REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM

Journal Information
ISSN / EISSN : 0104-0588 / 2237-2083
Current Publisher: Faculdade de Letras da UFMG (10.17851)
Total articles ≅ 721
Current Coverage
ESCI
DOAJ
Archived in
SHERPA/ROMEO
EBSCO
Filter:

Latest articles in this journal

Ana Carolina Teixeira Peres, Erotilde Goreti Pezatti
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 77-98; doi:10.17851/2237-2083.29.1.77-98

Abstract:
Resumo: O artigo tem como objetivo analisar a ordenação dos Operadores e Modificadores de Subatos do Nível Interpessoal, tomando como suporte teórico a proposta de Pezatti (2014), que, por sua vez, se baseia nos princípios da Gramática Discursivo-Funcional, desenvolvida por Hengeveld e Mackenzie (2008). O objetivo principal consiste em investigar a ordenação de marcadores interpessoais (gramaticais e lexicais) dentro do sintagma. Para tanto, toma-se como universo de pesquisa o corpus do Projeto para a História do Português Brasileiro (https://sites.google.com/site/corporaphpb), mais especificamente cartas manuscritas particulares, cartas de leitor e de redator dos séculos XIX e XX. Os dados analisados revelam que, dentro do sintagma, quando se trata dos operadores, os de Mitigação, de Contraste (restritivo e expansivo), de Exemplificação e de Ênfase se colocam em PI; o de Ênfase é que coloca-se sempre em PF do sintagma; o de Contraste apenas ocupa geralmente a posição PI do sintagma, exceto em ocorrências do século XX. Já os marcadores lexicais de Exemplificação, de Ênfase, de Atitudes e de Contraste (restritivo e seletivo) vêm, na maioria dos casos, em PI do sintagma, com exceção do de Exemplificação por exemplo que se coloca em PI ou PF.Palavras-chave: gramática funcional; ordem de palavras; sintagma. Taking as theoretical support the proposal of Pezatti (2014), which, in turn, is based on the principles of Functional Discourse Grammar, developed by Hengeveld and Mackenzie (2008), this paper aims at analyzing the ordering of interpersonal markers (grammatical and lexical) within the phrase. To this end, the corpus of the Project for the History of the Brazilian Portuguese (https://sites.google.com/site/corporaphpb) is taken as database, but more specifically private handwritten letters, reader’s letters and editor’s letters from the 19th and 20th centuries. The analyzed data reveal that, within the phrase, Operators of Mitigation, Contrast (restrictive and expansive), Exemplification and Emphasis are placed in PI; the Operator of Emphasis é que is always placed in PF and the one of Contrast apenas is usually inserted into the PI position, except in the 20th century. The lexical markers of Exemplification, Emphasis, Attitudes and Contrast (restrictive and selective) are placed into PI in most cases, with the exception the Modifiers of Exemplification for example, that is placed into PI or PF.Keywords: functional grammar; constituent ordering; phrase.
Verónica Nercesian, Mónica Amarilla
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 259-288; doi:10.17851/2237-2083.29.1.259-288

Abstract:
Resumen: En este trabajo se analiza la variación dialectal en el léxico wichi/weenhayek (familia mataguaya). Se distinguen, por un lado, diferencias que son correlato de la variación en la fonología y la morfología. Las primeras tienen consecuencias en la representación fonémica o pronunciación de los ítems léxicos, y las segundas, en su configuración morfológica (palabras complejas). Por otro lado, se distinguen las diferencias que atañen exclusivamente al léxico, es decir, la alternancia de palabras para un mismo concepto según las zonas geográficas. Asimismo, se analiza el recorrido histórico de la variación de los términos que designan ‘agua’, en tanto aporta pistas para la comprensión del cambio y la difusión léxica en el territorio wichi/weenhayek. Los datos utilizados en este estudio provienen de fuentes primarias (un diccionario bilingüe de creación colectiva con participación de hablantes nativos de distintas zonas geográficas) y fuentes secundarias (gramáticas descriptivas y vocabularios). El resultado del análisis aquí presentado arroja nuevos elementos que fortalecen la división en dos complejos dialectales, pilcomayeño y bermejeño, identificados en estudios previos sobre la base de rasgos fonológicos y gramaticales, y que se especula tienen mayor tiempo de divergencia. Al mismo tiempo, abre nuevos interrogantes respecto del comportamiento del léxico y la configuración de los complejos dialectales en relación con las redes sociales e históricas.Palabras clave: variación dialectal; léxico; fonología; morfología; wichi/weenhayek. This paper analyzes the dialectal variation in the Wichi/Weenhayek language (Mataguayan). On the one hand, we distinguish differences that result from phonological and morphological variations. The phonological variation impacts on the phonemic representation or pronunciation of the lexical items, and the morphological variation impacts on the morphological configuration of the words (complex words). On the other hand, we distinguish differences that have exclusively to do with the lexicon, that is, the alternate words for the same concept distributed in different geographical areas. In addition, we analyze the historical variation of the words for ‘water’, since it gives us hints for the understanding of lexical change and diffusion through the Wichi/Weenhayk territory. The data analyzed in this study come from primary sources (a bilingual Wichi/Weenhayek-Spanish dictionary created collectively together with Wichi native speakers from different geographical areas) and from secondary sources (descriptive grammars and vocabularies). The results of this study contribute new elements to the division into two dialectal groups, Pilcomayeño and Bermejeño, identified previously on the basis of phonological and morphological features, which are speculated as having the longest time of divergence. At the same time, it opens new questions about the behavior of the lexicon and the setting of the two dialectal groups in relation to the historical and social nets.Keywords: dialectal variation; lexicon; phonology; morphology; Wichi/Weenhayek.
Norma Discini, Eliane Soares De Lima, Ivã Carlos Lopes
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 589-617; doi:10.17851/2237-2083.29.1.589-617

Abstract:
Resumo: Nossa atenção recai em paixões voltadas para a falta de confiança de um sujeito em relação a outro, como o ciúme. O abalo fiduciário remete a um modo peculiar de representação de mundo. Mas há estilos variados de ser ciumento, inquieto, desconfiado, decepcionado, enfim. Se forem consideradas totalidades discursivas postas em confronto, podem ser observados diferentes modos de presença, estilos distintos de ser apaixonado, a partir do exame desenvolvido em relação aos mecanismos de construção dos efeitos passionais. Assim, propomos para este estudo uma discussão sobre as questões teóricas envolvidas em tal problemática, seguida de uma análise comparativa entre dois estilos diversos de ser ciumento: o de Paulo Honório, protagonista de São Bernardo, de Graciliano Ramos, e o de Bentinho, do romance machadiano Dom Casmurro. Uma abordagem dessa natureza tem seu interesse no fato de que a passionalidade do ator da enunciação enunciada, como sujeito do afeto, pode ser recuperada por princípios teóricos e metodológicos que se afastam de um psicologismo e colocam o texto no lugar de onde ele veio: o discurso.Palavras-chave: paixão; estilo; fidúcia; tensividade; ciúmes. Our attention is focused on passions arising from the lack of confidence from an individual in relation to another one, like jealousy. The fiduciary disturbance, in this case, relates to a peculiar form of world representation. But, in fact, people can become jealous, restless, suspicious, disappointed, and so on, in a variety of styles. If the discursive totalities put into confrontation are considered, so that one can infer the image of the presupposed enunciator, or his style of being passionate, one can then uncover the different ways of presence from an accurate examination of the construction mechanisms involved in the referred passional effects. We illustrate these questions through a comparative analysis between two styles of being jealous in Brazilian literature: that of Paulo Honório, protagonist of the novel São Bernardo, by Graciliano Ramos, and that of Bentinho, from the novel Dom Casmurro, by Machado de Assis. The interest of such an approach lies in explaining how the enunciation actor, as an affection subject, may be recovered by theoretical and methodological principles which move away from any psychologism and place the text where it came from: the discourse.Keywords: passion; style; trusting; tensivity; jealousy.
Frederico Rios C. Dos Santos
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 423-486; doi:10.17851/2237-2083.29.1.423-486

Abstract:
Resumo: O presente artigo tem o objetivo de verificar como se manifesta a Retórica da Guerra Cultural no debate sobre imigração em dois dos maiores jornais cotidianos franceses, em termos de distribuição, o Le Figaro e o Le Monde, o primeiro mais à direita e o segundo mais à esquerda no espectro político. No lapso temporal de 2012 a 2017, período entre duas eleições presidenciais com resultados substancialmente distintos, foram selecionados todos os artigos de opinião que contivessem a palavra-chave “imigração” no mecanismo de busca, o que resultou em um total de 433 artigos, 345 do Le Figaro, e 88 do Le Monde. Chegou-se ao resultado de uma série de constantes retóricas encontradas que seriam típicas desse tipo de embate cultural sobre imigração, o que pode ser testado em outros contextos em futuras pesquisas.Palavras-chave: retórica; discurso; guerra cultural; imigração; imprensa francesa. This article aims to verify how the Rhetoric of Culture Wars manifests in the immigration debate in two of the largest French daily newspapers, in terms of distribution, Le Figaro and Le Monde, the first on the right and the second on the left of the political spectrum. In the period between two presidential elections with substantially different results (2012 and 2017), all opinion articles that contained the keyword “immigration” were selected, resulting in a total of 433 articles, 345 from Le Figaro, and 88 from Le Monde. The result was a series of rhetorical constants found that would be typical of this type of cultural clash on the immigration debate, which can be tested in other contexts in future researches.Keywords: rhetoric; discourse; culture wars; immigration; French press.
Izaildes Cândida De Oliveira Guedes, Neuza Benedita Da Silva Zattar
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 387-421; doi:10.17851/2237-2083.29.1.387-421

Abstract:
Resumo: À luz da Semântica da Enunciação desenvolvida por Dias (2015, 2018), este artigo apresenta uma análise de como se dá a relação de sentidos da predicação com o sujeito em enunciados institucionais. Como material analítico, adotamos os textos formulados pelo Ministério da Educação (MEC) para divulgação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), bem como o próprio texto da BNCC. Entendemos que o sentido não nasce na factualidade da atualização do dizer, mas da relação estabelecida entre uma memória das discursividades que a enunciação evoca e a atualidade em que se situa a pertinência do enunciado no espaço da enunciação. Desse modo, a relação de significação construída na predicação, do ponto de vista da enunciação, consiste na articulação contraída no acontecimento da enunciação, ou seja, no confronto entre a memória do dizível e o presente do acontecimento. Palavras-chave: predicação; sentido; enunciação. Guided by the Semantics of Enunciation developed by Dias (2015, 2018), this article presents an analysis of how the relation of meaningfulness among predication and the subject on institutional statements is stablished. As material of analysis, we adopted the texts formulated by the Ministry of Education (MEC) to the advertisement of the National Common Curricular Basis (BNCC), as well as the BNCC text itself. We understand that meaning is not born in the factuality of the iteration of saying, but from the relation established between a memory of the discursivities that the enunciation evokes and the current situation that places the relevance of the statement in the space of enunciation. Thus, the relation of meaning constructed in the predication, from the point of view of enunciation, consists on the articulation acquired at the event of the enunciation, that is, in the confrontation between the memory of the saying and the present of the occcurence.Keywords: predication; meaningfulnes; enunciation.
Amanda Brilhante De Carvalho, Marlucia Maria Alves
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 619-646; doi:10.17851/2237-2083.29.1.619-646

Abstract:
Resumo: O presente artigo tem como objetivo analisar de modo comparativo a variação linguística fonético-fonológica de duas cidades mineiras, Juiz de Fora e Uberlândia. Considerando que a variação é um fenômeno inerente à língua e motivado por fatores linguísticos e extralinguísticos, acredita-se ser pertinente ter realizado este estudo para compreender melhor o funcionamento da fala nas cidades supracitadas. Partindo das pesquisas bibliográficas e de campo em ambos os municípios, a proposta foi descrever e sistematizar as variantes encontradas, separando-as pelos processos fonológicos de retroflexão em coda silábica, apócope do /R/ em verbos e síncope do /R/ na conjunção “porque”, para investigar as particularidades na fala de jovens universitários. O embasamento teórico desta pesquisa se encontra nos estudos de Fonética e Fonologia do Português (SEARA et al., 2015; SILVA, 2005), Variação Linguística (TARALLO, 2005; ZÁGARI, 1998) e Processos Fonológicos (ALVES, 2008; CAGLIARI, 2002). A coleta de dados para o projeto ocorreu com a gravação de entrevistas informais com os sujeitos de pesquisa. Como resultado, encontraram-se contextos semelhantes para o apagamento do /R/ em verbos entre as duas regiões, além de semelhanças quanto à sincope de /R/ no conectivo “porque” e diferenças quanto à ocorrência da retroflexão, sendo verificada como um padrão apenas na região de Uberlândia. Concluiu-se que, de maneira geral, os dois municípios apresentam mais semelhanças do que diferenças quanto ao comportamento do arquifonema /R/ em coda silábica.Palavras-chave: variação linguística; processos fonológicos; português brasileiro; coda silábica; róticos. This article aims to analyze, in a comparative way, the phonetic-phonological linguistic variation found in two towns in Minas Gerais, Juiz de Fora and Uberlândia. Considering variation as a phenomenon inherent to language, motivated by linguistic and extralinguistic factors, this study gives a better understanding of the functioning of speech in the aforementioned towns. Based on bibliographical and field studies in both municipalities, the purpose was to describe and systematize the variants found and separate them on the basis of the retroflexing phonological processes in the syllabic coda and the /R/ apocope in verbs and the /R/ syncope in the conjunction “porque”, in order to investigate the particularities in the speech of university students. The theoretical basis of this study were found in the studies of Phonetics and Phonology of Portuguese (SEARA et al., 2015; SILVA, 2005), Linguistic Variation (TARALLO, 2005; ZÁGARI, 1998) and Phonological Processes (ALVES, 2008; CAGLIARI, 2002). The data used were gathered through informal interviews done with each of the subjects individually. As a result, similar contexts were found for the deletion of the /R/ in verbs on both towns. In addition, the study reveals similarities in relation to the syncope if the same phoneme in occurrences in the connective “porque” but also differences as to its retroflexion, which was detected as a pattern only in the Uberlândia. The study shows, in conclusion, that there are more similarities than differences between the two towns with respect to the behavior of archiphoneme /R/ in coda.Keywords: linguistic variation; phonological processes; Brazilian Portuguese; syllable coda; rhotics.
Mara Passos Guimarães
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 215-258; doi:10.17851/2237-2083.29.1.215-258

Abstract:
This study investigated the influence of experience with L2 English in the processing of passives in L1 Brazilian Portuguese (BP) by high-proficiency bilinguals and BP monolinguals. Based on the premise that high L2 proficiency is indicative of widespread representational sharing (BERNOLET; HARTSUIKER; PICKERING, 2013) and on the observation that the passive is significantly more productive in English than in BP (GUIMARÃES; SOUZA, 2016), bilinguals’ processing of the construction is expected to be facilitated by L2 exposure. Subjects performed an acceptability judgment task and two sentence elicitation tasks. Both groups considered the passive as acceptable as the active, with no significant differences between the two groups’ judgments of the passive. Differences were found in the oral production of passives between bilinguals and monolinguals, but not in written production: task type influenced the production of monolinguals in that passive productivity fell significantly from the written to the oral task. The difference in productivity levels of the passive between bilinguals and monolinguals is attributed to bilinguals’ exposure to the construction’s distributional properties in the L2, supporting models of bilingual shared representations (HARTSUIKER; PICKERING; VELTKAMP, 2004).Keywords: bilingualism; frequency effects; L2 proficiency; passive construction; acceptability judgment; written production; oral production.Resumo: Este estudo investigou a influência da experiência com L2 inglês no processamento de passivas em L1 português brasileiro (PB) por bilíngues de alta proficiência e monolíngues do PB. Baseando-se na premissa de que alta proficiência em L2 é indicativa de compartilhamento generalizado de representações (BERNOLET; HARTSUIKER; PICKERING, 2013) e na observação de que a passiva é significativamente mais produtiva em inglês do que no PB (GUIMARÃES; SOUZA, 2016)propomos uma visão construcional da construção, na qual ela é tomada como entidade teórica independente. Apesar de sintaticamente congruente no português brasileiro (PB, espera-se que o processamento da construção por bilíngues seja facilitado pela exposição à L2. A compreensão da construção foi observada através de uma tarefa de julgamento de aceitabilidade de sentenças, enquanto a produção foi observada a partir de duas tarefas de descrição de imagens (uma escrita e outra oral). Tanto bilíngues quando monolíngues julgaram a passiva tão aceitável quanto a ativa, sem diferença significativa nos julgamentos entre os dois perfis linguísticos. Apesar de as passivas terem sido menos frequentes do que as ativas nas tarefas de produção, o tipo de tarefa influenciou o número de ocorrências de passivas dentre os monolíngues: sua produção foi similar à dos bilíngues na tarefa escrita, mas significativamente menor na tarefa oral. A diferença nos níveis de produtividade de passivas entre bilíngues e monolíngues é atribuída à exposição dos bilíngues às propriedades distribucionais da construção na L2, corroborando modelos de compartilhamento representacional bilíngue (HARTSUIKER; PICKERING; VELTKAMP, 2004).Palavras-chave: bilinguismo; efeitos de frequência; proficiência em L2; construção passiva; julgamento de aceitabilidade; produção escrita; produção oral.
Daniel Do Nascimento E Silva, Anabella Machado Rocha, Alvaro Monteiro Carvalho Arcanjo, Clarissa Rodrigues Gonzalez
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 289-329; doi:10.17851/2237-2083.29.1.289-329

Abstract:
Resumo: Este artigo tem como objetivo discutir dimensões da violência em três contextos empíricos em que as facetas física e simbólica da violência diferentemente se manifestaram: um relato de uma mulher vítima de violência sobre sua tentativa de realizar um boletim de ocorrência sobre ameaças sofridas pelo então marido; as declarações de um executivo sobre o pouco valor da vida de favelados no contexto da pandemia de Covid-19; uma capa jornalística em que a cabeça da ex-presidenta Dilma Rousseff aparece em chamas. O artigo invoca os conceitos de escala, comunicabilidade e indexicalidade para produzir sentido sobre como a violência foi percebida e enquadrada no primeiro contexto, sobre como ela circulou viralmente no segundo e sobre como ela participou da semiotização e contextualização de uma imagem no terceiro. Metodologicamente, o artigo combina abordagens etnográficas e documentais, diferentemente empregadas em cada contexto empírico. Além de promover uma discussão situada dessas três manifestações da violência, apontamos para formas de resistência à violência, algumas delas inscritas na própria produção da atividade reflexiva sobre a manifestação e os efeitos da violência.Palavras-chave: escalas; comunicabilidade; indexicalidade; violência empírica; violência simbólica. This article aims at discussing dimensions of violence in three empirical scenarios in which physical and symbolic violence differently surfaced: an account of a female victim of violence about her attempt to press charges about threats made by her then husband; the comments by a businessman about the lack of value of the lives of favela residents in the context of the Covid-19 pandemics; a newspaper cover displaying the head of the former Brazilian president Dilma Rousseff on fire. The article builds on the concepts of scales, communicability and indexicality in order to render intelligible the ways in which violence was perceived and framed in the first context; in addition to how it virally spread in the second, and to how it participated in the semiotization and contextualization of an image in the third. Methodologically, the paper combines ethnographic and documental approaches, and applies them differently in each empirical context. In addition to providing a situated discussion of these three manifestations of violence, we point to modes of resistance to violence, some of which are inscribed in the very production of reflexive activity about the manifestation and effects of violence.Keywords: scales; communicability; indexicality; empirical violence; symbolic violence.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 533-588; doi:10.17851/2237-2083.29.1.533-588

Abstract:
Resumo: Este artigo tem como proposta a identificação de possíveis normas lexicais gerais e regionais a partir da descrição e da análise da variação espacial para o popularmente denominado “pão francês”, em uma perspectiva geolinguística e léxico-semântica. Para tanto, adota-se a visão da norma linguística, com base em Coseriu (1979), somada às contribuições de Camara Junior (1964), Rona (1969), Cunha (1987), dentre outros. A diversidade de nomeações para esse alimento foi documentada por meio da questão 186 do Questionário Semântico-Lexical (QSL) dos Questionários (COMITÊ NACIONAL DO PROJETO ALiB, 2001) aplicada pelas equipes que compõem o Projeto Atlas Linguístico do Brasil (ALiB), em 250 localidades brasileiras (interior e capitais). Na composição do corpus desta análise, foram selecionados 1000 informantes com o perfil fundamental de escolaridade, contemplando as dimensões diassexual e diageracional. Com base na cartografação linguística e cotejo da disseminação das variantes lexicais obtidas e na consulta a obras lexicográficas, foram identificadas as formas de uso geral e regional, além de traços de influência interétnica e de fluxos migratórios internos e externos. Ainda, constatou-se a polimorfia de designações, por efeito da presença do referente no cotidiano brasileiro, atestando a relevância desse alimento, consumido desde os primórdios da história da civilização.Palavras-chave: Geolinguística; Projeto ALiB; normas lexicais; regionalismos; pão francês. this article aims to identify possible general and regional lexical norms from the description and analyse of spatial variation to the popularly denominated “french bread”, on a geolinguistic and lexical and semantic perspective. For that, the adoption of the view of linguistic norm, based on Coseriu (1979), added to Camara Junior (1964), Rona (1969), Cunha (1987) contributions, among others. The diversity of nomination for this food has been documented throught 186 question from Semantic-Lexical Questionnaire (SLQ) of Questionários (COMITÊ NACIONAL DO PROJETO ALiB, 2001) applied by crews that compose the Project Linguistic Atlas of Brazil (ALiB), on 250 Brazilian localities (countryside and capitals). On this analysis, they were selected 1000 informants with Primary education, diassexual and diageracional dimensions. Based on linguistic cartography and comparation of lexicals variants dissemination and the consultation to varied dictionaries, they were identified general and regional forms, in addiction to interethnic influences and migratory moviments traces. Furthermore, the observation of the polymorphy of designations, result of presence of the referring in Brazilian daily, certifying the relevance of this aliment, consumed since the beginning of the history of civilization.Keywords: Geolinguistics; ALiB Project; lexical norms; regionalisms; French bread.
Back to Top Top