Revista Ciência Agrícola

Journal Information
ISSN / EISSN : 0103-8699 / 2447-3383
Current Publisher: Universidade Federal de Alogoas (10.28998)
Total articles ≅ 175
Current Coverage
DOAJ
Filter:

Latest articles in this journal

Fabrício Júnio Silva, Gleice Aparecida Assis, Fabio Janoni Carvalho, Bruno Sérgio Vieira, Laís Carvalho Santos
Revista Ciência Agrícola, Volume 18, pp 29-35; doi:10.28998/rca.v18i3.10322

Abstract:
O cafeeiro apresenta suscetibilidade a várias doenças, no entanto, as de maior importância e agressividade são a ferrugem, causada pelo fungo Hemileia vastatrix e a cercosporiose, cujo agente etiológico é o fungo Cercospora coffeicola. Objetivou-se avaliar a incidência de cercosporiose e ferrugem em cafeeiro fertirrigado com doses de nitrogênio e potássio na região de Monte Carmelo-MG. O trabalho foi conduzido na Fazenda Juliana, município de Monte Carmelo-MG. O plantio da lavoura foi realizado em novembro de 2011, utilizando-se mudas da cultivar Topázio MG 1190. Os tratamentos constaram de cinco níveis de N e K2O, correspondentes a 30, 80, 130, 180 e 230% do recomendado para lavouras não irrigadas aplicados via fertirrigação. O parcelamento da adubação foi realizado em doze vezes iguais no ano, referente a uma fertirrigação por mês. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, com quatro repetições. Cada parcela foi composta por 10 plantas, consideradas úteis as oito centrais. No período de março de 2015 a fevereiro de 2016, foi mensurado mensalmente a incidência da cercosporiose nas folhas e frutos e a incidência de ferrugem nas oito plantas úteis de cada parcela experimental. O nível de adubação de 30% do recomendado para lavouras cafeeiras favoreceu maior incidência de cercosporiose nos frutos. Os diferentes níveis de adubação não influenciaram na ocorrência da ferrugem ao longo do período avaliado.
Leandro Spíndola Pereira, Gustavo Dorneles de Sousa, Estevam Matheus Costa, Gustavo Silva de Oliveira, Matheus Vinicius Abadia Ventura, Dayana Cardoso Cruz, Adriano Jakelaitis
Revista Ciência Agrícola, Volume 18, pp 22-28; doi:10.28998/rca.v18i3.10065

Abstract:
Objetivou-se avaliar os efeitos dos herbicidas dicamba e 2,4 D isolados ou em mistura com glifosato sobre as plantas daninhas tolerantes ao glifosato: apaga-fogo (Alternantera tenella) e agriãozinho (Synedrellopsis grisebachii). Os experimentos foram conduzidos em vasos em casa de vegetação climatizada no Instituto Federal Goiano campus Rio Verde. Foram conduzidos dois ensaios, um para cada espécie, em delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos foram dispostos em esquema fatorial 11 x 2, com quatro repetições, testando onze doses dos herbicidas dicamba e 2,4 D (0; 201,6; 403,2; 694,8; 806,4 e 1,008 g e.a. ha-1 cada) (fator A) combinados com a presença e ausência do herbicida glifosato (960 g e.a ha-¹) (fator B). Foram realizadas avaliações de fitointoxicação aos 7, 14, 21 e 28 dias após a aplicação do herbicida (DAA), e aos 28 DAA as plantas foram cortadas no nível do solo, e transferidas a estufa de renovação e circulação do ar para determinação da biomassa seca. As espécies S. grisebachii e A. tenella são tolerantes ao herbicida glifosato na dose de 960 g e.a ha-1. A aplicação dos herbicidas 2,4 D e dicamba, resultam em excelente controle de A. tenella, já para S. grisebachii foi a aplicação de 2,4 D que resultou em maior controle do que doses de dicamba de até 806,4 g i.a. ha-1.
Rodrigo Amato Moreira, Carlos Alberto Barbosa Galiza, Renata Amato Moreira, Nelson Licínio Campos De Oliveira
Revista Ciência Agrícola, Volume 18, pp 8-13; doi:10.28998/rca.v18i3.10967

Abstract:
No Norte de Minas há uma grande produção de pequi (Caryocar brasiliens Cambi), no qual a parte comercializada é somente a semente com a polpa (caroço), com isso grande quantidade de casca é gerada e descartada. Diante deste fato, o trabalho foi realizado no intuito de aproveitar estes resíduos para elaborar substratos para produção de mudas de hortaliças, minimizando custos devido à facilidade de obtenção desse material. O presente experimento foi conduzido com objetivo de avaliar a influência dos diferentes substratos no índice de velocidade de emergência (IVE), facilidade de retirada da plântula da célula e crescimento das mudas de brócolis e couve-flor. A semeadura foi realizada em bandejas de poliestireno expandido com 72 células, preenchidas com os substratos de acordo com o tratamento. Foram utilizadas três sementes para cada célula. Após a germinação e aparecimento da primeira folha verdadeira as plântulas foram desbastadas, permanecendo apenas uma por célula. O experimento foi conduzido em esquema fatorial 2 x 4, sendo duas espécies (couve-flor e brócolis) e os quatro tipos de substratos [húmus de minhoca, substrato enriquecido com casca de pequi, substrato comercial (Bioplant®), substrato enriquecido com casca do pequi + solo, na proporção 1:1], em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. Cada parcela experimental foi constituída de 12 células. O substrato enriquecido com casca de pequi apresentou características positivas quanto à composição de macro e micronutrientes, reação C/N e matéria orgânica. Além disso, influenciou de forma positiva o crescimento das mudas de couve-flor e brócolis. Para brócolis o índice de velocidade de emergência não houve diferença entre os substratos, entretanto para couve-flor a mistura de 1:1 do substrato enriquecido com casca do pequi + solo foi inferior aos demais substratos. O substrato enriquecido com casca de pequi promoveu o maior crescimento e facilidade de remoção da célula das mudas de couve-flor e de brócolis.
Vanderson Vieira Batista, Matheus Cesar Salapata, Karine Fuschter Oligini, Douglas Camana, Amanda Cassu Da Fonseca, Paulo Fernando Adami
Revista Ciência Agrícola, Volume 18, pp 1-7; doi:10.28998/rca.v18i3.9024

Abstract:
O trigo é a espécie com maior potencial de uso no período de inverno e estudos sobre a produtividade dos genótipos e forma de utilização do nitrogênio (N) na cultura, demonstram elevada importância. O estudo tem o objetivo de avaliar os componentes de rendimento e a produtividade de diferentes cultivares de trigo, submetidas a aplicação de N parcelado ou em dose única. O experimento foi conduzido no município de Realeza – Paraná, em delineamento de blocos ao acaso, com três repetições. Avaliou-se diferentes cultivares (Toruk, Sonic, Sossego e Sintonia) e duas formas de aplicação de N (parcelado e dose única). Mensurou-se o número de espiguetas e grãos por espiga, comprimento da espiga, produtividade e pH dos tratamentos. O comprimento da espiga é maior para a cultivar Sossego (8,87 cm) e menor para a cultivar Sintonia (7,63 cm). Sonic, juntamente com Sossego e Sintonia exibiram maior número de espiguetas por espiga e Sossego e Sonic maior número de grãos por espiga, quando o N foi aplicado parcelado. O pH do trigo é maior na cultivar Toruk (81) em relação as demais cultivares, quando o N é aplicado parcelado. Sonic apresenta menor pH entre as cultivares quando a adubação é realizada em dose única. Sintonia e Toruk apresentam aumento de produtividade de 243 e 665 kg ha-1, quando o N é aplicado em dose única. Entre as cultivares, Sossego, seguida de Toruk, Sintonia e Sonic proporcionaram maior produtividade respectivamente, independente da forma de aplicação de N. De modo geral, ocorreu uma variabilidade na resposta da produtividade e qualidade dos grãos de trigo em relação a cultivar e o modo de suprimento de N, devido às diferenças de demanda nutricional das cultivares, no entanto, fica evidente que o fornecimento de N é essencial na triticultura, principalmente em períodos que antecedem a maior demanda nutricional, levando os materiais genéticos mais próximos a atingir o máximo potencial produtivo.
Vlademir Natanael Frazão, Larissa Da Luz Silva
Revista Ciência Agrícola, Volume 18, pp 14-21; doi:10.28998/rca.v18i3.10482

Abstract:
Estudos demonstram que plantas do Cerrado apresentam efeito alelopático em espécies forrageiras. O presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito dos extratos de Vernonanthura ferruginea (Less.) H. Rob. e Cenostigma macrophyllum Tul. sobre a germinação de Brachiaria brizantha cv. Marandu, Panicum maximum cv. Tanzânia e Panicum maximum cv. Mombaça. Os ensaios foram conduzidos em esquema fatorial com delineamento inteiramente casualizados totalizando nove tratamentos e quatro repetições. Foram distribuídas 25 sementes, de cada forrageira, em caixas GerBox forradas com folhas de papel filtro e adicionado 10 ml do extrato em seguida levadas à estufa. B. brizantha cv. Marandu apresentou os menores percentuais de germinação em relação aos outros tratamentos por sua vez P. maximum cv. Mombaça teve a germinação estimulada na presença do extrato de V. ferruginea. O extrato aquoso de C. macrophyllum não apresentou alelopatia em nenhuma das gramíneas. Denota-se que a ocorrência desta planta esteja relacionada com outras características. Estudos em condições similares às do Cerrado devem ser realizados para avaliar se as espécies apresentam comportamento semelhante ao que ocorreu no presente trabalho.
, Carlos Alberto Zambiasi, Murilo Gaspar Litholdo, Abílio José Meiato Barrionuevo Oliveira, Alexandre De Sene Pinto
Revista Ciência Agrícola, Volume 18, pp 36-39; doi:10.28998/rca.v18i3.9726

Abstract:
The caterpillar Helicoverpa armigera (Hübner) (Lepidoptera: Noctuidae), identified in Brazil in 2013, greatly worries farmers because of its destructive power. The technology of transgenic plants that induces resistance to insects is a great ally for controlling caterpillars. In this study we compared the performance of transgenic Bt maize in the controlling of different larval instars of H. armigera in semi-field seedlings. There were tested the following genotypes: (1) Non-Bt maize Iso-hybrid (Control); (2) Cry1F; (3) Cry1F+ Cry1A.105 + Cry2Ab2; (4) Cry1A.105 + Cry2Ab2; (5) Cry1Ab + Cry1F; (6) Cry1Ab + Vip3Aa20. The experimental design was organized in randomized blocks with eight replications, each consisting of a pot with 5 plants artificially infested with larvae of 2nd, 3rd or 4th instar. At 1, 3, 7, 10 and 14 days after infestation, plants were evaluated for defoliation. In the 3rd instar larvae bioassay, there was high predation by birds, but until seven days after infestation all transgenic maize were efficient to the pest. All transgenic Bt maize were effective in the control of tested H. armigera larvae instars.
Cicero Gomes Santos, Márcio Aurélio Lins dos Santos, Silvania Farias Lima, Igor Gledson De Oliveira Santos, Tereza Neuma Araújo de Carvalho, Valdevan Rosendo dos Santos, Elvis Da Silva Alves
Revista Ciência Agrícola, Volume 18, pp 43-47; doi:10.28998/rca.v18i3.10569

Abstract:
A erosão do solo é considerada como a principal e mais generalizada forma de degradação do solo, consiste na remoção ou destacamento da camada superficial do solo pela água ou vento. O objetivo desta pesquisa foi calibrar o sistema de chuva simulada, através da determinação da uniformidade de distribuição, velocidade terminal e diâmetro de gota de chuva pelo método da farinha. A pesquisa foi realizada na Universidade Federal de Alagoas – Campus Arapiraca, utilizando simulador de chuva de acordo as especificações de Meyer; Harmon (1979). Na determinação do diâmetro da gota foi utilizado o método da farinha, descrito por Oliveira (1992). Os resultados para o diâmetro médio da gota de chuva apresentaram um comportamento muito semelhante, com pouca variação. As velocidades terminais das gotas de chuva nesta pesquisa não apresentaram grande variação em função dos intervalos de tempo de amostragem, com valores 6,65 a 3,64 m.s-1. O coeficiente de uniformidade de Christiansen (CUC) obtidos foi em média acima de 75%. O equipamento atende aos requisitos técnicos, que o capacita sua utilização como ferramenta de pesquisa nos processos erosivos.
Floriano Alcantara Damasceno, Danilo Santos Silva, Kívia Caroline Da Costa, Allyne Hariadrinny Pereira Barbosa, Julianna Catonio Da Silva, Márcio Aurélio Lins Dos Santos
Revista Ciência Agrícola, Volume 18, pp 13-17; doi:10.28998/rca.v18i3.9448

Abstract:
O rabanete (Raphanus sativus L.) exige boa disponibilidade hídrica e fertilidade do solo. O manejo da irrigação é indispensável, assim como adubação. Objetivou-se avaliar a cultura do rabanete em função de diferentes lâminas de irrigação e doses de adubação nitrogenada. O experimento foi realizado na Universidade Federal de Alagoas, Campus de Arapiraca com delineamento em blocos casualizados em fatorial 5x5 com quatro repetições. Os tratamentos consistiram em cinco lâminas de água com 50%, 75%, 100%, 125% e 150% da evapotranspiração da cultura, com cinco doses de adubação nitrogenada correspondendo a 50%, 75%, 100%, 125%, e 150% da recomendação para a cultura. As variáveis analisadas foram o índice SPAD e o grau BRIX. Para o grau BRIX foi significativo apenas para o fator lâmina com um com comportamento decrescente e um ponto mínimo de 3,82% na lâmina de 196,67 mm. Já a variável índice SPAD foi significativa para a interação entre os dois fatores, com o ponto máximo na lâmina de 187,53 mm e adubação de 45,43 Kgha-1. A lâmina de irrigaçã
, Jessé Rafael Bento De Lima, Aleska Batista Da Silva, Gessyca Thais Dos Santos, , Reinaldo De Alencar Paes
Revista Ciência Agrícola, Volume 18, pp 1-5; doi:10.28998/rca.v18i3.9333

Abstract:
O rabanete é uma cultura de ciclo curto e semeadura direta, a cultura pode ser prejudicada em campo por desordens fisiológicas devido a origem nutricional. Dessa forma é importante fornecer a cultura os nutrientes necessários para sua utilização, na literatura podem ser encontrados algumas recomendações para adubação mineral, porém são raros os trabalhos realizados com adubação orgânica, que apresentam vantagens como melhorar a capacidade física do solo e não ocasionar impactos ambientais como na utilização de adubos químicos. Dessa forma objetivou-se por meio desse trabalho estudar a resposta no peso e tamanho dos tubérculos de rabanete adubados húmus de minhoca em diferentes concentrações. O experimento foi realizado em casa de vegetação, contendo seis tratamentos (Controle 0%; 20%; 40%; 60%; 80% e 100% de húmus de minhoca) e seis repetições. Foi possível verificar que a utilização da adubação orgânica ocasiona incremento no peso e diâmetro dos tubérculos de rabanete, sendo explicado a interação através de equação cúbica. É recomendado a utilização da proporção de 40% de húmus de minhoca e 60% do solo da região, pois nesse tratamento foram observadas as maiores médias para as duas variáveis estudadas.
Cinara Bernardo Da Silva, Cleice Fátima Gonçalves Alves, Julianna Catonio Da Silva, João Cardoso de Albuquerque Neto, Márcio Aurélio Líns Dos Santos, José Vieira Da Silva
Revista Ciência Agrícola, Volume 18, pp 23-26; doi:10.28998/rca.v18i3.9467

Abstract:
Para minimizar as perdas de produtividade causadas pelo o uso de água de qualidade inferior, antioxidantes podem ser aplicados na forma exógena, sendo o Ácido Ascórbico (AsA) um dos mais importantes. Objetivou-se avaliar o efeito da aplicação de AsA via foliar para redução dos efeitos da salinidade na cultura da couve folha (Brassica oleracea L). O experimento foi conduzido na Universidade Federal de Alagoas (UFAL) - Campus de Arapiraca, em ambiente protegido. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, esquema fatorial 4x3, com 5 repetições. Utilizou-se níveis de salinidade (S1: 0,12; S2: 1,62; S3: 2,62 e S4: 4,12 dS.m-¹) e doses de AsA (A1:0; A2: 5 e A3: 20 mM). Analisou-se: altura de planta (AP), número de folhas (NF) e comprimento da raiz (CR). O nível de tolerância da couve folha à salinidade foi de 1,62 dS.m-1, porém a AP e o CR não foram afetados até os níveis de 2,2 e 4,2 dS.m-1, respectivamente. O uso exógeno de AsA mostrou-se pouco promissor ou recomendável para reverter ou minorar os efeitos da salinidade sobre o crescimento de couve folha. PALAVRAS CHAVE: Recursos hídricos; antioxidantes; salinidade.
Back to Top Top