The Journal of Engineering and Exact Sciences

Journal Information
ISSN / EISSN : 2446-9416 / 2446-9416
Published by: Revista de Direito (10.18540)
Total articles ≅ 675
Filter:

Latest articles in this journal

, Abderrahmane Khechekhouche, Júlio Cesar Costa Campos, Gabriel Siqueira Silva, Marlons Lino da Cruz
The Journal of Engineering and Exact Sciences, Volume 8, pp 14140-01e; https://doi.org/10.18540/jcecvl8iss5pp14140-01e

Abstract:
Este trabalho teve como objetivo contribuir com estudos sobre a elaboração e a implementação de propostas de atividade didática baseada em experimento de cunho investigativo. O trabalho descreve um experimento com fins acadêmicos para a determinação da massa específica e da viscosidade dinâmica de um fluido por meio do Método de Stokes, um procedimento experimental simples e de baixo custo e que possibilita o processo de ensino/aprendizagem de conceitos diversos da área de Mecânica dos Fluidos, aplicada ao campo da Engenharia. Os valores obtidos de massa específica - (899,60 ± 18,00) kg/m3, (996,00 ± 19,93) kg/m3 e (1.298,00 ± 25,97) kg/m3 - e da viscosidade dinâmica - (0,080 ± 0,001) Pa.s, (0,649 ± 0,007) Pa.s e (0,885 ± 0,015) Pa.s, respectivamente para os fluidos óleo vegetal refinado de soja, detergente e glicerina foram próximos dos valores encontrados na literatura e apresentaram baixo grau de incerteza propagada. O desenvolvimento desta implementação foi realizado com apoio do software EES e apresenta-se como uma proposta de atividade didática baseada em experimento de cunho investigativo em Mecânica dos Fluidos.
Ibrahim Ademola Fetuga, , , Joshua Kolawole Gbegudu, Ebenezer Aderibigbe Adeyemi
The Journal of Engineering and Exact Sciences, Volume 8, pp 14233-01e; https://doi.org/10.18540/jcecvl8iss5pp14233-01e

Abstract:
In this work, the application of protrusions and nanofluids to improve the performance of tubular-microchannel heat sink (MCHS) is proposed and investigated computationally. The three-dimensional Navier-Stokes and energy equations were solved numerically using the finite volume method incorporated into the ANSYS (Fluent) software package. The effects of different types of nanofluid (Al2O3, CuO, ZnO in pure water), the volume fraction of the nanoparticles (0% to 4%) and height of the protrusion ( 2um-6um) on microchannel heat sinks were investigated under the steady-state condition and Reynold numbers (400-2000) with constant heat flux of 9 x 106 W/m2. It was revealed that thermal performance improved as protrusion height increased. At Re=2 000 , for Al2O3 nanofluid (NAN) with a volume fraction ( of 4% and a protrusion height (H) of 2um to 6um yielded a thermal performance value of 1.59, 1.68, 1.77, 1.86, and 1.96 times that of MCHS without the protrusion, respectively. In addition, at a volume fraction of 4%, protrusion height of 6um and Reynolds number of 800, the Al2O3, CuO, and ZnO nanofluids yielded a thermal performance value of 1.79, 1.08, and 1.07 times that of pure water, respectively. Furthermore, at a Reynolds number of 400 and a volume fraction of 4%, the Al2O3–water nanofluid reduced the maximum temperature of the MCHS wall by 4% , whereas - and -nanofluids decreased the MCHS wall maximum temperature by 0.5% and 0.48% when compared to pure water, respectively. However, for all the cases of volume fraction (1% to 4%), there was an increase trend in the value of thermal performance for the Reynolds number range of 400 to 800 , and decrease with the Reynolds number range of 800 to 2 000.
Jean Carlos De Almeida Nobre, David Lohan Pereira de Sousa, Fábio Dos Santos Ribeiro, Luiz Claudio Fialho Andrade
The Journal of Engineering and Exact Sciences, Volume 8, pp 14118-01e; https://doi.org/10.18540/jcecvl8iss5pp14118-01e

Abstract:
Neste artigo, são investigadas através de simulações computacionais as condições de conforto térmico de um conjunto residencial utilizando o softwareEnergyPlus. Análises sobre as cargas térmicas em sistemas da edificação são realizadas aplicando diversos materiais de construção em um modelo 3D do residencial, por exemplo, a modelagem é feita através da inserção de materiais com camadas paralelas entre si e perpendiculares ao fluxo de calor (reboco, tijolo, telha, laje, piso, etc.). O artigo tem como objetivo viabilizar o uso de simulações para gerar resultados do conforto térmico de uma edificação. Os níveis de temperaturas obtidos a partir das simulações são comparados com as condições de conforto térmico ideal, com isso o objetivo da pesquisa foi alcançado, pois foi possível demonstrar por meio dos resultados obtidos a efetividade do uso do software.
Melissa Lago, Marcus Vinícius Fraga Lobo, Lucas Lima Costa, Sandro Fábio César, Rita Dione Araújo Cunha
The Journal of Engineering and Exact Sciences, Volume 8, pp 14165-01e; https://doi.org/10.18540/jcecvl8iss4pp14165-01e

Abstract:
Este trabalho teve como objetivo determinar as propriedades físicas da madeira jovem de Eucalyptus clone 1404 e compará-las em relação à região do tronco de onde foram retirados os corpos de prova. Para isso, seguiu-se as orientações da NBR 7190 (ABNT, 1997). Os resultados indicaram um gradiente de umidade em relação à região de alburno e de cerne do tronco, não havendo diferença significativa da densidade em relação às duas regiões. Com relação à estabilidade dimensional, houve uma diferença significativa entre as retrações radial e tangencial, mas, o coeficiente de anisotropia mostrou que a madeira tem boa estabilidade.
Luciano Silva Dametto
The Journal of Engineering and Exact Sciences, Volume 8, pp 14070-01e; https://doi.org/10.18540/jcecvl8iss4pp14070-01e

Abstract:
O ambiente prisional deve ter suas estruturas, acabamentos e acessórios pensados, planejados e preparados para receber os presos de forma que tragam segurança, conforto, estimulem positivamente o comportamento individual-coletivo e possibilitem enfim a ressocialização. Neste trabalho foram avaliados os materiais de construção da estrutura e acabamentos de uma unidade prisional em construção no município de Santa Izabel/PA, e as implicações práticas dessas escolhas. A pesquisa foi um estudo de caso com análise qualitativa dos dados obtidos a partir de visitas ao local, visualização dos projetos e revisão bibliográfica das especificações técnicas, decretos, leis e diretrizes nacionais do sistema prisional. Os resultados demonstraram que os materiais de construção, no caso, o concreto armado da estrutura das celas (lajes, paredes, beliches e demais acessórios), seguiram as recomendações das diretrizes e especificações técnicas, com apenas uma ressalva. Os materiais de acabamento das celas (piso industrial de alta resistência, tinta acrílica e PVA) seguiram todas as recomendações presentes nas diretrizes prisionais nacionais, estaduais e especificações técnicas. Dessa forma, o emprego desses materiais de construção foi avaliado de forma ponderada, levando em conta a realidade degradante do atual do sistema penitenciário nacional. Faz-se necessário um estudo mais apurado em outros trabalhos, considerando as normas de habitabilidade e de desempenho em edificações habitacionais. Atentando para o propósito do aprisionamento, os custodiados receberão um ambiente, dentro das limitações que o sistema prisional de hoje proporciona, com materiais que podem proporcionar um mínimo de conforto frente às variáveis regionais e a segurança.
Carolina Del Pilar Pinto, Sandro Cesar, Ricardo Fernandes
The Journal of Engineering and Exact Sciences, Volume 8, pp 14149-01e; https://doi.org/10.18540/jcecvl8iss4pp14149-01e

Abstract:
Os materiais compósitos com matriz de gesso são materiais com propriedades que o tornam amplamente utilizado como paneis para divisórios e forros, acabamentos e mobiliário para a construção civil. No entanto, as limitações mecânicas e térmicas destes materiais exigem a incorporação de fibras que possam contribuir com estas propriedades. O estudo do calor especifico e da capacidade térmica dos materiais compósitos com matriz de gesso contribui com a determinação das condições de uso como isolantes térmicos providenciando a distribuição de temperaturas e o conforto térmico do espaço construído. O objetivo deste trabalho é fazer uma avaliação comparativa do calor especifico e da capacidade térmica, utilizando um material padrão, gesso (altamente poroso e sem reforço) e um material compósito com matriz de gesso e fase reforço de manta de sisal “in natura”. Entre os materiais compósitos usados neste estudo temos as seguintes conformações: gesso-manta de sisal-gesso (GMG), gesso-manta de sisal-manta de sisal-gesso (GMMG), gesso-manta de sisal-gesso-manta de sisal-gesso (GMGMG). O teste de calor específico e capacidade térmica foram realizados com o método indicado pela norma ASTM C 351-92b, NBR 15575 e NBR 15520. Os resultados revelam que as fibras de sisal aumentam o comportamento térmico do gesso padrão, melhorando a função de isolamento térmico do material.
Vinícius De Sousa Lima, Sandriel Lima Nascimento, Marly Cirqueira Santos, João Miguel Santos Dias, Bruno Lucio Meneses Nascimento
The Journal of Engineering and Exact Sciences, Volume 8, pp 14162-01e; https://doi.org/10.18540/jcecvl8iss4pp14162-01e

Abstract:
A madeira é um material de construção renovável que demanda baixo consumo energético para produção. No Brasil, parte das florestas plantadas são destinados a fabricação de painéis laminados, em especial o compensado que é o produto industrializado de madeira mais antigo. O objetivo desta revisão é sintetizar as informações acerca da atual situação geográfica e econômica da indústria de madeira compensada no Brasil. Foram realizadas pesquisas em artigos, organizações do setor madeireiro e sites da internet e com base nesses estudos verificou-se que a grande maioria das empresas que produzem compensados no Brasil se localizam na região sul, principalmente no estado do Paraná e Santa Catarina.
Emmanuel Obiani Akari, Ibrahim Ademola Fetuga, Olabode Thomas Olakoyejo, Manasseh Babale Shitta, Omotayo Oluwatusin, Joshua Kolawole Gbegudu,
The Journal of Engineering and Exact Sciences, Volume 8, pp 14157-01e; https://doi.org/10.18540/jcecvl8iss4pp14157-01e

Abstract:
A dinâmica do fluido computacional foi aplicada na previsão do efeito da temperatura da entrada no tempo de secagem dos peixes em um secador de armário. Após a conclusão da simulação, obteve-se a distribuição de temperatura do ar (domínio fluido) dentro do seco em diferentes temperaturas do ar de entrada e intervalos de tempo. As temperaturas do ar de entrada variando de 35oC a 55oC foram simuladas para um intervalo de tempo de 10 minutos a 120 minutos, de modo a examinar a influência da temperatura da entrada no processo de secagem dos peixes. Com base nessa faixa de temperatura, observou-se que o tempo ideal de secagem para o peixe que satisfaz a condição de secagem eficiente de peixes para todas as cinco temperaturas de ar de entrada do peixe é de 70 minutos. Além disso, pode-se observar que leva cerca de 120 minutos para a temperatura do ar de entrada de 50 graus Celsius atingir uma temperatura de secagem do gabinete de 316K (43°C) enquanto leva apenas 70 minutos para a temperatura do ar de entrada de 55 graus Celsius atingir a mesma temperatura sob a mesma condição.
Sandriel Lima Nascimento, Vinícius De Sousa Lima, Marly Cirqueira Santos, João Miguel Santos Dias, Sandro Fábio César
The Journal of Engineering and Exact Sciences, Volume 8, pp 14163-01e; https://doi.org/10.18540/jcecvl8iss4pp14163-01e

Abstract:
O presente estudo teve como objetivo fazer o levantamento das características das empresas fornecedoras de madeira para construção civil no município de Salvador (BA). Os dados foram coletados através de um questionário aplicado nas empresas que comercializam madeira para a indústria da construção civil. As principais espécies madeiras comercializadas são maçaranduba (Manilkara spp) e pinus (Pinus spp.). Os maiores percentuais de madeira serrada provêm dos estados do Pará (44%) e Santa Catarina (18%).
Lucas Carvalho Silva, Átila Marconcine de Souza, João Victor Da Silva Soares, Flavio Alessandro Crispim, Ludimilla Da Silveira Ferreira
The Journal of Engineering and Exact Sciences, Volume 8, pp 14109-01e; https://doi.org/10.18540/jcecvl8iss4pp14109-01e

Abstract:
No Brasil o modal rodoviário é o que possui a maior participação na matriz de transporte. O enfoque dessa pesquisa foi a Rua Bonaire, no município de Açailândia-MA, por ter conexão com a rodoviária e a zona central do município em questão. O objetivo do presente trabalho foi classificar o estado de qualidade de um trecho dessa rua, por meio da verificação dos parâmetros de irregularidade longitudinal através de uma metodologia prática, moderna e eficiente, empregando um equipamento MERLIN modificado com uma trena a laser. Os dados de medição foram analisados conforme a metodologia de Cundill, ou seja, através de um histograma de frequência, onde os dados foram marcados de acordo com a depreciação do trecho ou elevação do trecho. Para isso foram realizadas aferições em um trecho de 200 metros com o MERLIN modificado, calculando os parâmetros de: Índice de Irregularidade Internacional (IRI) e o Quociente de Irregularidade (QI) destes trechos analisados. Determinou-se com este trabalho que o conceito da condição de serventia da Rua Bonaire é péssimo e que as modificações feitas no MERLIN tradicional, tornaram o processo de coleta de dados mais prático e eficiente, facilitando assim o cálculo do IRI e QI. Por fim, através deste estudo, diversas oportunidades serão criadas acerca de futuras pesquisas sobre as condições de rodagens de outras vias, principalmente devido ao salto técnico que foi obtido do equipamento MERLIN tradicional para o MERLIN confeccionado neste trabalho.
Back to Top Top