Labor e Engenho

Journal Information
EISSN : 2176-8846
Published by: Universidade Estadual de Campinas (10.20396)
Total articles ≅ 395
Current Coverage
DOAJ
Archived in
SHERPA/ROMEO
Filter:

Latest articles in this journal

Eduardo Álvarez Pedrosian, María Amado Mannise, Natalia Bolaña Caballero, , Siboney Moreira Selva, , Alma Varela Martínez
Abstract:
Este artículo es resultado de un proceso de diálogo interdisciplinario entre perspectivas de la antropología, la arquitectura y la comunicación, centrado en el habitar durante la pandemia de Covid-19. En primer lugar presentamos las claves teórico-metodológicas de este diálogo experimental. Luego, reflexionamos acerca de las mutaciones de la dimensión de lo doméstico, para después focalizarnos a partir de otros casos etnográficos en una de las tensiones principales de esta crisis en principio sanitaria, entre el cuidado y la soledad. Esto nos lleva a situaciones en las que se revaloriza el cuerpo y se buscan nuevas formas de ejercer los derechos en los espacios públicos. Por último, exploramos desde un ejercicio poético las potencialidades proyectuales en los peores momentos del confinamiento, para concluir sobre los aprendizajes etnográficos y los desafíos para la imaginación proyectual.
, Alcilia Afonso De Albuquerque Melo
Published: 31 December 2021
Abstract:
A revista Labor & Engenho tem a satisfação de apresentar o seu volume 15, com 25 artigos de excelente qualidade, sendo que 10 deles compõem o “Dossiê Documentação do Patrimônio Cultural” organizado pelo Comitê Científico Nacional de Documentação do Icomos Brasil. Sabe-se que o Icomos – International Council on Monuments and Sites – é uma organização não governamental global, fundada em Veneza [Itália] no ano de 1964, para promover a conservação, proteção, uso e valorização de monumentos, sítios urbanos, naturais e rurais, paisagens e o patrimônio imaterial. O Comitê Brasileiro do Icomos foi fundado em 1978 no Rio de Janeiro. Desde 2016, o Icomos Brasil – Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios – vem se reorganizando e criando representações regionais e estaduais, assim como os comitês científicos nacionais, dentre os quais o de “documentação”, coordenado pela professora doutora Alcilia Afonso de Albuquerque e Melo [Alcilia Afonso], membro efetivo do Conselho Editorial da Labor & Engenho, quem, nesta edição, apresenta o “Dossiê Documentação do Patrimônio Cultural”, e assina o Editorial em coautoria com André Munhoz de Argollo Ferrão [André Argollo], o Editor-chefe da Labor & Engenho.
Published: 31 December 2021
Abstract:
A ideia de Ordenamento Territorial como instrumento de planejamento e gestão do território é um processo em desenvolvimento, cuja prática visa organizar o uso e a ocupação do território conjugando objetivos específicos para os diferentes níveis territoriais. A proteção e a gestão do ambiente em consonância com a organização física do território constituem domínios distintos em estreita inter-relação, essenciais para um desenvolvimento equilibrado e sustentável. A Avaliação de Impacto Ambiental e o processo de licenciamento ambiental podem ser considerados como uma prática de ordenamento territorial. No Brasil há que se percorrer um longo caminho para o uso efetivo do ordenamento territorial como instrumento de planejamento, não só no âmbito de atividades setoriais, tal como o licenciamento ambiental, mas como uma política de Estado no intuito de reduzir as desigualdades territoriais.
Zanoni Neves
Published: 29 December 2021
Abstract:
As origens rurais de Afonso Arinos explicam a essência de sua obra literária. Em linhas gerais, Arinos inclui-se no movimento literário denominado regionalismo, que deita raízes no romantismo de Franklin Távora e de outros autores de mesma orientação. Em seu livro Pelo sertão, obra seminal da literatura brasileira, Arinos bebe na fonte das classes populares: a linguagem, os temas, a mitologia, os personagens (tipos regionais), são inspirados em suas vivências no Município de Paracatu [MG], onde nasceu e onde sempre viveram parentes próximos. Outro traço marcante de sua literatura é, sem dúvida, o cerrado com sua fauna e flora, bioma onde se localiza sua cidade natal.
Celma Chaves, Bernadeth Beltrão, Rebeca Dias
Published: 28 December 2021
Abstract:
O “Morar Moderno” é um projeto desenvolvido por meio da Lei Federal nº 14.017/20, do Edital Patrimônio Cultural Material – Lei Aldir Blanc Pará 2020, e desenvolvido pelo Coletivo Cultura Arquitetônica, Amazônia e Modernidade (CAAM). Neste artigo, será explorada uma estratégia de educação patrimonial que vise a divulgação e reconhecimento da arquitetura moderna residencial produzida em Belém e a criação de um website como resposta a essa necessidade, evidenciando suas etapas de desenvolvimento. Busca-se também examinar a trajetória tomada pela documentação e historiografia da arquitetura quando o debate orbita a construção e divulgação de acervos digitais, já que o “Morar Moderno” trata justamente de compilar, em uma página da web, os dados levantados pelo Laboratório de Historiografia da Arquitetura e Cultura Arquitetônica (Lahca/UFPA) acerca da arquitetura residencial moderna produzida entre 1940 e 1980. O artigo atesta que a formalização de um projeto nesta temática visa criar condições para que a população conheça e reconheça o Patrimônio Moderno edificado em Belém e possa contribuir com práticas para preservá-lo.
Jonathan Hammurabi González Lugo, Martha Yolanda Pérez Barragán
Published: 28 December 2021
Abstract:
Una de las necesidades vitales de todo ser humano es socializar, por ello las ciudades deberían ofrecer a todo habitante espacios para el encuentro y la convivencia. No obstante, en algunas colonias como lo son las populares se carece de áreas que respondan a esta necesidad, lo que propicia que los habitantes encuentren áreas en desuso y mediante negociaciones las habiliten y utilicen para realizar actividades de tipo social creando sus propios lugares de encuentro. Si embargo, es evidente que no todos tenemos las mismas formas de convivir y relacionarnos, razón por la cual para coexistir en estos lugares se realizan acuerdos, que les permite con el tiempo establecer formas para llevar a cabo una practica social en armonía. La investigación logró indagar los mecanismos en que se organizan estos grupos de personas mediante la observación directa; los datos obtenidos nos permiten comprender la vitalidad y permanencia que estos lugares han logrado. Este trabajo expone algunas negociaciones y formas de organización de lugares para la socialización, el deporte y el encuentro creados por las personas; grupos sociales que habitan en diversas colonias populares de San Luis, las cuales se han mantenido por varias décadas con mucha vitalidad.
Francisco Mercado Diaz de Leon, Fernando Padilla Lozano, Alejandra Torres Landa López
Published: 22 December 2021
Abstract:
En los últimos años, se ha acrecentado el interés por reducir el consumo de recursos, para lograr un mayor nivel de sustentabilidad, una solución arquitectónica que esté preparada para cambiar sinérgicamente con los usuarios aumentando el ciclo de vida de los edificios y con esto, reduce su huella ambiental. Cuando las personas buscan una vivienda recurren a distintas opiniones profesionales (arquitectos, valuadores, diseñadores, agentes de venta, etc.). Todos los involucrados en la definición de un edificio tienen intereses diferentes y posiciones distintas sobre la implementación de algún tipo de diseño arquitectónico. Los interesados juegan el papel de promotores o barreras para la implementación de arquitectura adaptable. (Schmidt III & Austin, 2016) El presente documento, presenta el resultado de la exploración de la posición de una muestra de 142 arquitectos y diseñadores de vivienda, respecto a el conocimiento de conceptos de arquitectura adaptable y el interés de utilizarlos en sus proyectos. Los resultados muestran positivamente la disposición de implementar diseños adaptables en vivienda y las principales preocupaciones e incredulidades sobre la postura de otros interesados.
Clarice De Assis Libânio, Camila Silva Morais
Published: 21 December 2021
Abstract:
O presente artigo aborda de forma sistemática e histórica a criação e consolidação da Lei Robin Hood em Minas Gerais e do Programa ICMS Patrimônio Cultural, instrumento de normatização para implementação do critério patrimônio cultural da referida Lei pelas municipalidades. Apresenta e explicita as diretrizes e normativas elaboradas pelo IEPHA/MG, responsável pela coordenação do Programa, voltadas para a gestão, proteção, salvaguarda e promoção do patrimônio cultural local, inclusive as alternativas buscadas para o período da pandemia. Além disso, apresenta alguns indicadores nestes 25 anos de existência do Programa, avaliando os ganhos obtidos, pari passu aos desafios enfrentados.
Bárbara Roberta Morais, Juan David Méndez-Quintero, ,
Published: 17 December 2021
Abstract:
O presente artigo tem como objetivo relatar um histórico de estudos e o estado da arte no que se refere ao conceito de telhados verdes nas políticas públicas ambientais e nas pesquisas relacionadas à mitigação das inundações urbanas. Para tanto, foi realizada uma revisão bibliográfica histórica das técnicas e estudos, utilizados nos últimos 15 anos, em processo de gestão e planejamento para a implantação de telhados verdes como medida mitigadora das inundações urbanas. Foram utilizados os repositórios de busca Scopus, Periódicos da Capes e Scielo. A busca foi realizada por meio de um conjunto de palavras-chave selecionadas e suas combinações nos idiomas português, espanhol e inglês. Após tratamento e análise das informações, obteve-se 33 obras, nas quais se relatam as aplicações e exemplos práticos, bem como a evolução em função da inovação tecnológica. Nos documentos selecionados foi possível observar que existem legislações vigentes acerca do tema e que os telhados verdes de fato são eficientes na gestão das águas pluviais urbanas, contribuindo não somente na mitigação das inundações das cidades, mas também com outros fatores ambientais como as ilhas de calor. Ademais, foi observado que o desempenho na detenção e redução do escoamento superficial é aumentado quando se faz uso de mais de uma técnica sustentável de gestão das águas pluviais, como a utilização de telhados verdes e pavimentos permeáveis.
Ana Maria Girotti Sperandio, Tailana Fraga Lima
Published: 17 December 2021
Abstract:
O estudo parte do pressuposto que a implantação de novas tecnologias sociais, baseada na perspectiva de gênero, torna-se importante instrumento para minimizar as desigualdades da sociedade contemporânea, promovendo ambientes saudáveis e resilientes. Assim, este artigo busca descrever e sistematizar as ações desenvolvidas por um grupo de mulheres para construção de um espaço coletivo e plural a partir do cultivo de Plantas Alimentícias e Medicinais. O trabalho consiste na apresentação de uma experiência ao Viveiro Municipal de Santa Bárbara d’Oeste, cidade localizada no interior do estado de São Paulo, Brasil, onde um grupo de mulheres ocupou o espaço urbano para viabilizar a implementação do viveiro. O projeto é monitorado pelo Grupo de Pesquisa em Metodologias do Planejamento Urbano e Cidades Saudáveis da Universidade. Para tanto, foi realizada uma revisão bibliográfica e documental com a utilização do método observacional e apoio de registros fotográficos para levantamento de dados multidisciplinares para compreensão das variáveis envolvidas com o desenvolvimento do projeto. Durante os anos de 2019-2020 foi identificada a atuação e contribuição feminina no processo de construção de ambientes humanizados, participativos e seus efeitos nas condições de saúde de moradores do entorno. O trabalho desenvolvido em rede indica a facilidade da mulher de responder aos princípios da cidade saudável, apresenta animosidades próprias que podem subsidiar a formação de novas políticas e esforços coletivos que determinam a melhoria das condições e modos de viver.
Back to Top Top