vistas à permanência nos estudos acadêmicos ou corporativos. Assim, neste estudo, quanto à coleta de dados, a pesquisa é bibliográfica e documental e, quanto aos objetivos, é exploratória.
Mélody Hármony Bezerra da Costa, Giann Mendes Ribeiro
Revista Pesquisa e Debate em Educação, Volume 11, pp 1-26; https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.34828

Abstract:
Este artigo faz parte dos resultados da dissertação de mestrado de título “O estudo do poema Morte e Vida Severina a partir da perspectiva do trabalho” e tem como objetivo apresentar a aplicação de uma sequência didática elaborada a partir do estudo do poema Morte e Vida Severina de João Cabral de Melo Neto. Como objetivos buscou-se apresentar uma proposta que integre questões relacionadas aos desafios no mundo do trabalho à Literatura. Como metodologia foi utilizada a pesquisa de intervenção realizada de forma remota com 21 alunos do IFRN. Foram enviadas videoaulas e realizadas discussões através de aplicativo de Smartphone. Observou-se que a maioria dos alunos ainda não conheciam o poema e abordá-lo proporcionou aos mesmos obterem uma percepção dialógica entre as condições do passado e do presente. Conclui-se que a aplicação do produto foi uma contribuição para as aulas de Literatura e proporcionou um ensino mais integrado.
Jonilson Costa Correia
Revista Pesquisa e Debate em Educação, Volume 11, pp 1-15; https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.32556

Abstract:
Este estudo tem como objetivo apresentar as atividades ofertadas pelos professores dos cursos de Turismo e Hotelaria da Universidade Federal do Maranhão no período de pandemia da COVID-19 e, além disso, tem como objetivo específico verificar como os alunos percebem o ensino e a aprendizagem remotos neste contexto. O estudo tem abordagem qualitativa e se desenvolve a partir de um duplo caminho: a revisão bibliográfica e o estudo de caso. Foi aplicado um questionário semiestruturado para os alunos dos cursos de Turismo e Hotelaria no formato Google forms. Em suas narrativas os alunos demonstram que há pontos positivos e negativos nesse momento, mas que tanto as instituições como professores e alunos estão se reinventando e explorando novos caminhos para aprender e ensinar com o uso de tecnologias digitais. Também que é necessária a implantação de políticas públicas para inclusão de todos os envolvidos neste processo de ensino e aprendizagem remoto.
Júlia Fonseca de Castro
Revista Pesquisa e Debate em Educação, Volume 11, pp 1-16; https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.32502

Abstract:
Relato de duas oficinas desenvolvidas com público de estudantes heterogêneo, a partir de estímulos diferentes, e com o objetivo comum de compreensão dos sentidos atribuídos ao ato de viajar por meio de relatos (orais e escritos). O primeiro grupo foi integrado por cerca de 45 pessoas, 40 alunos dos 1°, 2° e 3° anos do ensino secundário, além de professores da Escola Casa Viva (Belo Horizonte/Minas Gerais/Brasil). O segundo grupo foi composto por aproximadamente 40 alunos graduandos em Turismo e em Geografia pela Universidade de Coimbra (Coimbra/ Portugal). Ambas as oficinas aconteceram em 2017 e incluíram palestra e atividade prática. Os resultados das oficinas indicam que os participantes experimentaram criativamente a proposta e produziram sentidos para o viajar desviados da lógica do mercado turístico, do jornalismo de viagem e, em geral, do senso comum.
José Flábio dos Santos
Revista Pesquisa e Debate em Educação, Volume 11, pp 1-14; https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.32806

Abstract:
O estudo visa analisar quais têm sido os principais desafios da dinâmica do ensino remoto no trabalho do Coordenador Pedagógico (CP) no âmbito da escola pública. Utiliza-se, como lócus de reflexão, a realidade educacional de um município situado na região amazônica. Dentre os objetivos propostos, busca-se: identificar os recursos tecnológicos utilizados pelos CPs como respostas aos desafios vivenciados na escola; compreender a percepção dos CPs sobre a dinâmica do ensino remoto; e verificar as contribuições e discrepâncias do ensino remoto na atuação profissional dos CPs. As discussões resultam de pesquisa de campo, contemplando o uso de pesquisa bibliográfica e aplicação de questionários semiestruturados. Dos resultados obtidos, constata-se que são inúmeros os desafios ocasionados ao fazer pedagógico dos CPs, exigindo a organização e acompanhamento das ações em busca da materialidade do processo ensino-aprendizagem, mesmo diante de condições deficitárias de trabalho: conflitos, sinal precário de internet, ausência de formação etc.
Osmar Dos Reis Antunes Junior, Giselle Mattge, Daisy Fernanda Ibanez Krause, Taiana Grespan Pensin
Revista Pesquisa e Debate em Educação, Volume 11, pp 1-21; https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.32950

Abstract:
A metodologia ativa é uma forma de ensino na qual o aluno é protagonista para construção do seu conhecimento. Apesar de inovadora, essa estratégia pedagógica gera dúvidas, questionamentos e diferentes posicionamentos. Nessa perspectiva, este trabalho tem como objetivo analisar a percepção e a aceitação de alunos de Farmácia de uma faculdade privada do Oeste do Paraná em relação à metodologia de ensino utilizada na instituição. O trabalho foi fruto de uma pesquisa desenvolvida por um grupo de alunos do segundo semestre da graduação em Farmácia durante um projeto voltado à escrita acadêmica. Para atingir o objetivo, foi aplicado um questionário a 30 alunos do quarto semestre do curso em questão. Com as repostas do questionário, foi possível compreender como a metodologia ativa é assertiva e capaz de desenvolver habilidades e competências mediante situações, desafios e problemas que são propostos no curso. Essa experiência permitiu constatar que a aplicação de métodos ativos de ensino e aprendizado é imprescindível para a construção do conhecimento libertador e autônomo.
Israel Pereira Dias de Souza
Revista Pesquisa e Debate em Educação, Volume 11, pp 1-15; https://doi.org/10.34019/2237-9444.2021.v11.32859

Abstract:
O objetivo do presente estudo é realizar uma análise do projeto “Escola sem partido” e de suas implicações para a ciência e para a prática docente. Embora se apresente como isento de e contra a ideologia e partidos, a pesquisa demonstra que o projeto é apenas uma ideologia que assume a forma da desideologização para melhor passar e atender aos interesses de certos sujeitos, grupos e classe. As conclusões apontam que, na pessoa do professor, é a própria ciência que é acusada, julgada e condenada, colocada entre o banco dos réus (criminalizada) e a fogueira inquisitorial (desmoralizada e anatematizada). Daí o professor ser tratado, concomitantemente, como criminoso, degenerado e, principalmente, degenerador político, moral e sexual. Sob a aparência filosófico-científica da neutralidade e do pluralismo do projeto, esconde-se nada menos que seu caráter (neo)obscurantista e autocrático, submetendo a prática docente-científica à mera opinião.
Back to Top Top