Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

Journal Information
ISSN / EISSN : 2446-8606 / 1982-5587
Total articles ≅ 820
Current Coverage
ESCI
DOAJ
Archived in
SHERPA/ROMEO
EBSCO
Filter:

Latest articles in this journal

Eder Angelo Sanches,
Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação pp 37-67; doi:10.21723/riaee.v16i1.13448

Abstract:
Este estudo se propõe descobrir relações entre gênero e rendimento escolar, composto em especial por valores de metas acadêmicas (3 fatores psicossociais não-cognitivos), de uma amostra de alunos de 11 a 17 anos inseridos na rede de ensino fundamental II e médio de Brasília-DF, capital do Brasil. A pesquisa se inscreveu em uma perspectiva motivacional, que se sustenta em um desenho transversal descritivo e correlacional com metodologia qualitativa e quantitativa. Se aplicou o Questionário de Metas Acadêmicas de Hayamizu e Weiner (1991). Descreveu-se e aplicou, empiricamente, a um grupo de alunos dos gêneros masculino e feminino. Foi possível demonstrar que não existiram correlações entre as variáveis devido à normalidade estatística da amostra. No entanto, os resultados da descrição fazem supor impactos positivos em metas de aprendizagem e metas de obtenção, pelo alto nível de pontuação obtido na descrição da amostra e pela consistência dos dados, e impactos negativos em metas de reforço social. O fato mais chamativo foi a contradição encontrada com os resultados obtidos por Cominetti e Ruiz (1997), que se baseiam em sustentar que o fator gênero ajuda a modular as relações com o rendimento escolar. Esta pesquisa contribui cientificamente com novos elementos às literaturas sobre o assunto.
Luciane Maria Ribeiro Da Cruz Santos, Carlos Roberto Jamil Cury
Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação pp 258-275; doi:10.21723/riaee.v16i1.14064

Abstract:
O presente artigo demonstra a dificuldade de concretização das políticas públicas educacionais brasileiras após a aprovação da Constituição de 1988 e da Lei de Diretrizes e Bases de 1996. A narrativa de sete homens sentenciados por processos criminais, com idades inferiores a 29 anos, sobre o início de suas vidas escolares ilustra aspectos concretos da ausência do poder público no atendimento das famílias de classes sociais menos favorecidas economicamente. Os dados foram recolhidos de uma tese de doutorado realizada pela primeira autora no Programa de Pós-graduação em Educação da PUC-MG. O conjunto de entrevistas semiestruturadas foi analisado buscando os indicadores da concretização dos objetivos da República e da Educação Nacional. Observou-se a exclusão educacional articulada ao conjunto de mecanismos responsáveis pela promoção da justiça social e a fragilidade da conquista dos direitos do indivíduo por um processo de inclusão excludente dos direitos sociais.
, Soeli Francisca Mazzini Monte Blanco
Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação pp 341-360; doi:10.21723/riaee.v16i1.13551

Abstract:
Este artigo objetiva compreender como as desigualdades sociais originam dificuldades de leitura, escrita, aritmética e como essas questões de ordem social são transformadas em supostos diagnósticos clínico-biológicos em estudantes da Educação Superior. Os contornos metodológicos envolvem um estudo de caso de uma estudante encaminhada para a clínica fonoaudiológica para avaliação clínica. Os dados demonstram que as dificuldades acadêmicas da universitária são consideradas como “alterações de cunho patológico” por que refletem mecanismos de manutenção e reprodução de desigualdades sociais. A Universidade, por sua vez, não consegue fazer com que o apoio pedagógico institucional dê conta das dificuldades da acadêmica, devido às especificidades do curso de graduação. A partir disso, conclui-se que um possível caminho a ser construído no contexto da Educação Superior seja (trans)formar os cursos a partir da perspectiva do Desenho Universal para a Aprendizagem (DUA).
Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação pp 127-152; doi:10.21723/riaee.v16i1.13473

Abstract:
As avaliações externas e seus indicadores vêm responsabilizando unilateralmente a escola e seus profissionais pelos resultados atingidos por estudantes, desconsiderando o peso das condições objetivas para o desenvolvimento do trabalho escolar, o que afeta a autoestima dos professores e gestores. Objetiva-se com este estudo, identificar e analisar as condições objetivas das escolas públicas do ensino fundamental de uma diretoria de ensino, com destaque à dimensão infraestrutura. Para tal, a metodologia utilizada envolve abordagem quanti-qualitativa e conjuga pesquisas bibliográficas, análise documental e aplicação de questionários. A coleta de dados consistiu em questionário google docs encaminhado aos professores dos anos finais do Ensino Fundamental de uma Diretoria de Ensino do oeste paulista. Como resultados, identificamos que das 47 escolas pesquisadas, 22 (46,80%) possuem infraestrutura elementar e 24 (51,06%) podem ser enquadradas como infraestrutura básica; nenhuma adequada e nenhuma avançada, que seria o nível mais elevado da escala de infraestrutura proposta por Soares Neto, Jesus, Karino e Andrade (2013). Os indicadores da dimensão infraestrutura evidenciam que as condições objetivas são predominantemente precárias, o que compromete o desenvolvimento do trabalho docente. Entretanto, as condições objetivas são subestimadas nos processos avaliativos, que culpabilizam apenas um dos polos, ou seja, a escola e seus profissionais, pelos resultados das avaliações externas, e não responsabilizam o Estado pelo seu não oferecimento. Consideramos a necessidade da discussão dos resultados avaliativos na perspectiva de uma responsabilização compartilhada, ou seja, participativa, em que o poder público se reconheça no processo de melhoria da qualidade, assumindo a parte que lhe cabe.
Ingrid Del Valle García Carreño
Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação pp 189-209; doi:10.21723/riaee.v16i1.13423

Abstract:
The objective of this research is to describe the four dimensions of distributed leadership (DL) to know the perception of the directors of two of the public and primary education centers in Madrid, Spain. METHOD. The research design is a qualitative study with a case study. The main objective is to understand the perception of four dimensions of DL and the actions of the Director through two representative cases of public schools. The techniques used to gather information were documentary analysis, in-depth structured interviews (with their respective guide) and observation. The guide allows you to collect the perception developed by the directors in the context studied, and to know the relevance they grant them. RESULTS AND DISCUSSION. The results found are very broad and correspond to the two directors surveyed.
Josilene Domingues Santos Pereira, Sabrina David De Oliveira,
Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação pp 153-175; doi:10.21723/riaee.v16i1.12883

Abstract:
A deficiência múltipla (DMu) vem sendo tratada como um quadro complexo de definição e caracterização. Esse tipo de deficiência tem sido pouco estudado no Brasil, principalmente no âmbito educacional. Os objetivos deste estudo foram descrever e analisar as definições dos termos DMu e deficiência múltipla sensorial (DMS) em teses e dissertações brasileiras. Realizou-se uma revisão sistemática na base de dados da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), no recorte temporal de 1999 a 2018. Foi realizada uma análise de conteúdo temática das definições dos termos adotados nos trabalhos acadêmicos. Os resultados demonstraram que há uma produção exígua (n=18) de teses e dissertações sobre essa temática no contexto brasileiro, sendo maior a quantidade de dissertações (n=12) do que de teses (n=6). Além disso, observou-se a adoção de definições diversas para os termos DMu e DMS, produzindo flutuações conceituais ao longo do tempo. Notou-se também que a definição de DMu varia entre dois aspectos: a quantidade de manifestações das condições e a qualidade de funcionamento do indivíduo. Foi possível perceber ainda que a DMS é um subtipo no âmbito da DMu que engloba as deficiências visuais ou auditivas associada a outras condições. Conclui-se que esse tema tem sido pouco estudado pelos pesquisadores da Educação Especial e que há necessidade de compartilhar uma definição comum para permitir o avanço nas pesquisas sobre a temática no Brasil. Por fim, sugere-se que esse tipo de deficiência, a partir do panorama apresentado, seja mais contemplado, especialmente em pesquisas na área da Educação Especial.
Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação pp 246-257; doi:10.21723/riaee.v16i1.13760

Abstract:
Instructional technologies have been used extensively after the spread of COVID19. Council of Higher Education in Turkey closed down all the universities and embarked on online education by issuing a statement that all universities were free to choose the platform they wished to use. This study aims at discovering how online language teacher education programmes yielded emerging patterns and how teacher trainees’ perspectives were in relation with these online language teacher education programmes. To reach this aim, 275 teacher trainees at the Department of English Language Teaching participated in the study and semi-structured interviews were held with them. This discussion illuminates critical issues and attitudes of teacher trainees along with the challenges unique to programmes as a future research agenda.
Ilana Laterman, Regina Szylit
Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação pp 320-340; doi:10.21723/riaee.v16i1.14472

Abstract:
Este artigo apresenta um estudo exploratório sobre professoras que perderam um aluno/a por morte por doença no Fundamental I. Enfoca recursos e desafios em lidar com tal situação frente à turma de crianças. Adota uma perspectiva multidisciplinar entre os estudos de luto e morte na área da saúde, bases da psicologia histórico-cultural e da educação. Identifica, nos casos estudados, incertezas no ambiente escolar e processos visando equilibrar, nos dias e meses, o turbilhão de emoções e a vida cotidiana da turma em sala de aula. Competiu às professoras e às equipes pedagógicas coordenar a transição entre luto e vida escolar; estabelecer um ambiente acolhedor e seguro; e propor modos de lidar com os desafios emocionais e cognitivos decorrentes da perda do colega. Os resultados estão organizados, ainda, por meio das práticas realizadas pelas professoras entrevistadas e consideradas por elas fundamentais para o suporte da vida escolar nas situações vividas.
Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação pp 3-19; doi:10.21723/riaee.v16i1.13354

Abstract:
O presente artigo inicia apresentando a trajetória das Universidades desde o surgimento no período medieval, com a criação de uma comunidade de scolares; passando pelo fenômeno da nacionalização, com a consequente perda do seu caráter inicial influenciado pelas escolas de ofício e posteriormente pela ordem eclesiástica e imperial; abordando nesse bojo o processo de estatização a partir da revolução francesa. A universidade brasileira, fortemente influenciada até a década de 1970 pelo modelo europeu, foi impactada pelas premissas das reformas educacionais e objetivos delineados para uma estrutura integradora entre ensino e pesquisa, que ocorreu de forma mais efetiva a partir da década de 1980, movimento apresentado juntamente com as iniciativas de internacionalização da universidade. Por último, são elencadas as estratégias para o desenvolvimento de um projeto de internacionalização das universidades brasileiras no século XXI sob a premissa de que para conceber a cooperação internacional, como parte integrante das missões institucionais, cabe às universidades a criação de mecanismos e estruturas apropriadas para promover a internacionalização como um dos pressupostos indicativos desse direcionamento.
, José Maria Avilés Martínez, Catarina Carneiro Gonçalves, Fernando Andrade, Larissa Di Genova Boni, Natália Cristina Pupin Santos
Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação pp 292-319; doi:10.21723/riaee.v16i1.14477

Abstract:
Embora o bullying ocorra nas relações paritárias, sua prevenção e superação na escola demandam intervenção de docentes, que precisam ser capazes de levar estudantes à consciência do conteúdo moral em jogo numa situação de vitimização: isso requer dos professores conhecimento sobre valores implicados nesta violência, sensibilizando-se diante dela. Todavia, estudos evidenciam que muitos professores responsabilizam os alvos pelas situações de maus tratos ou deslocam a responsabilidade de intervir para as famílias: para tanto, valem-se de desengajamentos morais através dos quais diminuem ou refutam o problema, impossibilitando ações para superá-lo. Assim, objetivamos validar instrumento de pesquisa capaz de identificar as formas mais recorrentes de Desengajamento ou Engajamento Moral manifestas por docentes. Após ampla revisão da literatura, elaboraram-se duas histórias caracterizando situações envolvendo alvo típico e provocador, seguidas de 14 itens avaliativos adequados às oito formas de Desengajamento Moral definidas por Bandura e três formas de Engajamento Moral construídas para esta pesquisa. Após a Análise de Componentes Principais, aplicou-se o instrumento a uma amostra de 921 professores de escolas brasileiras e espanholas. Os resultados demonstraram a aceitação do modelo teórico proposto, cargas fatoriais significantes nos diferentes fatores e adequada fidedignidade do instrumento.
Back to Top Top