Revista de Ensino de Ciências e Matemática

Journal Information
EISSN : 2179-426X
Published by: Cruzeiro do Sul Educacional (10.26843)
Total articles ≅ 744
Current Coverage
DOAJ
Archived in
SHERPA/ROMEO
Filter:

Latest articles in this journal

Carolina Puras da Rocha Amorim, João Batista Dos Santos Junior, Cristiana Brasilio Leite
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-20; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a12

Abstract:
Apresentamos aqui um estudo da evolução das concepções de um grupo colaborativo composto por seis professoras da rede municipal da região de Sorocaba/SP, todas com formação em Pedagogia. O objetivo dos pesquisadores com o grupo é o enfrentamento das dificuldades para a implementação da Alfabetização Científica (AC) nos anos iniciais do ensino fundamental. A análise baseou-se nas declarações das professoras em três instrumentos que visavam identificar as concepções do grupo em duas dimensões analíticas: a visão de Ciências e os indicadores da AC. Os resultados apontaram que o grupo colaborativo fomentou a problematização de visões e a reflexão sobre a prática pedagógica. Desse modo, consideramos que os resultados obtidos até este momento indicam que, se o trabalho colaborativo for desenvolvido e acompanhado em mais tempo poderá produzir efeitos mais importantes na evolução das concepções das professoras.
Thamires Luana Cordeiro,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-24; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a05

Abstract:
Historicamente as mulheres foram invisibilizadas na História da Ciência. Nesse sentido, surge a necessidade de propor práticas pedagógicas para que essas discussões sejam incorporadas no Ensino de Ciências para divulgar e valorizar o protagonismo das Mulheres na Ciência. Assim, esta pesquisa teve como pretensão divulgar a cientista brasileira Bertha Lutz e avaliar a concepção sobre Ciência de estudantes do 3° Ano do Ensino Fundamental. Tal investigação assume caráter de pesquisa em Educação, com recorte na Ciência, de natureza qualitativa do tipo exploratória. Para a análise dos dados, foram adotadas algumas orientações a partir da Análise de Conteúdo. Quanto aos resultados obtidos, emergiram duas categorias de análise: I — Concepções de Crianças acerca da Ciência: do laboratório ao gênio de jaleco e II — Como crianças percebem a presença de Mulheres na Ciência. Ademais, identificou-se a necessidade de maiores discussões sobre Mulheres na Ciência e História da Ciência no Ensino de Ciências
Marília Alana Costa de Jesus, Renato Santos Araujo
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-19; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a09

Abstract:
O objetivo deste artigo é analisar, comparativamente, a formação inicial de professores de Ciências Naturais, Física e Matemática sob uma óptica quantitativa, no século atual. A discussão será introduzida com uma breve revisão histórica da formação de professores e o conceito da evasão. Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa documental com abordagem quantitativa. As fontes de dados foram os documentos publicados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e compreendeu o período entre 2000 e 2019. Constatou-se que houve um aumento das taxas de evasão, indicando que a abrangência e as características das políticas públicas limitaram seus impactos. Além disso, os dados indicaram uma piora progressiva nas estatísticas de formação de professores. Conclui-se afirmando que as políticas públicas voltadas para a formação de professores são necessárias, mas enquanto elas estiverem desacompanhadas de ações concretas nas escolas, certamente, pouco, ou nada, mudará no país
Moacir Silvestre Mann, Tatiane Bertuzzi,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-21; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a06

Abstract:
Os conteúdos sobre as plantas estão entre os assuntos que vêm ganhando destaque nas pesquisas sobre ensino, o que vem contribuindo para uma mudança na forma como o ensino-aprendizagem de Botânica é percebido por estudantes e professores. Ainda assim, o ensino sobre as plantas pode ser desafiador e a busca por estratégias que melhorem esse cenário passa por conhecer as percepções e dificuldades dos professores. O objetivo deste trabalho foi investigar como os professores que ensinam a Botânica, em escolas da rede de educação do município de Alegrete (RS, Brasil), percebem o tema e o processo de ensino-aprendizagem do mesmo. Para isso, foi realizado um questionário on-line com os professores participantes. Os resultados apontam para um aspecto animador relacionado ao ensino das plantas, ainda pouco registrado no contexto escolar, que é o interesse dos professores e a percepção, por parte dos professores, de que os estudantes gostam e se interessam pelos temas da Botânica. A formação continuada pode ser uma forma acessível de minimizar algumas das dificuldades apontadas pelos professores, contribuindo com atualização teórica, didática e com espaço para reflexão sobre os conteúdos e práticas
Daniel Fernandes Jelin, Antonio Luís Venezuela
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-26; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a01

Abstract:
This article examines the notorious contrast between the importance given in and outside the classroom to the use of History of Mathematics in teaching Mathematics. Based on that, we propose a framework of didactic material that encourages the use of historical elements in the fulfillment of the Brazilian Common Core for High School (BNCC-EM). The material consists of a historical recount, related to certain skill, and mathematical tasks inspired by it. We also present one example supported by three seminal contributions from the 17th century, due to Michael van Langren, Christiaan Huygens, and Edmond Halley. Throughout recount and tasks, we emphasize the use of History of Mathematics for the study of mathematical procedures and concepts, about which the BNCC-EM itself, contrary to previous milestones in Education, says nothing
Ana Beatriz de Oliveira,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-22; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a10

Abstract:
O presente artigo busca responder ao questionamento: Que possibilidades e limitações são apontadas por licenciandos em Matemática acerca do uso de tabelas como estratégia para a resolução de problemas? Para a coleta de dados, utilizaram-se os registros em duas situações de Matemática, para as quais o uso de tabela era uma das possíveis estratégias de resolução, bem como um questionário online com cinco perguntas. Os resultados mostraram que, ao serem incentivados a utilizar a estratégia da tabela, os licenciandos tiveram que repensar suas resoluções, criar caminhos e formas de organização. Assim, apontaram como possibilidades do uso da tabela a melhor visualização dos dados e informações e o auxílio em outras estratégias. Como limitações, citaram o fato de se tratar de um processo extenso, principalmente no caso de grande quantidade de dados, e a impossibilidade de usar a tabela em todos os tipos de problema
Higor Felipe Gonçalves de Arruda,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-22; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a02

Abstract:
O principal objetivo deste artigo é refletir sobre as possibilidades de um trabalho educacional em torno do tema das escalas de distâncias astronômicas, de modo a contribuir com a melhoria do ensino de Física. Foram analisadas três escalas astronômicas e as respectivas ordens de grandeza das medidas envolvidas: distâncias interplanetárias, distâncias interestelares e distâncias intergalácticas. Para isso, foram descritas algumas das principais unidades para medir comprimentos em escalas astronômicas e investigados os métodos básicos de determinação de distâncias em Astronomia. Foram descritas e investigadas algumas possibilidades de estratégias didáticas, tendo como eixo temático o estudo de escalas de distâncias astronômicas. Foram também apontadas e sucintamente caracterizadas algumas ferramentas disponíveis na internet úteis para atingir este propósito. Essa é, portanto, uma pesquisa exploratória e qualitativa sobre recursos didáticos com o intuito de analisar as possibilidades de seu uso educacional
Juliana Martins Marteleto Novo,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a03

Abstract:
Pesquisas apontam que abordagens investigativas e experimentais podem facilitar o ensino da Microbiologia na Educação Básica, tendo em vista o caráter abstrato relacionado aos microrganismos e dada a necessidade de desconstrução de uma visão equivocada sobre esses seres, por parte dos estudantes. Nesse contexto, desenvolvemos um estudo de caso, de natureza predominantemente qualitativa, no qual descrevemos uma sequência didática investigativa sobre microrganismos, utilizando materiais de baixo custo e fácil acesso, voltada a alunos do Ensino Médio de uma escola pública estadual do Rio de Janeiro. Foram priorizados referenciais teórico-metodológicos que abrangem pesquisas nas áreas da alfabetização científica e ensino de Ciências por investigação. Os resultados obtidos por meio da análise de questionários demonstraram aumento gradativo na quantidade de acertos após as atividades, sugerindo aprendizagem conceitual. Observou-se, ainda, o amadurecimento de habilidades motora, afetiva, das relações interpessoais e o desenvolvimento de habilidades relacionadas ao fazer científico e à capacidade argumentativa dos estudantes
Vaudenir Pereira Dias,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-26; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a04

Abstract:
Objetivamos com este artigo conhecer as principais contribuições da Educação Ambiental Crítica na compreensão da chamada crise ambiental. Além disso, buscamos compreender os fatores que influenciaram na formação e consolidação dessa crise. A partir da leitura da consagrada obra de Carson (2013) e de autores contemporâneos como Loureiro (2012), Tozoni-Reis (2004), Layrargues (2009), Saviani (2020; 2012; 2008; 1991), Dias (2004), Duarte (2012), entre outros, buscamos compreender como esse movimento autodestrutivo da Humanidade vem configurando-se numa crise civilizatória. Apresentado a partir da relação Homem, Natureza e Sociedade, este ensaio foi pautado numa pesquisa qualitativa, que contou com estudo exploratório e levantamento bibliográfico. A crise ambiental atual, sobretudo oriunda de uma sociedade fomentada pelo modelo de produção capitalista, vem sendo marcada pelo negacionismo da Ciência e da relação do Homem e Natureza, que terá consequências reais em médio e longo prazos
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-22; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a08

Abstract:
Este estudo apresenta um mapeamento teórico de pesquisas científicas brasileiras que possuem como temáticas o Pensamento Computacional e a Robótica Educacional na resolução de problemas por estudantes da Educação Básica. Tem como objetivo identificar essas produções e analisar de que modo abordam os processos pedagógicos que envolvem esses tópicos em salas de aula da Educação Básica. Para tanto, foi realizada uma busca nas seguintes plataformas: SciELO; Periódicos CAPES; Google Acadêmico. Por meio da leitura minuciosa dos resumos das produções encontradas, foram selecionadas dez produções para análise. A leitura integral das produções mostra que o Pensamento Computacional e a Robótica são extremamente versáteis, sendo utilizados em toda Educação Básica como métodos de desenvolvimento de diferentes habilidades. Os resultados apontam que ambos são métodos eficazes para uma aprendizagem na qual o estudante é ativo na construção de conhecimentos, e que a Robótica é uma ótima ferramenta para o desenvolvimento do Pensamento Computacional
Back to Top Top