Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento

Journal Information
ISSN / EISSN : 2448-0959 / 2448-0959
Total articles ≅ 3,791
Filter:

Latest articles in this journal

Géssica Dos Anjos Lobo, Amanda Alves Fecury, Carla Viana Dendasck, Euzébio de Oliveira, Claudio Alberto Gellis De Mattos Dias
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento pp 05-12; https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/educacao/ept-no-amapa

Abstract:
As relações de trabalho, historicamente, têm papel no estabelecimento das relações sociais e produtivas. Na escola, por exemplo, as educações para trabalhos físicos e intelectuais eram distintas. A educação manual se destinava a trabalhos físicos e a educação denominada propedêutica a trabalhos puramente intelectuais. Em 1943 foi criado o Território Federal do Amapá, através do decreto-lei n. 5.812 de 13 de setembro. A Escola Técnica do Comércio do Amapá foi fundada em 13 de setembro de 1949. Foi uma ideia conjunta da Associação Comercial do Amapá e de alguns docentes. Implementou-se então a escola profissional. O objetivo deste trabalho foi mostrar a participação da Escola Técnica do Comércio do Amapá na história da Educação Profissional e Tecnológica (EPT) no estado. Foi realizada uma busca documental nos arquivos estaduais da Escola Gabriel de Almeida Café, avenida FAB, Bairro centro, cidade de Macapá, estado do Amapá. Ocorreu uma análise posterior baseada na literatura. A fundação da escola técnica do Amapá, mesmo utilizando princípios dualistas, fundamentou a base para a educação profissional no estado. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (IFAP) compõe uma rede nacional que utilizou essas escolas como fundamentação. No entanto, ao oferecer ensino técnico e tecnológico com discentes altamente capacitados e com acesso a camada menos abastada da população, colabora muito na diminuição da dualidade educacional e, portanto, com a diminuição da diferença social brasileira.
Keulle Oliveira da Souza, Elisângela Claudia De Medeiros Moreira, Claudio Alberto Gellis De Mattos Dias, Rosana Moraes Pascoal, Arlen Maia de Melo, Mailson Lima Nazaré, Amanda Alves Fecury, Carla Viana Dendasck, Mirleide Chaar Bahia, Euzébio de Oliveira
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento pp 81-90; https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/saude/saude-global

Abstract:
Saúde Global é uma expressão polissêmica, mas fortemente identificada como resposta aos problemas de Saúde relativamente novos e com crescimento acelerado no número de casos, que atingem a população tanto de países ricos quanto de países pobres, como o surgimento de doenças que podem ser evitadas por meio de práticas de exercícios ou atividades físicas ou esportivas. Estas doenças podem ser: Obesidade, Diabetes, Cardiopatias, Disfunções renais, Síndromes metabólicas, dentre outras. Essas enfermidades também podem ser evitadas por meio do controle alimentar, programas sociais, tais como o Programa Saúde da Família, as campanhas de vacinação, o controle de crises sanitárias e humanitárias. Outro fator que tem contribuído para o desequilíbrio da Saúde Global é o uso irrestrito dos recursos naturais, a exploração crescente e de maneira desenfreada do desmatamento da floresta amazônica, dentre outros. Neste sentido, este artigo objetiva mostrar na literatura atual como o campo Saúde Global está se configurando, vinculado aos processos de globalização contemporâneos. Metodologicamente, o estudo ocorreu por meio de uma visão integrativa da literatura, com destaque para as produções científicas publicadas a partir dos anos 2000. Os principais resultados do artigo mostram que Saúde Global é um campo que envolve relação diplomática entre os países, remodelação no papel de agências consideradas hegemônicas no século 20, como a Organização Mundial da Saúde (OMS), proximidade horizontal entre os países na formulação de políticas em Saúde, participação de atores da sociedade civil e do segundo setor, o reconhecimento da diversidade cultural, política e social, e a necessidade de compreensão dos determinantes ambientais de saúde. Por outro lado, mostra os seus limites de atuação prática em contextos marcados por princípios neoliberais, de intervenção mínima estatal, uma vez que os investimentos em Saúde Global dependem da atuação de sistemas nacionais de saúde fortes.
Letícia Furtado Alves, Thiago Cavalcante Ribeiro, Mayck Feitosa Câmara, Isadora Reigo de Castro, João Victor Araujo Tocantins, Déborah Neres Barros
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento pp 153-173; https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/saude/revisao-sistematica

Abstract:
O neuropatologista alemão Alois Alzheimer, em 1907, caracterizou uma doença de caráter neurodegenerativa progressiva e irreversível com aparecimento insidioso que causa diversos distúrbios cognitivos, marcadamente perda de memória, tal afecção é conhecida hoje como doença de Alzheimer (DA). O presente artigo visa responder a seguinte questão norteadora: quais são os 4 pilares que o neurologista e a equipe de saúde devem compreender ao abordar um paciente portador de Alzheimer? O objetivo geral deste artigo é compreender a doença de Alzheimer. E os objetivos específicos são: a fisiopatologia da doença de Alzheimer, o quadro clínico, o diagnóstico e o tratamento para esta patologia. Este estudo é uma revisão literária baseada em informações da SciELO, Web of Science e PubMed. O período para a análise foi de dezembro de 2021 até fevereiro de 2022 e foram incluídos 07 trabalhos escritos em português ou inglês. A busca pelos descritores foi realizada pelo Mesh/Decs e pelo And/Or. Nos resultados observou-se que a patogenia da doença de Alzheimer (DA) envolve depósitos de peptídeos beta-amiloides e emaranhados neurofibrilares de proteína Tau hiperfosforilada. A partir desse processo, o corpo libera uma série de mediadores inflamatórios e a micróglia fica com astrócitos extremamente reativos gerando uma neuroinflamação, disfunção sináptica, morte celular, dano neuronal, diminuição do peso e volume do cérebro, alteração dos sulcos cerebrais, ativação de cinases com hiperfosforilação da Tau e desmontagem de microtúbulos. Desse modo, há uma grande perda de neurônios no núcleo basal de Meynert, no hipocampo e no córtex cerebral. O quadro clínico é caracterizado pela perda progressiva da memória e por alterações na cognição devido aos envolvidos do lobo temporal medial, hipocampo, córtex entorrinal e amígdala. O tratamento é com inibidores de colinesterase e/ou memantina. Em suma, é fundamental que o neurologista e a equipe de saúde entendam a importância dos 4 pilares ao atender um paciente com Doença de Alzheimer, os pilares são: a fisiopatologia da doença de Alzheimer, o quadro clínico, o diagnóstico e o tratamento para esta patologia. Tendo como justificativa, um manejo adequado desse paciente e um melhor prognóstico.
Manoel Samuel Cruz Neto, Elisângela Claudia De Medeiros Moreira, Amanda Alves Fecury, Carla Viana Dendasck, Cláudio Alberto Gellis De Mattos Dias, João Batista Santiago Ramos, Keulle Oliveira da Souza, Mirleide Chaar Bahia, Yomara Pinheiro Pires, Euzébio de Oliveira
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento pp 19-30; https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/saude/infeccoes-pelos-arbovirus

Abstract:
Os arbovírus e as arboviroses representam uma ameaça antiga a uma grande parte da humanidade. Esta ameaça consiste principalmente na facilidade que os vírus e seus vetores possuem de se adaptarem, também no fato de seu RNA possibilitar muitas mutações e recombinações gênicas. Ainda não existem vacinas efetivas para arboviroses como a Dengue, o Chikungunya e o Zika vírus, por conta disso, é de extrema importância a comunidade científica produzir trabalhos acerca das defesas do nosso corpo contra estas os arbovírus. A presente pesquisa que possui caráter qualitativo, descritivo e exploratório, tem como objetivo principal, investigar como ocorrem as respostas imunológicas aos arbovírus, como objetivos específicos explorar os diversos aspectos relacionados a epidemiologia dos arbovírus e os aspectos ligados a microbiologia e a biologia celular dos processos imunológicos dos hospedeiros dos arbovírus. O trabalho consistiu em uma revisão bibliográfica abrangendo trabalhos científicos como artigos, monografias, dissertações e teses ligadas ao tema investigado. Após o citado levantamento de dados, foi possível descrever como se dão as respostas imunes em suas diversas formas, que se mostram como os principais mecanismos imunológicos desempenhados pelo nosso organismo.
Denésio de Oliveira Moura, Elisângela Claudia De Medeiros Moreira, Claudio Alberto Gellis De Mattos Dias, Amanda Alves Fecury, Carla Viana Dendasck, Keulle Oliveira da Souza, Yomara Pinheiro Pires, Marcos César Da Rocha Seruffo, Mirleide Chaar Bahia, Euzébio de Oliveira
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento pp 31-48; https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/saude/ansiedade-generalizada

Abstract:
Introdução: O exercício físico melhora variadas capacidades físicas, bem como pode promover melhora no quadro clínico de diversas doenças, entre elas as que estão relacionadas ao sistema nervoso central. Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi produzir uma revisão sistemática da literatura para investigar se o exercício é capaz de promover melhora no quadro clínico em humanos adultos diagnosticados com transtorno de ansiedade generalizada, se há um exercício físico específico, bem como se a intensidade do mesmo está relacionada com a melhora no quadro da doença. Métodos: Estudos clínicos randomizados publicados até maio de 2019 foram pesquisados ​​em bases de dados online (PubMed, Scopus, Web of Science, Biblioteca Cochrane, LILACS, OpenGrey e Google Scholar) após o desenvolvimento de uma declaração PICO focada na comparação entre adultos que receberam uma intervenção com a prática de exercícios físicos, regulares, planejados e supervisionados, comparados com participantes sedentários e após foi verificado os seus efeitos no quadro do transtorno da ansiedade generalizada. A pesquisa e a extração de dados foram realizadas seguindo as diretrizes do guia de redação do manuscrito PRISMA. A avaliação da qualidade e o risco de viés foram analisados ​​seguindo o protocolo Cochrane – RoB 2.0. Resultados: Um total de 4694 artigos de referências foram recuperadas/pesquisadas, enquanto apenas seis foram consideradas elegíveis para a realização da presente revisão. A maioria dos artigos apresentou uma redução do quadro de transtorno da ansiedade generalizada a partir de uma intervenção com exercícios físicos, aeróbios e anaeróbios de moderada intensidade. Entretanto, na análise do risco de viés, todos os artigos demonstraram algumas preocupações no que diz respeito às evidências reportadas. Conclusão: O exercício físico é uma ferramenta potencial para redução do transtorno da ansiedade generalizada, sendo a intensidade moderada do exercício diretamente relacionada a uma melhora do quadro clínico da doença, independentemente do tipo: aeróbio ou anaeróbio. No entanto, é importante que pesquisas posteriores busquem investigar os mecanismos fisiológicos e neuroendócrinos relacionados a tal melhora.
Amelia Pereira Esper, Amanda Alves Fecury, Carla Viana Dendasck, Euzebio de Oliveira, Claudio Alberto Gellis De Mattos Dias
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento pp 83-95; https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/biologia/realizar-um-licenciamento

Abstract:
O aumento da população faz com que mais áreas urbanas sejam construídas. Leis, normas, diretrizes e deliberações regem o licenciamento ambiental de um empreendimento. O objetivo deste artigo é demonstrar o procedimento para realizar um licenciamento ambiental utilizando um processo para usina de geração de energia e acompanhar seu processo. Foi utilizada uma pesquisa básica, qualitativa e exploratória que tem como finalidade tornar o problema familiar, tentando explicitá-lo e esclarecê-lo. O uso de instrumentos para esclarecer o cliente leigo parece surtir efeito. A visualização parece ser uma forma atrativa de fazê-lo. A execução de um licenciamento ambiental perpassa por diversas etapas e seguem leis, normas, diretrizes e deliberações que não são constantes. Apesar de existir uma normatização federal, cada estado é livre para elencar seus procedimentos a fim de emitir a licença. Isso requer muita atenção por parte do profissional. Algumas alterações legislativas podem influenciar de maneira negativa na tentativa de minimizar o impacto antrópico em áreas naturais.
Nathália Faustino Rodrigues Rosa
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento, Volume 08, pp 125-139; https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/engenharia-de-producao/gestao-da-manutencao

Abstract:
Ante a um cenário onde o mercado está cada vez mais exigente, a tolerância com as falhas, bem como os custos ocasionados à organização devido a elas, tem se tornado mínimas, condicionando, assim, para que haja um planejamento de métodos que atendam os anseios atribuídos ao gerenciamento do negócio. Neste cenário, a gestão da manutenção pode ser entendida como uma importante estratégia, uma vez que atua na gestão de recursos visando a manutenção da qualidade dos produtos e a produtividade do sistema, trazendo resultados diretos na competência operacional, logística das empresas e dando suporte para a tomada de decisões e análise de resultados. Sendo assim, o presente artigo, tem como questão norteadora: como as ferramentas de qualidade podem ser aplicadas na gestão da manutenção? Nessa conjuntura, tem por objetivo conceituar as sete ferramentas da qualidade e demonstrar, de forma breve, sua aplicabilidade na gestão da manutenção, já que cada uma das técnicas abordadas, apresentam aplicabilidades em distintos estágios, abrangendo a programação, execução e controle, visando, dessa forma, garantir a produtividade e efetivar a melhoria contínua de quaisquer processos, principalmente, na gestão da manutenção. Para isto, adotou-se como metodologia a pesquisa bibliográfica, sendo possível constatar que as sete ferramentas da qualidade podem ser aplicadas na gestão de manutenção, seja para a resolução de adversidades ou para a análise de um processo, ratificando sua relevância na condição de aumento da competitividade da instituição.
Henry Tafarel Peres Campos, Aline Bigaton
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento pp 58-73; https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/administracao/metodologia-agil-aplicada

Abstract:
O Agile Project Management (APM) surgiu como uma nova abordagem para o gerenciamento de projetos de alto risco e sensíveis ao tempo, uma vez que provou fornecer melhor produtividade, maior qualidade e tomada de decisão mais eficiente. Além disso, o APM provou resultar em menores custos gerais do projeto e menor tempo de colocação no mercado, devido à sua estrutura baseada na iteração com o cliente e ciclos de entrega frequentes e rápidos. Apesar das metodologias de gerenciamento de projeto serem comumente utilizadas, de acordo com as características particulares de cada projeto, nem sempre os gerentes de projeto optam pela melhor metodologia que se adequa às necessidades e estrutura que o projeto possui. Nesse contexto, o presente artigo, tem como questão norteadora: o gerenciamento ágil de projetos pode ser aplicado em uma empresa de pequeno porte? Como objetivo, buscou-se verificar como a metodologia ágil pode ser aplicada em uma empresa de pequeno porte de revenda de materiais de limpeza. Para isto, foi realizado um estudo de caso em uma empresa de pequeno porte que atua no desenvolvimento, fabricação e comercialização de produtos de limpeza e derivados. Como resultados, observou-se que a APM se mostra uma ferramenta eficiente no que diz respeito à organização das atividades e otimização de resultados. Por fim, concluiu-se que esta metodologia pode ser aplicada em micros e pequenas empresas, sendo responsável por estruturar os processos de forma mais prática, gerando maior otimização do tempo e dos recursos.
Alessandra Conci Ficagna, Márcia Ester Mizrahi, Miriam Assunção de Souza Lepsch
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento pp 129-166; https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/administracao/unidades-escolares

Abstract:
No Brasil, a educação é um direito de todos, devendo ser disponibilizada de forma gratuita pelo Estado. Sendo a educação uma garantia constitucional que, dependendo da qualidade da oferta, pode comprometer a formação dos indivíduos, portanto, torna-se necessário o controle e fiscalização das escolas. No município do Rio de Janeiro, o órgão técnico responsável pelo controle das contas municipais é o Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro (TCMRJ), atuando no segmento da educação municipal através do Programa de Visitas às Escolas da Rede Municipal de Ensino. Sendo assim, a questão central da pesquisa consiste em compreender qual o cenário da educação municipal do Rio de Janeiro sob a perspectiva do TCMRJ, de acordo com o Programa de Visitas às Escolas da Rede Municipal de Ensino. Para isso, tem por objetivo geral proceder a uma breve análise do Relatório/2019 do referido Programa, obtendo subsídios para contribuir com uma reflexão sobre o cenário da educação municipal no Rio de Janeiro. A metodologia se classifica como de abordagem qualitativa, caracterizada como uma pesquisa aplicada de caráter exploratório, com levantamentos bibliográfico e documental. Foram analisados os 14 indicadores apresentados no Relatório do Programa relativo à atuação do TCMRJ no exercício de 2019. Como resultado, os dados analisados apontam para a necessidade de melhorias em diversos aspectos, algumas a serem efetuadas em caráter emergencial, configurando um cenário que requer providências por parte do órgão responsável pela educação no Município.
Fabiano Rossi
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento pp 119-128; https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/educacao/abordagem-pedagogica

Abstract:
O presente artigo busca analisar a abordagem pedagógica de um curso técnico de nível médio na modalidade do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na modalidade de Jovens e Adultos – PROEJA. Esta etapa configura-se como uma importante oportunidade para estudantes que não tiveram a chance de concluir a educação básica nas respectivas idades correlatas, além de seguir a proposta de integrar o ensino médio com a educação profissional, contribuindo para que este jovem desenvolva e compreenda as relações existentes no mundo do trabalho e como ele pode se tornar um agente ativo e emancipado na sociedade. Contudo, tendo em vista as particularidades desse público de estudantes, marcadas pela descontinuidade dos processos pedagógicos, o presente artigo tem como questão norteadora: Qual a abordagem pedagógica presente no Projeto Político Pedagógico (PPP) de um curso técnico de nível médio na modalidade do PROEJA? O objetivo da pesquisa é de analisar qual a concepção filosófica que norteia as práticas educativas contidas no PPP do curso pesquisado, tendo como metodologia a pesquisa bibliográfica e documental, baseada em documentos oficiais e em alguns autores que tratam da temática estudada. Os resultados apontaram que a mediação pedagógica do curso analisado é caracterizada por uma abordagem sociocultural, sendo esta centrada no estudo do desenvolvimento humano, que se dá nas interações sociais.
Back to Top Top