História, histórias

Journal Information
EISSN : 2318-1729
Published by: Universidade de Brasília (10.26512)
Total articles ≅ 202
Current Coverage
ESCI
DOAJ
Filter:

Latest articles in this journal

Eder Cristiano de Souza
Published: 16 October 2020
História, histórias, Volume 8, pp 170-196; https://doi.org/10.26512/rhh.v8i16.31128

Abstract:
Este artigo pretende fazer um balanço teórico em torno das relações entre epistemologia, aprendizagem e formação, apresentando propostas do campo da Educação Histórica no Brasil e também evidenciando e debatendo influências internacionais que subsidiam essas proposições. O intuito é evidenciar as finalidades para o ensino de História expressas nesses debates, apontando problemáticas e questionando propostas para o ensino e as concepções de formação que as embasam, de forma a situar nosso posicionamento em defesa de um ensino efetivamente mais próximo de uma epistemologia da História.
Elder Luan Dos Santos Silva
Published: 16 October 2020
História, histórias, Volume 8, pp 143-169; https://doi.org/10.26512/rhh.v8i16.31928

Abstract:
No processo de aprovação da BNCC as questões de gênero e sexualidade sofreram forte resistência de setores ultraconservadores e da bancada evangélica na câmara, culminando na supressão dos termos gênero, sexualidades e quaisquer outras questões que fomentem a cidadania LGBT. Nesse texto, reflito sobre o pânico moral que se instalou no Brasil em torno das questões de gênero e sexualidade na educação e as implicações que isso causou na Base Nacional Comum Curricular. Analiso os apagamentos que foram feitos na BNCC, e aciono como instrumento de análise as três versões disponíveis da base, os relatórios e pareceres da consulta pública à primeira e segunda versão, e a repercussão desses apagamentos nos principais sites de notícia do país.
Carlos Federico Domínguez Avila, Virgílio Arraes
Published: 16 October 2020
História, histórias, Volume 8, pp 122-142; https://doi.org/10.26512/rhh.v8i16.28123

Abstract:
O artigo discute a evolução recente e a conjuntura do regime político democrático na América Latina. Constata-se a existência de uma crise e uma recomposição dos regimes democráticos da região, num contexto global de autocratização, bem como de algumas vicissitudes de origem endógena. Contudo, observa-se também a resiliência, o enraizamento e as positivas perspectivas das democracias latino-americanas.
Flavia Silva Barros Ximenes
Published: 16 October 2020
História, histórias, Volume 8, pp 7-31; https://doi.org/10.26512/rhh.v8i16.33450

Abstract:
Este artigo pretende discutir as relações entre o poder secular e religioso na América Espanhola no final do século XVII. Num contexto onde as jurisdições não estavam definidas de maneira clara, eram comuns os atritos entre autoridades seculares e religiosas. Partindo da emissão de um decreto pelo vice-rei do Peru e sua contestação pelo arcebispo de Lima, busca-se refletir sobre o papel do episcopado na estrutura de governo da América espanhola e sua pretensa submissão ao poder real.
Arthur Roberto Germano Santos
Published: 16 October 2020
História, histórias, Volume 8, pp 32-67; https://doi.org/10.26512/rhh.v8i16.33018

Abstract:
Este artigo analisa a organização das armas e a fiscalidade da província do Maranhão, realizada pela elite política local. Isso será feito a partir de duas instituições: a Assembleia Legislativa Provincial e a Presidência da Província. Farei uma descrição e análise desses temas fundamentais que estavam sob a responsabilidade dos deputados provinciais num estado em construção; em concomitância, observarei a atuação dos presidentes da província em relação aos projetos aprovados (ou não) na Assembleia Provincial, e como exerceram suas prerrogativas legais (como o veto).
Camila Pereira Martins
Published: 16 October 2020
História, histórias, Volume 8, pp 68-91; https://doi.org/10.26512/rhh.v8i16.32725

Abstract:
Entre setembro de 1861 e abril de 1862, foram publicadas sob o pseudônimo de solitário, 45 cartas nas páginas do Correio Mercantil, que posteriormente foram distribuídas como panfletos sob o título de Cartas do Solitário, cuja autoria foi assumida por Tavares Bastos. O livro teve até o presente quatro edições, mas me dediquei a examinar a publicação das cartas no jornal e as duas primeiras edições do livro, que ocorreram respectivamente em 1862 e 1863. Procurei analisar a materialidade do texto, tendo em vista tanto as alterações realizadas em cada edição, quanto as possíveis intenções políticas que envolveram suas publicações.
Marcelo Ferreira Lobo
Published: 16 October 2020
História, histórias, Volume 8, pp 92-121; https://doi.org/10.26512/rhh.v8i16.32753

Abstract:
O presente artigo discute os projetos de educação que foram tecidos ao longo do século XIX no Brasil Imperial, particularmente após a promulgação da Lei do Ventre Livre. Os debates sobre a formação de mão de obra sob a perspectiva do fim gradual da escravidão colocaram em destaque a figura do ingênuo, e a necessidade de criação de institutos de educação afim de promover a educação oficiosa destes menores. Por meio de notícias publicadas nos periódicos de Belém foi possível compreender os discursos sobre a noção de educação e trabalho. Após abolição foi fundado o Club 13 de maio e da escola 13 de maio, que funcionou em Belém nos meses subsequentes a abolição da escravidão. Â
Luiz César De Sá
História, histórias, Volume 8, pp 3-3; https://doi.org/10.26512/rhh.v8i15.30748

Eloísa Pereira Barroso, Maria Veralice Barroso
História, histórias, Volume 8, pp 5-7; https://doi.org/10.26512/rhh.v8i15.30749

Back to Top Top