BIOFIX Scientific Journal

Journal Information
EISSN : 2525-9725
Published by: Universidade Federal do Parana (10.5380)
Total articles ≅ 184
Current Coverage
DOAJ
Filter:

Latest articles in this journal

Alice Nayara Caldeira Corrêa, Filipe Campos de Freitas
Published: 5 July 2022
BIOFIX Scientific Journal, Volume 7, pp 133-142; https://doi.org/10.5380/biofix.v7i2.84243

Abstract:
Para impulsionar a produção madeireira no interior do Amazonas por pequenos produtores são indispensáveis os diagnósticos quali-quantitativos das formações vegetacionais, do conhecimento da composição florística e do potencial das espécies de interesse comercial, que são objeto dos Planos de Manejo Florestal Sustentável em Pequena Escala (PMFSPE). O estudo realizou a caracterização fitossociológica, análise da diversidade e similaridade de espécies comerciais em PMFSPE das Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Negro e do Rio Amapá. Foram estimados os descritores da estrutura horizontal (densidade, frequência e dominância e valor de importância), a diversidade da vegetação foi avaliada pelo índice de Shannon-Weaver, a uniformidade pelo índice de Pielou e a similaridade entre as espécies pelo índice de Jaccard. Foram amostrados ao todo 1.907 indivíduos, de 96 espécies comerciais amazônicas, distribuídas em 25 famílias botânicas, sendo as principais: Fabaceae (22,86%), Lauraceae (11,54%), Bombacaceae (10,54%), Moraceae (9,44%) e Lecythidaceae (7,81%). As espécies de maior valor de importância foram Polygonanthus amazonicus na RDS Rio Negro e Eperua oleifera na RDS Rio Amapá. Os valores para o índice de Shannon indicam diversidade alta para as reservas do estudo, porém não diferem significativamente entre as áreas. A equabilidade de Pielou indica boa uniformidade de distribuição dos indivíduos por espécie nas RDS analisadas. Há baixa similaridade entre as espécies que ocorrem entre as duas RDS e entre as comunidades.
Amanda Pereira Santos, Henrique Soares Koehler, Carlos Roberto Sanquetta, Sylvio Péllico Netto, Abel Soares Siqueira, Alexandre Behling
Published: 5 July 2022
BIOFIX Scientific Journal, Volume 7, pp 104-115; https://doi.org/10.5380/biofix.v7i2.83574

Abstract:
Os dados obtidos com a cubagem de diversas árvores é o método mais utilizado para estimar o volume em novos povoamentos usando-se da regressão dos mínimos quadrados (método tradicional). A cubagem é uma prática onerosa, portanto, faz-se necessária a utilização de técnicas alternativas com o intuito de obter estimativas comparáveis com aquelas que utilizam diversas árvores para a estimativa de volume (método tradicional), para reduzir a amostragem de árvores. A calibração da equação mista se destaca entre as alternativas. O objetivo da pesquisa foi ajustar o modelo de volume de Schumacher-Hall em dois níveis (povoamento e parcela) e calibrar esta equação utilizando a modelagem mista, comparando-a com as equações obtidas por meio do método tradicional. Os dados são provenientes de plantios de Acacia mearnsii De Wild. nos municípios de Cristal, Encruzilhada do Sul e Piratini, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil. A calibração foi avaliada utilizando nove métodos diferentes. A base de dados é composta por 670 árvores com idades variando de 1 a 10,75 anos. As variáveis mensuradas foram diâmetro à altura do peito, altura total e volume do fuste. As estatísticas utilizadas para a avaliação foram o coeficiente de determinação, erro padrão da estimativa, análise de resíduos e análise gráfica da relação entre o volume observado e estimado. A calibração das equações mistas com apenas três árvores, possibilitou a obtenção de estimativas próximas as do método tradicional, entretanto, com uma redução considerável do número de árvores amostradas para a efetuação da cubagem. A inclusão do nível parcela na modelagem mista, não revelou ganhos consideráveis na acurácia, apenas o nível povoamento apresentou resultados satisfatórios para o presente estudo.
Thiago Costa Ferreira, Aldrin Martin Perez-Marin
Published: 5 July 2022
BIOFIX Scientific Journal, Volume 7, pp 125-132; https://doi.org/10.5380/biofix.v7i2.84091

Abstract:
The Brazilian Dry Seasonal Forest (Caatinga Biome) is poorly studied about possible interactions between seeds, seedlings, and Trichoderma harzianum strains to promote vegetal vigor in seedlings. So, this research aims to study the T. harzianum strain promotion of vigor in different species from Caatinga Biome in nursery. For assays, we used: Aspidosperma pyrifolium, Cnidoscolus quercifolius, Handroanthus impetiginosus, Pseudobombax marginatum, and Tabebuia aurea species and the T. harzianum IBLF 006 based-product-inoculant. We tested these assays in nursery conditions. T. harzianum solution (0.5% v/V) was used in the nursery assay (applied over soil after the sowing). For this research, we evaluated variables of vigor and germination and there was a control treatment (non-inoculated). About nursery assay results, there was a positive interaction for all species between seeds and seedlings and T. harzianum, except for T. aurea and C. quercifolius. For all species tested in this research, we suggest that other seed or soil treatments can be tested in environmental Caatinga Biome conditions to expand this knowledge about the interaction between Trichoderma harzianum and seedlings and seeds from Caatinga biome.
Clívia Suelem Feitosa de Araújo, Gilliane Sara Da Silva Moraes, Juliana Ramos de Souza Diniz, Thiago De Paula Protásio, Selma Lopes Goulart
Published: 5 July 2022
BIOFIX Scientific Journal, Volume 7, pp 150-159; https://doi.org/10.5380/biofix.v7i2.85707

Abstract:
As espécies arbóreas da floresta tropical amazônica são ainda pouco conhecidas devido à ausência de estudos, o que dificulta a aplicação em determinadas condições de uso. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo determinar as propriedades tecnológicas das madeiras de espécies florestais amazônicas. Foram analisadas 17 espécies, determinando as propriedades físicas e os parâmetros colorimétricos da madeira (L*, a*, b*, C* e h*). Os valores de densidade básica apresentaram variações significativas, variando de 0,29 g.cm-3 a 0,79 g.cm-3. Para o coeficiente anisotrópico, apenas 11,76% das espécies foram classificadas como excelentes. Foram observadas diferenças significativas para a maioria das espécies, indicando efeito de lenho para a contração tangencial total, contração radial total e contração tangencial parcial. Foi possível observar que não há efeito de interação do lenho para os valores de densidade e coeficiente anisotrópico. As análises estatísticas mostraram diferenças significativas para os parâmetros colorimétricas (L*, a*, b*, C* e h*) da madeira, evidenciando sua eficiência no agrupamento das 17 espécies florestais. A coordenada b* é a principal responsável pelas variações de cores entre as espécies. A distinção de cores entre espécies analisadas permitiu a organização em seis grupos de cores. As análises de correlação entre a cor, densidade aparente e densidade básica demonstraram que as madeiras mais densas são mais escuras e apresentam mais pigmento vermelho (a*). As análises estatísticas indicaram que as características avaliadas são eficientes para o agrupamento e identificação do potencial de uso das madeiras. A colorimetria pode ser uma importante análise para auxiliar no controle da qualidade da madeira.
Thiago Costa Ferreira, Manoel Rivelino Gomes de Oliveira, Aldrin Martin Perez-Marin
Published: 5 July 2022
BIOFIX Scientific Journal, Volume 7, pp 116-124; https://doi.org/10.5380/biofix.v7i2.84057

Abstract:
The overcoming dormancy of Fabaceae seeds from the Brazilian Dry Seasonal Forest were realized with non-sustainable technologies (acid or physical treatments). Ultrasound waves can be a sustainable alternative and innovation to these technologies cited. Then, this research aims at the evaluation of ultrasound waves overcoming dormancy in seeds from Brazilian Dry Seasonal Forest. For this purpose, the following species were tested: Mimosa tenuiflora, Pityrocarpa moniliformis, Sesbania virgata, and Vachellia farnesiana. The seeds were previously immersed in distilled water for 24 hours before treatment, then divided into five treatments and submitted to 0, 90, 180, 270, or 360 seconds [25.0 ± 2.0ºC and 42 kHz frequency] and sown in the nursery. Variables of emergence and vigor in seeds and seedlings and descriptive statistics, ANOVA, and Pearson correlation were analyzed to analyze the data obtained. The use of ultrasound (frequency of 42 kHz) in different periods of exposition (0, 90, 180, 270, or 360 s) did not promote uniformity of emergence and vigor in seeds and seedlings of M. tenuiflora, P. moniliformis, S. virgata, and V. farnesiana. Other protocols based on this research can be carried out to improve the forest management of species.
Carolline Lopes dos Santos, Clívia Suelem Feitosa de Araújo, Jainara Santos Jansen, Willian Santos Paiva, Thiago De Paula Protásio, Selma Lopes Goulart
Published: 5 July 2022
BIOFIX Scientific Journal, Volume 7, pp 143-149; https://doi.org/10.5380/biofix.v7i2.84430

Abstract:
Dentre as etapas envolvidas no processo de beneficiamento da madeira, a secagem pode ser destacada como de suma relevância. O objetivo deste trabalho foi avaliar a secagem ao ar livre de tábuas de castanheira (Bertholletia excelsa) e analisar os defeitos resultantes desse procedimento. Foram construídas duas pilhas de secagem; uma com tábuas de espessura de 25 mm (pilha 1) e outra com espessura de 30 mm (pilha 2). As peças de madeira foram avaliadas ao longo de 100 dias. As amostras controladoras de umidade foram pesadas diariamente. A perda de água constatada para a espécie em questão, foi lenta, com taxa de secagem concentrada em 0,01% por dia. Quanto aos defeitos, 97,22% das tábuas da pilha I apresentaram encurvamento, enquanto na pilha II, foram 91,11% delas. O percentual de encanoamento e arqueamento foram baixos na pilha I, mas se sobressaíram na pilha II, sendo de 22,22% e 15,56%, respectivamente. Mesmo com perdas de umidade significativas nos primeiros 35 dias, a secagem não foi completamente eficiente, possivelmente pela intensidade pluviométrica durante o estudo, a qual acarretou ganho de umidade pelas peças de madeira.
Pablo Gomes Passaglia, Suani Teixeira Coelho, Mônica Joelma Do Nascimento Anater
Published: 5 July 2022
BIOFIX Scientific Journal, Volume 7, pp 160-166; https://doi.org/10.5380/biofix.v7i2.86113

Abstract:
Atualmente, 2,01 bilhões de toneladas de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) são geradas anualmente no mundo, e dentre eles estão os Resíduos de Poda Urbana (RPU), que possuem alto potencial de aproveitamento. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), determina que a destinação final ambientalmente adequada de resíduos inclui, dentre outros, o aproveitamento energético do material. Este trabalho tem por objetivo analisar alternativas para o aproveitamento energético dos resíduos de biomassa vegetal gerados no Campus Universitário da Universidade de Uberaba, Minas Gerais. Após o levantamento dos procedimentos de manejo, destinação atual e quantificação dos resíduos oriundos de podas, roçagem e limpeza das áreas vegetadas, foi avaliado, com o auxílio de material bibliográfico, o potencial energético passível de aproveitamento. Considerando os processos de densificação, biodigestão, gaseificação e pirólise, a economia avaliada com a energia elétrica gerada, por estas rotas de conversão, são avaliadas em no máximo 2,1%, 1,1%, 3,8% e 3,2% respectivamente. Conclui-se que apesar do volume significativo de resíduos gerados, o investimento necessário para implantação de sistemas de conversão da biomassa em energia elétrica, não se viabilizam. No entanto a conversão destes resíduos através da rota de densificação, em especial na forma de pellets demonstrou-se uma alternativa a ser considerada, sobretudo por ser uma forma sustentável de armazenamento de energia.
Saulo Jorge Téo, João Henrique Esteves
Published: 3 January 2022
BIOFIX Scientific Journal, Volume 7, pp 66-73; https://doi.org/10.5380/biofix.v7i1.82184

Abstract:
A forma dos troncos das árvores é um importante parâmetro de qualidade e necessária para calcular e estimar o volume dos troncos das árvores, contudo varia conforme uma série de fatores, entre eles a idade das árvores. O objetivo deste estudo é demonstrar o efeito da idade sobre os parâmetros do polinômio do quinto grau e, consequentemente, sobre a forma do tronco de árvores de Pinus taeda L., visando a formulação de funções de afilamento, que podem representar troncos de diferentes formas. Os dados são provenientes de 631 árvores, com idades variando de 4 a 31 anos, de diversos povoamentos florestais na região Meio Oeste do estado de Santa Catarina, Brasil. Foi ajustado e testado o polinômio do quinto grau sem qualquer alteração, e com seus coeficientes expressos como função linear da idade, por meio do procedimento PROC NLIN do aplicativo computacional SAS® OnDemand for Academics. O polinômio do quinto grau, com os coeficientes e ajustados como função linear da idade, apresentou o melhor desempenho estatístico, realismo biológico e conformidade com o conhecimento teórico sobre a forma dos troncos das árvores de Pinus taeda. Dessa forma, apenas uma equação de afilamento foi capaz de estimar diâmetros ao longo do tronco de árvores de diferentes formas, com precisão e exatidão.
Charlote Wink, Suely Bezerra de Lima, Rafaella De Angeli Curto, Emanuel José Gomes de Araujo
Published: 3 January 2022
BIOFIX Scientific Journal, Volume 7, pp 46-52; https://doi.org/10.5380/biofix.v7i1.81648

Abstract:
A acesso as tecnologias têm permitido mensurar as árvores de forma rápida, com menor custo e precisão, igualando-se as medições com equipamentos tradicionais. O objetivo foi avaliar a precisão de celulares, aplicativos e operadores na mensuração da altura de árvores em plantio de eucalipto. A altura total foi mensurada em 54 árvores, localizadas em 18 parcelas distribuídas sistematicamente, por dois operadores, usando os aplicativos Measure Height® e o Hypsometer® e os celulares Samsung Galaxy J7® e Motorola Moto G7 Power®, comparada a altura real obtida com Hipsômetro Vertex IV®. Os resultados foram analisados pelo teste de normalidade de Kolmogorov-Smirnov e teste de Dunnett, ambos a 1% de probabilidade, análise gráfica de resíduos e estatística complementar. A altura total real média foi 31,04m (desvio padrão de 1,93 e coeficiente de variação de 6,21%), com distribuição normal (K-S d = 0,07475 a 0,20142) e análise de variância (p<0,0001), ambos significativos. Pelo teste de Dunnett, somente a altura total estimada pelo Measure Height® nos dois celulares diferiu da altura total real obtida pelo Vertex. Independentemente do celular, o aplicativo Hypsometer® se aproximou do valor real. O celular Samsung® e operador 2 foram mais eficientes na estimativa, devido a distribuição de resíduos ser menos tendenciosa e mais homogênea, com menor diferença entre a estimativa e o valor real. Portanto, a exatidão na medição da altura total das árvores depende do celular, especialmente das características dos sensores, que pode influenciar no desempenho dos aplicativos, bem como na habilidade do operador na mensuração florestal.
Published: 3 January 2022
BIOFIX Scientific Journal, Volume 7, pp 53-60; https://doi.org/10.5380/biofix.v7i1.82066

Abstract:
This work aimed to investigate the potential of image-derived indices derived from Sentinel-2/MSI images in the volumetric modeling of a stand of Pinus taeda L. located in Bom Retiro, State of Santa Catarina. For this purpose, field data derived from a forest inventory were used, by the fixed area method and simple random sampling with an allocation of 18 circular plots of 400 m². The remotely located data comprised an orbital image from the Sentinel-2/MSI sensor. From this image, 14 average vegetation indices per plot were calculated. These indices were correlated with the volume by plot (m³ 0.04 ha-1) derived from the inventory. The indices with the best correlation for volume by plot (m³ 0.04 ha-1) were the Generalized Difference Vegetation Index (GDVI) and Adjusted Soil Vegetation Index (SAVI) with 0.39 and 0.36, respectively. The best regression model completed using these VIs estimated the volume by plot with R² controls of 0.9402 and Syx of 1.44%. The use of spectral indices generated from Sentinel-2/MSI sensor data enabled the volumetric estimate of the Pinus taeda L. stand, not revealing differences between the volume accumulated by forest inventory and by orbital images. However, it is worth pointing out that new tests be carried out on other forest species and with medium to high spatial resolution sensors.
Back to Top Top