Journal Information
ISSN / EISSN : 2183-7201 / 2183-380X
Published by: Ponteditora (10.29073)
Total articles ≅ 74
Archived in
SHERPA/ROMEO
Filter:

Latest articles in this journal

José Campos Amorim, , , Gonçalo Rocha Teixeira Faria Coelho
Published: 30 August 2021
Abstract:
A luta contra a fraude e evasão fiscais tem sido debatida extensamente na literatura. As Zonas Francas estão sujeitas a diferentes regras de tributação relativamente aos países a que estão ligados. Os governos destas zonas têm maximizado os benefícios fiscais para tentar, através destas Zonas, aumentar o seu nível económico, recorrendo à facilidade do planeamento tributário, financeiro e comercial. Dada a importância destas Zonas para o controlo de Fraude e Evasão Fiscais, este estudo visa analisar os regimes fiscais das Zonas Francas da Europa. Ancorada na teoria institucional, esta pesquisa segue uma abordagem qualitativa, utilizando a técnica da análise documental. Os resultados indicam que as Zonas Francas da Europa com tributação mais baixa são a Polonia, a Letónia e a Espanha e que os regimes fiscais mais atrativos são o Luxemburgo, o Reino Unido e a Alemanha, em que está previsto uma isenção de tributação das pessoas coletivas. As Zonas Francas que integram mais colaboradores por empresa são a Croácia e a Lituânia, nomeadamente a Zona Franca de Kaunas, e a Polonia, em especial a Pomeranian Special Economic Zone. Adicionalmente, neste estudo verifica-se que a escolha das empresas pelas Zonas Francas é vista como uma manobra, um esquema e uma política de gestão fiscal que tem como único propósito a fuga aos impostos.
Diogo Perestrelo Do Rosário, António Correia, Bernarda Rafaela da Silva Barbosa, Emanuel Dinarte Mendonça Neto, Luís Filipe Seixas Sardinha
Published: 30 August 2021
Abstract:
O e-commerce é uma importante ferramenta da atualidade mundial oferecida pelos benefícios da internet. As organizações e toda a sua envolvente são incentivadas ao seu uso em massa como uma maneira rápida e fácil de comprar online. Através de um questionário online foram obtidas 100 respostas. A amostra foi probabilística por conveniência. O instrumento continha questões com resposta de escolha múltipla e avaliações por intermédio da escala de Likert que varia entre 0 e 7 (Nada satisfeito – Completamente satisfeito). Cerca de 92% da amostra assume já ter feito compras online. Foi destacado, entre outras, que as principais vantagens das compras online são os preços mais competitivos, a comodidade e variedade de produtos e como desvantagens a impossibilidade de testagem/experimentação, os custos de envio e o tempo de entrega. A frequência de utilização, os gastos, os produtos/serviços adquiridos, os sites utilizados, a satisfação e a influência pela pandemia provocada pela COVID-19 foram algumas das questões abrangidas. No final são apresentadas limitações e recomendações.
Felipe Leal Alves Ferreira, , Daniel Leal Valente
Published: 31 July 2021
e3, Volume 7, pp 006-027; https://doi.org/10.29073/e3.v7i1.286

Abstract:
Nesta pesquisa buscou-se verificar de que maneira o intraempreendedorismo é percebido pela gestão de uma organização pública federal no Brasil. Para isso, partiu-se do referencial de temas como Estado, Governo e Administração Pública, bem como de Gestões Pública, Estratégica e Empreendedorismo. Além disso, foi realizada pesquisa de campo quali-quantitativa com aplicação de questionários semiestruturados aos gestores de uma instituição pública federal de ensino superior a fim de verificar as ferramentas já existentes que propiciam uma gestão estratégica intraempreendedora. A análise das respostas foi tratada por estatística descritiva e análise de conteúdo (no caso das respostas abertas). Os resultados encontrados apontaram que o fenômeno do intraempreendedorismo é reconhecido como ações ligadas a melhorias, inovação, mudança, busca de resultados e concretização de objetivos, percebido como necessário à melhoria da organização por meio do desenvolvimento de características como pró-atividade, resiliência, inconformismo, entrega de resultados, aprimoramento, networking e profissionalização dos ocupantes de cargos de direção e de ferramentas de gestão. A principal limitação desta pesquisa foi a quantidade baixa de questionários respondidos, sugerindo-se, assim, um trabalho de maior sensibilização para um retorno mais efetivo de respondentes na realização de pesquisas futuras do tema.
Ponte Editora
Published: 31 July 2021
e3, Volume 7, pp 001-195; https://doi.org/10.29073/e3.v7i1.448

Raquel Susana da Costa Pereira
Published: 31 July 2021
e3, Volume 7, pp 097-124; https://doi.org/10.29073/e3.v7i1.381

Abstract:
A crescente consciencialização da sociedade para os problemas ambientais, aquecimento global, consumo massivo de recursos e aumento das desigualdades, tem exercido uma forte pressão sobre os países e organizações, estando na base da Agenda Global 2030, adotada pelas Nações Unidas, e na definição dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Neste contexto, a Economia Circular é considerada uma abordagem fundamental para alcançar alguns desses objetivos uma vez que procura a implementação de processos de produção tecnologicamente inovadores e eficientes, que se traduzam na redução do consumo e extração de recursos finitos, na reconversão e reutilização dos resíduos e na utilização de “energias limpas”. Este trabalho pretende discutir a relação entre a Economia Circular e o Desenvolvimento Sustentável e fazer uma análise comparativa, no contexto europeu, à evolução de Portugal para alguns dos indicadores específicos estabelecidos na Agenda 2030. A análise indica que, apesar da evolução positiva, em vários dos indicadores analisados, o desempenho português, em termos globais, está abaixo do desempenho médio europeu. Adicionalmente, para alguns indicadores a evolução ocorreu em sentido contrário ao desejável. Apesar de termos uma sociedade e cidadãos cada vez mais conscientes e atentos a produtos, processos e entidades “sustentáveis”, há ainda um longo caminho a percorrer para que os pressupostos da Economia Circular e do Desenvolvimento Sustentável sejam plenamente reconhecidos e aplicados.
Vera Sampaio, Anabela Vieira,
Published: 31 July 2021
e3, Volume 7, pp 162-178; https://doi.org/10.29073/e3.v7i1.435

Abstract:
Este trabalho tem como objetivo caracterizar e identificar tendências de investigação científica, publicadas nos últimos 10 anos, sobre o tema do reporting, analisando, em particular, os tópicos abordados e as metodologias aplicadas. Dada a variedade de abordagens científicas sob as quais o tema é estudado, e considerando a própria diversidade das realidades em que o mesmo se desenrola, será feita uma revisão sistemática da literatura. As fontes de recolha de dados foram as plataformas da Web of Science e a SCOPUS. Os resultados indicam que a maioria dos artigos sobre reporting está publicada em revistas da área das ciências sociais e comportamentais e recai predominantemente em países da Europa. Em relação aos tópicos em estudo, sobressaem os estudos dedicados ao papel da contabilidade e controlo de gestão na promoção, medição e auditoria da informação divulgada. A maioria dos trabalhos apresenta abordagens metodológicas mais aplicadas, como por exemplo, o modelo analítico. Apesar das limitações e viés inerentes à metodologia seguida, este estudo reveste-se de grande interesse para académicos que estejam ou pretendam investigar nesta área e para gestores ou profissionais de contabilidade que lidam com estes contextos organizacionais.
Amaro Jorge Santos Loureiro da Silva, Tiago Guimarães, , Eduardo Manuel De Almeida Leite
Published: 31 July 2021
e3, Volume 7, pp 052-096; https://doi.org/10.29073/e3.v7i1.360

Abstract:
Numa época em que as economias que sustentam o sistema financeiro e empresarial são abaladas por graves crises sistémicas e fraudes financeiras, surge uma pressão política cada vez mais acentuada ao nível do escrutínio da diversidade do conselho de administração (CA) das empresas, no sentido de perceber se, de facto, um grupo heterogéneo é capaz de produzir decisões estratégicas e táticas mais adequadas para o futuro da empresa. A par disto surgem questões relativas ao papel da Mulher no CA, concorrendo para a ideia de que esta poderá contribuir positivamente na gestão empresarial. Neste contexto, o presente estudo tem por objetivo analisar e caraterizar a diversidade do CA das empresas cotadas no PSI-20 em 2019. Especificamente, pretende-se analisar a diversidade à luz dos mecanismos formais de Governo das Sociedades de caráter interno sob quatro dimensões: (i) diversidade de género; (ii) diversidade etária; (iii) diversidade cultural/étnica; e (iv) diversidade na estrutura (independência e dualidade de funções CEO/Chairman). Para atingir este objetivo, o estudo alicerçou-se numa recolha de dados qualitativos e quantitativos com base nos Relatórios e Contas para o ano de 2019, permitindo analisar o perfil de 215 administradores. Concluiu-se que o CA das empresas que integram o PSI-20 é composto maioritariamente por elementos do género masculino, embora se note uma tendência crescente para a presença do género feminino. Verifica-se que a média das idades das mulheres é inferior à dos homens. Relativamente à diversidade cultural/étnica, prevalece uma maior representação de outsiders no CA de empresas não-familiares. No que se refere à estrutura do conselho, destaca-se a existência de uma relação de proporcionalidade adequada entre administradores executivos e não executivos. O mesmo não acontece com administradores independentes. Destaca-se, por outro lado, o facto de em 50% das empresas haver separação entre a figura do Chairman e do CEO, em que se depreende um incentivo para que o modelo de governação seja mais transparente e equilibrado, proporcionando um maior equilíbrio de poder.
, Cristina Maria Rodrigues Valente Pedro
Published: 31 July 2021
e3, Volume 7, pp 147-161; https://doi.org/10.29073/e3.v7i1.417

Abstract:
A rápida proliferação do turismo de saúde e bem-estar conduziu à difusão do número de spas, nos quais, é notória a inexistência de normas e de transparência na oferta deste tipo de produto e serviços, sobretudo ao nível dos empreendimentos turísticos. Este documento tem como principais objetivos contribuir para a criação de uma matriz inovadora de classificação spas em empreendimentos turísticos e para a igualdade da oferta de produto e serviços de spa, com o intuito de proporcionar uma ideia clara ao turista sobre o que esperar em cada categoria de spa. Os dados foram analisados com a técnica de Delphi em duas rondas, com 25 gestores/especialistas de spa na primeira ronda e 23 gestores/especialistas de spa na segunda ronda. Os resultados mostraram uma clara diferenciação entre categorias de spa em função do tipo de equipamentos, número de equipamentos, áreas, tratamentos/serviços, brochura, lista de preços, procedimentos de serviço e competências de gestão de spa necessárias. Esta classificação inovadora pode contribuir para a definição de normas de spa, segmentação do mercado, igualdade na oferta de spa, construção/edificação de spa, estratégia de marketing e gestão de spa.
Sancha Carvalho Campanella, Luís Filipe Seixas Sardinha
Published: 31 July 2021
e3, Volume 7, pp 028-051; https://doi.org/10.29073/e3.v7i1.357

Abstract:
Enquadramento: A suspensão das atividades presenciais (letivas e não letivas) criou disrupção no desenvolvimento do ano escolar nas Instituição de Ensino Superior (IES), tendo um forte impacto na comunidade académica. Apresentam-se os resultados dos impactos da COVID-19 no Instituto Superior de Administração e Línguas, localizado na ilha da Madeira, Portugal. Objetivo: Avaliar o efeito da pandemia no percurso académico e baseia-se na análise das decisões tomada em plena pandemia, estratégias desenvolvidas e questionários dirigidos à população académica, entre março e abril de 2020. Foram analisadas as perspetivas dos docentes, discentes e pessoal não docente, relativamente aos efeitos desta situação no percurso escolar e nas estratégias desenvolvidas e medidas implementadas. Metodologia: Estudo descritivo, exploratório. Recolha de dados por contacto direto aos dirigentes da IES e questionário online através de uma amostra probabilística por conveniência. Verificou-se que a maioria dos discentes apenas recorria da internet para comunicar ou pesquisa e não tinham ingressado numa formação online. A plataforma escolhida revelou-se adequada às necessidades, traduzindo-se em satisfação. Conclusão: As medidas adotadas foram adequadas para reduzir o impacto da COVID-19 no processo de ensino, aprendizagem e avaliação dos estudantes e para garantir a continuidade e desenvolvimento do ensino e das atividades de investigação. A comunicação foi eficaz.
Back to Top Top