Águas Subterrâneas

Journal Information
ISSN / EISSN : 01017004 / 21799784
Total articles ≅ 528
Current Coverage
DOAJ
Archived in
SHERPA/ROMEO
Filter:

Latest articles in this journal

Gercica Macêdo, Willames Soares
Águas Subterrâneas, Volume 34, pp 166-176; doi:10.14295/ras.v34i2.29809

Abstract:
O solo é de suma importância na drenagem urbana, pois auxilia na retenção da água proveniente das chuvas, através da infiltração, e reduz o escoamento superficial que tem como consequência as inundações urbanas. Determinar as propriedades hidrodinâmicas do solo é essencial para compreender esses processos. As propriedades hidrodinâmicas do solo são determinadas pela curva de retenção da água no solo e a curva de condutividade hidráulica. A determinação das propriedades hidrodinâmicas do solo requer ensaios de campo e de laboratório bastante dispendiosos, oneram e demandam um longo tempo de execução. Desse modo, o objetivo desse trabalho é determinar as propriedades hidrodinâmicas do solo pelos métodos Beerkan e Função de Pedotransferência. O estudo foi realizado no Instituto Federal de Pernambuco, Campus Recife, constituindo-se das etapas de coleta de amostras, ensaios de campo e ensaios de laboratório. O perfil do solo dos pontos amostrais do local de estudo foi classificado como franco arenoso. As propriedades hidrodinâmicas do solo obtidos pelo método da Função de Pedotransferência estão coerentes com os observados na literatura e as curvas de retenção do solo e de condutividade hidráulica, apresentaram comportamento semelhante em todos os pontos analisados. Para o método Beerkan, foram determinados os parâmetros de forma e de normalização, apresentando valores aceitáveis comparados aos da literatura e além disso, as curvas de infiltração ajustadas, as curvas de retenção e condutividade hidráulica nos pontos analisados tiveram comportamentos semelhantes entre elas.
Caetano Pontes Costanzo, Alexandre Campane Vidal
Águas Subterrâneas, Volume 34, pp 177-190; doi:10.14295/ras.v34i2.29792

Abstract:
Esta pesquisa aplica a análise de favorabilidade para a exploração de águas subterrâneas, visando à diminuição do risco exploratório em função, principalmente, das características da rocha reservatório em região costeira. O estudo foi elaborado com dados de litologia, vazão, nível estático e nível dinâmico de poços instalados próximos à cidade de São Luís / MA em área portuária / industrial. A área alvo foi escolhida devido à complexidade geológica e a proximidade com o mar, que acarretam baixa previsibilidade no comportamento hidrodinâmico antes dos projetos de perfuração, além de ser demandante de altas vazões de água subterrânea. As áreas com valores de capacidade específica superiores a 1,0 m3/h/m foram consideradas produtivas. Os resultados encontrados limitaram três principais áreas (norte, centro-leste e sudoeste) com maiores potenciais de exploração em função dos dados disponíveis de descrição litológica e vazão. Além disso, o maior valor de contraste encontrado na pesquisa (4,98) esteve associado à variável porcentagem de arenitos, o que demonstra ser esta variável um fator importante para o potencial exploratório do aquífero nesta área.
Maria Karolina Borba Cardoso, Yohanna Jamilla Vilar De Brito, Karyna Steffane Da Silva, Camylla Barbosa Silva, Carlos António Pereira De Lima, Keila Machado De Medeiros
Águas Subterrâneas, Volume 34, pp 135-142; doi:10.14295/ras.v34i2.29799

Abstract:
Para o consumo humano e as demais atividades domésticas, os moradores do semiárido brasileiro utilizam águas de diversas fontes. Portanto, a análise da qualidade da água é de vital importância, principalmente por utilizarem águas de poços com alto teor de salinidade. Em contrapartida, é um território de elevada incidência de radiação solar, que é fundamental para a dessalinização via energia solar. Desta forma, nesta pesquisa foram realizadas análises físico-químicas de alcalinidade, cloreto, condutividade elétrica, dureza, pH, sódio e turbidez, com o objetivo de determinar a qualidade da água antes e após o processo de dessalinização solar, como também foi avaliado o rendimento do dessalinizador. As águas dessalinizadas apresentaram resultados muito eficientes na remoção dos parâmetros físico-químicos estudados, estando os mesmos de acordo com os padrões de potabilidade exigidos pela Portaria do Ministério da Saúde vigente no país.
Yohanna Jamilla Vilar De Brito, Maria Karolina Borba Cardoso, Karyna Steffane Da Silva, Camylla Barbosa Silva, Keila Machado De Medeiros, Carlos António Pereira De Lima
Águas Subterrâneas, Volume 34, pp 156-165; doi:10.14295/ras.v34i2.29773

Abstract:
A escassez hídrica tem atingido significativamente a região nordeste do Brasil. Embora esta região não possua grande disponibilidade de água potável para o consumo humano, há águas salobras, que ao passar por processo de dessalinização tornam-se adequadas para o consumo humano. Um dessalinizador solar tipo bandeja com dupla inclinação foi utilizado com o intuito de obter uma água tratada conforme os padrões de potabilidade para o consumo humano. O objetivo deste trabalho foi analisar o desempenho térmico e a qualidade da água antes e após o processo de dessalinização. As águas brutas foram oriundas de três poços de comunidades rurais, Sítio Escurinha do Meio (Poço P1), Sítio Poço da Pedra (Poço P2) e Sítio Escurinha de Baixo (Poço P3) no município de Juazeirinho – PB. Foi observado uma produção média de água potável de 1583,3 mL.m-2.dia-1 para um índice de radiação solar média de 1.005,4 W.m-2. Os parâmetros físico-químicos da água bruta e dessalinizada foram monitorados, ocorrendo reduções significativas, principalmente no teor de sódio de 98,33%, 99,92% 97,83% e na condutividade elétrica de 97,79%, 99,13% e 97,69%, para os poços P1, P2 e P3 respectivamente.
Mateus Nascimento Vieira De Melo, Rodrigo Lilla Manzione, Adilson Pinheiro, Gustavo Antonio Piazza, Edson Torres, Vander Kaufmann
Águas Subterrâneas, Volume 34, pp 143-155; doi:10.14295/ras.v34i2.29810

Abstract:
Esse estudo analisou o comportamento de níveis freáticos em uma bacia hidrográfica rural localizada no município de Lontras, Alto Vale do Itajaí, Santa Catarina, sul do Brasil. Os níveis freáticos são monitorados em 3 poços (PZMC localizado em floresta ciliar e PZ2127 e PZ3 em pastagem). A precipitação e as cotas fluviométricas também são monitoradas, sendo as cotas referentes a estação fluviométrica instalada próxima ao PZ2127. A série de evapotranspiração de referência diária foi calculada pelo método de Samani. O monitoramento foi realizado no período de 01 de janeiro de 2012 a 15 de julho de 2019, somando 7,5 anos de dados. Realizou-se uma análise exploratória e uma análise de tendências dos níveis freáticos. A simulação dos níveis freáticos foi desenvolvida com o modelo Predefined Impulse Response Function In Continuous Time (PIRFICT), para o período de 31 de dezembro de 2014 a 19 de janeiro de 2016. Verificou-se uma tendência significativa de decaimento dos níveis do PZMC e do PZ3, e uma tendência significativa de elevação dos níveis do PZ2127. O modelo PIRFICT possibilita um ajuste aceitável para os níveis freáticos. Os erros foram baixos e foi possível caracterizar a relação dinâmica de impulso resposta entre as variáveis explicativas e os níveis observados. As informações obtidas através do monitoramento e modelagem dos níveis freáticos mostram-se necessárias para o gerenciamento dos recursos hídricos locais, planejamento e tomada de decisão.
Sasha Catarine Da Rocha Soares, Francimara Souza Da Costa
Águas Subterrâneas, Volume 34; doi:10.14295/ras.v34i2.29896

Abstract:
O acesso a água de qualidade na zona rural é uma problemática que requer atenção do governo, uma vez que a maioria das comunidades não tem acesso à água potável. Esse trabalho objetivou avaliar os parâmetros da água consumida pelos moradores do assentamento rural PA Paciá, localizado no município de Lábrea, Sul do Amazonas, comparando os indicadores analisados com o padrão de qualidade e potabilidade estabelecido pela portaria 2914/11 do Ministério da Saúde. Para isso, foram realizadas coletas em dezesseis poços do assentamento e foram analisados os parâmetros físicos (Turbidez, Cor, Dureza e Alcalinidade), químicos (pH, Ferro, Nitrato e Manganês) e microbiológicos (Coliformes totais, coliformes termotolerantes e Escherichia coli). O assentamento está dividido em três linhas e a linha 2 apresentou as piores condições de qualidade da água, com alterações nos níveis de pH, ferro, manganês, turbidez, cor, coliformes totais, coliformes termotolerantes e E. coli. Concluiu-se então que os moradores do assentamento estão consumindo uma água imprópria, estando sujeitos a problemas de saúde. Medidas precisam ser tomadas para mitigar e prevenir danos à saúde dos moradores.
Edson Henrique Cândido Miranda, Rafles Anselmo Da Mata, Luana Cláudia Pereira
Águas Subterrâneas, Volume 34; doi:10.14295/ras.v34i2.29902

Abstract:
Diante do avanço das simulações de águas subterrâneas nos últimos anos como forma de propor soluções para gestão de recursos hídricos, a presente pesquisa teve como objetivo a elaboração de um modelo hidrogeológico conceitual para o aquífero freático da Unidade 3 da Univiçosa, em que foi analisado o rebaixamento do nível de água do lençol freático através dos dados de bombeamento dos poços existentes no local e obtidos os parâmetros hidrodinâmicos do aquífero através do software Aquifer Test. Também foram realizadas análises potenciométricas dos poços bem como a relação entre a precipitação e a recarga do aquífero por intermédio de campanhas de monitoramento dos níveis de água estático e dinâmico dos poços e do regime de precipitação da região no intuito de se compreender o comportamento do lençol freático da região. Foi verificado que houve diferentes respostas ao bombeamento para os poços denominados “Frente Esquerda” e “Fundos Direita”, este último devido a um pequeno lago em sua proximidade. Durante a recuperação ambos os poços se comportaram de maneira semelhante em que os níveis de água atingiram valores acima dos medidos antes dos testes de bombeamento, porém com o poço “Fundos Direita” atingindo valores muito acima, por volta de 1,75 m a mais do que o nível medido antes do teste de bombeamento. Os valores dos parâmetros hidrodinâmicos encontrados foram: Transmissividade (T) 1,0 x 10-3 m2/s, Condutividade Hidráulica (K) 4,17 x 10-5 m/s e Armazenamento (S) 1,0 x 10-4. Estes valores permitiram a obtenção do Raio de influência dos poços sendo possível constatar a não sobreposição dos cones de rebaixamento entre os poços “Frente Esquerda” e “Fundos Direita”. A análise potenciométrica permitiu verificar o comportamento do fluxo de água entre os poços, incluindo um terceiro denominado “Residencial”, sendo constatado que em regime estacionário a água flui dos poços de maior para os de menor cota altimétrica e em regime transitório, quando há bombeamento, ela flui em direção aos poços. A análise da relação entre a precipitação e a recarga do aquífero não foi significativa, mostrando pequenas variações nos níveis estáticos da água dos poços em períodos chuvosos, o que leva a crer que a quantidade de água precipitada e o período de monitoramento não foram suficientes para constatar alterações nos níveis de água do lençol freático. Por fim, foi constatado que a explotação de água dos poços não compromete a quantidade de água no local, visto que não há interferência entre eles, porém recomenda-se a execução de sondagens nas proximidades dos poços para melhor caracterização dos mesmos e ampliação do período de monitoramento para melhor conhecimento do comportamento do aquífero freático local por meio da elaboração de um modelo hidrogeológico matemático.
Erika De Almeida Sampaio Braga, Marisete Dantas De Aquino, Carlos Márcio Soares Rocha, Luzia Suerlange Araújo Dos Santos Mendes
Águas Subterrâneas, Volume 34; doi:10.14295/ras.v34i2.29887

Abstract:
Na região Nordeste do Brasil as águas subterrâneas, principalmente em períodos de seca, são muito utilizadas para o abastecimento da população. A presença de sílica em águas naturais é bastante comum, já que são constituintes naturais do solo e das rochas. Apesar da Portaria de Consolidação nº 05, de 28 de setembro de 2017 do Ministério da Saúde (MS), anexo XX, não estabelecer valor da concentração de sílica, para avaliação da potabilidade, no capítulo VII do Código de Águas Minerais – Decreto – lei 7.841 de 08 de agosto de 1945, o silício é citado como um dos oligoelementos necessários pelo corpo. Com base no contexto, este estudo buscou, tomando como referências pesquisas realizadas por outros autores sobre o assunto, estudar os possíveis benefícios da presença de silício nestas águas para a saúde, já que essas águas são usadas para abastecimento da população. Foram coletadas amostras de águas subterrâneas em diferentes municípios do estado do Ceará. As análises foram realizadas por método colorimétrico, segundo (APHA, 2012) e, de acordo com os resultados obtidos, onze entre as 18 amostras analisadas estavam na faixa de 8,0 a 15,0 mgSi.L-1, indicando a existência de correlação entre a potabilidade de águas, segundo pesquisas realizadas nos Estados Unidos da América (EUA).
Jessica Rafaelly Almeida Lopes, Joel Medeiros Bezerra, Natália Maria Diniz Pereira Almeida, Gustavo Leite Gonçalves, Sarah De Souza Cruz Mendonça
Águas Subterrâneas, Volume 34; doi:10.14295/ras.v34i2.29889

Abstract:
Nas regiões semiáridas devido as chuvas irregulares, períodos de estiagem, o clima e outras características, as águas subterrâneas se tornam alternativa para abastecimento humano e animal. O presente estudo foi realizado no município de Caraúbas-RN, especificamente na comunidade rural denominada Sítio Retiro, com o objetivo de estudar o aproveitamento dos recursos hídricos subterrâneos para subsistência e a convivência com a seca em uma comunidade rural do semiárido brasileiro. O trabalho é reconhecido como um levantamento exploratório e foi obtido através de inspeções de campo, reconhecimento da área de estudo e acompanhado de registro fotográfico de pontos relevantes com o intuito de compreender a forma como esse recurso natural é utilizado pelos moradores da referida comunidade rural. O levantamento foi realizado nos meses de outubro e novembro de 2018 e verificou como é realizada a utilização das águas subterrâneas, onde posteriormente avaliou-se o manejo desse recurso frente as legislações ambientais vigentes, tal como a identificação das ações voltadas ao controle e gestão de tal recurso natural. A utilização da água contribui para o desenvolvimento rural das 5 famílias observadas e é realizada unicamente pela captação em reservatórios subterrâneos com auxílio de bombas hidráulicas, com uso prioritário para dessedentação animal e cultivos, favorecendo a agricultura familiar, além de assegurar a permanência do homem no campo, o abastecimento hídrico e autonomia das famílias. Essa técnica contribui com a situação de escassez diante da disponibilidade hídrica local, entretanto é necessária a adoção de controle e gerenciamento dos recursos hídricos, que podem ser feitas a partir da implementação de comitês das bacias hidrográficas.
Celme Torres F Da Costa, João Emerson Celestino Dias Bezerra, Francisco José De Paula Filho, Paulo Renato Alves Firmino, Rosilda Benício De Souza
Águas Subterrâneas, Volume 34; doi:10.14295/ras.v34i2.29874

Abstract:
A gestão das águas subterrâneas geralmente envolve a determinação de muitas variáveis para caracterizar a qualidade da água. Essas variáveis, por serem fortemente correlacionadas entre si dificultam o entendimento de suas inter-relações, dependência e importância. A aplicação de um modelo de análise multivariada permitiu reduzir o número de atributos e variáveis, indicar as que são responsáveis pela dispersão das observações e evidenciar as principais variáveis que compõem o processo de caracterização da qualidade da água, sendo esse o objeto do estudo, apresentado nessa investigação, para as águas subterrâneas da bacia Sedimentar do Araripe. A partir dos resultados foi possível observar que as características das águas estão relacionadas com a formação geológica dos poços monitorados. Portanto, medidas de monitoramento podem ser realizadas com base nos elementos hidroquímicos determinantes da qualidade das águas (CE, STD, Ca2+, Mg2+, Cl-, SO4, Fe, pH e HCO3) identificados pela análise de componentes principais. Estas medidas podem ser voltadas para conservação dos solos e melhor uso das águas subterrâneas na área em estudo. Procedimentos de inferir as principais variáveis para determinação da qualidade da água subterrânea corroboram com o processo de gestão de recursos hídricos, principalmente nas atividades de monitoramento e de utilização dos mananciais hídricos
Back to Top Top