Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação

Journal Information
EISSN : 1983-5213
Published by: Universidade de Brasília (10.26512)
Total articles ≅ 321
Current Coverage
ESCI
DOAJ
Archived in
SHERPA/ROMEO
Filter:

Latest articles in this journal

Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Volume 13, pp 872-893; https://doi.org/10.26512/rici.v13.n3.2020.28674

Abstract:
Trata da caracterização temática dos votos proferidos pelos deputados federais durante a sessão de votação na Câmara dos Deputados que aceitou a abertura do processo de impeachment da presidente da República Dilma Rousseff em 2015. Após o processo de votação houve críticas quanto ao conteúdo dos votos dos parlamentares por conterem excessivas citações a familiares e motivações particulares em detrimento do interesse público. Com o intuito de investigar os itens informacionais representantes dos votos, essa pesquisa teve como foco compreender os temas que sustentaram cada voto, além de averiguar se as críticas são procedentes. O objetivo central foi identificar, a partir dos discursos proferidos, o contexto informacional e assim determinar os itens-chave temáticos de cada voto proferido. A partir de uma abordagem qualitativa, utilização dos princípios da similaridade, diferenças, relação de sinonímia e tendo como objeto empírico de estudo as notas taquigráficas individuais de cada discurso proferido pelos parlamentares, foi possível criar cinco macro categorias para agrupamento dos itens-chave identificados. Foram identificados 1.348 itens-chave citados pelos parlamentares como identificadores dos discursos. Dividindo-se esse número pelo total de votantes, 504 deputados, chega-se à média de quase três itens-chave específicos por voto. Os dados coletados demonstram que na retórica parlamentar durante a manifestação de votos, o item-chave caracterizador mais recorrente nos votos, sejam eles a favor ou contra, foi “povo brasileiro”.
Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Volume 13, pp 1001-1018; https://doi.org/10.26512/rici.v13.n3.2020.28162

Abstract:
Realizou-se um estudo bibliométrico sobre os trabalhos publicados na temática Gestão do Conhecimento em Bibliotecas Universitárias (BU) no período de 2002 a 2020 na base de dados Web of Science. A metodologia na aplicação da análise bibliométrica usando o modelo de Marschner, Ávila e Sommer (2016) com adaptações. Fez-se uma revisão de literatura sobre a temática, se constatando que só existe o estudo de Bem e Reinisch (2014) que faz análise bibliométrica sobre GC em BU. Foram recuperados 48 trabalhos, dos quais foram analisados somente 33. Foram considerados somente aqueles pertencentes a área de Ciência da Informação e Biblioteconomia. Os resultados apontaram os anos mais produtivos entre 2017 e 2019. Os tipos de documentos são: artigos, early access e trabalhos em eventos, dos quais os artigos constituem a maior parte. O periódico com maior quantitativo de publicações é o Journal of Librarianship and Information Science. Os autores mais produtivos são: Ugwu, De Bem, Ekere e Rossi. As instituições que possuem mais publicações são: Universidade da África do Sul, Universidade da Nigéria e Universidade Federal de Santa Catarina. Os países que detêm um quantitativo maior de publicações são: África do Sul, Índia, Nigéria, Brasil, Paquistão e Espanha. As agências financiadoras são: Delta State University, ICSSR New Delhi, Ministry of Science and Innovation of The Government of Spain e University of Zululand. A produção científica na base é publicada nos idiomas inglês, português e espanhol, mas a principal língua é a inglesa. Conclui-se que os estudos sobre Gestão do Conhecimento em Bibliotecas Universitárias estão crescendo gradativamente e são recentes na base Web of Science.
Daniela Spudeit,
Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Volume 13, pp 1019-1038; https://doi.org/10.26512/rici.v13.n3.2020.24454

Abstract:
Aponta reflexões sobre o comportamento informacional e a relação com o desenvolvimento da competência em informação para pessoas em situação de rua, no contexto da vulnerabilidade social. Buscou-se investigar pesquisas e ações realizadas por pesquisadores e profissionais em bibliotecas para atender as necessidades de informação de pessoas que estão em situação de rua. Para isso, foi realizado um levantamento bibliográfico em bases nacionais e internacionais no período compreendido de 1980 a 2018. Foram encontrados apenas cinco trabalhos, porém voltados para a área de Saúde Pública que não abarcam questões informacionais em si ou então focalizam no trabalho de bibliotecas comunitárias ou práticas de leitura, mas sem voltar-se especificamente à população em situação de rua. Conclui-se que existe uma lacuna de estudos sobre as populações em situação de rua no contexto informacional, principalmente no que tange à s ações voltadas ao comportamento e competência em informação. São questões que devem ser aprofundadas no âmbito da Ciência da Informação pois envolvem o acesso e uso da informação para a construção do conhecimento, identidade e autonomia a fim de permitir a efetiva inclusão social das pessoas em situação de rua, garantindo o exercício da cidadania.
Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Volume 13, pp 963-978; https://doi.org/10.26512/rici.v13.n3.2020.33017

Abstract:
El objetivo de esta investigación es identificar los patrones y tendencias en la estructura científica internacional sobre discursos de odio. Revela la red de colaboración científica, la estructura de cocitación, las áreas de conocimiento con las que está vinculado el tema y las materias que marcan las tendencias en este dominio. Se recuperaron los 411 artículos científicos que contienen la expresión “hate speech” en los campos título, resumen y palabras clave de la Web of Science Core Collection, periodo 2009-2018. Los programas Bibexcel versión 2017 y Pajek para el análisis y visualización de las redes de cocitación y colaboración; y Latent Dirichlet Allocation como técnica de procesamiento de lenguaje natural en los campos títulos, resúmenes y palabras claves. Los resultados muestran un significante aumento de publicaciones a partir de 2013 y un pico en 2018. Se revelaron los autores, países y fuentes más productivas, así como las redes de coautoría y cocitación de esta producción. El Análisis de Redes Sociales mostró que a pesar de que la presencia de discursos del odio en aún incipiente en la literatura científica existe un fuerte núcleo teórico sobre la temática que está siendo frecuentemente citado por la comunidad académica internacional.
Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Volume 13, pp 760-795; https://doi.org/10.26512/rici.v13.n3.2020.23872

Abstract:
Os desenvolvedores de softwares utilizam informação e conhecimento para criar, alterar e corrigir códigos-fonte de programação. Os modos coletivos de lidar com a informação, a cultura informacional, estão imbrincados na cultura organizacional. Embora a cultura organizacional seja peculiar a cada empresa, ela sofre influências de perspectivas partilhadas em uma profissão e em um nicho de mercado, a cultura profissional. As práticas informacionais tratam da interligação de fatores subjetivos e coletivos na relação dos sujeitos com a informação e o conhecimento. Objetiva-se analisar as práticas informacionais dos desenvolvedores de software na intersecção das culturas profissional, organizacional e informacional, distinguindo os valores informacionais próprios de cada empresa e os pertencentes à cultura profissional. Objetiva-se ainda identificar os valores adequados à eficácia do trabalho e problemas neste respeito. Como procedimentos metodológicos, utiliza-se o estudo de casos múltiplos, por meio de entrevistas com gestores e programadores de duas empresas. Para análise e interpretação dos dados utiliza-se a análise de conteúdo categorial e a fenomenologia hermenêutica de Paul Ricoeur, elucidando aspectos coletivos subjacentes no discurso individual. Como resultados, os elementos culturais em comum entre as organizações enfatizam a socialização informal de informações e conhecimentos, havendo dificuldade em registrá-los na documentação de software, primazia da Internet como fonte informacional, dentre outros aspectos. Recomenda-se aos gestores conscientizarem os colaboradores da importância do registro de informações, da utilização de fontes confiáveis, e que estabeleçam políticas de incentivo à interação pessoal, para o compartilhamento de informação.
Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Volume 13, pp 915-935; https://doi.org/10.26512/rici.v13.n3.2020.30936

Abstract:
O desenvolvimento de universidades e agências de pesquisa foi importante para alavancar a ciência brasileira. A partir disso, o estudo buscou compreender o processo de financiamento de pesquisa da produção científica e tecnológica pertencente a Universidade Federal do Rio Grande do Sul no período de 2008 a 2018 e indexada nas bases de dados Web of Science e PatentScope. Trata-se de uma pesquisa descritiva que usa a cientometria como método. Os dados foram coletados em agosto de 2019 e unificados em um banco de dados no Excel, software utilizado nos procedimentos de análise e criação de tabelas e gráficos junto com o NotPad++. Verificou-se que a Universidade possui 16.700 registros indexados na Web of Science com indícios de financiamento, e na PatentScope, 381 registros de patentes. Ambas as produções apresentam sinais de crescimento, onde a produção científica da UFRGS é, em sua maioria, financiada por instituições públicas de fomento. Os depósitos de patentes realizados pela Universidade ocorreram com instituições de ensino e pesquisa, mas também com empresas. Verificando a relação entre financiamento com a produção tecnológica, a pesquisa evidenciou, a partir da autoria, que a produção tecnológica da Universidade também é realizada com algum tipo de fomento.
Daniel Pimienta, Luis Germán Rodríguez Leal
Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Volume 13, pp 979-1000; https://doi.org/10.26512/rici.v13.n3.2020.33041

Abstract:
Partiendo de un análisis de las diferencias entre comunidades virtuales y redes sociales se desarrolla una descripción crítica de cómo la Internet ha evolucionado en los últimos 20 años hacia una situación marcada por el fin del diálogo y la promoción obsesiva de las visiones centradas en intereses egocéntricos. Se identifica la singularidad histórica a partir de la cual se desencadenó esta situación en la decisión de Google, a inicio de los años 2000, de hacer de la publicidad el foco de su estrategia de negocio y de cómo transformó, con la ayuda de las otras Gigantes Tecnológicas, a los usuarios en usuarios-productos y luego en agentes de su propio mercadeo, mediante el uso de su egomación. Se indaga sobre el papel jugado por la sociedad civil especializada en los temas de sociedad global de la información, en donde ha presentado poca resistencia a los cambios surgidos en el camino. Además de representar un divorcio con las utopías iniciales compartidas, esta evolución es una amenaza con importantes repercusiones en el mundo no virtual que incluyen el debilitamiento de los fundamentos democráticos de nuestras sociedades. Después de mostrar algunas perspectivas distópicas, se proponen algunas pautas concretas de trabajo para cambiar el rumbo, destacando la medida más importante: la de declarar una emergencia digital que contemple programas masivos de educación para insertar a los ciudadanos en los desafíos éticos, potencialidades y riesgos de la sociedad global del conocimiento, y especialmente en lo que significa la alfabetización informacional.
Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Volume 13, pp 853-871; https://doi.org/10.26512/rici.v13.n3.2020.27647

Abstract:
Resumo: Considerando a importância em compreender o Museu da Diversidade Sexual da cidade de São Paulo como ecologia informacional complexa, tendo em vista que é composto por seus ambientes informacionais analógico e digital, esta pesquisa objetiva avaliá-lo a partir dos atributos da Encontrabilidade da Informação e da Arquitetura da Informação Pervasiva por meio de um checklist e a partir da técnica de observação participativa. De um modo geral, o Museu da Diversidade Sexual apresentou em sua grande maioria uma parcialidade no que diz respeito aos atributos de Encontrabilidade da informação. Por se tratar de uma ecologia informacional complexa ele apresenta uma diversidade dos fatores envolvidos. Percebemos que os maiores problemas encontrados se referem à s descobertas de informação e a mediação dos sujeitos informacionais; e ausência de elementos de acessibilidade no website os quais possibilitariam ampliar o acesso à informação por pessoas com deficiência. Por meio deste estudo foi possível potencializar as divulgações de ideias considerando os sujeitos informacionais no processo de produção e organização da informação, tornando o ambiente informacional digital, especialmente, mais colaborativo e interativo.
Enrique Muriel-Torrado, Amanda Soares
Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Volume 13, pp 814-834; https://doi.org/10.26512/rici.v13.n3.2020.25276

Abstract:
Resumo: O objetivo do presente estudo foi analisar os serviços on-line disponíveis em aplicativos para Android das Bibliotecas Nacionais dos países do Índice de Desenvolvimento de Tecnologia da Informação e Comunicação (IDI) que possuem dentre suas línguas oficiais o espanhol, inglês ou português, resultando no total de 84 países. Inicialmente identificou-se os países que possuíam as línguas definidas no estudo dentre suas línguas oficiais. Posteriormente realizou-se a busca das Bibliotecas destes países na plataforma Google Play, para levantamento dos aplicativos existentes. Tendo como resultado final da amostra para análise: 8 países e 11 aplicativos. Analisou-se as principais características presentes na utilização dos aplicativos e os serviços ofertados nos mesmos. Dado os resultados obtidos, é possível afirmar que as BNs analisadas têm focado na oferta de serviços de difusão de informação e disponibilização de materiais, destacando-se a difusão de informações gerais das Bibliotecas e a oferta de eBooks. Entre as conclusões, identificou-se uma baixa adoção das BNs à s tecnologias móveis. O foco ainda está nos serviços realizados presencialmente, como o depósito legal e a preservação das obras de seu país. Essa questão vai de encontro à democratização do acesso à informação, um os desafios da Sociedade da Informação.
Maria Margarida Vargues,
Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, Volume 13, pp 796-813; https://doi.org/10.26512/rici.v13.n3.2020.25048

Abstract:
Este trabalho visa apresentar uma análise sobre a investigação realizada em Portugal no âmbito dos trabalhos académicos aprovados nos cursos de 2º e 3º ciclos de estudos no ensino superior em Portugal. Utilizou-se o método quantitativo, tendo sido efetuado o levantamento dos trabalhos graduados na área das Ciências da Informação e Documentação, localizando-se 699 trabalhos entre 2003 e 2018. Fez-se uma análise do total das teses e dissertações aprovadas, por ano e por instituição, a distribuição dos temas que exploraram, de acordo com as categorias consideradas e os métodos de investigação utilizados. A variação da oferta formativa ao longo dos anos tem consequências no número de trabalhos apresentados, porém a tendência é para que a maioria dos trabalhos seja da área das Bibliotecas, com destaque para as Bibliotecas Escolares e o método de investigação mais utilizado é o método qualitativo.
Back to Top Top