INVESTIGAÇÃO

Journal Information
EISSN : 2177-4080
Published by: Cruzeiro do Sul Educacional (10.26843)
Total articles ≅ 24
Filter:

Latest articles in this journal

Marília Gpa Ferreira, , Sabrina M Rodigheri, , Josiane M Pazzini, , Andrigo B De Nardi
Published: 2 February 2018
Abstract:
As síndromes paraneoplásicas correspondem a manifestações clínicas associadas a neoplasias que ocorrem em locais distantes do tumor primário ou de suas metástases, sendo consideradas efeitos indiretos do câncer. Os sinais clínicos destas síndromes podem anteceder ou acompanhar a detecção clínica da neoplasia, promovendo maiores índices de morbidade e mortalidade. A detecção de uma síndrome paraneoplásica permite o diagnóstico precoce e o tratamento eficaz da neoplasia adjacente, melhorando o prognóstico e a qualidade de vida do paciente. O objetivo desta revisão foi descrever os aspectos fisiopatológicos, sinais clínicos, métodos de diagnóstico e tratamento das síndromes paraneoplásicas hematológicas, cutâneas e neuromusculares que acometem cães e gatos.
Marília Gpa Ferreira, Sabrina M Rodigheri, , , Josiane M Pazzini, , Alexandre Rs Da Silva, Andrigo B De Nardi
Published: 2 February 2018
Abstract:
As síndromes paraneoplásicas correspondem a manifestações clínicas associadas a neoplasias que ocorrem em locais distantes do tumor primário ou de suas metástases, sendo consideradas efeitos indiretos do câncer. Os sinais clínicos destas síndromes podem anteceder ou acompanhar a detecção clínica da neoplasia, promovendo maiores índices de morbidade e mortalidade. A detecção de uma síndrome paraneoplásica permite o diagnóstico precoce e o tratamento eficaz da neoplasia adjacente, melhorando o prognóstico e a qualidade de vida do paciente. O objetivo desta revisão foi descrever os aspectos fisiopatológicos, sinais clínicos, métodos de diagnóstico e tratamento da osteopatia hispertrófica, da febre e das síndromes paraneoplásicas gastrointestinais e endócrinas que acometem cães e gatos.
Paulo Roberto Lucas Viana Filho, Antônio Ferreira Garcia Neto, , , Luiz Antônio Franco Da Silva, Bruno Moraes Assis,
Published: 2 February 2018
Abstract:
Tem-se como objetivo neste trabalho, realizar uma revisão sobre a anatomia e fisiologia dos pré-estômagos e estômago de bovinos, bem como descrever as principais alterações rumenais encontradas em bovinos abatidos em frigorífico. A crescente demanda na produção de bovinos de carne permitiu ao Brasil alcançar o segundo lugar no ranking mundial de bovinos mantidos em sistema de criação. Essa otimização foi possível graças ao desenvolvimento de dietas cada vez mais elaboradas e ricas em altos concentrados energéticos. Em contrapartida, estas dietas altamente especializadas no aumento da produção são capazes de gerar danos consideráveis aos tecidos rumenais, bem como efeitos deletérios sobre sua fisiologia. Nesse sentido, se faz necessário que o profissional seja detentor do conhecimento sobre a anatomia e fisiologia do estômago e pré-estômagos, como o rúmen, além das alterações passíveis de ocorrerem e serem observadas nessas estruturas anatômicas durante o abate.
, Mirela T. Costa, Reneé L. Amorim, Rosemeire O. Vasconcelos, Maria L.Z. Dagli, , Rafael Torres Neto, , Antônio Carlos Alessi, Geórgia M. Magalhães, et al.
Published: 2 February 2018
Abstract:
Mast cell tumors represent the most common malignant skin tumor in the dog. This review outlines the incidence, etiology and clinical signs of mast cell tumors. Diagnostic tests, staging and treatments are also discussed. This study was performed by the Veterinary Oncology and Pathology of UNESP, Jaboticabal and the Service of Pathology Veterinary, of UNESP-Botucatu with the support of the Brazilian Association of Veterinary Oncology and the Brazilian Association of Veterinary Pathology.
Helena Klem Monteiro Da Rocha, Simone Neves De-Campos, Mariana Gonçalves De Andrade Paiva
Published: 2 February 2018
Abstract:
O objetivo deste estudo foi relatar o caso de um cão macho de dez anos, Poodle, que atendido no Rio de Janeiro/RJ, com massa abdominal, criptorquidismo unilateral e anormalidades da genitália externa. O exame ultrassonográfico mostrou uma massa de 6,2 cm de diâmetro na região meso / hipogástrica e uma estrutura tubular adjacente. Após os exames laboratoriais, o animal foi submetido a orquiectomia pré-escrotal unilateral esquerda e laparotomia exploratória, onde foi encontrado testículo criptorquídeo direito com estrutura tubular semelhante aos tubos uterinos, conectando ambos os testículos. O exame histológico das gônadas revelou gonadoblastoma no testículo criptorquídeo, enquanto o tópico apresentou seminoma intratubular. A estrutura tubular encontrada demonstrou morfologia uterina e nenhum tecido ovariano foi encontrado na peça cirúrgica. A presença de gônadas masculinas e tubos uterinos femininos indicam um caso de pseudo-hermafrodita masculino. Pseudo-hermafroditismo em cães é uma doença genética e a reprodução sexual deve ser evitada. Constata-se que a correção cirúrgica é fundamental para a manutenção das características fenotípicas, além de permitir que o animal tenha uma vida normal; e que o exame físico, o tratamento cirúrgico e a análise histológica são essenciais para o diagnóstico de pseudo-hermafroditismo. No entanto, outras evidências, tais como análises hormonais e citogenéticas, podem ser realizadas para melhorar o diagnóstico.
Bruno Moraes Assis, Sara Sueli F. Ameida, Fernanda Monique R. Faria, , Vanessa Maria De Assis Amaral, , Luiz Antônio Franco da Silva,
Published: 2 February 2018
Abstract:
O objetivo dessa revisão de literatura é apontar os fatores intrínsecos e extrínsecos que comprometem os eventos celulares dos queratinócitos, influenciando a qualidade do estojo córneo, correlacionando estes aspectos à maior vulnerabilidade e predisposição dos bovinos às enfermidades podais. O primeiro produto da queratinização é a queratina, a principal proteína estrutural presente no estojo córneo. O segundo produto da queratinização é o cemento intercelular, cuja principal função é estabelecer uma conexão estável entre as células do tecido queratinizado. Aponta-se também, como importante função a capacidade de proteger as células da perda excessiva de água ou hidratação extrema. Nos bovinos, os eventos celulares e bioquímicos relacionados à formação do estojo córneo ainda são pouco relatados pela literatura científica, sendo muitos os questionamentos acerca do referido tema. Sabe-se que este processo é dinâmico podendo, todavia, sofrer influências diretas e indiretas de diversos mecanismos, sendo estes genéticos, nutricionais, metabólicos, hormonais e ambientais, refletindo na qualidade e resistência do casco. Os animais com cascos fragilizados devido à má nutrição, problemas metabólicos e despigmentação, quando submetidos a pisos abrasivos como o concreto das salas de ordenhas e currais, podem desenvolver microfraturas no cemento intercelular que desestabiliza o estojo córneo, favorecendo a entrada de água no casco, que por sua vez, desfaz as pontes de hidrogênio das proteínas estruturais. Quando essas pontes são desfeitas e os animais são submetidos a ambientes de alta umidade e contaminação por períodos prolongados, os cascos se tornam intumescidos facilitando a ascensão de microrganismos patogênicos, responsáveis pelo surgimento das enfermidades podais.
Roberta Martins Crivelaro, Mauricio Veloso Brun, Caio Faria Tiosso, Ana Paula Gering, Andrigo Barbosa Denardi, Bruno Watanabe Minto, Luís Gustavo Gosuen Dias, Roberto Thiesen, Aulus Cavalieri Carciofi, Paola Castro Moraes
Published: 2 February 2018
Abstract:
Anomalias do anel vascular são resultados da diferenciação anormal do arco aórtico embrionário em grandes vasos. A persistência do 4o arco aórtico direito é a causa mais comum de dilatação congênita do esôfago em cães e gatos. No presente trabalho, foi realizada cirurgia por toracoscopia em um cão, da raça Beagle com três meses de idade, com persistência do 4o arco aórtico direito. Optou-se pelo tratamento cirúrgico e o paciente foi pré-medicado com meperidina, induzido com propofol e mantido com vaporização de isofluorano. Intubação seletiva foi feita para ajudar a exposição da região a ser trabalhada. Os acessos foram realizados através dos espaços intercostais, formando uma triangulação, sendo todos de 5mm. No primeiro utilizou-se um portal para a passagem do endoscópio. O segundo e o terceiro foram utilizados para a passagem de pinça Kelly e contra porta agulha, empregados para divulsão e obtenção de biópsia. Um quarto acesso, foi utilizado para introdução de pinça Kelly de 3mm usada, eventualmente, para afastar o pulmão. Poliglecaprone de diâmetro 3-0 foi utilizado para sutura em nó de endolooping para hemostasia das extremidades do ducto, o qual foi posteriormente seccionado com pinça tesoura romba-romba. Durante os procedimentos, aferiram-se as frequências respiratória e cardíaca, a saturação de oxigênio e as pressões arteriais. Aos 60 dias de pós-operatório a paciente encontra-se estável, com raros episódios de regurgitação, e a alimentação continua sendo fornecida de forma elevada do solo. Concluiu-se se tratar de uma técnica segura e sem complicações trans e pós-operatórias.
Isabela Cristina Canavari, Juliana De Oliveira Ribeiro, Camila Goloni, Fabiana Del Lama Rocha, Mariana Queiroz Pinho Dos Santos, Gabriel Luiz Montanhim, Júlio Carlos Canola, Mirela Tinucci-Costa, Paola Castro Moraes
Published: 2 February 2018
Abstract:
As alterações dos anéis vasculares são decorrentes de malformações dos grandes vasos e seus ramos, sendo que a persistência do quarto arco aórtico direito é a mais comum em cães. Este trabalho relata o caso de um canino, fêmea, de três meses, com quadro clínico de regurgitação. A radiografia lateral contrastada mostrou constrição esofágica próxima à base cardíaca e sua consequente dilatação cranial. O tratamento instituído foi a correção cirúrgica, por meio da transecção do ligamento arterioso para a liberação do esôfago, bem como o manejo nutricional adequado. O prognóstico é reservado, podendo haver remissão do megaesôfago e melhora do quadro de regurgitações, conferindo ao paciente, melhor qualidade de vida.
Tiago Carmagnani Prada, Bruno Watanabe Minto, Nicole Wolski Pereira, Debora Emy Karcher, Luis Gustavo Gosuen Gonçalves Dias
Published: 2 February 2018
Abstract:
A osteoartrite (OA) é uma afecção crônica e potencialmente debilitante, caracterizada por alterações degenerativas das articulações. Ela apresenta alta relevância clínica tanto em humanos quanto animais domésticos, em nível mundial. A OA da articulação do joelho esta intimamente relacionada à doença do ligamento cruzado cranial em cães e gatos, afecção prevalente especialmente em cães de porte grande. O manejo terapêutico da OA é marcantemente desafiador, uma vez que a cura completa não pode ser alcançada. Da mesma forma, os procedimentos cirúrgicos são limitados e, muitas vezes, o manejo clínico torna-se a única forma de controlar a sintomatologia ou minimizar a progressão das alterações patológicas. A abordagem multimodal parecer ser a forma mais efetiva de tratamento, envolvendo diversas modalidades de controle dos sinais clínicos e de estabilização indireta da articulação.
Luiz Guilherme Corsi Trautwein, Marcos Cesar Sant'Anna, Rebeca Cordeiro Justino,
Published: 2 February 2018
Abstract:
A piometra é uma doença inflamatória uterina, de caráter emergencial, associada ao acúmulo intrauterino de pus. Novos conceitos acerca de sua patogenia foram propostos nas últimas décadas, incluindo novos métodos de tratamento e estadiamento da doença, visando auxiliar o clínico em sua rotina diária. Este trabalho teve o objetivo de atuar como guia para o diagnóstico da piometra canina, doença de elevada incidência no Brasil.
Back to Top Top