Revista Insignare Scientia - RIS

Journal Information
EISSN : 2595-4520
Published by: Universidade Federal da Fronteira Sul (10.36661)
Total articles ≅ 350
Current Coverage
DOAJ
Filter:

Latest articles in this journal

Albino Oliveira Nunes, Leonardo Alcântara Alves, Luciana Medeiros Bertini, Marcelo Nunes Coelho
Revista Insignare Scientia - RIS, Volume 4, pp 86-104; https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i5.12559

Abstract:
É notória a expansão e interiorização dos programas de pós-graduação em ensino no Brasil nas últimas décadas. Tendo tal crescimento como ponto de partida, buscamos abordar as discussões feitas em dois programas no interior do RN, Brasil, o PPGE-UERN/Pau dos Ferros e o POSENSINO–UERN/IFRN/UFERSA-Mossoró. Com esse objetivo foi realizada uma pesquisa exploratória de natureza mista (SAMPIERI; COLLADO; LÚCIO, 2014). Compuseram o corpus trinta e nove dissertações e os textos foram codificados no software IRAMUTEQ, versão 0.7 alfa 2, desenvolvido por Ratinaud (2009). Os dados obtidos apontam resultados preliminares que indicam perfis característicos de cada um dos programas analisados. Enquanto o PPGE apresenta pesquisas com predominância no caráter disciplinar e marco teórico para aprendizagem significativa, o POSENSINO apresenta trabalhos mais interdisciplinares com dois grandes marcos de concentração teórica, a aprendizagem significativa e o enfoque CTS. Nota-se ainda que o corpus formado apresenta cinco clusters que podem indicar três grandes categorias. Assim, foi possível inferir que os programas, mesmo “jovens”, possuem uma identidade consolidada em termos de marcos teóricos e perfil disciplinar/interdisciplinar, mas também apontam para gargalos na formação dos pós-graduandos, na medida em que estão ausentes algumas perspectivas teóricas importantes para o ensino de ciências em nosso país.
Roque Ismael Da Costa Güllich
Revista Insignare Scientia - RIS, Volume 4, pp 1-2; https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i5.12570

Abstract:
A Red Internacional de Investigación en Enseñanza de las Ciencias (RIEC), surgiu em 2017 e vem se expandindo desde então pelo esforço de pesquisadores de Programas de Pós-Graduação que fazem pesquisa na área de Ensino de Ciências e que participam por meio de suas Instituições. Atualmente a RIEC tem sede na Universidade Pedagógica Nacional (UPN), em Bogotá- CO, atua com escopo pautado por: “espaço de interação, formação de pesquisadores e produção de pesquisas de Pós-graduação que tenham interesse em temas ligados ao Ensino de Ciências” e tem como área de atuação principal a Investigação em Ensino das: Ciências da Natureza (Biologia, Física e Química), Ensino de Ciências, Educação Ambiental, Matemática, Engenharias e Tecnologias. Com o objetivo geral de “favorecer a inter-relação entre diferentes instituições e Programas de Pós-graduação e a fim de ampliar as estratégias de pesquisa, inovação, socialização, e desenvolvimento da Pós-graduação em nível internacional”, está formada atualmente por mais de 20 instituições, de diferentes grupos de pesquisa e Programas de Pós-graduação de quatro países diferentes, a saber: Argentina, Brasil, Chile e Colômbia. Um dos objetivos específicos da RIEC é desenvolver atividades de cooperação em nível de Pós-Graduação e aprofundar compreensões sobre a Pesquisa em Ensino de Ciências, e, neste sentido, temos desenvolvido pesquisas conjuntas e aberto espaços e tempos de produção coletiva. No cenário atual, também, percebemos que não se faz pesquisa em nível de Pós-Graduação sem o processo de internacionalização, que se inicia pela constituição de redes de pesquisa que ampliem estes espaços e tempos formativos para além das fronteiras de cada País e de cada Programa de Pós-Graduação. Neste contexto, uma das formas de estreitarmos laços, aproximarmos as distâncias, projetarmos a RIEC e visualizarmos seus membros, temáticas de pesquisa e suas formas de pesquisar o ensino de Ciências na Pós-Graduação é abrir espaços de divulgação das pesquisas de seus membros nos diferentes periódicos das instituições que participam da Rede. Assim, a Revista Insignare Scientia (RIS) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) abriu uma chamada para pesquisadores membros da RIEC sobre a Pesquisa no Ensino de Ciências em nível de Pós-Graduação. Como um primeiro movimento de inter-relação entre os pares e com objetivo de tornar as produções disponíveis nos diferentes países e línguas que compõe a RIEC apresentamos esta Edição Especial: Pesquisa na Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Volume 4, Número 5, 2021 da RIS. A chamada foi coordenada pelas pesquisadoras: Dra. Cleci Werner da Rosa – Universidade de Passo Fundo (UPF), Brasil, Dra. Diana Lineth Parga Lozano (UPN), Colômbia e Dra. Fabiane de Andrade Leite (UFFS), Brasil, todas pesquisadoras da RIEC. O volume especial da RIS apresenta 18 artigos com pesquisadores dos quatro países da RIEC que escreveram sobre temáticas relevantes à área de Ensino de Ciências, tomadas como enfoque/eixo de investigação e se apresentaram todas atravessando processos de Ensino, sendo frutos de esforços de pesquisa. São elas: meio ambiente, germinação, biomas brasileiros, tecnologias, objetos de aprendizagem, situação-problema, pandemia, negacionismo científico, pesquisa educacional, saberes docentes, formação de professores, praxeologia, formação profissional, Pós-Graduação, ensino de Ciências, políticas públicas educacionais, avaliações externas, pensamento crítico, habilidades investigativas, ambientalização curricular, desenvolvimento curricular, iniciação científica, alfabetização científica, ensino de química, educação ambiental, educação em saúde, educação STEM, ensino de Ciências Exatas, experimentação. É possível perceber com a leitura que as matizes teóricas são diversas o que implica reconhecer que são inúmeras possibilidades de perceber a pesquisa de Pós-Graduação da área de Ensino de Ciências e afins, o que nos coloca sempre no desafio de nos movimentarmos do que sabemos ao que podemos aprender e do como pesquisamos até o que os outros pesquisam. Este duplo movimento amplia as inter-relações de pesquisa e de ensino e viabiliza o diálogo entre pares, entre Programas, Países e línguas com distintas interfaces e objetivo em comum: melhorar os processos de ensinar e de aprender Ciências. Assim acreditando que na atualidade pesquisar e ensinar Ciências é entrelaçar fronteiras, convido a todos a leitura dos artigos.
Willian Da Silva Medeiros, Vantoir Roberto Brancher, Neiva Maria Frizon Auler
Revista Insignare Scientia - RIS, Volume 4, pp 41-63; https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i5.12562

Abstract:
Esta pesquisa bibliográfica, de natureza teórica, foi realizada através de uma revisão de literatura das dissertações e teses publicadas na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações - BDTD, que teve por objetivo mapear o que tem sido pesquisado sobre os saberes produzidos e mobilizados por professores de Biologia enquanto elementos da formação desses profissionais. A partir dos critérios de busca e seleção foram encontradas 18 produções de interesse para esta investigação. Com o mapeamento e análise das dissertações e teses foi possível identificar uma grande diversidade de trabalhos, de abordagens e de propostas que emergiram deste cenário analisado. Identificamos que, em sua maioria, as produções contemplaram os processos de formação inicial de professores nas licenciaturas e espaços específicos. Salientamos a incipiência dos estudos voltados à formação do professor de Biologia para a Educação Profissional e Tecnológica[1], de modo que apenas uma produção abordou a formação do professor de Biologia neste contexto. [1] Embora este trabalho esteja incluído em uma pesquisa do campo da Educação Profissional e Tecnológica intitulada “Trajetos formativos e saberes docentes: ressignificando a docência de biologia na Educação Profissional e Tecnológica”, destacamos que na ocasião das buscas não obtivemos resultados de produções com os descritores específicos para "Educação Profissional". A única produção que problematiza a docência de Biologia na EPT emergiu quando retiramos estes descritores específicos, situação que justifica a necessidade de pesquisas que abordem temáticas nesta especificidade da atuação docente.
Andréia De Freitas Zompero, Cínthia Hoch Batista de Souza, Bruna Lauana Crivelaro
Revista Insignare Scientia - RIS, Volume 4, pp 183-199; https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i5.12572

Abstract:
O entendimento de procedimentos realizados em ciência pelos alunos da Educação Básica é um assunto que vem sendo debatido nos últimos anos. A identificação e o entendimento do problema a ser investigado é um dos conhecimentos fundamentais para que o estudante compreenda procedimentos da ciência e uma condição indispensável para o aluno compreender as características do conhecimento científico. Neste estudo tivemos por objetivo investigar a compreensão do problema, apresentado em determinadas situações, por alunos da Educação Básica que participaram de um projeto de Iniciação Científica Jr. durante um período de seis meses. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e para obtenção dos dados os alunos responderam uma situação – problema antes de iniciarem o projeto de Iniciação Científica Jr. e outra após encerrarem o projeto. Os dados apontam que houve uma melhora discreta na compreensão dos elementos do problema após os estudantes terem participado do projeto, pois a aprendizagem de procedimentos acontece progressivamente. Consideramos que a permanência por mais tempo nas atividades do projeto poderá contribuir progressivamente para que os estudantes melhorem a capacidade de compreensão do problema a ser investigado em uma determinada situação.
Pablo João Canal Da Costa, Bianca Possel, Armando Foscarin, Cleci T. Werner Da Rosa
Revista Insignare Scientia - RIS, Volume 4, pp 123-139; https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i5.12563

Abstract:
A pandemia causada pelo coronavírus, durante o ano de 2020, explicitou um problema nas redes: a disseminação de notícias falsas, as chamadas fake news, informações incorretas e argumentos falaciosos que tentaram minar a opinião pública. Tais argumentos constituem-se muitas vezes como informações pseudocientíficas, ou seja, que apesar de não possuírem validade, tentam passar-se por cientificamente aceitos, bem como argumentos anticientíficos, que simplesmente negam toda à razão e bom senso visando atacar a ciência. Partindo deste contexto, é possível que o estudo de lógica argumentativa voltado à Alfabetização Científica entre os jovens, possa ser um recurso para preparar os jovens criticamente para o contato com a desinformação, ou seja, para torná-los alfabetizados cientificamente. Buscando-se discutir esse tema, o presente artigo apresenta na forma de um ensaio aspectos bibliográficos que possam estabelecer um diálogo entre a alfabetização científica e a lógica filosófica. A partir das reflexões decorrentes desse estudo, considera-se que a lógica argumentativa possa vir a colaborar com o processo de alfabetização científica em jovens e crianças, ajudando a desenvolver pensamento crítico e reflexivo frente às artimanhas pseudocientíficas tão disseminadas na contemporaneidade.
Italo Gabriel Neide, Maria Madalena Dullius, Marli Teresinha Quartieri, Andréia Spessatto De Maman, Ana Paula Krein Muller, Geovana Luiza Kliemann
Revista Insignare Scientia - RIS, Volume 4, pp 241-256; https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i5.12578

Abstract:
Neste trabalho é apresentado de forma geral o Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências Exatas (PPGECE) da Universidade do Vale do Taquari (Univates) localizada em Lajeado, Rio Grande do Sul, Brasil. Após a exposição da área de concentração e das linhas de pesquisa são apresentados os quatro macroprojetos que constituem os quatro grupos de pesquisa do PPGECE bem como sua descrição. Em seguida é dada ênfase a um grupo específico, o “Tecnologias no ensino e Atividades Experimentais: Possibilidades para potencializar os processos de ensino e de aprendizagem nas Ciências Exatas”, apresentando seus aportes teóricos bem como as metodologias de pesquisa e de ensino utilizadas. Para compreender com propriedade como esse grupo realiza a construção do conhecimento científico apresenta-se de forma sintética três teses de doutorado que foram desenvolvidas pelo grupo. Ao final é apresentado quantitativos gerais do grupo, bem como seu possível impacto na sociedade.
Roberta Chiesa Bartelmebs, Tiago Venturi, Robson Simplicio De Sousa
Revista Insignare Scientia - RIS, Volume 4, pp 64-85; https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i5.12564

Abstract:
A despeito dos avanços científicos e tecnológicos, vivenciamos o aumento dos movimentos negacionistas em nossa sociedade. Esse movimento chegou às escolas, e, neste contexto, qual será o papel da Educação em Ciências (EC)? Os professores de Ciências estão preparados? Quais as contribuições da pós-graduação na formação de professores? Para refletir sobre estas questões, este ensaio teórico tem como objetivo discutir a importância da pós-graduação para a formação de professores capazes de atuar profissionalmente no cenário atual, contribuindo com o enfrentamento e transformação da realidade. Discutimos aspectos envolvendo teoria do conhecimento científico, divulgação, notícias falsas e pós-verdade na EC. Posteriormente, refletimos acerca da Pós-Graduação em EC e suas possibilidades de fomentar o pensamento crítico-reflexivo e formar professores para lidarem com situações desafiadoras emergentes. Ao final, consideramos o desenvolvimento de conhecimentos profissionais e a postura crítico-reflexiva docente como potencializadora de mudanças na EC e, consequentemente, na relação da população com a ciência e tecnologia.
Aline Locatelli, Viviane Zanuzzo
Revista Insignare Scientia - RIS, Volume 4, pp 3-15; https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i5.12558

Abstract:
Apresentamos aqui o relato da elaboração de uma ferramenta didática na disciplina de Energia e Meio Ambiente, em um Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, modalidade profissional, durante o segundo semestre de 2019. O presente texto descreve o processo de construção dessa ferramenta didática – denominada lapbook – por oito mestrandos com formações pedagógicas nas licenciaturas de Biologia, Física, Matemática e Química. A ideia de construção do lapbook surgiu com o intuito de elaborar um recurso que proporcione diálogo, sistematização e conhecimento a partir de um tema atual e relevante discutido na disciplina. A utilização do lapbook na sistematização dos conceitos trabalhados na disciplina apresentou potencial para se classificar como uma ferramenta didática promotora da aprendizagem significativa.
Cláudia Rigoli Schneider, Neusa Maria John Scheid, Noemi Boer
Revista Insignare Scientia - RIS, Volume 4, pp 160-182; https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i5.12567

Abstract:
Este artigo é decorrente da pesquisa desenvolvida para a dissertação de mestrado da primeira autora e tem por objetivo analisar as questões da prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), no período 2015-2019. Considerando-se a extensão do conteúdo, elegeu-se, para análise, as questões relativas aos biomas brasileiros da prova de Biologia e se constatou que, no período analisado, conhecimentos de Ecologia foram frequentes nas provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, mas questões relacionadas aos biomas brasileiros são praticamente inexistentes. Com base nessa preocupante evidência, pode-se inferir que o tema sobre biomas brasileiros é considerado conteúdo secundário nas avaliações do ENEM, o que pode afetar o ensino de Biologia nas escolas do país, tendo em vista que os conteúdos eleitos no exame são, geralmente, referência ao planejamento didático-pedagógico dos professores.
Rodrigo Sobarzo-Ruiz, José Lárez-Hernández
Revista Insignare Scientia - RIS, Volume 4, pp 308-322; https://doi.org/10.36661/2595-4520.2021v4i5.12575

Abstract:
El presente estudio tiene por propósito diseñar una propuesta curricular desde un enfoque estratégico, orientada a fortalecer el desarrollo y consolidación de las principales habilidades investigativas, a través de la articulación del eje metodológico en los cursos de Metodología y Seminario de Proyectos de Intervención en Educación y Trabajo Final de Posgrado I y II del Magister en Educación de la Universidad Adventista de Chile. Metodología: Este estudio puede tipificarse como una investigación de tipo Proyecto Factible, sustentado en una investigación documental desarrollada bajo un diseño de tipo bibliográfico. Resultados: Es perentorio reforzar los elementos relacionados con el desarrollo de las habilidades investigativas en las cuatro Unidades Curriculares consideradas como parte del eje metodológico. Dicho fortalecimiento debe realizarse desde la perspectiva de su explicitación en el perfil de competencias para una mayor visualización de éstas y también, en la adecuación en lo atinente al alcance, organización y secuenciación de los núcleos temáticos, los resultados de aprendizaje, la adecuación de las estrategias metodológicas y de evaluación que se empleen. Conclusiones: El desarrollo de habilidades para la ubicación, selección, procesamiento y uso de información de calidad en el abordaje de situaciones problematizadas, a través de los procesos de intervención es fundamental, para contribuir en consolidar el carácter profesionalizante del magister.
Back to Top Top