Revista Eletrônica de Sistemas de Informação

Journal Information
EISSN : 1677-3071
Former Publisher: FACECLA (10.5329)
Total articles ≅ 283
Archived in
SHERPA/ROMEO
Filter:

Latest articles in this journal

Valéria Feitosa De Moura, Cesar Alexandre De Souza
Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Volume 16; doi:10.21529/resi.2017.1601003

Abstract:
Os MOOCs são um fenômeno recente que tem gerado expectativas tanto nas questões pedagógicas, quanto nas questões estratégicas e econômicas do ensino superior. Desse modo, sistematizar o conhecimento sobre a temática, por meio de uma revisão sistemática da literatura (RSL), torna-se relevante. Assim, o objetivo desse estudo foi realizar uma RSL, conforme proposto por Kitchenham (2004), para identificar o estado da arte sobre os impactos e desafios dos MOOCs no ensino superior. Os principais impactos dos MOOCs estão relacionados as suas características de abertura e atendimento massivo, que possibilitam acessibilidade e democratização do ensino. Esses cursos estão sendo incorporados ao ensino superior por meio da utilização de modelos híbridos de ensino e, como são um fenômeno recente, precisam superar diversas barreiras, como as baixas taxas de conclusão e o impacto limitado no acesso de grupos de alunos menos favorecidos. Muitas ações estão sendo avaliadas e implantadas nesse sentido.Os MOOCs são um fenômeno recente que tem gerado expectativas tanto nas questões pedagógicas, quanto nas questões estratégicas e econômicas do ensino superior. Desse modo, sistematizar o conhecimento sobre a temática, por meio de uma revisão sistemática da literatura (RSL), torna-se relevante. Assim, o objetivo desse estudo foi realizar uma RSL, conforme proposto por Kitchenham (2004), para identificar o estado da arte sobre os impactos e desafios dos MOOCs no ensino superior. Os principais impactos dos MOOCs estão relacionados as suas características de abertura e atendimento massivo, que possibilitam acessibilidade e democratização do ensino. Esses cursos estão sendo incorporados ao ensino superior por meio da utilização de modelos híbridos de ensino e, como são um fenômeno recente, precisam superar diversas barreiras, como as baixas taxas de conclusão e o impacto limitado no acesso de grupos de alunos menos favorecidos. Muitas ações estão sendo avaliadas e implantadas nesse sentido.
Luiz Fernando Bono Milan, Fernando De Souza Meirelles
Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Volume 16; doi:10.21529/resi.2017.1603001

Abstract:
Nas últimas décadas, o modelo aberto de desenvolvimento de software foi de passatempo de programadores, para inimigo de empresas de tecnologia e, mais recentemente, passou a ser uma estratégia destas. Sob o paradigma filosófico do Realismo Crítico, o estudo tem o objetivo de identificar os mecanismos envolvidos na decisão de adoção do modelo aberto de desenvolvimento de software por pequenas empresas brasileiras. Utilizando estudo de casos múltiplos, os dados contemplam quatro empresas brasileiras de tecnologia. O material qualitativo foi analisado utilizando técnicas indutivas e dedutivas, buscando evidências para suportar um modelo preliminar de pesquisa baseado na literatura e a identificação de novos fatores. O principal resultado do estudo foi a identificação de três fatores não endereçados pela literatura utilizada como base para o estudo, são eles: o receio de uso oportunista do código; o custo envolvido na adoção do modelo aberto de desenvolvimento; e, a instabilidade política. Aos gestores do mercado, permite a reavaliação de suas estratégias em relação ao desenvolvimento de software.
Pedro Jácome De Moura Jr
Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Volume 16; doi:10.21529/resi.2017.1603002

Abstract:
A gestão da tecnologia da informação (TI) na Administração Pública Federal (APF) no Brasil passa por profunda reforma, conduzida primordialmente por exigências de órgãos de regulação e controle externo, sob o emblema da governança. Não obstante a contemporaneidade das soluções e os potenciais ganhos sociais obtidos por esta implantação, meios e fins não têm sido discutidos à altura dos desafios interpostos. Este estudo foca o fenômeno nas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), fundamentado de um lado nas teorias da agência e neo-institucionalismo e, de outro, em observação participante decorrente da vivência do autor como gestor de TI em uma IFES. Discutem-se implicações da implantação de um modelo de governança de TI em IFES brasileiras, procurando indicar posicionamentos estratégicos para os gestores de TI dessas instituições por meio do questionamento ao modelo em implementação. Do ponto de vista teórico, este estudo valida a aplicação da teoria neo-institucional à análise do comportamento da TI na APF e propõe relação causal entre governança, isomorfismo e “comoditização” da TI na administração pública, o que parece ser uma combinação teórica pouco explorada até o momento.
Marie Anne Macadar, Edimara Mezzomo Luciano, Karen M. Gross Lopes
Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Volume 16; doi:10.21529/resi.2017.1601001

Abstract:
Este artigo trata do uso de teoria nas pesquisas brasileiras sobre governo eletrônico (eGov). A literatura acadêmica internacional tem promovido reflexões e críticas acerca do grau de teorização da área de eGov e suas implicações na pesquisa. Nesse contexto, este artigo tem por objetivo discutir a utilização de teorias no campo de pesquisa de eGov tendo como base para esta reflexão inicial pesquisas brasileiras no tema. Por meio do processo de revisão sistemática de literatura, foram selecionados 96 artigos para análise, publicados entre 2003 e 2014 em periódicos brasileiros. Como modelo de análise foi utilizada a tipologia proposta por Gregor (2006), em seu artigo The Nature of Theory in Information Systems, que apresenta cinco tipologias de teorias. A análise detalhada dos artigos mostra que a maioria deles (62%) se encaixa na “teoria para análise”, o tipo mais básico estabelecido pela autora. O principal interesse das pesquisas brasileiras é na descrição do fenômeno (“o que é”), mais do que entender “porque”, “o que será” ou “como fazer algo”, que representam estágios necessários para o crescimento e qualificação de um campo de pesquisa. O estudo indica a necessidade de utilizar outros estágios de teorias nos estudos brasileiros sobre governo eletrônico.
Márcia Cassitas Hino, Maria Alexandra Viegas Cortez Da Cunha
Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Volume 16; doi:10.21529/resi.2017.1601002

Abstract:
No fenômeno de urbanização, a mobilidade urbana é uma das principais áreas afetadas. O Brasil apresenta um cenário de urbanização acelerada, intensificando a redução da mobilidade. Pouco se conhece sobre o reflexo desse crescimento para os diferentes gêneros, mas sabe-se que a tecnologia pode ser um aliado para a redução das diferenças de gênero nos serviços de mobilidade urbana. Nesse cenário, o artigo busca investigar a existência de diferença de perspectivas de gênero em relação à importância de tecnologia em serviços de mobilidade urbana. A análise se desenvolve com uma abordagem quantitativa com dados secundários. Tendo o Brasil como pano de fundo deste artigo, utilizou-se dados coletados de 14 cidades, no período de 2014/15. Resultados sugerem a existência de diferença de perspectivas de gênero em relação à importância de tecnologia em alguns serviços de mobilidade urbana, mais especificamente em transporte público inteligente, gestão de frotas, veículo elétrico e bicicletas.
Leonardo Flach, Luísa Karam De Mattos
Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Volume 17; doi:10.21529/resi.2018.1703003

Abstract:
Esta pesquisa tem por objetivo analisar a produção científica internacional sobre a linguagem XBRL (Extensible Business Reporting Language). Trata-se de um tema recente, que foi desenvolvido como uma linguagem que ajuda a facilitar a harmonização internacional das práticas contábeis. O estudo é atual e oportuno para o Brasil, tendo em vista a manifestação de interesse do Conselho Federal de Contabilidade em adotar o padrão nas empresas brasileiras. Para atingir este objetivo, aplicou-se como método uma coleta, com análise qualitativa e quantitativa do total de artigos internacionais publicados sobre o tema até os dias de hoje. Foram analisados 288 artigos internacionais, obtidos da base de dados Web of Science. Observou-se o crescente interesse pelo assunto nos últimos anos. Os estudos internacionais analisados demonstram os benefícios da adoção da XBRL em diversos países, apresentam as melhorias ocorridas na padronização dos dados, na confiabilidade das informações e redução da assimetria informacional.
Bibiana Giudice Da Silva Cezar, Kathiane Benedetti Corso
Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Volume 17; doi:10.21529/resi.2018.1703002

Abstract:
Em um contexto organizacional cada vez mais digital e tecnológico, pode-se perceber de maneira recorrente o cyberloafing: o uso das TICs no âmbito laboral para fins pessoais, não pertinentes ao trabalho. Esse fenômeno pode ser exemplificado em diversas práticas, em especial, o acesso a redes sociais virtuais no ambiente de trabalho para fins não profissionais. O objetivo geral da presente pesquisa foi compreender o cyberloafing através do engajamento nas interações online entre usuários da rede social virtual Reddit. Para tal, realizou-se uma netnografia de abordagem qualitativa mediante imersão na comunidade Reddit r/brasil. Procedeu-se a uma análise documental, reunindo conteúdo produzido pelos membros da comunidade sem interferência das pesquisadoras, e a uma observação participante, realizando comentários ou postagens que incentivassem o(s) informante(s) a se manifestar sobre suas experiências de cyberloafing. Consideraram-se como manifestações os relatos específicos sobre o fenômeno ou acerca de qualquer outra questão relacionada. Verificou-se uma grande frequência de práticas de cyberloafing grave, além de manifestações acerca de antecedentes organizacionais e individuais. Apesar de se identificar consequentes positivos, os consequentes negativos sobressaíram. Quanto aos posicionamentos organizacionais em relação ao uso pessoal de TICs, identificaram-se o restritivo e o permissivo. Verificaram-se, em maior número, manifestações de estratégias ou medidas de controle coercitivas. Considera-se que a pesquisa traz consigo relevância visto que apresenta o cyberloafing de maneira ampla, manifestado espontaneamente por seus praticantes, em um ambiente virtual favorável para a ocorrência do fenômeno.
Airton Zancanaro, Andrea Letícia Tavares
Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Volume 17; doi:10.21529/resi.2018.1703001

Abstract:
O aperfeiçoamento da tecnologia automotiva e o começo da Internet das coisas (IoT) trazem ao usuário facilidade e comodidade na dirigibilidade, na frenagem, na durabi-lidade e na segurança. No entanto, a “conectividade” demandada está sujeita a ciberataques. O artigo visa a identificar publicações, grupos de pesquisa, pesquisadores e instituições que investem em pesquisas associadas ao tema, por meio de um mapeamento bibliométrico. Foram identificados 63 trabalhos, sendo 40 artigos publicados em conferências, 21 em revistas científicas e 2 capítulos de livros. O artigo procura sistematizar as informações contidas nos trabalhos analisados, com o intuito de auxiliar os pesquisadores interessados no assunto a avançar com suas pesquisas.
Aline Vieira Malanovicz
Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Volume 17; doi:10.21529/resi.2018.1702002

Abstract:
O objetivo deste trabalho é analisar alternativas de remodelagem do processo de desenvolvimento de produto em uma empresa pública do setor financeiro. O processo atual, com seus problemas, e as alternativas de solução, com seus potenciais benefícios, são apresentados com base em entrevistas com desenvolvedores, análise de documentos e observação participante em alguns projetos. Conclui-se que as propostas apresentam contribuições para a organização estudada, indicando soluções para problemas identificados, e oferecendo desdobramentos para outras organizações na forma de oportunidades de melhorias para a eficiência e a sustentabilidade do processo de desenvolvimento de produtos. Podem ser destacados como benefícios potenciais da alternativa de remodelagem do processo: maior segurança e qualidade no desenvolvimento dos produtos, pela necessidade de definição de condições interconectadas no sistema integrado, e pela maior facilidade na realização de testes; maior clareza e legibilidade de documentação, pela parametrização pré-definida dos critérios de cálculo; maior eficiência e flexibilidade para o desenvolvimento de novos produtos, pela existência e pela variedade de condições pré-definidas que podem ser selecionadas e combinadas entre si para a composição de um novo produto; maior sustentabilidade do processo, pelas melhores condições de manutenção e testes, em consequência da segurança, clareza e flexibilidade alcançadas no novo processo.
Fernando Ressetti Pinheiro Marques Vianna, Emanuel Thiago Santana De Souza E Moura, Egon Bianchini Calderari
Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, Volume 17; doi:10.21529/resi.2018.1702003

Abstract:
O uso dos conceitos crowdsourcing e uberização é essencial para o modelo de negócio da Docway, uma startup brasileira da área de prestação de serviços em saúde, que utiliza o modelo de plataforma multilateral, conectando médicos e pacientes por meio de uma plataforma digital. O estudo de caso realizado, tendo a empresa como objeto de pesquisa, permitiu compreender o ambiente inovador em que a startup trabalha, usando tecnologia para aproximar clientes e provedores e crowdevaluation na avaliação da qualidade da prestação dos serviços ofertados. Após a coleta de dados, foi possível verificar similaridade entre os processos da empresa com o processo da empresa Uber, sendo a organização conhecida como Uber dos Médicos. Apesar da comparação não ser vista de forma positiva pelo CEO da Docway, existem semelhanças entre os processos das empresas e, mesmo não sendo legalmente permitido o ranqueamento dos médicos como a Uber faz com seus motoristas, as avaliações dos pacientes são utilizadas para formar a ordem de apresentação dos médicos aos clientes pela plataforma.
Back to Top Top