Organizações & Sociedade

Journal Information
ISSN / EISSN : 1413-585X / 1984-9230
Published by: SciELO (10.1590)
Total articles ≅ 944
Current Coverage
DOAJ
Archived in
EBSCO
SHERPA/ROMEO
Filter:

Latest articles in this journal

Fernanda Rocha da Silva,
Published: 1 June 2022
by SciELO
Organizações & Sociedade, Volume 29, pp 385-413; https://doi.org/10.1590/1984-92302022v29n0016en

Abstract:
This is not a conventional manuscript that follows the established norms of research in organizational studies, but it does not give up the scientificity required by academia. It is yet another way of doing and writing, as it occurs with the practices developed by those who have been secluded from the prevailing way of organizing in Brazil. Therefore, we propose to rethink the forms of management from the experiences of lacunar subjects and knowledge forms, from the social-historical perspective on the formation of the boundaries of this scientific field. To do so, we adjust our lenses to frame what lies outside the privileged enunciative locus of the instrumental rationality ruling the field and come across Carolina Maria de Jesus and her escrevivências1 about a reality that has been unnoticed by management practices according to the success model of this form of rationality. Therefore, we present a theoretical and scientific article, in which literature is employed as source material to outline the proposed reflections and reframe “organizations and society” from the know-how of those who have been underprivileged by dominant reason.
Fernanda Rocha da Silva,
Published: 1 June 2022
by SciELO
Organizações & Sociedade, Volume 29, pp 385-413; https://doi.org/10.1590/1984-92302022v29n0016pt

Abstract:
Resumo Este não é um texto convencional, que segue as normas instituídas do pesquisar em estudos organizacionais, porém, aqui não abrimos mão da cientificidade exigida pela academia. É, apenas, uma outra forma de fazer e escrever, da mesma maneira que se dá com as práticas desenvolvidas por aqueles que estão apartados do modo de organizar dominante no país. Diante disso, a nossa proposta aqui é, a partir da perspectiva histórico-social acerca da formação dos limiares desse campo científico, repensar as formas de gestão desde as experiências dos sujeitos e saberes lacunares. Para tanto, ajustamos a nossa lente para enxergar o que se encontra do lado de fora do lócus enunciativo privilegiado da racionalidade instrumental regente da área e encontramos Carolina Maria de Jesus e suas escrevivências acerca de uma realidade não notada pelas práticas de gestão segundo o modelo de sucesso dessa razão. Portanto, apresentamos um artigo teórico e científico, em que se faz uso da literatura como fonte material, a fim de perfilar as reflexões propostas de se repensar as “organizações e sociedade” a partir dos saberes-fazeres dos desprivilegiados da razão.
Published: 1 June 2022
by SciELO
Organizações & Sociedade, Volume 29, pp 297-322; https://doi.org/10.1590/1984-92302022v29n0013pt

Abstract:
Resumo O objetivo desta pesquisa é analisar a influência da inovação ambiental na sustentabilidade corporativa nos principais mercados de capitais da América Latina a partir da perspectiva da Visão Baseada em Recursos. Para atingir esse objetivo, com uma amostra de 202 empresas latino-americanas, foram coletados dados da Thomson Reuters ®, no período de 2012 a 2019. A variável dependente sustentabilidade corporativa foi mensurada pela pontuação ESG e a variável explicativa foi representada pela Environment Innovation . A estimação ocorreu por meio de regressão de efeitos aleatórios robusta, com dados em painel. Os resultados demonstraram que a inovação ambiental explica a sustentabilidade corporativa quando ela é mensurada pela pontuação geral das dimensões ambiental, social e governança corporativa (ESG). Apesar disso, ao analisar cada dimensão individualmente, a inovação ambiental é explicada apenas pela governança corporativa. Uma possível justificativa são as características intrínsecas da governança, visto que ela está inserida em um contexto voltado à transparência perante o mercado, responsabilidade, alocação de recursos, sustentabilidade das empresas, gestão estratégica, assim como à proteção aos direitos de stakeholders . Nesse aspecto, os achados contribuem com o debate acadêmico sobre a relevância da inovação ambiental para o desenvolvimento sustentável, em especial para a sobrevivência das empresas que operam em mercados altamente competitivos. Assim, a capacidade de inovar se torna uma demanda imprescindível para as empresas abertas, bem como analisar padrões de sustentabilidade corporativa e ações de inovação ambiental podem oferecer informações valiosas sobre o desempenho das empresas.
Published: 1 June 2022
by SciELO
Organizações & Sociedade, Volume 29, pp 323-350; https://doi.org/10.1590/1984-92302022v29n0014pt

Abstract:
Resumo Este artigo explora como mulheres em cargos de liderança em organizações no Brasil vivenciam e desenvolvem formas de lidar com seu processo de envelhecimento. Uma vez que as mulheres alcançaram essas posições de liderança há relativamente pouco tempo, os estudos sobre as carreiras de mulheres mais jovens ainda prevalecem na literatura. Por esse motivo, a literatura sobre mulheres maduras que ocupam cargos de liderança corporativa ainda é incipiente. Com base em dados empíricos obtidos a partir de 58 entrevistas aprofundadas baseadas na teoria fundamentada, esta pesquisa mostrou que as mulheres vivenciam seu processo de envelhecimento como morte simbólica física, social e profissional, além de enfrentarem discriminação por sua idade. No entanto, elas também criam novas histórias de vida a partir da redefinição do seu trabalho e/ou da busca por uma nova carreira, em um fenômeno conhecido como ‘renascimento simbólico’. Este artigo propõe conceitos relacionados a como mulheres veem seu processo de envelhecimento, desvendando as dinâmicas e implicações do envelhecimento para essa população. Parece não haver espaço para o envelhecimento nas corporações, mesmo para mulheres em cargos de liderança. Apesar das inúmeras mudanças ocorridas nas últimas décadas, esse espaço organizacional ainda está associado ao gênero masculino; além do mais, o preconceito de idade persiste mesmo para mulheres que ocupam cargos executivos de alto escalão, em diferentes corporações.
Caroline Cordova Bicudo da Costa, , Fagner De Oliveira Dias
Published: 1 June 2022
by SciELO
Organizações & Sociedade, Volume 29, pp 258-276; https://doi.org/10.1590/1984-92302022v29n0011en

Abstract:
The present study starts from the paradox of the coexistence of opportunism and trust in inter-organizational relationships to analyze how opportunism and trust develop in cooperative projects between startups. To this end, six projects were analyzed through ten semi-structured interviews in the context of a multiple case study. The data were analyzed using the content analysis technique. As the main results, the coexistence of trust and opportunism was observed, and it did not threaten the continuity of cooperative projects. An interactional dynamic of opportunistic bases emerged when it was not possible to identify the integrity-based dimension of trust. Also, opportunism was not identified in projects where the integrity-based dimension existed. The study contributes to the literature on the coexistence of trust in the context of cooperation. There are no records of empirical research on the phenomenon in cooperative projects. The results also offer practical implications about the relevance of competencies that allow the management of relationships with different levels of trust and opportunism.
Published: 1 June 2022
by SciELO
Organizações & Sociedade, Volume 29, pp 248-257; https://doi.org/10.1590/1984-92302022v29n0010pt

Abstract:
Resumo A poesia pode contribuir para o avanço da pesquisa em administração. Para refletir sobre a poesia como caminho para regenerar a pesquisa em administração, vamos entender sobre os modos de pesquisar e a constituição do(a) pesquisador(a). A poesia é uma forma de iniciar a construção de sentido e, ao mesmo tempo, um mecanismo de enfrentamento, enquanto forma de reexistir para não dexistir . A representação poética de vidas não constitui um fim em si mesma. O objetivo é político: mudar a maneira como pensamos as pessoas e suas vidas nas organizações, usando o formato poético. O pesquisador-poeta torna o mundo visível a partir de novas perspectivas e entendimentos, evidenciando uma responsabilidade ético-política no que diz respeito ao poético. A poesia pode ultrapassar as formas prescritas de leitura, escrita, de compreender e ‘fazer’ organizações e administração, conectando-se a considerações éticas de voz e dinâmicas de poder.
Published: 1 June 2022
by SciELO
Organizações & Sociedade, Volume 29, pp 414-442; https://doi.org/10.1590/1984-92302022v29n0017pt

Abstract:
Resumo O objetivo deste artigo é investigar de que maneira a phronesis se manifesta com o julgamento moral a partir da experiência de gestores públicos em situações de decisões éticas na área de proteção e defesa civil (gestão de riscos e desastres). Realizou-se um resgate na literatura sobre a temática da phronesis enquanto virtude do “bem agir”. Como procedimentos metodológicos, orientados por uma epistemologia fenomenológica e abordagem qualitativa, utilizou-se a entrevista em profundidade, observação não participante e análise documental. A discussão dos dados foi organizada em três seções: contexto e circunstâncias da área de proteção e defesa civil; experiência vivida e conhecimento tácito dos gestores; e composição cognitiva, afetiva e reflexiva da phronesis . Alguns elementos da phronesis foram perceptíveis e contribuíram para o processo decisório ético diante das possibilidades de limitação do julgamento moral, tais como: o contexto e as circunstâncias contingenciais de urgências; a dimensão afetiva, como a empatia; a necessidade de mediação entre aspectos instrumentais e a vontade de agir com compaixão; aconselhamento como elemento reflexivo; e memória e aprendizagem, a partir de experiências anteriores. Concluiu-se que, quando as condições para o julgamento moral não são favoráveis e/ou possuem fatores limitantes – como o excesso de questões técnicas e/ou burocráticas, o contexto de insegurança e a finalidade de proteger a vida humana –, a phronesis pode ajudar a desenvolver um saber esclarecido para o indivíduo, exposto à revisão, educação e esclarecimento sobre o contexto social, político e organizacional ao qual pertence.
Published: 1 June 2022
by SciELO
Organizações & Sociedade, Volume 29, pp 414-442; https://doi.org/10.1590/1984-92302022v29n0017en

Abstract:
The purpose of this article is to investigate how phronesis manifests itself in moral judgment based on the experience of public managers in situations of ethical decisions in the area of emergency management (risk and disaster management). We conducted a literature review on phronesis as a virtue of “acting well.” As methodological procedures guided by a phenomenological epistemology and qualitative approach, an in-depth interview, non-participant observation, and document analysis were conducted. The discussion of data was organized into three sections: context and circumstances in the area of emergency management, experience and tacit knowledge of managers, and cognitive, affective, and reflexive composition of phronesis . Some elements of phronesis are perceptible and contribute to the ethical decision-making process in view of the possibilities of limiting moral judgment, such as the context and contingency circumstances of emergencies, the affective dimension such as empathy, the need for mediation between instrumental aspects and the will to act with compassion, counseling as a reflective element, and memory and learning from past experiences. The conclusion is that, when conditions for moral judgment are not favorable and/or there are limiting factors - such as excess of technical and/or bureaucratic issues, a context of insecurity, and a purpose of protecting human life -, phronesis may help to develop an enlightened knowledge for the individual exposed to reviews, education and clarification about the social, political, and organizational context to which she or he belongs.
Caroline Cordova Bicudo da Costa, , Fagner De Oliveira Dias
Published: 1 June 2022
by SciELO
Organizações & Sociedade, Volume 29, pp 258-276; https://doi.org/10.1590/1984-92302022v29n0011pt

Abstract:
Resumo Este estudo parte do paradoxo da coexistência de oportunismo e confiança em relacionamentos interorganizacionais, com o objetivo de analisar como oportunismo e confiança se desenvolvem em projetos cooperativos entre startups. Para isso, foram analisados seis projetos por meio de dez entrevistas semiestruturadas, no contexto de um estudo de múltiplos casos. A análise dos dados ocorreu por meio da técnica de análise de conteúdo. Como principais resultados, observou-se empiricamente a coexistência de confiança e oportunismo, considerando que o oportunismo nem sempre ameaçou a continuidade dos projetos cooperativos. Foi identificada uma dinâmica interacional de bases oportunistas quando a dimensão de confiança em integridade não foi caracterizada. Já em projetos em que a dimensão integridade existiu, o oportunismo não foi identificado. O estudo contribui com a literatura sobre a coexistência de confiança e oportunismo no contexto de cooperação, uma vez que até a presente data não há registros de pesquisas empíricas sobre o fenômeno em projetos cooperativos. Os resultados oferecem, ainda, implicações práticas sobre a relevância de competências que permitam o gerenciamento de relacionamentos com diferentes níveis de confiança e oportunismo.
Back to Top Top