Revista de Enfermagem da UFSM

Journal Information
ISSN / EISSN : 2179-7692 / 2179-7692
Published by: Universidad Federal de Santa Maria (10.5902)
Total articles ≅ 787
Current Coverage
DOAJ
Archived in
EBSCO
SHERPA/ROMEO
Filter:

Latest articles in this journal

Anna Carla Delcy Araújo da Silveira, Lucialba Maria Silva dos Santos, Pâmela Cristina Furtado Costa, Maria De Nazaré Da Silva Braga, Tarciane De Sousa Borges, Aline Gonçalves da Costa
Revista de Enfermagem da UFSM, Volume 11; https://doi.org/10.5902/2179769264111

Abstract:
Objetivo: identificar o conhecimento dos enfermeiros do ambulatório de um hemocentro, acerca da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE). Método: pesquisa descritiva qualitativa realizada por meio de entrevista semiestruturada com oito enfermeiros do ambulatório de um hemocentro, em novembro e dezembro de 2020, com os dados analisados segundo a análise de conteúdo temático. Resultados: verificou-se dificuldades na aplicação e implementação da SAE, em decorrência da sobrecarga de trabalho e falta de capacitação na área, dificultando a avaliação dos resultados obtidos durante a anamnese do paciente. Com a implantação de um impresso, os profissionais perceberam uma melhora na qualidade do atendimento, contudo, afirmam ser mais fácil sua aplicabilidade no âmbito hospitalar, no qual percebem de forma enfática a SAE. Conclusão: o conhecimento dos enfermeiros acerca da SAE e sua aplicabilidade apresentou-se limitado, revelando a necessidade de treinamento em serviço.
Carolina Siqueira Amaral, Sabine De Azevedo, Wagner Longaray De Caldas,
Revista de Enfermagem da UFSM, Volume 11; https://doi.org/10.5902/2179769263678

Abstract:
Objetivo: verificar a opinião de enfermeiros acerca do registro eletrônico de diagnósticos e de intervenções de enfermagem em um sistema informatizado no âmbito hospitalar. Método: estudo transversal, realizado com enfermeiros, com dados coletados in loco mediante questionário. Estatística descritiva foi utilizada para análise de dados. Resultados: foram incluídos 87 enfermeiros, dos quais 52,9% estão satisfeitos com o registro eletrônico do Processo de Enfermagem (PE), 47,1% consideram o registro fácil, 58,6% identificam e selecionam os Diagnósticos de Enfermagem (DE) com alguma dificuldade e 60,9% autoavaliam-se com conhecimento regular sobre o uso da taxonomia NANDA-I. A seleção, modificação ou cancelamento e o aprazamento de intervenções foram as dificuldades apontadas. Conclusão: a maioria dos enfermeiros está satisfeita com o registro eletrônico do PE, apontam a identificação e seleção de DE como a etapa de maior dificuldade e avaliam-se com conhecimento médio acerca da taxonomia. Foram citadas dificuldades na etapa de intervenções de enfermagem.
Revista de Enfermagem da UFSM, Volume 11; https://doi.org/10.5902/2179769264279

Abstract:
Objetivo: identificar as percepções de profissionais de enfermagem sobre a sua participação em uma intervenção com Reiki. Método: pesquisa qualitativa que envolveu intervenção constituída por seis sessões semanais de Reiki, realizadas entre setembro de 2019 a março de 2020 com 14 profissionais de enfermagem atuantes em um hospital geral no Noroeste do Paraná. Os dados foram coletados mediante entrevista semiestruturada e submetidos à análise de conteúdo modalidade temática. Resultados: participaram seis enfermeiras e oito técnicas de enfermagem, que relataram um quadro de bem-estar, melhora no padrão de sono e da autoestima, aumento da tranquilidade, mudança de atitudes e redução de sintomas de dor e irritabilidade. Conclusão: as profissionais de enfermagem perceberam que a intervenção com Reiki promoveu equilíbrio físico e emocional, foi efetiva na redução de dores e distúrbios emocionais, trouxe benefícios para si no âmbito individual e familiar, com repercussões positivas nas relações de trabalho.
Isabela Venturini Ayres Cunha, Júnia Aparecida Laia da Mata, Luciane Cristina Rodrigues Fernandes, ,
Revista de Enfermagem da UFSM, Volume 11; https://doi.org/10.5902/2179769263786

Abstract:
Objetivo: apreender as representações sociais sobre o parto domiciliar planejado de profissionais de saúde da área hospitalar. Método: estudo qualitativo, fundamentado na Teoria das Representações Sociais e realizado com 15 profissionais de saúde de um hospital de ensino. Os dados foram coletados no segundo semestre de 2019, por meio de entrevista semiestruturada. Utilizou-se a Análise Temática de Conteúdo para análise dos dados. Resultados: os relatos originaram dois temas: 1) Parto domiciliar: uma possibilidade, com critérios de elegibilidade e 2) Parto domiciliar: uma miscelânea de conceitos, opiniões e interpretações. O grupo social investigado entende o parto domiciliar planejado como uma opção de assistência, com critérios de elegibilidade. No entanto, prevalece no senso coletivo uma forte associação desta modalidade de parto com situações de urgência/emergência, com potencial risco para mulheres e recém-nascidos. Conclusão: as representações compartilhadas revelam a generalização de informações sem respaldo científico sobre o parto domiciliar planejado.
Revista de Enfermagem da UFSM, Volume 11; https://doi.org/10.5902/2179769267313

Abstract:
A práxis no desenvolvimento de tecnologias é entendida como a interlocução entre teoria e prática de modo consciente e lúcido, sendo revelada mediante a compreensão da realidade e suas relações. Para isto, faz-se necessário a imersão contextual com profundidade reflexiva-teórica para que, assim, o homem entenda o universo que vivencia. Essa interação deve acontecer de forma dialógica, de modo que a atividade prática busque a teorização e, ao mesmo tempo, a teoria se modifique de acordo com a exigência do real, do prático, do cotidiano.
George Oliveira Silva, Larissa Viana Ues, Carlos Gustavo Martins Hoelzel, Heliny Carneiro Cunha Neves, Katiane Martins Mendonça, Luana Cássia Miranda Ribeiro
Revista de Enfermagem da UFSM, Volume 11; https://doi.org/10.5902/2179769264899

Abstract:
Objetivo: compartilhar a experiência relacionada à produção de aventais descartáveis conduzida pela enfermagem em complexo prisional no contexto da pandemia da COVID-19. Método: relato de experiência das ações de extensão de projeto de produção de equipamentos de proteção individual realizadas em complexo prisional da região Centro-Oeste do Brasil, no período de março a junho de 2020. Resultados: foram produzidos 6.000 aventais, adotando as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas. No processo, houve aprendizado das medidas de higiene e limpeza para prevenção da COVID-19, com destaque para a higienização das mãos, readequação de fluxo e do ambiente de produção. Conclusão: a experiência pautou-se no compromisso social da universidade pública e foi oportunidade ímpar de desenvolvimento de conhecimentos e habilidades, bem como de reeducação e ressocialização dessa população. Além disso, reforçou o papel da enfermagem no enfrentamento de agravos de saúde pública.
Carolina Gabriele Gomes da Rocha, , , Michelle Kuntz Durand, Kamila Soares Maciel, Marli Terezinha Stein Backes
Revista de Enfermagem da UFSM, Volume 11; https://doi.org/10.5902/2179769264518

Abstract:
Objetivo: compreender a percepção dos profissionais da atenção primária acerca da influência dos determinantes sociais na promoção da saúde das gestantes no pré-natal. Método: estudo qualitativo, tipo ação participante, fundamentado no Itinerário de Pesquisa de Paulo Freire, desenvolvido por meio da Investigação Temática, Codificação e Descodificação e o Desvelamento Crítico, que consiste na análise dos dados. Realizaram-se dois Círculos de Cultura em uma Unidade de Saúde, entre julho e outubro de 2019, com 18 profissionais da saúde. Resultados: investigaram-se dois temas: um reflete os determinantes envolvidos no pré-natal; e o outro, discute o cuidado no pré-natal e os determinantes como caminho para promover saúde. Desvelaram a relevância de conhecer os determinantes envolvidos no cotidiano das gestantes e que devem ser considerados integralmente. Conclusão: são múltiplas as barreiras enfrentadas pelas gestantes no pré-natal, sendo necessário o seu fortalecimento com cuidados promotores de saúde e articulado aos determinantes sociais.
, , Brenda Lucas Campos, , Liliane Faria da Silva, Luiz Carlos Moraes França
Revista de Enfermagem da UFSM, Volume 11; https://doi.org/10.5902/2179769264425

Abstract:
Objetivo: relatar a experiência de utilização do software Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires (IRAMUTEQ) como ferramenta informatizada de apoio à análise de dados textuais em uma pesquisa qualitativa em saúde. Método: tratou-se do relato de experiência acontecida entre março e junho de 2019, a partir de uma pesquisa qualitativa desenvolvida por meio do Método Criativo-Sensível e com o uso do IRAMUTEQ. Participaram puérperas e familiares de recém-nascidos de uma instituição hospitalar pública localizada na cidade de Rio das Ostras no Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Resultados: foi possível constatar que as diferentes técnicas de análise lexical disponíveis no IRAMUTEQ permitiram discriminar, claramente, os conteúdos semânticos referentes às pretensões dos cuidadores sobre os cuidados a serem desempenhados com o recém-nascido em casa. Conclusão: essa ferramenta informatizada mostrou-se útil, adequada e fidedigna, qualificando o processo de análise textual.
Ana Catarina Guimarães Silva, , , Cris Renata Grou Volpe, ,
Revista de Enfermagem da UFSM, Volume 11; https://doi.org/10.5902/2179769263722

Abstract:
Objetivo:comparar a dor e a qualidade de vida de indivíduos com e sem neuropatia diabética. Método: estudo transversal realizado com 251 participantes com diabetes mellitus tipo 2. Utilizou-se a escala Leeds Assessment of Neuropathic Symptoms and Signs (LANSS)para avaliar neuropatia diabética, características da dor, perda de sensibilidade protetora (PSP) e avaliar a qualidade de vidapelo Short-Form 6 Dimensions-Brasil/SF-6D. Realizou-se análise estatística descritiva. Resultados:16,3% apresentaram neuropatia, 97,6% queixaram-se de dor, sendo a maioria crônica e nos pés ou panturrilhas. 51,2% dos neuropáticos tiveram PSP no teste do monofilamento (p=0,001). Os descritores de dor mais referidos pelos neuropáticos: queimação (p=0,004), formigamento (p=0,002) e alfinetada e/ou agulhada (p=0,003) e os domínios de qualidade de vida afetados foram: dor, saúde mental e vitalidade. Conclusão:aqueles com neuropatia têm maior intensidade de dor, acordam à noite e apresentam alteração na sensibilidade dos pés, que pode ser rastreada na atenção primária.
Jonh Jorge Costa Barros, Aliéren Honório Oliveira, Jeane Lima Cavalcante, Tacyla Geyce Freire Muniz, Maria Lúcia Duarte Pereira,
Revista de Enfermagem da UFSM, Volume 11; https://doi.org/10.5902/2179769262654

Abstract:
Objetivo: identificar as estratégias dos enfermeiros para potencializar a adesão de pacientes em tratamento de tuberculose diante de suas vulnerabilidades ao abandono. Método: estudo descritivo de abordagem qualitativa, realizado com 13 enfermeiros da Atenção Primária à Saúde de um município do Ceará, Brasil. Utilizou-se entrevista semiestrutura que foram submetidas à técnica do Discurso do Sujeito Coletivo, de dezembro/2014 a março/2015. Resultado: as vulnerabilidades ao abandono foram: condições de saúde; aspectos comportamentais; falta de moradia, dinheiro e apoio familiar e falta de incentivo dos profissionais de saúde. As estratégias para potencializar a adesão forma: educação em saúde; acolhimento e corresponsabilidade; busca de faltosos, monitoramento de exames e da adesão ao tratamento e, interdisciplinaridade e intersetorialidade. Conclusão: os enfermeiros utilizaram estratégias para potencializar a adesão ao tratamento com foco nas dimensões assistências e educacionais diante às vulnerabilidades dos pacientes. Necessitando ampliar a estratégia do tratamento diretamente observado para redução do abandono.
Back to Top Top