Matemática e Ciência: construção, conhecimento e criatividade

Journal Information
EISSN : 2674-9416
Total articles ≅ 29
Filter:

Latest articles in this journal

Dalcio Schmitz, Marcio Bennemann
Matemática e Ciência: construção, conhecimento e criatividade, Volume 3, pp 73-97; https://doi.org/10.5752/p.2674-9416.2020v3n2p73-97

Abstract:
O ensino da estatística, no Ensino Fundamental, tem como objetivo levar o aluno a entender, vivenciar e utilizar a estatística presente nas atividades de seu dia a dia. O presente artigo trata-se de um estudo bibliográfico sobre questões do ensino da estatística segundo as habilidades que a disciplina se propõe a desenvolver, abordando a relevância e o desenvolvimento das três competências: literacia, raciocínio estatístico e pensamento estatístico. Como resultado, consideramos a identificação das bases teóricos necessárias para a formação de sujeitos capazes no trato da informação fundamentada em dados.
Rogeria Teixeira Urzêdo Queiroz, Rhelman Rossano Urzêdo Queiroz
Matemática e Ciência: construção, conhecimento e criatividade, Volume 3, pp 98-112; https://doi.org/10.5752/p.2674-9416.2020v3n2p98-112

Abstract:
O Cálculo Diferencial e Integral é uma disciplina que consta da grade curricular dos períodos iniciais de diversos cursos de graduação. É inegável a importância do conhecimento dos principais conceitos dessa disciplina, bem como ter clareza do seu amplo espectro de aplicações. Entretanto, na opinião de vários professores de Cálculo Diferencial que existe uma grande dificuldade dos alunos ingressantes nos cursos superiores de Ciências Exatas em assimilar os conteúdos propostos nos planos de curso da referida disciplina. Há várias discussões no meio acadêmico relativas a esse tema “dificuldade em Cálculo” e, entre elas, destaca-se a afirmativa de que as deduções de equações e demonstrações de teoremas, com recursos algébricos apenas, aumentam o grau de dificuldade da disciplina. Neste artigo, propõe-se uma forma alternativa de se verificar a derivada de algumas funções, sem os recursos algébricos apresentados pelos livros-texto de Cálculo, com a qual os alunos poderão utilizar a definição de derivada empregando o software Graphmatica.
Renata Lourinho da Silva, Denivaldo Pantoja da Silva, Maria Katiane Miranda Ribeiro
Matemática e Ciência: construção, conhecimento e criatividade, Volume 3, pp 113-125; https://doi.org/10.5752/p.2674-9416.2020v3n2p113-125

Abstract:
Neste artigo, apresentamos uma experiência com a construção do artefato matapi, utilizando o software Geogebra, a partir de sua construção física in loco. Foi desenvolvida no curso de formação de professores para a educação do campo, que abordou o tema: Construção e uso do matapi: diálogos entre tempo escola e tempo comunidade. Nosso objetivo é apresentar possibilidades para abordar algumas noções da geometria em sala de aula, partindo da construção do matapi, utilizando o Geogebra como instrumento didático. Para alcançar esse objetivo, apresentamos algumas imagens do matapi, que foi construído no local, para, em seguida, representá-lo no ambiente virtual com auxílio do software. Os resultados mostram que se pode promover a construção de algumas noções matemáticas da geometria plana e espacial a partir da construção física do artefato
Lucas Silva Pires
Matemática e Ciência: construção, conhecimento e criatividade, Volume 3, pp 37-72; https://doi.org/10.5752/p.2674-9416.2020v3n2p37-72

Abstract:
Este artigo resulta de uma investigação que está vinculada a dois projetos de pesquisa financiados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Trata-se de um estudo documental bibliográfico na modalidade pesquisa sobre as produções brasileiras em História da Matemática. O nosso objetivo foi caracterizar as propostas didáticas tratadas em teses e dissertações da história para o ensino do sistema de numeração decimal para os anos iniciais do Ensino Fundamental. Busca-se responder a seguinte questão: Quais teses e dissertações da História da Matemática podem contribuir no ensino de sistema de numeração decimal para os anos iniciais do Ensino Fundamental? O estudo está fundamentado em Mendes (2014), que identificou três tendências nas pesquisas em História da Matemática. 1) História para o Ensino da Matemática; 2) História e Epistemologia da Matemática; 3) História da Educação Matemática. O corpus investigativo compõe-se de teses e dissertações defendidas em programas de Pós-Graduação stricto sensu do Brasil, as quais estão publicadas no Portal de Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e em Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Os resultados indicaram a existência de teses e dissertações com potencialidade didática, as quais podem servir como ferramental didático-pedagógico aos professores que lecionam nos anos iniciais do Ensino Fundamental.
Ana Maria Ferreira Lemes Stafusa, Mônica Romana de Oliveira Santos, Valdinei Cezar Cardoso
Matemática e Ciência: construção, conhecimento e criatividade, Volume 3, pp 8-36; https://doi.org/10.5752/p.2674-9416.2020v3n2p8-36

Abstract:
Este artigo possui abordagem exploratória de caráter qualitativo, cujo objetivo é analisar as características de jogos educativos digitais, a fim de verificarmos se possuem potencial para o ensino de matemática à luz da Teoria Cognitiva de Aprendizagem Multimídia. Buscamos responder ao seguinte questionamento: De que maneira a Teoria Cognitiva de Aprendizagem Multimídia pode contribuir para nortear os educadores na seleção de jogos educativos digitais para o ensino de matemática? O referencial teórico utilizado foi baseado nas publicações de Mayer. Analisamos três jogos: Jogos de Matemática, 1ª e 2ª Séries: Jogos de Matemática para Crianças e Rei da Matemática. Concluímos que a Teoria Cognitiva da Aprendizagem Multimídia contribui na seleção de jogos educativos que tenham potencial para o ensino de matemática pois, foi possível identificar, por meio da análise realizada, os princípios para jogos desenvolvidos por Mayer que colaboram de forma positiva no processo de ensino-aprendizagem de matemática.
Fabrycia Maria Teodoro Santos, Arthur Zall Io Alves Pereira, Adriana Ol Iveira Almeida
Matemática e Ciência: construção, conhecimento e criatividade, Volume 3, pp 101-120; https://doi.org/10.5752/p.2674-9416.2020v3n1p101-120

Abstract:
Este artigo se propõe a abordar como o ensino de álgebra tem sido proposto pelos autores nas séries finais do Ensino Fundamental, na perspectiva da investigação Matemática, ou seja, deixando de lado a reprodução mecânica e tradicional de algoritmos. Acreditando em uma abordagem diferenciada dentro do ensino da Matemática, uma atividade investigativa referente ao caso “Quadrado da soma de dois termos” de produtos notáveis foi aplicada a alunos que concluíram o 7º ano do Ensino Fundamental em 2017. Constatou-se que, mesmo sem conhecimentos de álgebra, os alunos conseguiram, por meio da observação, chegar ao algoritmo de uma forma mais significativa, sem recorrer a fórmulas prontas e memorizadas.
Nádia Aparecida Dos Santos Sant’Ana, Marilza Maria De Oliveira
Matemática e Ciência: construção, conhecimento e criatividade, Volume 3, pp 70-86; https://doi.org/10.5752/p.2674-9416.2020v3n1p70-86

Abstract:
Este artigo visa apresentar o Projeto “Matematicando” realizado com alunos do Ensino Fundamental de uma escola pública do interior do Estado de Minas Gerais. O referido projeto é anual, consistindo na realização de diversas atividades interdisciplinares durante uma semana, com a participação ativa do corpo discente e docente da instituição. O objetivo central é motivar os alunos a realizarem pesquisas relativas a alguns conteúdos matemáticos. O mês que antecede a realização das atividades é dedicado à elaboração e produção do material que será utilizado. Há também a colaboração da comunidade externa à escola. Nas suas diversas edições, o Matematicando se revela como um espaço de grande interação entre professores e alunos, promovendo a ampliação e consolidação dos conhecimentos. A cada ano, verifica-se um maior envolvimento e expectativa dos estudantes. Os resultados obtidos indicam que o projeto propicia que os alunos tenham diferentes olhares para os conteúdos escolares, relacionando os saberes matemáticos com outras áreas do conhecimento de forma mais consistente e objetiva.
Rubens Vilhena Fonseca, Teodora Pinheiro Figueroa, Andreza Thalia Menezes Monteiro
Matemática e Ciência: construção, conhecimento e criatividade, Volume 3, pp 8-37; https://doi.org/10.5752/p.2674-9416.2020v3n1p8-37

Abstract:
Esta pesquisa, de cunho teórico-qualitativo, tem como foco principal mostrar a importância da Matemática Discreta na formação de professores de matemática. Para isso realizamos uma pesquisa teórica em trabalhos científicos e, apresentamos algumas discussões sobre questões matemáticas relacionadas com a Aritmética dos Inteiros, as quais comprovam a importância do raciocínio discreto. Nossa investigação tem como foco a seguinte questão de pesquisa: Quais as contribuições da Matemática Discreta na formação de professores? É necessário repensar sobre praxeologias que poderiam favorecer a um tipo de raciocínio por meio do qual os estudantes discorreriam sobre uma maneira de pensar, na perspectiva da Matemática Discreta?A partir de resultados de pesquisas apresentamos um contexto histórico das Equações Diofantinas Lineares e do Algoritmo de Euclides, Conexões Matemáticas: Ensino Superior x Escola Básica e, Teorias Matemáticas relativas a estes saberes, de modo a mostrar que existe a possibilidade de discussões sob o ponto de vista da Matemática Discreta entre o ensino superior e a escola básica na formação de professores. Os trabalhos de pesquisas investigados validaram a nossa proposta.
Samya De Oliveira Lima, Marcus Bessa De Menezes
Matemática e Ciência: construção, conhecimento e criatividade, Volume 3, pp 56-69; https://doi.org/10.5752/p.2674-9416.2020v3n1p56-69

Abstract:
Neste trabalho, objetivou-se analisar o ensino de Matemática na modalidade da Educação do Campo. Conforme definido pela legislação brasileira, a Educação do Campo deve ser específica e emancipatória mediante as expressões sociais, culturais e políticas de cada sujeito. Discussões recentes na área da Educação do Campo apontam a importância de fomentar, nos processos de ensino e aprendizagem, o protagonismo dos educandos por meio de situações didáticas que incluam as dimensões sociais, culturais e políticas existentes nos diferentes contextos desses sujeitos. A abordagem metodológica se configurou em um estudo de caso com característica etnográfico. É pautada numa abordagem qualitativa, na perspectiva da Etnomatemática. A pesquisa foi real izada na Universidade Regional do Cariri – Urca, no Estado do Ceará, com estudantes do curso, sendo estruturada na aplicação do questionário. Espera-se que estes estudos sobre ensinar Matemática nos cursos de Licenciatura do Campo possam contribuir para uma reflexão acerca do pr ocesso de formação desses educandos. A valorização das vivências, das experiências cotidianas e dos sonhos, reconhecendo o sujeito em seu espaço, em suas raízes, sua cultura, seus conhecime ntos, seus desejos, para dar “voz” e “vez” e resgatar nos discentes o seu direito à cidadania, com a finalidade de termos uma sociedade com mais oportunidades e menos desigualdades.
Back to Top Top