Paubrasilia

Journal Information
EISSN : 2595-6752
Current Publisher: Paubrasilia (10.33447)
Total articles ≅ 30
Filter:

Latest articles in this journal

Simone Alves Damasceno, Elizamar Ciríaco da Silva, Marla Ibrahim Uehbe de Oliveira
Published: 4 May 2021
Paubrasilia, Volume 4; doi:10.33447/paubrasilia.2021.e0041

Abstract:
A compreensão sobre a fotossíntese pode facilitar discussões em sala de aula de temas diversos e atuais, como poluição e escassez de alimentos. No entanto, percebe-se que muitos professores têm dificuldades de ensinar esse e demais conteúdos relacionados à botânica. Esses conteúdos são abordados no Ensino Médio nas aulas de Biologia e os paradidáticos, com foco nos professores, podem funcionar para a solução dessas questões, complementando de modo dinâmico as aulas. Assim, este trabalho visou relatar a produção de um material didático complementar abordando temas botânicos, especialmente a fotossíntese. Foram destacados conteúdos de anatomia, morfologia e fisiologia vegetal para a compreensão dos processos de fotossíntese. Além disso, foram propostas atividades com a flora local para possível emprego em sala. Espera-se que o paradidático sirva como uma possibilidade distinta daquela encontrada nos livros didáticos, podendo ser utilizado como fonte de consulta para aprimorar a construção de conhecimentos.
Published: 3 May 2021
Paubrasilia, Volume 4; doi:10.33447/paubrasilia.2021.e0073er

Abstract:
Esta errata corrige: 10.33447/paubrasilia.v1i2.14 10.33447/paubrasilia.v2i1.19 10.33447/paubrasilia.v3i1.26 10.33447/paubrasilia.2021.e0045
Felipe Zuñe da Silva, Deborah Camila Dávila Raffo, Consuelo Rojas Idrogo, Guillermo Delgado Paredes
Published: 17 April 2021
Paubrasilia, Volume 4; doi:10.33447/paubrasilia.2021.e0055

Abstract:
Siendo uno de los ecosistemas tropicales más extensos, el bosque tropical estacionalmente seco es uno de los menos estudiados. El objetivo de este estudio fue determinar la composición florística, estructura y biomasa arbórea del Refugio de Vida Silvestre Laquipampa, así como, describir la influencia de parámetros ambientales. Para ello, se establecieron diez transectos de 50 × 20 m. En cada transecto fueron evaluados la altura y el diámetro (≥ 10 cm) de todos los individuos arbóreos. Asimismo, se realizaron colectas botánicas y edáficas. Se aplicaron análisis de agrupamiento, fitosociológicos, multivariados y regresiones. Se registraron 263 individuos, comprendidos en 33 especies, 19 géneros y 17 familias. El área basal total fue de 11,73 m2.ha-1 y la biomasa promedio de 152,61 t.ha-1. No quedó evidenciado significativamente que la composición florística esté relacionada con las variables edáficas, sin embargo, se observó que estas variables juegan un importante rol en la comprensión de la dinámica del fragmento.
Leilla Cristina Figueiredo de Sousa, Natalia Moura de Araújo, Lucas Fonseca de Sousa, Ádria Giselle Dos Santos Lira, Vanessa Holanda Righetti de Abreu
Published: 1 April 2021
Paubrasilia, Volume 4; doi:10.33447/paubrasilia.2021.e0057

Abstract:
Objetivou-se identificar e analisar a morfologia polínica das espécies simpátricas de Malpighiaceae que ocorrem no Parque da Cidade em Santarém, bem como identificar os visitantes florais dessas espécies. As visitas florais foram registradas em campo através de observações diretas. Quanto à palinologia, foi utilizado o método de acetólise. Foram identificadas duas espécies: Byrsonima basiloba A. Juss. e Lophanthera lactescens Ducke. A morfologia polínica apresentou grãos de pólen mônades, isopolares, 3-colporados e a sexina variou de reticulada a microrreticulada. Na interação inseto-planta, foram observados 358 indivíduos, distribuídos em oito gêneros (Apis, Bombus, Centris, Epicharis, Melipona, Tetrapedia, Trigona e Xylocopa) e duas espécies de vespas. As espécies de Malpighiaceae apresentaram diferenças quanto aos visitantes florais, sendo Centris sp. o polinizador mais frequente.
William Grilo Farias, Cláudia Elena Carneiro
Published: 1 April 2021
Paubrasilia, Volume 4; doi:10.33447/paubrasilia.2021.e0045

Abstract:
No que tange ao ensino de botânica, vários discursos vêm sendo pontuados, caracterizando-o como teórico e descontextualizado. Em contrapartida, os assuntos em educação ambiental recebem grande ênfase no ambiente escolar e em espaços não-formais de educação, como por exemplo, os parques ecológicos. Tendo como estratégia metodológica a pesquisa-ação, objetivou-se refletir com os estudantes a importância da preservação das plantas para o equilíbrio ambiental, através da interdisciplinaridade entre botânica e educação ambiental. Como resultado, as atividades realizadas estimularam cada um deles na tomada de decisões e a pensarem estratégias para o desenvolvimento sustentável. E, nesse contexto, a adoção de uma postura ativa e responsável torna-se fundamental numa sociedade em que medidas mitigatórias ainda não são colocadas em prática.
Published: 27 March 2021
Paubrasilia, Volume 4; doi:10.33447/paubrasilia.2021.e00exp

Jerlane Nascimento Moura, Claudenir Simões Caires
Published: 27 March 2021
Paubrasilia, Volume 4; doi:10.33447/paubrasilia.2021.e0049

Abstract:
Solanaceae é uma das maiores famílias de plantas vasculares, com 100 gêneros e ca. de 2.500 espécies, com distribuição subcosmopolita e maior diversidade na região Neotropical. Este trabalho realizou um levantamento florístico das espécies de Solanaceae no município de Vitória da Conquista, Bahia, em área ecotonal entre Caatinga e Mata Atlântica. Foram realizadas coletas semanais de agosto/2019 a março/2020, totalizando 30 espécimes, depositados nos herbários HUESBVC e HVC. Foram registradas 19 espécies, distribuídas em nove gêneros: Brunfelsia (2 spp.), Capsicum (1 sp.), Cestrum (1 sp.), Datura (1 sp.), Iochroma (1 sp.) Nicandra (1 sp.), Nicotiana (1 sp.), Physalis (1 sp.) e Solanum (10 spp.). Dentre as espécies coletadas, cinco são endêmicas para o Brasil e 11 foram novos registros para o município. Nossos resultados demonstram que Solanaceae é uma família de elevada riqueza de espécies no município, contribuindo para o conhecimento da flora local.
Marcel Carvalho De Jesus, Débora Cavalcante De Oliveira, Luis Enrique Rodriguez Figueroa, Hugo Neves Brandão, Hélio Mitoshi Kamida, Francisco De Assis Ribeiro Dos Santos
Published: 7 December 2020
Paubrasilia, Volume 3, pp 37-50; doi:10.33447/paubrasilia.v3i2.40

Abstract:
Este estudo busca caracterizar, através dos grãos de pólen, a origem botânica de amostras de mel produzido por Apis mellifera, Melipona scutellaris e Tetragonisca angustula, identificando recursos vegetais partilhados e analisando também a capacidade antimicrobiana das amostras. Trinta amostras foram analisadas e 13 apresentaram atividade antimicrobiana contra Staphylococcus aureus. Foram identificados 154 tipos polínicos compondo o espectro polínico dos méis analisados; 133 tiveram sua afinidade botânica inferida. Desses tipos polínicos, 82 foram observados nos méis de M. scutellaris, 75 nos méis de A. mellifera e 56 nos de T. angustula. Vinte tipos polínicos foram compartilhados nos méis das três espécies de abelha, merecendo destaque, por sua representatividade, as famílias Myrtaceae e Fabaceae. Apenas sete tipos ocuparam a classe de frequência de pólen dominante. A partir dos dados levantados, observa-se que os méis estudados se caracterizam como multiflorais e apenas alguns deles apresentam atividade antimicrobiana contra S. aureus.
Alaine Santana De Farias, Marla Ibrahim Uehbe De Oliveira
Published: 7 December 2020
Paubrasilia, Volume 3, pp 62-67; doi:10.33447/paubrasilia.v3i2.39

Abstract:
No ensino de biologia ainda persistem a memorização excessiva de conceitos e teorias, além da descontextualização. As coleções biológicas, quando relacionadas às Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC), podem ser uma excelente forma de conectar o conteúdo botânico com plantas presentes no dia a dia dos alunos. Assim, este trabalho teve como objetivo relatar a elaboração de uma coleção didática herborizada de PANC para ser utilizada por professores em aulas de biologia, visando a contribuir para uma aprendizagem mais atrativa e significativa. Foram pesquisadas informações sobre as PANC e selecionadas espécies presentes no estado de Sergipe que poderiam contribuir com o processo de ensino e aprendizagem. Em meio à baixa motivação presente na educação atual, é necessário buscar alternativas para melhorar a qualidade do ensino e, consequentemente, formar cidadãos cientes do mundo que está a sua volta.
Published: 7 December 2020
Paubrasilia, Volume 3, pp 1-6; doi:10.33447/paubrasilia.v3i2.56

Back to Top Top