Journal Information
ISSN / EISSN : 1516-0785 / 1981-4070
Current Publisher: Universidade Federal de Juiz de Fora (10.34019)
Total articles ≅ 124
Current Coverage
DOAJ
Archived in
SHERPA/ROMEO
Filter:

Latest articles in this journal

Mario Abel Bressan Junior, Heloisa Juncklaus Preis Moraes
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 31-46; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.29770

Abstract:
Este estudo objetiva expor reflexões sobre a reformulação do Laço Social constituído com a televisão, através das recordações evocadas nos telespectadores, com a atuação de uma memória teleafetiva e com os novos formatos de consumo audiovisual. Analisa os comentários do público que assistiu ao remake do programa Cassino do Chacrinha, exibido em 2017, na Rede Globo de Televisão e no Canal Viva, em comemoração ao centenário de Abelardo Barbosa, importante comunicador brasileiro entre as décadas de 1970 e 1980. Como procedimentos metodológicos, aplica-se a análise de conteúdo de Laurence Bardin (2011) nos textos postados no Twitter com a expressão “Cassino do Chacrinha” nos dias 28 de agosto de 2017 (programa exibido no Canal Viva) e 6 de setembro de 2017 (Rede Globo). O embasamento teórico é fundamentado nos conceitos de memória coletiva (HALBWACHS, 2003), Memória Teleafetiva (BRESSAN JÚNIOR, 2019), Laço Social (WOLTON, 1996) e Imaginário (DURAND, 2002); (MORAES, 2019); (SILVA, 2017). A pesquisa discute as relações entre imaginário, memória e laço social, a partir de um arquivo televisivo, apresentando marcas da memória teleafetiva por imagens pregnantes e compartilhadas nos comentários analisados.
Estíbaliz García-Taboada, ,
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 205-220; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.30277

Abstract:
With the expansion of connected devices (tablets, smartphones, etc.), a leap in multiplatform technologies is occurring, bringing about changes in many areas of the communications professions. In this context, values based on flexible, multiplatform, cooperative work that takes the audience into consideration are increasingly important. Professional photography coexists with — and is even rivaled by — images taken by citizens, which are often used by the mass media. For that reason the need is greater than ever for photographers and graphic professionals who, in one way or another, adapt to the new media Using a multiple case study method, this article examines the digital resources used by photographers who have won a World Press Photo Award. It studies the ways in which they exploit the medium, extending the photographic narrative beyond the website, to promote themselves and their personal brand. The results show photographers’ preference for unidirectional communication models and superimposed strategies that have limited engagement and viralisation. The acquisition of digital expertise by photojournalists is at an intermediary stage, since the cases analyzed reveal that these professionals’ web 2.0 activity is limited or underexploited.
Daniel Rios
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 143-164; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.31161

Abstract:
As séries televisivas estadunidenses circulam no Brasil há bastante tempo. Contudo, nos últimos vinte anos, observa-se uma mudança no status de legitimidade dessas produções estrangeiras. Em decorrência disso, há a emergência de inúmeras comunidades de fãs voltadas para essas produções. Assim como em outros fandoms, os fãs de narrativas seriadas produzem variados tipos de materiais, como fanfics, fanarts e memes de internet. A partir disso, este artigo tem como objetivo investigar quais são as semelhanças e as diferenças que memes circulados em fandoms de narrativas seriadas distintas carregam entre si. Para isso, foi realizada uma pesquisa de inspiração etnográfica em três comunidades de fãs, cada uma voltada para uma série diferente. Entre junho de 2018 e maio de 2019, os memes circulados pelos sujeitos dentro dos fandoms foram observados, buscando identificar aqueles que apresentavam referências intertextuais com elementos de outras narrativas seriadas. Argumenta-se que os memes seriam uma importante ferramenta para a circulação das ficções seriadas estadunidenses no Brasil e para as dinâmicas de sociabilidade dos fãs brasileiros, contribuindo para a expansão do universo narrativo e influenciando a experiência do consumo midiático. Por fim, constata-se um intenso uso de intertextualidade, embora as produções midiáticas referenciadas nas três comunidades sejam distintas.
, Débora Salles, Giulia Tucci, Charbelly Estrella
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 124-142; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.29086

Abstract:
Os “bots políticos” são perfis automatizados programados para atuar nas redes sociais com o objetivo de influenciar as discussões políticas, endossar ou difamar um candidato, disseminar propaganda de campanha, criar ruído no debate público e interferir na formação da opinião dos usuários. Este artigo investiga como essas contas afetaram a conversação política no Twitter durante o primeiro turno das eleições municipais de 2016 no Rio de Janeiro, contribuindo para a discussão de como os bots podem colocar em risco a comunicação on-line e afetar a campanha e os resultados eleitorais (HOWARD; WOOLLEY; CALO, 2018). A partir da abordagem da teoria fundamentada, utilizamos a netnografia observacional aliada à análise de discurso para estudar o comportamento de um conjunto de bots no Twitter durante o primeiro turno das eleições municipais no Rio de Janeiro. Detectamos 3.101 bots, responsáveis por 19.915 tuítes, e classificamos nossa amostra em três categorias de bots com base no conteúdo dos tuítes: bots gerados por usuário, spambots de mídia e bots políticos. Estes últimos foram divididos em duas subcategorias, em função do tipo de discurso que difundiram na rede: “ativistas” e “agentes provocadores”. Os resultados da pesquisa demonstram que os bots políticos representam um problema social crítico por ocuparem um vácuo de opiniões políticas oferecendo posições partidárias para aqueles que não as possuem. Concluímos que estas contas automatizadas prepararam o terreno para a vitória de Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2018, apoiando o então deputado e fortalecendo sua presença nas redes.
Luíza Beatriz Alvim
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 63-78; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.27395

Abstract:
Jean-Luc Godard fez cinco curtas-metragens nos anos 1950: Operação concreto (Opération béton, 1954), Uma mulher faceira (Une femme coquette, 1955), Charlotte e Véronique: todos os rapazes se chamam Patrick (Charlotte et Véronique: tous les garçons s´appellent Patrick, 1957), Charlotte e seu namorado (Charlotte et son Jules, 1959), além de Uma história de água (Une histoire d´eau), filmado por Truffaut em 1958 e montado por Godard posteriormente. Por meio da identificação das peças musicais e de análise fílmica das relações da música com as imagens e com os outros sons, objetivamos ressaltar aspectos formais da distribuição dos trechos musicais ao longo desses filmes, além de associações de significados. Observamos, assim, várias características importantes da obra posterior de Godard já presentes nesses curtas: o uso de peças preexistentes do repertório clássico, como as de Beethoven, compositor prevalente ao longo de toda a obra do diretor; a repetição da mesma música num só filme e/ou o retorno das mesmas peças musicais em filmes distintos, com o reaproveitamento constante de materiais ao longo da obra; a fragmentação da música em pontos não usuais, causando estranhamento no espectador; a presença de um comentário over verborrágico.
Afonso Barbosa,
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 79-92; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.28634

Abstract:
O presente artigo objetiva realizar uma análise sobre dados da produção de sentido na obra de Jorge Furtado, desenvolvendo observações em torno da trilha sonora de Saneamento básico, o filme, longa-metragem de 2007. Nesse sentido, o estudo pretende examinar como a porção sonora da obra se destaca pelo investimento que faz em estruturas dialógicas, abrindo espaço ainda para debater a maneira como esses elementos também incorporam aspectos metalinguísticos na tessitura do filme. Saneamento básico possui aspectos multifacetados, diálogos explícitos e implícitos, além de jogos metalinguísticos amparados por dispositivos cômicos e discussões importantes acerca da própria arte em seu estatuto autorreferencial ou enquanto elemento sensibilizador, mobilizador e de congregação comunitária. Nesse contexto, o estudo deve debruçar-se ainda sobre esta duplicação que se desdobra a partir da utilização de um processo metaficcional dentro da narrativa do filme e elementos da construção do cômico. Além disso, cabe-nos examinar como o impulso criativo está entrelaçado a elementos como o conhecimento internalizado e a sensibilidade artística — latente, velada e revelada —, que é paulatinamente desenvolvida nos personagens. Dessa forma, este artigo procura observar os desdobramentos da metalinguagem e do dialogismo, examinando como esses conceitos se aplicam no filme, especialmente pela análise dos engajamentos que são construídos a partir da trilha sonora.
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 5-30; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.25981

Abstract:
O artigo examina o fenômeno da midiatização com foco nos processos de circulação de sentidos. Em meio à profusão imagética da sociedade midiatizada, investiga-se a disputa pela construção da imagem do Exército Brasileiro durante a operação de pacificação do Complexo da Maré, ocorrida entre 2014 e 2015. Como referencial teórico, defende-se uma compreensão do fenômeno da midiatização baseada na abordagem mais recente de Verón (2014), que encaminha às noções de circulação a partir de Braga (2012) e Fausto Neto (2010) e de dispositivo midiático a partir de Ferreira (2013). Quanto aos aspectos metodológicos, parte-se do esquema prógono de Verón para análise da midiatização (1997) para a constituição de dois eixos de análise, organizados em três coleções de imagens referentes a acontecimentos da operação. Tensionadas quanto a aspectos sócio-semio-técnicos, as coleções revelam categorias de imagens produzidas sobre o Exército, posteriormente sistematizadas em diagramas inferenciais. Conclui-se que, na circulação midiática atual, cada vez mais heterogênea e transversal, além da disputa intermidiática que atravessa a construção da imagem do Exército na Maré, configura-se também uma coprodução da imagem institucional, potencializada pela processualidade simbólica que, paradoxalmente, fortalece determinadas imagens em detrimento de outras.
, Suzete Gaia de Sousa
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 165-185; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.26278

Abstract:
A migração dos veículos para as redes sociais mostra a centralidade que o espaço tem adquirido nas redações, especialmente como forma de distribuir conteúdo e, principalmente, atrair leitores, a partir da política dos cliques. Assim, a necessidade de atualização contínua, associada ao interesse dos leitores por assuntos leves e/ou curiosos e a busca por acessos aos portais podem fazer com que os veículos passem a priorizar determinados conteúdos que, apesar da pouca contribuição ao debate público, cumprem sua função de gerar cliques. A partir desse pressuposto, o artigo traz uma análise sobre como veículos regionais impressos têm usado o Facebook. O estudo é feito com base em 2.825 postagens realizadas durante duas semanas de coleta de dados, sendo que foi usada a análise de conteúdo quantitativa como técnica de pesquisa. O objetivo do artigo, de modo específico, é verificar os temas das postagens realizadas, observando similaridades e diferenças entre as seguintes fanpages: A Tarde, Correio Braziliense, Diário Online, Gazeta do Povo e O Globo. Dentre os principais resultados, cita-se a priorização dada aos temas de entretenimento, porém percebeu-se também a veiculação de assuntos relacionados à violência, que se caracterizam pela proximidade e impacto das notícias.
, Victor Hugo Sanches Pereira
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 47-62; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.21539

Abstract:
O artigo volta-se à análise do longa-metragem Paterson (2016), do diretor norte-americano Jim Jarmusch, obra que apresenta como principal referência os eventos que sucedem a vida cotidiana. A trama do romance acontece em um cenário urbano, sob o protagonismo de um tranquilo motorista de ônibus que descreve os acontecimentos do seu dia a dia em abstrações poéticas. O trabalho propõe-se a uma reflexão sobre os impactos que provém da organização da vida cotidiana ordenada pelo tempo da produção linear. A vida cotidiana pode ser compreendida a partir de um cenário progressivo de fenômenos mediados por acontecimentos ordinários e regulares (instância temporal), que respaldam — e encontram respaldo — no senso comum como forma de conhecimento (instância da produção de significados). A partir de análise de sequências do filme, o artigo indica uma reflexão sobre a constituição da vida cotidiana em interface com as categorias do pensamento fenomenológico oriundas da filosofia peirceana. Compreende-se, em sintonia com Cañizal (2001), que as formas de expressão poética mobilizadas pelo longa-metragem endereçam a uma ruptura do conhecimento padronizado, sublinhando a poiésis como categoria metafísica que expande os aspectos de representação da realidade.
Daniela Paiva De Almeida Pacheco, Wallace Faustino Da Rocha Rodrigues
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 108-123; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.29580

Abstract:
O objetivo do texto é o de promover uma reflexão sobre a forma como a campanha eleitoral é organizada na atualidade, levando em conta a existência do que é conhecido como campanha permanente. Para tanto, apresenta-se um debate estruturado em dois eixos. O primeiro aborda o papel dos partidos políticos na produção das campanhas. Eles são resgatados em seu potencial de organizadores do processo eleitoral e atores responsáveis pela veiculação da informação política, principalmente em virtude de seu monopólio de representação. O segundo eixo trata da disputa em torno da construção e desconstrução das imagens dos partidos e candidatos e da definição dos issues de campanha, redimensionada pela utilização das redes sociais, ainda que não descartada a importância dos meios de comunicação de massas como arena de visibilidade privilegiada. Assim sendo, a questão recai sobre a centralidade e o controle da informação por parte dos atores políticos tradicionais frente à produção e disseminação de conteúdo nas redes sociais. Desse modo, evidencia-se que o controle quanto à difusão das informações torna-se um desafio e o impacto na campanha eleitoral é evidente.
Back to Top Top