Refine Search

New Search

Results in Journal CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS: 190

(searched for: journal_id:(4290720))
Page of 4
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Rafael Siqueira Machado, Adrielle Luchi Coutinho Bove
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 214-236; doi:10.34019/1981-2140.2020.30202

Abstract:
O presente artigo se objetiva em aproximar o cinema da antropologia através do filme Midsommar (2019) de Ari Aster na forma de uma afinidade eletiva, para citar o termo weberiano. A defesa feita aqui é a possibilidade de tratar Midsommar como um material capaz de incitar e retomar diversas problematizações antropológicas acerca do parentesco e animismo na forma de um filme. Reconhece-se aqui que tal proximidade é virtual e constituída a partir da presente reflexão ao tratar o filme como material etnográfico passível de análise, ainda que a referência à antropologia se dê em alguns momentos por intermédio de dois personagens identificados como antropólogos. Ao apresentar a reflexão sobre o parentesco, as questões aqui tangenciadas remetem-se aos temas do parentesco americano, construção e comparação das noções de incesto e a ideia de mutualidade do ser como elemento central no filme. Já sobre o animismo, este é apresentado tanto como elemento intrinsecamente ligado à questão do parentesco e como um posicionamento ético com implicações comportamentais fundadas em princípios e noções com implicações ontológicas.
Sintilla Abreu Cartaxo, Ricardo Shiota
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 396-315; doi:10.34019/1981-2140.2020.30427

Abstract:
Este artigo de revisão bibliográfica objetiva apresentar três concepções sobre os desastres do ponto de vista sociológico. Na primeira abordagem, os desastres são a expressão de um agente externo intimidador, na segunda, os desastres traduzem a expressão social da vulnerabilidade e, por último, os desastres são vistos como um estado de incertezas geradas pelas próprias instituições. A reflexão sociológica oferece um conhecimento aprofundado acerca das conexões sócio práticas produtoras de riscos e vulnerabilidades múltiplas, que a prevenção e a ação nos episódios de desastres demandam. O reconhecimento do vocabulário e dos diversos usos do conceito de desastre é de extrema importância para a formação daqueles que intervêm nas ocasiões de danos.
Larissa Zancan Rodrigues, Clayton Barbosa Ferreira Filho
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 113-134; doi:10.34019/1981-2140.2020.32436

Abstract:
Neste trabalho, sob o olhar dos estudos da Sociologia e História da Educação, apresentamos e discutimos o contexto de criação da então Universidade de Santa Catarina (USC), ocorrido em meio à políticas desenvolvimentistas do Governo Juscelino Kubitschek. Para tanto, utilizamos como fonte documental o extinto jornal catarinense O Estado e pesquisas bibliográficas referentes ao período 1910-1960. A partir da análise das fontes, foi possível mapear os círculos políticos-econômicos-sociais-intelectuais da Ilha de Santa Catarina, identificando as redes de sociabilidades que vieram a compor os primórdios do campo científico que, hoje, encontra-se estruturado. Para além da conjuntura desenvolvimentista do pós-2ª Guerra, identificamos que a fundação da USC, na década de 1960, teve relação com a articulação de membros da intelectualidade ilhéu, que formavam as elites locais, para fundação do Instituto Politécnico, ainda na Primeira República, e com o contexto de estabelecimento de projetos de modernização e industrialização que buscavam tanto desenvolvimento nacional quanto regional.
Camila Ribeiro De Almeida Rezende
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 25-44; doi:10.34019/1981-2140.2020.32424

Abstract:
A escrita acadêmica não apenas transmite o conhecimento – ela o cria. É um sistema simbólico, um instrumento estruturado e estruturante do conhecimento e da comunicação que cria ativamente as epistemologias. Por ser um sistema simbólico, ela cumpre a função política de imposição ou de legitimação da dominação. Diante disso, este artigo está interessado na dominação do interesse pelo desinteresse de expor e demarcar o “eu” na escrita acadêmica – resultante do interesse do campo científico em expressar a ciência de forma neutra, impessoal, universal e acabada. O interesse de escrever sobre essa temática foi acionado pelas leituras das escritas de Pierre Bourdieu – escritas que carregam uma estética de repetição e de jogos de palavras, que jogam o jogo acadêmico a sério, que apresentam as regras do próprio jogo fazendo da sociologia uma arma contra o desconhecimento do reconhecimento – contra a violência simbólica. Essa violência é silenciosa, suave, insensível e invisível às suas próprias vítimas. Ela também está impregnada na cultura do campo acadêmico e pode ser notada nos aspectos técnicos e formais de seu estilo de escrita – na sua forma. A partir de uma análise bibliográfica da teoria de Bourdieu e da objetivação participante – da socioanálise proposta por ele – pretendo apresentar algumas reflexões sobre a violência simbólica presente na forma da escrita acadêmica, utilizando como base para a escrita deste artigo a minha própria práxis enquanto leitora da teoria bourdieusiana e enquanto escritora e pesquisadora da escrita acadêmica.
Ramon Silva Costa
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 188-213; doi:10.34019/1981-2140.2020.29262

Abstract:
O artigo aborda o processo de digitalização das relações homossexuais como parte dos efeitos dos avanços tecnológicos da contemporaneidade. Questiona: como os perfis do aplicativo Grindr em Juiz de Fora performam masculinidades? E quais masculinidades são essas? O objetivo é compreender como os usuários realizam performances acerca de suas masculinidades no ambiente digital. A metodologia empregada baseia-se em uma revisão bibliográfica, observação dos perfis e posterior análise de discurso multimodal em torno dos textos e fotos utilizadas por quatro usuários do aplicativo de relacionamento. Conclui-se que, as performances do aplicativo remontam performances existentes no meio sociocultural através dos recursos multimodais oferecidos pelo aplicativo. No entanto, os usuários apresentam uma pluralidade de representações do masculino, sendo um comportamento comum, a busca por parceiros com perfis semelhantes, a centralidade no corpo e sua estética e também a presença de perfis preocupados em manter em sigilo a orientação homossexual. Existem outros perfis que se descrevem e buscam por homens que não respondam ao estereotipo de comportamentos homossexuais e que exprimam uma masculinidade hegemônica, centrada na virilidade e heteronormatividade. Além disso, houve a análise de um perfil subversivo, que em seu texto contraria essas percepções trazidas pelos demais.
Paula Guerra
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 135-160; doi:10.34019/1981-2140.2020.31745

Abstract:
O principal objetivo deste artigo é analisar as representações sociais do rock alternativo em Portugal entre 1980 e 2010; parte de uma pesquisa mais ampla sobre os 30 anos de modernização do país (a partir do período pós-revolucionário iniciado em 1974), em que o rock alternativo é considerado uma prática social significativa no âmbito da estrutura social, artística e musical do país. Consideramos que o rock alternativo é um assunto que pode ser iluminado pela teoria dos campos de Bourdieu, que utilizamos para explorar a complexidade das relações que substanciam as estruturas subjacentes (de bandas, músicos, agentes, locais de eventos, editoras e promotores) do rock alternativo português. Os dados utilizados são resultado de uma pesquisa de longo prazo realizada entre 2005 e 2010, em que foram realizadas entrevistas em profundidade com mais de 200 indivíduos envolvidos nas esferas de produção e publicação do segmento de rock alternativo português.
Acrisio Pereira Victorino, Carlos Augusto Da Silva Souza
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 280-295; doi:10.34019/1981-2140.2020.27624

Abstract:
O objetivo deste artigo consiste em avaliar, a partir da distribuição geográfica da votação dos deputados eleitos para a Câmara dos Deputados no Estado do Pará, se é possível identificar a existência (ou não) de um padrão territorial de competição eleitoral na relação dos parlamentares com os municípios. Para isso, a estudo procurará, a partir da análise da votação geográfica de todos os candidatos que disputaram a eleição de 2014, estabelecer os mecanismos de relacionamento dos deputados com os municípios, para perceber se o padrão de votação se estabelece numa lógica de concentração territorial do voto, o que indicaria estratégias de competição mais restritas do ponto de vista da dimensão territorial do estado, ou se, ao contrário, o relacionamento dos deputados com os municípios se estabelece numa condição de dispersão do voto, o que indicaria padrões de relacionamento mais amplos territorialmente
Alexandre Manzoni
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 45-64; doi:10.34019/1981-2140.2020.32447

Abstract:
O presente artigo interpreta o cenário do campo científico no Brasil contemporâneo à luz da teoria sociológica de Pierre Bourdieu. Nesse esforço, se debruça sobre o modo como Bourdieu produz uma teoria das classes, sugerindo que sua sociologia reorganiza o esquema marxiano na questão dos interesses. Reconstitui o modo como Bourdieu faz do habitus um conceito operativo, e aponta em que medida o habitus é cingido pela classe social. Na sequência, opera a análise referente a articulação estabelecida entre a classe e o habitus, evidenciando o quanto essa ligação atua na composição das categorias de percepção de mundo dos agentes. O artigo elege o conceito de auto-análise coletiva ou socioanálise coletiva de Bourdieu, colocando o campo científico brasileiro sob o crivo analítico. A interpretação elaborada indica que as rearticulações políticas dos últimos anos, em especial das classes médias, resultaram numa fragilização do campo científico brasileiro. Junto a isso, as reformas administrativas e cortes orçamentários do Estado colocam os pesquisadores em situação de conflito pela escassez de recursos. Por fim, o texto relembra algumas saídas produzidas por Pierre Bourdieu no contexto francês, quando a ciência está sob o ataque do neoliberalismo. Isso para fomentar, no horizonte de debates entre pesquisadores e cientistas brasileiros, a possibilidade de esboçar uma sociologia de autodefesa da autonomia do campo científico.
Pedro Henrique Barboza Machado, Sara Zarucki
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 89-112; doi:10.34019/1981-2140.2020.32413

Abstract:
Neste artigo apresentaremos uma pesquisa realizada com seis jovens de camadas populares que, através de bolsas de estudos, cursaram a etapa do ensino médio em duas escolas privadas no bairro da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro. Tal estudo valeu-se de importantes reflexões bourdieusianas, como as discussões feitas sobre os conceitos de “excluídos do interior”, “capital cultural” e “capital social”. Para cumprir tal proposta, o escrito apresenta a pesquisa em linhas gerais e localiza-a dentro de fenômenos sociais mais amplos pelos quais a sociedade brasileira atravessa. A partir disto, importantes achados da pesquisa são destacados, como o valor conferido à experiência escolar e as estratégias desenvolvidas pelos jovens para obterem êxito em suas trajetórias. Por fim, o presente trabalho apontará caminhos para pensarmos as potencialidades e outros custos subjetivos embutidos na experiência dos bolsistas, na tentativa de conduzirem suas trajetórias educacionais frente às possibilidades de pertencimento a um grupo social.
Jorge Morgan De Aguiar Neto
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 65-88; doi:10.34019/1981-2140.2020.32387

Abstract:
Este artigo destaca as contribuições de Pierre Bourdieu e Jean-Claude Passeron que constituem o ponto de partida para problematizarmos a maneira como a desigualdade social e cultural repercute no meio universitário brasileiro. O artigo está dividido em três partes. Na primeira, discutimos as reflexões dos autores sobre a reprodução das estruturas sociais e culturais na escola e na universidade, bem como a articulação dos conceitos habitus e campo, que ajudam a demarcar o objeto da pesquisa. Na segunda, fazemos um contraponto aos primeiros autores com base no trabalho de Bernard Lahire, que desenvolve a teoria do homem plural tendo como foco conceitos de Bourdieu e a análise do sucesso escolar. Finalmente, confrontamos essas reflexões com os dados obtidos através de uma pesquisa qualitativa, realizada junto a estudantes de origem popular que, oriundos da escola pública, conseguiram ascender ao ensino superior e se encontram matriculados em cursos de prestígio. Ao buscar contribuir para a compreensão de como se configura o sucesso escolar entre os grupos de jovens desfavorecidos, nosso trabalho traz elementos que podem servir como referência para o desenvolvimento de políticas públicas de educação duradouras, inclusivas e consequentes.
Marlene França
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 237-263; doi:10.34019/1981-2140.2020.30613

Abstract:
Este artigo versa sobre a questão de gênero e a criminalidade feminina. De um modo geral, o conceito de gênero vincula-se à construção social do ser homem e ser mulher, atribuindo aos mesmos, características e papéis específicos, numa tentativa de escapar dos determinismos biológicos associados aos termos sexo e diferença sexual. As pesquisas mostram que os aspectos que envolvem o fenômeno da criminalidade feminina são mais complexos do que os relacionados aos homens, não somente porque elas cometem menos crimes, mas pelo fato de que o número reduzido implica em maiores dificuldades para pesquisar. Quanto à questão da punição, observa-se que esta possui estreita relação com a questão de gênero, ou seja, algumas penas são direcionadas exclusivamente às mulheres. Este estudo pautou-se nas obras de autores como: Scott (1995); Camacho (1997); Saffioti; Almeida (2003). Utilizou-se da revisão bibliográfica como caminho metodológico, bem como o método hipotético-dedutivo, o qual toma por base a percepção e o aprofundamento teórico de um determinado problema. A conclusão preliminar do estudo revela a necessidade de abordar as questões de gênero, sem deixar de fora aspectos como a criminalidade em que muitas mulheres estão diretamente envolvidas, deixando-as numa situação ainda mais vulnerável, uma vez que são invisibilizadas pelo Estado no tocante ao tratamento que é dispensado para a legitimação das políticas de segurança autoritárias e para o controle das massas empobrecidas.
Bárbara Venturini Ábile, Talitha Ferreira, Juliana Miraldi, Michel Nicolau Netto
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 161-187; doi:10.34019/1981-2140.2020.32434

Abstract:
Este artigo tem como objetivo analisar as fronteiras simbólicas que são produzidas a partir de encontros do campo da arte com os campos da moda e da gastronomia. Elegemos como objetos de análise: no caso da moda, a parceria entre a marca de fast fashion Riachuelo e o Museu de Arte de São Paulo em 2017 chamada projeto Moda Masp; no caso da gastronomia, a obra “Restauro” na 32ª Bienal de São Paulo e a exposição “Alimentário” no Museu da Cidade, também em São Paulo. Esses encontros demonstram a articulação nesses campos de um repertório cultural legitimado e valorizado, produzido no campo da arte. É a partir desse repertório, que os agentes do campo da moda e da gastronomia traçam fronteiras simbólicas internas a seus campos, assegurando vantagens em suas disputas. Essas análises nos permitem concluir que: (i) esses encontros não ameaçam a autonomia do campo da arte, uma vez que dependem de seu reforço para que a arte continue sendo fonte de repertório cultural legítimo; (ii) a arte continua sendo importante fonte de capital cultural e distinção, se olharmos como seu repertório é utilizado para produção de fronteiras sociais a partir dos outros campos aqui analisados; (iii) esses encontros não produzem processos de artificação, na medida em que eles dependem da manutenção das fronteiras entre os campos para que haja eficácia simbólica na transferência da carga positiva atribuída ao ‘artista’ a estilistas e chefs.
Dayana A Marques de Oliveira Cruz
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 345-351; doi:10.34019/1981-2140.2020.31245

Abstract:
Não há resumo por se tratar de resenha
Matheus Jones Zago, Anna Paula De Moraes Bennech, Edilson José Graciolli
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 264-279; doi:10.34019/1981-2140.2020.27282

Abstract:
O campo de pesquisa sobre os Estudos Legislativos no Brasil é muito amplo. Além das análises institucionais, encontramos análises das relações entre Legislativo e Executivo, Legislativo e Judiciário. Ademais, há pesquisas dedicadas ao estudo de elites políticas, representação política e análise da atuação de Deputados, Senadores e Vereadores, bem como de suas trajetórias políticas e formas de poder de uma perspectiva histórica e sociológica. O objetivo deste artigo é apresentar diferentes abordagens presentes na literatura brasileira, que tratam da análise do poder legislativo, em especial, no âmbito estadual e municipal. Como metodologia, foi realizado um levantamento bibliográfico de pesquisas sobre os Estudos Legislativos, apresentando técnicas para a análise do comportamento de legisladores, produção legislativa e competências técnicas e institucionais. O resultado do levantamento comprova que os estudos se concentram em âmbito federal e estadual, existindo pouca produção sobre os municípios.
Leonardo Francisco de Azevedo, Gustavo Fernandes Paravizo Mira, Danira Morais da Silva
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 316-344; doi:10.34019/1981-2140.2020.33245

Abstract:
Acreditar nos espaços de diálogo é uma obrigação em tempos nos quais o negacionismo e o desapreço por informação verificada se fazem presentes na cena pública. Vivenciamos uma inédita pandemia acompanhada do aumento das desigualdades e da pobreza, bem como do crescimento das migrações por guerra e desastres, além da intensificação de conflitos étnico-identitários e de uma significativa descrença nas instituições, com impacto global. Neste cenário onde as ideias e os conflitos parecem ser difíceis de decifrar, a reafirmação do compromisso com a ciência e diversificação dos espaços de debate, especialmente no Brasil, transforma-se em um ato de resistência ante ao obscurantismo rasteiro que tem atrapalhado o entendimento sobre questões centrais para convívio. Tendo em vista a importância da ciência como instância de análise, debate e crítica da realidade, o corpo editorial da CSOnline – Revista Eletrônica de Ciências Sociais propõe, a partir deste número, uma nova seção dedicada à escuta de pesquisadoras e pesquisadores de renome na cena pública e acadêmica. Nosso objetivo, a partir de entrevistas cuidadosamente elaboradas por nossa equipe, é alargar as fronteiras de discussão de temas de interesse e, ao mesmo tempo, de forma sensível, conhecer as trajetórias e as percepções de figuras relevantes nas Ciências Sociais. Entendemos que a Antropologia, a Ciência Política e a Sociologia têm muito a contribuir na construção de debates acessíveis e qualificados em direção a uma sociedade mais plural, justa e participativa. A primeira entrevistada escolhida, fruto de um intenso trabalho de curadoria, é a professora Rosana Pinheiro-Machado. Doutora em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rosana trabalhou em grandes universidades no Brasil e no exterior, como a Universidade de Oxford, e atualmente é professora de Desenvolvimento Internacional na University of Bath, no Reino Unido. Em uma de suas pesquisas mais conhecidas, estudou o circuito de circulação de produtos chineses até sua chegada ao Brasil, via Paraguai. Sua tese ganhou os principais prêmios no Brasil, como o prêmio de melhor tese da Associação Brasileira de Pós-graduação em Ciências Sociais (ANPOCS) e da CAPES. Além disso, se tornou uma das principais vozes acadêmicas, no debate contemporâneo, contra as intransigências do governo Bolsonaro e avanço do conservadorismo e de movimentos antidemocráticos, no Brasil e no mundo. Ela nos concedeu essa entrevista em novembro de 2020 em um contexto bastante rico, porém turbulento e repleto de acontecimentos importante. No Brasil, logo após o fim do primeiro turno das eleições municipais brasileiras, ainda havia expectativa pela realização das eleições, em segundo turno, de prefeitos e prefeitas nas cidades mais populosas. Entre os nossos vizinhos, fatos importantes também estavam em curso: a Bolívia havia enfrentado a maior tensão desde a deposição de Evo Morales com retorno do MAS à presidência do país; no Chile, o processo de reedição da constituinte havia sido aprovado em plebiscito; nos Estados Unidos, a apuração dos votos na corrida pela Casa Branca, entre Trump e Biden, gerava medo e preocupação. Por meio de chamada de vídeo, Rosana respondeu a uma série de perguntas a respeito de suas pesquisas, sobre o papel da intelectualidade no debate público, sobre as universidades no Brasil e na Europa e também em relação a uma gama de temas como saúde mental na academia, interdisciplinaridade e política contemporânea.
Fabio Ribeiro
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 10-24; doi:10.34019/1981-2140.2020.31141

Abstract:
A partir de uma leitura da relação entre a obra de Pierre Bourdieu e figuras centrais da filosofia e história da ciência francesas, como Gaston Bachelard, Georges Canguilhem e Alexandre Koyré, o artigo oferece elementos que permitem o esclarecimento de questões centrais no pensamento do sociólogo. Entre elas, estão a concepção relacional da ciência social, a crítica a um realismo ingênuo e à sociologia espontânea, e a normatividade e o aspecto moral da ciência. O artigo faz parte de um projeto mais amplo de reflexão sobre a concepção da ciência em Pierre Bourdieu.
Iuli Do Carmo Melo
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 20-20; doi:10.34019/1981-2140.2020.30699

Abstract:
Em 2016, o Brasil registrou sessenta mil casos de estupros, com média de uma mulher sendo vítima a cada dez minutos no país. Em quarenta segundos, um desses casos, envolvendo trinta e três homens e uma adolescente de dezesseis anos, na comunidade do Barão, Zona Oeste do Rio de Janeiro, se tornou público, após a divulgação do vídeo com a legenda “amassaram a mina intendeu ou não intendeu”. A comoção do caso serviu para aprofundar a dimensão da cultura do estupro no debate sobre as violências sexuais, sendo identificada a partir dos estudos, vivências e pensamentos feministas. O desenrolar da discussão traz as informações divulgadas pela imprensa sobre o caso, em um debate que acentua o jogo discursivo de interpretações de comportamentos, no qual permeia a opinião pública e a relação dos movimentos feministas com as mídias sociais. Resultam em considerações as contribuições da produção de discursos dos movimentos feministas, que questionam as ‘normas’ que produzem a naturalização das violências sexuais contra as mulheres, indicando possibilidades e perspectivas de desconstrução da cultura do estupro. Ressalto a urgência de se considerar a análise da cultura do estupro a partir de um olhar intersecional, rompendo com a universalização da categoria gênero e atentando-se para as diferenças nas experiências de mulher.
Gabrielle Dos Santos Marques
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30244

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Ramon Silva Costa, Júlia Pessôa
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.31672

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Ana Luiza Cordeiro
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30600

Abstract:
O presente artigo lança olhares às escolhas argumentativas presente nos enunciados vinculados à hashtag #MeuAmigoSecreto, publicados entre 25 e 30 de novembro de 2015, na plataforma Facebook. Considerando que toda enunciação é argumentativa, tem-se como objetivo analisar, com base nas categorias postuladas por Fiorin (2016), quais as táticas argumentativas mais recorrentes nos enunciados. Parte-se de uma metodologia de cunho netnográfico, de forma quanti e qualitativa, propondo a análise argumentativa de 49 publicações. Para tanto, ancora-se na Teoria da Argumentação, recorrendo também à Koch (2011) e Perelman e Olbrechts-Tyteca (1996; 2011). Como resultado, observa-se a predileção aos argumentos que recorrem ao mundo objetivo, indicando que as construções sobre violência e machismo usam, majoritariamente, como base a noção de realidade e vivência compartilhadas entre mulheres.
Pamella Opsfelder De Almeida
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30785

Abstract:
Na era digital novas noções de feminilidade e maternidade são colocadas em discurso a todo momento. No site BabyCenter Brasil, plataforma virtual direcionada a mulheres interessadas na maternidade, existe a possibilidade de discussão de tópicos sensíveis como o aborto. Nesse sentido, esta pesquisa investiga como as narrativas produzidos pelas comentaristas do site significam o aborto provocado e as mulheres que o praticam, bem como que Discursos translocais são evocados nessas produções discursivas locais. Para isso, convencionou-se utilizar o conceito de indexicalidade, conforme concebido por Silverstein (2003) e as pistas indexicais propostas por Wortham (2001). Este artigo apresenta os resultados referentes à análise das pistas indexicais de referência e predicação, modalidades epistêmicas e indexicais avaliativos encontradas em cinco tópicos de discussão. Verificou-se, no corpus, o contraste entre Discursos religiosos, jurídicos e moralizantes proibitivos do aborto e Discursos que humanizam a mulher que aborta, demonstrando que as novas tecnologias de comunicação pode tanto reforçar quanto desestabilizar os construtos modernos de controle do corpo feminino.
Emerson Silva Meneses
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30773

Abstract:
Este artigo pretende lançar um olhar sobre artistas travestis brasileiras e suas práticas online durante a pandemia de Covid-19. O objetivo é discutir a maneira como tais artistas, que até recentemente tinham nos palcos (físicos) e nas telas (principalmente de TV) a base do seu trabalho e sua principal forma de interação com o público, têm desenvolvido práticas ciberculturais, de cunho ao mesmo tempo artístico e político, por meio de plataformas digitais. O desenho de pesquisa é o de um estudo de caso instrumental, elegendo-se como caso para análise a cantora e atriz Verónica Valenttino. O estudo permite ver como a conjuntura de pandemia fez com que a artista transferisse para o ambiente virtual suas práticas de artivismo e mediação sociocultural anteriormente desempenhadas no palco.
Thiago Benitez De Melo, Maria Elena Pires Santos
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30461

Abstract:
O objetivo deste artigo é compreender como são construídas, por meio de discursos de autorrepresentação, as identidades dos usuários do aplicativo de relacionamentos Grindr, utilizado principalmente por homens gays (ou bissexuais), com a finalidade de marcar encontros. Busco, especificamente, analisar as representações (homos)sexuais que esses sujeitos fazem de si mesmos e do outro em seus perfis virtuais, averiguando o confronto entre a escolha de certas identidades e o silenciamento de outras através das estratégias de negociações identitárias. A escolha desse aplicativo se deu em razão ao seu intenso crescimento de usuários e pela expressiva popularidade que ele adquiriu nos últimos anos, visto que os sujeitos, caso queiram, podem disponibilizar fotografias e informações básicas sobre si para criarem um tipo de “autoidentidade”. O percurso metodológico utilizado para a análise dos dados busca romper com as fronteiras e limites disciplinares, em direção a uma perspectiva inter/trans/indisciplinar. Amparo-me, para isso, nas perspectivas epistemológicas dos Estudos da Linguagem e da Teoria Crítica do Discurso, dos Estudos Culturais, da Antropologia e da Sociologia.
Thiago Iwamoto
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30788

Abstract:
O presente trabalho tem como objetivo discorrer sobre os discursos emitidos na Rede Social, especificamente da página “Quebrando o Tabu” sobre o processo de inclusão de mulheres transexuais nos esportes de alto rendimento. Para tanto, foi utilizado o método de Análise de Conteúdo de uma publicação do dia 01 de fevereiro de 2018 da página em tela. Foi possível identificar que o espaço da cibercultura, especificamente as redes sociais, são constituídos por uma diversidade de atores sociais que emitem comentários sem fundamentação técnica, científica e específica, como é o caso da inclusão de mulheres transexuais nos esportes. Os comentários proferidos são alicerçados e limitados em perspectivas biologicistas, religiosas, culturais e pessoais, estigmatizando as pessoas transexuais e fortalecendo um discurso contrário à inclusão dessas. Ademais, há a necessidade de compreender os avanços da tecnologia e da comunicação mediada pelo computador configurando-se como um espaço plural, mas que não deveria reforçar padrões preconceituosos.
Marcos Milner
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30601

Abstract:
A tecnologia redesenhou as fronteiras entre o íntimo e o público, transformando cada aspecto da vida de um indivíduo em algo passível de compartilhamento em âmbito virtual. Na esteira da nova “intimidade pública”, o ato de compartilhar vídeos e fotografias com detalhes da vida sexual de uma mulher em páginas pornográficas — geralmente usando a suposição de adultério como pretexto — aparece de forma recorrente e ganha o nome de revenge porn. Tomando tal cenário como ponto de partida, através de uma bibliografia um pouco mais generalista do que aquela normalmente utilizada para entender questões de gênero, este artigo procura entender quais são e como são processadas as consequências que este tipo de exposição acarreta para as mulheres — gênero cuja sexualidade ainda é tratada como tabu — e identificar, em oposição, como as redes reverberam elementos tradicionalmente positivamente presentes na noção de masculinidade, como honra, virilidade e potência, por intermédio das mesmas imagens.
Maria Luisa Jimenez Jimenez
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30592

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Fernando Pinho
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30972

Abstract:
O texto faz uma resenha do livro "Práticas, conflitos, espaços: pesquisas em antropologia da cidade", organizado por Heitor Frúgoli Jr. et al., publicado em 2019.
José Rodolfo Lopes Da Silva
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30787

Abstract:
O presente artigo busca problematizar as formas que sujeitos homossexuais vêm aprendendo, em meio a discursos, negociações, disputas e resistências, a (re)construir suas subjetividades, desejos e se organizar enquanto sujeitos em uma sociedade em que a heterossexualidade é ensinada como a norma. Através da análise de um episódio da série virtual What The Flip, em que dois usuários do Grindr discutem sobre suas experiências no aplicativo de encontros amorosos/sexuais, convido a reflexão de como diferentes processos sócio-histórico-culturais vêm administrando e produzindo a sexualidade desses indivíduos. A cultura vem tomando dimensões em nossa sociedade e sendo considerada também como constitutiva das identidades, dos sujeitos e de suas subjetividades. Produções que tragam discursos que abarquem diversidades e diferentes narrativas possibilitam que sejamos educados com outras histórias e ações sejam realizadas para que processos sejam pensados e (re)construídos no online e offline. Como abordagem teórica para a discussão trago contribuições das Ciências Sociais, Educação e de Michel Foucault.
Carmen Rial
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30951

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Ana Carolina Dos Santos Costa, Victor Tavares Barbosa
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 26-26; doi:10.34019/1981-2140.2020.29390

Abstract:
O presente trabalho se propõe a investigar como as mudanças na política interna no Brasil a partir de 2011 até o fim do governo Temer, em 2018, interferiram na dinâmica do Mercosul. Para responder à pergunta deste trabalho pretendemos aliar os métodos de análise qualitativa com análise quantitativa de dados. Por um lado, utilizaremos a análise de conteúdo para entender os objetivos de cada presidente. Para Dilma I e II analisaremos as suas propostas de governo para a política externa brasileira (PEB). Para Temer, buscaremos os seus posicionamentos públicos sobre a PEB durante o processo de impeachment. Então, após identificar esses padrões, iremos nos debruçar sobre a quantidade dos acordos bi e multilaterais assinados por cada governo em relação ao Mercosul para então entender se as mudanças na política externa foram pragmáticas ou programáticas.
Cristhian Caje
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30532

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Caroline Soares De Almeida, Thaís Rodrigues De Almeida
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30645

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Julian Pegoraro Silvestrin, Alexandre Fernandez Vaz
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30498

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Juliano Oliveira Pizarro, Carmen Silvia De Moraes Rial, Luiz Carlos Rigo
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30224

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Daniel Machado Da Conceição, Alexandre Fernandez Vaz
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30510

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Eduardo Araripe Pacheco De Souza
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30164

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Cristiano Mezzaroba, Fernando Gonçalves Bitencourt
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30497

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Otávio Santiago Gomes Da Silva
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.27736

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Carlus Augustus Jourand Correia, Antonio Jorge Gonçalves Soares
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30350

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Mariane Da Silva Pisani
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30174

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Luciano Jahnecka
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.30473

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Renan Barbosa Diniz, Virgílio De Araújo Mendes
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.29410

Abstract:
O presente artigo visa discutir como alguns veículos de mídia impressa realizaram a cobertura das eleições de 2018. As mídias jornalísticas constituem um aspecto importante para a construção da opinião pública em uma democracia, e também, cumprem papel de agentes de distribuição do fluxo informacional. Assim, este trabalho apresenta ​estatísticas descritivas sobre a proporção da presença de cada candidato nas capas de mídia impressa, a fim de contribuir para a literatura dedicada ao estudo da cobertura midiática em períodos eleitorais e tentar responder à pergunta se houve ou não viés na cobertura eleitoral de 2018. Para além disso, utilizamos também o ​método de Análise de Redes Sociais (ARS) como ferramenta analítica no intuito de identificar as redes de relacionamento dos atores políticos presentes na cobertura destes veículos. Nossos resultados apontam para dois momentos diferentes das eleições, ambos com cobertura desigual dos candidatos. Um antes da facada sofrida por Bolsonaro, quando Lula era o personagem mais citado, e outro posterior à facada, quando Bolsonaro teve presença majoritária nas mídias estudadas.
Sergio Ricardo Alves De Oliveira
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 27-27; doi:10.34019/1981-2140.2020.29290

Abstract:
Moishe Postone, que foi Professor Emérito Thomas E. Donnelley de História Moderna e do Centro de Estudos Judaicos da University of Chicago, faleceu em março de 2018 após uma longa batalha contra o câncer. Editor fundador da revista Critical historical studies, tornou-se mais conhecido por sua importante e nova interpretação de Marx em Tempo, trabalho e dominação social[1]. Sua morte é uma grande perda; sentiremos profundamente a ausência de seu espírito e de sua pessoa. Na primavera de 2015, encontramo-nos com o professor Postone para conversar sobre tudo, menos Marx. Nossa conversa se concentrou em autores lidos no Ciclo Básico de Ciências Sociais (CBCS) que ministrou de 1990 a 2016, o “Indivíduo, Cultura e Sociedade”. O professor Postone constituiu a maior influência formativa no currículo “Indivíduo, Cultura e Sociedade” durante seu período como titular, e advogou intensamente pelos conhecimentos das Humanidades. Todos os graduandos da University of Chicago devem cursar um ano de CBCS. “Indivíduo, Cultura e Sociedade” (“Indivíduo”) é um dos três ciclos mais populares de CBCS da universidade; os outros – “Clássicos do Pensamento Social e Político” (“Clássicos”) e “Poder, Identidade e Resistência” (“Poder”) serão mencionados abaixo. [1] N. do T.: Ver POSTONE, Moishe. Tempo, trabalho e dominação social: uma reinterpretação da teoria crítica de Marx. São Paulo: Boitempo, 2014.
Lucas Lemos Walmrath
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 24-24; doi:10.34019/1981-2140.2020.29237

Abstract:
O presente trabalho tem como objetivo principal discutir a literatura teórica e empírica acerca das decisões econômicas de agentes econômicos partindo do arcabouço teórico-analítico da Nova Sociologia Econômica (NSE). Como objetivo específico, visa discutir o processo de tomada de decisão locacional de investimentos econômicos condicionados socialmente por agentes tipicamente entendidos como “não-econômicos”. O objeto específico escolhido para ilustrar empiricamente esta discussão é a decisão de investimento locacional de firmas pertencentes a indústria automobilística. O método empregado consiste na revisão da literatura acerca da tomada de decisão econômica, em específico a decisão locacional dos investimentos, considerando as contribuições advindas da Sociologia Econômica, da Geografia Econômica e da Economia. Os resultados preliminares apontam 1) um aparente gap téorico-analítico na literatura advinda da Economia; subsequentemente, aponta a necessidade de aportes mais realistas que os empregados até então, com contribuições possíveis nos estudos da Sociologia e da Geografia econômica; 2) apesar do potencial explicativo, detecta certa carência de estudos da Sociologia Econômica.
Lorran Kahel Melquiades Santos, Otávio Manoel Marchiori Carazza Vale
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2020.29416

Abstract:
A Constituição Federal de 1988 preconiza, como direito fundamental, o acesso a condições dignas de moradia, dessa forma, ao longo dos anos, foram desenvolvidos inúmeros programas governamentais objetivando conceder acesso a esse direito. Dentre eles, o mais recente, conhecido como Programa minha casa minha vida. Historicamente, as residências de interesse social são situadas nas bordas dos centros urbanos, em zonas de baixo custo de terra e incorporação. Com isso, objetiva-se verificar se o referido programa repete as ações dos anteriores, prejudicando ou não o real sentido do direito a condições dignas de habitar e acessar os serviços públicos. O estudo inicia-se com uma explanação sobre a forma de funcionamento do programa, seus objetivos, formas de atendimento ao público em geral. Posteriormente, passa-se a análise de empreendimentos do programa nas cidades de São João del-Rei e Barbacena, ambas situadas no interior de Minas Gerais, com características diferenciadas em relação aos grandes centros onde as relações de poder e valor da terra tornam-se expressivamente evidentes. A partir disso, pretende-se verificar se o posicionamento desses empreendimentos na mancha urbana garante, de fato, o acesso aos bens de serviço públicos que proporcionam o direito à moradia digna e apropriação da cidade conforme preconizado pela Constituição Federal. Os resultados apontam para um afastamento acentuado dos principais equipamentos públicos tais como, administração pública, hospitais, Unidades Básicas de Saúde e Escolas, tornando necessários os deslocamentos onerosos ao orçamento das famílias de baixa renda, o que elucida uma falsa impressão de concessão de direitos ao acesso a cidade. Concluí-se, portanto, que o combate a valorização das terras nas porções mais centrais das cidades pode proporcionar áreas melhores situadas para empreendimentos desse tipo, facilitando o acesso das camadas populacionais menos abastadas aos bens e serviços necessários para garantir o direito de habitar.
Ricardo Bedendo
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 28-28; doi:10.34019/1981-2140.2020.29377

Abstract:
O objetivo é debater a violência escolar com ênfase em projetos que aproximam polícia e escola, em algumas regiões do mundo, incluindo o Brasil. O artigo ancora-se na sociologia crítica que dá forma à pergunta-problema que fundamenta a pesquisa de doutorado realizada pelo autor no programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da UFJF: Por quê a polícia na escola? O estudo é pautado na metodologia foucaultiana que interpreta as práticas discursivas e não discursivas como produtoras de efeitos, de verdades, de saberes, de realidades, de campos de relações e de sujeitamentos. Os relatos de experiências de policiamento escolar mostram como questões relacionadas à criminalização do comportamento estudantil, a penalização da juventude, a políticas de tolerância zero e a judicialização dos conflitos estão no centro de uma transição que incorpora cada vez mais a segurança pública como agência para a solução de problemas que desafiam a esfera pedagógica tradicional.
Cesar Alessandro Sagrillo Figueiredo
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 8-8; doi:10.34019/1981-2140.2019.29408

Abstract:
O livro resenhado possui como objetivo analisar a amplitude do conceito de populismo, sobretudo o modelo emergido no final dos anos 90 e início dos anos 2000. Visando construir distinção, os autores do livro, Morelock e Narita, buscam especialmente fugir de explicações reificadas de autores dos anos 40 e 50 do século XX, que baseavam argumentos calcados em explicações desenvolvimentistas e na teoria da dependência. Nesta perspectiva inovadora proposta, metodologicamente se aproximam do modelo de constelação dialética adorniana, apresentando vários autores que discorrem acerca do tema, sem que necessariamente haja uma síntese única. Finalizando, como resultado apresentam que o populismo constrói uma oposição conflitiva intencionada entre o “povo” versus elite, especialmente com vista a justificarem a assunção de líderes com perfis populistas.
Raphael Nascimento
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS pp 7-7; doi:10.34019/1981-2140.2019.29425

Abstract:
Compreender as relações entre a produção e o consumo de conteúdos exibidos diariamente pelos programas policiais no Brasil, este é o objetivo do livro Telejornalismo policial: senso comum e classe social, de autoria de Fábio Ribeiro. Para isto, realizou uma análise organizacional do campo da produção jornalística, uma análise discursiva dos principais programas policiais brasileiros e entrevistas com telespectadores de classes sociais diferentes.
André Costa Lucena
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2019.27531

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Raquel Cristina Possolo Gonçalves, Almir Megali Neto
CSOnline - REVISTA ELETRÔNICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS; doi:10.34019/1981-2140.2019.27622

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Page of 4
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Back to Top Top