Refine Search

New Search

Result: 1

(searched for: doi:10.34019/1809-8363.2019.v22.16059)
Save to Scifeed
Page of 1
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
, Lina Terumi Kubota
Infarma - Ciências Farmacêuticas, Volume 29; doi:10.14450/2318-9312.v29.e4.a2017.pp302-312

Abstract:
Pacientes portadores de doenças crônicas, em especial, hipertensão e diabetes, necessitam acompanhamento constante do profissional da saúde, pois o descontrole tanto da glicemia como da pressão arterial é precursora de crises fatais do funcionamento de rins, problemas cardiovasculares e motores, gerando custos evitáveis ao sistema público de saúde. O objetivo desse trabalho é buscar evidências que demonstrem os benefícios dos cuidados farmacêuticos a pacientes portadores de doenças crônicas não transmissíveis, em especial, hipertensão e diabetes tipo 2, por meio A pesquisa é uma revisão narrativa utilizando busca de artigos nas bases científicas de dados Web of Science, SciELO, BibliotecaVirtual em Saúde, Bancos de Dados Bibliográficos da USP (DEDALUS) e PubMed-NCBI, bem como dados epidemiológicos do DATASUS e diretrizes brasileiras, para a contextualização de hipertensão e diabetes. Foi observado que a prática de cuidados farmacêuticos impactou no índice de adesão ao tratamento em pacientes hipertensos e/ou diabéticos, proporcionando melhora clínica e na qualidade de vida gerando, ainda, um benefício socioeconômico. É importante enfatizar que o cuidado farmacêutico não é praticado isoladamente de outros serviços de saúde, mas em colaboração com os pacientes e a equipe multidisciplinar em saúde; cada profissional deve atuar em seu âmbito de competência, o que resultará em benefício ao paciente e ao setor público.
Page of 1
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Back to Top Top