História da Ciência e Ensino: construindo interfaces

Journal Information
EISSN : 2178-2911
Published by: Revista de Cultura Teologica (10.23925)
Total articles ≅ 188
Filter:

Latest articles in this journal

História da Ciência e Ensino: construindo interfaces, Volume 21, pp 3-31; https://doi.org/10.23925/178-2911.2020v21p3-31

Abstract:
ResumoEste artigo faz uma análise histórica crítica do processo que levou à consolidação da eletroquímica como um domínio fenomenológico. Identifica-se, em um primeiro momento, domínios que, aparentemente, eles são disjuntos e cada um de les tem um alto nível de organização, eletrostática e química antes de 1800, finalmente eles se fundem em um novo: eletroquímica. Mostra, em um segundo momento, como a bateria voltaica e a compreensão de sua operação e uso são os elementos subjacentes e estruturam o processo de unificação anterior. Enfatiza-se que, para explicar o funcionamento das baterias, os desenvolvimentos eletrostáticos devem ser tomados como referência e também é necessário avançar uma série de procedimentos para medir as magnitudes associadas, como potencial, carga, corrente e também projetar uma série de instrumentos para medir essas magnitudes. Destaca-se também que a pergunta sobre o que acontece nos eletrólitos e as alterações químicas causadas ao atravessar uma corrente elétrica, bem como as alterações nos eletrodos nos casos de eletrólise, suscitam novas questões que levam a constituir uma nova área de pesquisa: A atividade elétrica que ocorre nas baterias está intimamente relacionada às propriedades e alterações químicas das substâncias envolvidas.Este estudo histórico crítico gera elementos para estruturar e propor rotas de sala de aula focadas na construção e constituição de um novo domínio fenomenológico.Palavras-chave: Análise Histórico-Crítica; Ensino de eletroquímica; Bateria voltaica; Domínio fenomenológico.AbstractThis article does a critical historical analysis of the process that led to consolidate electrochemistry as a phenomenological domain. It is identified, a first moment, where domains in apparently insolated and with a high level of organization, electrostatics and chemistry before 1800, they are fused into a new one: electrochemistry. It shows, in a second moment, how the voltaic battery and the understanding of its operation and its use, are the element that bases and structures the previous unification process. It is emphasized that to explain the operation of the batteries, the electrostatic developments must be taken as a reference and it is also necessary to advance a series of procedures to measure the associated magnitudes such as potential, charge, current, as well as to design instruments to measure these magnitudes. It is also highlighted that the question about what happens in the electrolytes and the chemical changes that are caused when being crossed by an electric current, as well as the changes in the electrodes in the cases of electrolysis, give rise to new questions that lead to constitute A new area ofresearch: The electrical activity that occurs in batteries is closely related to properties and chemical changes of the substances involved.This critical historical study generates elements to structure and propose classroom routes focused on the construction and constitution of a new phenomenological domain.Keywords: Historical-critical analysis; teaching of electrochemistry; Voltaic battery; Phenomenological domain.ResumenEn el presente artículo se hace un análisis histórico crítico del proceso que llevó a consolidar la electroquímica como un dominio fenomenológico. Se identifica, un primer momento, donde dominios en apariencia disyuntos y con un alto nivel de organización, la electrostática y la química de antes de 1800, terminan fusionándose en uno nuevo: la electroquímica. Se muestra, en un segundo momento, cómo la batería voltaica y la comprensión de su funcionamiento y su uso, son el elemento que fundamenta y estructura el proceso anterior de unificación. Se destaca que para explicar el funcionamiento de las baterías se deben tomar como referencia los desarrollos de la electrostática y también se requiere adelantar una serie de procedimientos para medir las magnitudes asociadas como potencial, carga, corriente, así como diseñar una serie de instrumentos para medir dichas magnitudes. Se destaca también que la pregunta por lo que sucede en los electrolitos y los cambios químicos que se provocan al ser atravesado por una corriente eléctrica, así como los cambios en los electrodos en los casos del electrolisis, dan origen a nuevas preguntas que llevan a constituir un nuevo ámbito de investigación: La actividad eléctrica que ocurre en las baterías está íntimamente relacionada con propiedades y cambios químicos de las sustancias involucradas.Este estudio histórico critico nos genera elementos para estructurar y proponer rutas de aula centradas en la construcción y constitución de un nuevo dominio fenomenológico.Palabras clave: Análisis histórico-critico; Enseñanza de la electroquímica; Pila voltáica; Dominio fenomenológico.
, Jessica Amanda Lourenço Dos Santos, Gabriel Nardy Klein, Waldir Stefano
História da Ciência e Ensino: construindo interfaces, Volume 21, pp 87-102; https://doi.org/10.23925/2178-2911.2020v21p87-102

Abstract:
ResumoMuitos educadores concordam que os conteúdos da educação científica escolar devam ser contextualizados historicamente. Com base nisso, este trabalho analisou a presença da contextualização histórica da teoria da evolução, nos três livros didáticos de Ciências (séries finais do ensino fundamental) mais presentes em escolas do Estado de São Paulo (2017-2019). Foram tomadas em consideração tanto discussões historiográficas sobre esses conteúdos quanto a noção de perfil conceitual sobre adaptação. A análise abordou elementos textuais e imagéticos, identificando as seguintes características na abordagem de evolução nos livros: predominância de Charles Darwin entre os estudiosos mencionados; imprecisões históricas, principalmente nas exposições sobre outros naturalistas que contribuíram para a teoria evolutiva; apropriações livres, quanto a prescrições curriculares oficiais; hibridização discursiva e relativa variedade de atividades propostas; e contribuições para o fortalecimento das zonas transformacional e variacional, quanto ao perfil conceitual de adaptação, sem tentativas de deslegitimação das zonas do funcionalismo intra-orgânico e do ajuste providencial. Conclui-se que a tradição dos manuais escolares, quanto à presença da contextualização histórica nos conteúdos de evolução, permanece representada pelos livros analisados, junto de tentativas de atualizações.Palavras-chave: Programa Nacional do Livro Didático; adaptação; ensino de ciências biológicas.AbstractMany educators agree that the contents of school science education should be historically contextualized. Based on this, the present article analyzed the presence of historical contextualization in the theory of evolution in three Science textbooks (final grades of primary school) most commonly found in schools in the state of São Paulo (2017-2019). We took into account both the historiographic discussions about these contents and the notion of conceptual profile about adaptation. Our analysis addressed textual and imagery elements, identifying the following characteristics in the way evolution is approached in the books: a predominance of Charles Darwin among the researchers mentioned; historical inaccuracies, particularly in the expositions on other naturalists who contributed to evolutionary theory; free appropriation regarding official curricular prescriptions; discursive hybridization and a relative variety of activities proposed; and contributions to the strengthening of the transformational and variational zones regarding the conceptual profile of adaptation, without attempts to delegitimize the intra-organic functionalism and providential adjustment zones. We conclude that, with regard to the presence of historical contextualization of evolution, the tradition of school textbooks is still represented by the textbooks analyzed, along with updating.Keywords: Brazilian National Program of Textbooks; adaptation; teaching of biological sciences.
Deividi Marcio Marques & Maria Helena Roxo Beltran
História da Ciência e Ensino: construindo interfaces, Volume 21, pp 1-2; https://doi.org/10.23925/2178-2911.2020v21p1-2

Abstract:
Editorial da 21º volume da Revista História da Ciência e Ensino: construindo interfaces.
Jacson Santos Azevedo, Francisco Nairon Monteiro Júnior
História da Ciência e Ensino: construindo interfaces, Volume 21, pp 48-64; https://doi.org/10.23925/2178-2911.2020v21p48-64

Abstract:
ResumoA análise de livros didáticos de física voltados para educação básica tem sido matéria de pesquisa há décadas, contando com diversas abordagens metodológicas e voltadas a variados conteúdos específicos presentes em tais livros. Alinhados com esta tradição de pesquisa e munidos de cinco critérios avaliativos elaborados por nós, apresentamos, no presente artigo, a análise de quatro coleções aprovadas pelo PNLD 2018, concernente ao tratamento histórico contido em tais coleções na apresentação do tópico ‘velocidade da luz’, o qual consiste num importante recorte da histórica da óptica clássica que perpassa pela Física do século XX e seus desdobramentos epistemológicos na dualidade onda-partícula da luz. Frisamos que, longe de esgotar tal recorte, almejamos que nossa contribuição possa fortalecer os futuros livros didáticos de Física, provendo uma história menos ilustrativa e eurocentrada, bem como mais contextualizada e motivadora.Palavras-chave: História da velocidade da luz; Óptica clássica; Livros didáticos.AbstractThe analysis of physics textbooks focused on basic education has been a research subject for decades, relying on several methodological approaches and focused on various specific contents present in such books. In line with this research tradition and provided with five evaluation criteria developed by us, in this article we present the analysis of four collections approved by PNLD 2018, concerning the historical treatment contained in such collections in the presentation of the topic 'speed of light', which consists of an important section of the history of classical optics that runs through 20th century physics and its epistemological developments in the wave-particle duality of light. We emphasize that, far from exhausting such cut, we hope that our contribution can strengthen future Physics textbooks, providing a less illustrative and eurocentric story, as well as more contextualized and motivating.Keywords: History of light velocity; Classical optics; Textbooks.
Filipe Silva De Oliveira, Edson José Wartha
História da Ciência e Ensino: construindo interfaces, Volume 21, pp 103-123; https://doi.org/10.23925/2178-2911.2020v21p103-123

Abstract:
ResumoHistória da Ciência e Ensino de Ciências são áreas do conhecimento com possibilidades de interface anunciadas e investigadas na atualidade, desse modo, produzindo conhecimento a comunidade de pesquisa interessada em encontrar caminhos didáticos para a sala de aula. Por meio de Narrativas Históricas (NHs), Estudo de Caso e sistematicamente Sequências Didáticas, essa interface tem sido desenvolvida. O estudo de textos históricos de divulgação científica auxilia a compreender a divulgação do conhecimento científico para o público comum no passado, acredita-se ser possível o uso desses textos na construção de materiais didáticos como Narrativas Históricas (NHs) e Estudo de Caso. Neste artigo discutimos características enunciadas em textos de divulgação científica escritos por um divulgador da ciência brasileiro, relacionando essas características na construção de Narrativas Históricas que venham a utilizar os textos desse divulgador. As características são conteúdo temático, composição do enunciado e estilo verbal. Essas características auxiliam na compreensão dos textos desse divulgador no processo de construção das Narrativas Históricas.Palavras-chave: Ensino de Ciências. História da Ciência. Divulgação Científica. Narrativa Histórica. AbstractHistory of Science and Science Teaching are areas of knowledge with possibilities of interface announced and investigated today, thus, producing knowledge to the research community interested in finding didactic paths for the classroom. Through Historical Narratives (NHs) Case Study and systematically Instructional Sequences, this interface been developed. The study of historical texts of scientific popularization assist to understand the popularization scientific knowledge to the common public in the past, it is believed that the use of these is possible in the construction of instruction materials such as Historical Narratives (NHs) and Case Study. In this paper we discuss characteristics stated in scientific popularization texts written by a Brazilian science disseminator, relating these characteristics in the construction of Historical Narratives that come to use the texts of disseminator. Features are thematic content, statement composition and verbal style. These characteristics assist in the understand of the texts of this disseminator in the process of construction the Historical Narratives.Keywords: Science Teaching. History of Science. Scientific Popularization. Historical Narrative.
, Daniel De Medeiros Queiroz
História da Ciência e Ensino: construindo interfaces, Volume 21, pp 65-86; https://doi.org/10.23925/2178-2911.2020v21p65-86

Abstract:
ResumoO presente trabalho visa contribuir com a fundamentação teórica para a escrita de biografias científicas com fins didáticos. O gênero biográfico é um legítimo foro de “humanização” do conhecimento científico, um dos papéis centrais da inserção didática da História da Ciência. Recortes biográficos que não representem os cientistas com caráter sobre-humano, escritos não como absoluta verdade, e sim como história interpretada, podem ser úteis no contexto educacional. Sugerimos a escrita de recortes biográficos destinados à educação científica que considere os novos aportes do gênero, isto é, à luz de fundamentos historiográficos atualizados. São apresentados subsídios da área disciplinar História, a exemplo da perspectiva de história-problema, e subsídios da História da Ciência, em objeção às biografias laudatórias.Palavras-chave: Biografia Científica; Gênero Biográfico; Historiografia.AbstractThis paper aims to contribute for the theoretical foundation concerning the writing of scientific biographies for didactic purposes. Biographical genre is a legitimate forum “to humanize” the scientific knowledge, one of the central roles of the didactic insertion of the History of Science. Biographical fragments not representative of scientists as “superhuman” and written as interpreted history, may be useful in the educational context. We suggest the writing of biographical fragments for science education that consider the new contributions of the genre, in other words, in light of historiographical foundations currently accepted. Subsidies from the disciplinary area History are presented, such as the perspective of history as problem, and subsidies from History of Science, in objection to laudatory biographies.Keywords: Scientific Biography; Biographical Genre; Historiography.
Emerson Barão Rodrigues Soldado, Jairo José Matozinho Cubas, Ana Maria Alfonso-Goldfarb
História da Ciência e Ensino: construindo interfaces, Volume 21, pp 144-157; https://doi.org/10.23925/2178-2911.2020v21p144-157

Abstract:
ResumoAlfred Russel Wallace (1823-1913), naturalista inglês conhecido por seus estudos sobre a seleção natural, teve sua primeira expedição na Amazônia. De 1848 a 1852, observou e descreveu fauna, flora, geologia e grupos humanos que ali habitavam e abordou a temática da distribuição dos animais, apontando os limites de alcance das espécies e sua relação com o meio. O objetivo deste trabalho foi analisar, a partir de livros e artigos relativos ao período, como essa noção do limite de alcance das espécies foi abordado por Wallace e sua importância para a formulação de conceitos biogeográficos e de seleção natural. Houve ainda a construção e aplicação de uma sequência didática no ensino de biologia. Com o material analisado, apresentou-se para os estudantes um processo de construção de uma ideia, valendo-se de textos originais. A sequência didática iniciou-se com alunos do Ensino Médio, lendo trechos escritos por Wallace, com passagens que descrevem o limite de alcance de espécies amazônicas. Em seguida, tiveram que formular hipóteses sobre tais observações. Posteriormente, houveram aulas sobre o histórico do pensamento evolutivo e conceitos de seleção natural. Na finalização, incentivou-se os estudantes a refletirem sobre o processo de construção de ideias na ciência, de forma contextualizada e participativa. Verificou-se que os estudos de Wallace colaboram de forma relevante para o ensino da evolução e história da ciência, apontando a necessidade de novas abordagens nesse tema.Palavras-chave: História da ciência; Alfred Russel Wallace; Amazônia; distribuição de animais; ensino de biologia. Abstract(Alfred Russel Wallace (1823-1913), an English naturalist known for his studies on natural selection, had his first expedition to the Amazon. From 1848 to 1852, he observed and described fauna, flora, geology and human groups who lived there and addressed the issue of distribution of animals, pointing out the limits of range of the species and its relationship with the environment. The objective of this study was to analyze, from books and articles for the period, as this notion of species range limit was approached by Wallace and its importance for the development of biogeographic concepts and natural selection. There was also the construction and application of a didactic sequence in the teaching of biology. With the material analyzed, was presented to the students a process of constructing an idea, using original texts. The didactic sequence began with high school students, reading excerpts written by Wallace, with passages that describe the limits of the range of Amazonian species. They then had to formulate hypotheses about such observations. Later, there were classes on the history of evolutionary thinking and concepts of natural selection. Upon completion, students were encouraged to reflect on the process of constructing ideas in science in a contextualized and participatory manner. It was verified that the studies of Wallace collaborate in a relevant way for the teaching of the evolution and history of science, pointing out the necessity of new approaches in this subject. Keywords: History of science; Alfred Russel Wallace; Amazônia; distribution of animals; teaching of biology
Andréa A. Ribeiro Alves, Renato Drummond Tapioca Neto, Alyson Axl Barcelos Lopes Fontes
História da Ciência e Ensino: construindo interfaces, Volume 21, pp 124-143; https://doi.org/10.23925/2178-2911.2020v21p124-143

Abstract:
ResumoNo Ensino Médio, é fácil observar os alunos desmotivados. Os fatores para tal são vários, porém, no contexto educacional, podemos citar os conteúdos curriculares descontextualizados e a falta de “diálogo” entre as disciplinas escolares. Esta realidade atinge diretamente a compreensão e a aprendizagem dos adolescentes, visto que estes não relacionam as ciências ao contexto histórico, gerando conceitos e concepções errôneas no que tange o espaço-tempo e as descobertas científicas. Neste trabalho buscou-se promover uma relação mais tênue entre Ciências: Química e a História: Dinastia Tudor, para compreensão das descobertas químicas e alquímicas desenvolvidos neste período tão importante da Idade Moderna. Esse entrelaçar das disciplinas visou promover para os alunos do Ensino Médio uma maior valorização deste momento histórico e para os universitários visou envolvê-los na evolução da descoberta das ciências e da Química. A História da Ciência se pautou no viés da epistemologia, historiografia e ciências e sociedade e buscou-se um diálogo interdisciplinar em prol de um conhecimento mais consolidado e significativo. Observou-se ao final da execução deste trabalho que a busca literária foi difícil, pois as fontes primárias e secundárias focam-se muito no contexto histórico ou no científico, não fazendo uma interface entre ambos, e no que concernem as discussões em sala de aula desta temática com as mídias cinematográficas observou-se grande participação dos alunos e maior entendimento da importância das descobertas científicas desta Dinastia, uma vez que algumas perduram até os dias atuais, porém acredita-se que deveria ter mais tempo pra explorar essa interação entre as áreas.Palavras-chave: Dinastia; Ciências; Mídias.AbstractIn high school, it is easy to observe students with no motivation. The factors for this are several, however, in the educational context, we can mention the decontextualized curricular contents and the lack of “dialogue” between school subjects. This reality directly affects the understanding and learning of adolescents, since they do not relate science to the historical context, generating misconceptions and concepts regarding space-time and scientific discoveries. In this work we sought to promote a more tenuous relationship between Sciences: Chemistry and History: Tudor Dynasty, to understand the chemical and alchemical discoveries developed in this very important period of the Modern Age. This intertwining of the disciplines aimed to promote for High School students a greater appreciation of this historical moment and for university students it aimed to involve them in the evolution of the discovery of science and Chemistry. The History of Science was guided by the epistemology, historiography and sciences and society bias and an interdisciplinary dialogue was sought in favor of a more consolidated and meaningful knowledge. It was observed at the end of the execution of this work that the literary search was difficult, since the primary and secondary sources focus a lot on the historical or scientific context, not making an interface between both, and with regard to the discussions in the classroom of this theme with the cinematographic media there was a great participation of the students and a greater understanding of the importance of the scientific discoveries of this Dynasty, since some persist until the present days, however it is believed that there should be more time to explore this interaction between the areas. Keywords: Dynasty; Sciences; Media.
Angela Maria Gonçalves Cardoso
História da Ciência e Ensino: construindo interfaces, Volume 21, pp 32-47; https://doi.org/10.23925/2178-2911.2020v21p32-47

Abstract:
ResumoA exposição retrospetiva PABLO PALAZUELO Proceso de Trabajo. MACB-5-12-06 a 18-2-07; e a conferência (ln) Tangibles: Nanopercepció i Mon Quantic. Vitoria Vesna, David Peat, CCCB- 24-3- 07, criam uma perspetiva da relação Arte-Ciência-Tecnologia. Essa perspetiva é aqui apresentada nos argumentos evidenciados pela obra deste artista e desta nanocientista. A obra, na sua função figurativa emergente, flui entre dois tempos: o da vida de Palazuelo (Madrid, 1915-2007) e Vesna (Washington D.C.,1960). Estas figurações materializam-se através da pintura e escultura em PaIazueIo e em instalações interativas, ambientes digitais virtuais, performances polisensoriais, em Vesna. Palazuelo, em 1976, falava deste plano de interceções do seguinte modo: "La ciencia penetra cada vez más profundamente en eI misterio de Ia materia formada, y el arte puede hacerlo también por sus propios medios, buscando allí otras cosas que aún no han sido reveladas." Este "tête a tête", conquista um espaço introdutório para a criação de obras unidas numa temática: a Mandala. O trabalho de atelier do pintor Palazuelo (Madrid, 1915-2007) e a obra nanomandala realizada pelos monges tibetanos de Gaden Kangtsen - County Museum de L.A. e Picolab.UCLA. A transição entre imagens de grãos de areia que revelam ondas padrão aparecendo a uma escala nanométrica, é evidente na referência formal e concetual na obra de Palazuelo. Assim sendo, as formas na matéria emergem seja pela via de atelier ou pela via de laboratório.Palavras-chave: Arte-Ciência, Laboratório, Linguagem Gráfica AbstractThe retrospective exhibition PABLO PALAZUELO Proceso de Trabajo. MACB-5-12-06 a 18-2-07; and the conference (ln) Tangibles: Nanopercepció i Mon Quantic. Vitoria Vesna, David Peat, CCCB24-3-07, create a perspective of the Art-Science-Technology relationship. This perspective is presented here in the arguments evidenced by the work of this artist and this nanocientist. The work, in its emergent figurative function, flows between two times: that of the life of Palazuelo (Madrid, 1915-2007) and Vesna (Washington D.C., 1960). These figurations materialize through the painting and sculpture in PaIazueIo and in interactive installations, digital virtual environments, polysensorial performances, in Vesna. Palazuelo, in 1976, spoke of this plan of interceptions as follows: "La ciencia penetra cada vez más profundamente en eI misterio de Ia materia formada, y el arte puede hacerlo también por sus propios medios, buscando allí otras cosas que aún no han sido reveladas."This "tête a tête", conquers an introductory space for the creation of works united in a theme: Mandala. The studio work of the painter Palazuelo (Madrid, 1915-2007) and the nanomandala work by the Tibetan monks of Gaden Kangtsen - County Museum of L.A. and Picolab.UCLA. The transition between images of sand grains that reveal standard waves appearing on a nanoscale scale is evident in the formal and concetual reference in Palazuelo's work. Thus, the forms in matter emerge either by atelier or by laboratory.Keywords: Art-Science, Laboratory, Graphic Language
, , Mário Silvestre
História da Ciência e Ensino: construindo interfaces, Volume 20, pp 106-114; https://doi.org/10.23925/2178-2911.2019v20espp106-114

Abstract:
ResumoA história do melhoramento genético animal acompanha a história da Humanidade, começando com a domesticação do primeiro animal, que terá sido o cão, ao qual se seguiram os bovinos, ovinos e todas as outras espécies que deram origem às raças domésticas da atualidade. Inicialmente a seleção de reprodutores era efetuada de forma empírica. No século XVIII R. Bakewell foi pioneiro na utilização de registos produtivos e testes de descendência. No final deste século começaram a ser estabelecidos os livros genealógicos de diversas raças. No século XIX, os avanços científicos protagonizados por C. Darwin e G. Mendel são fundamentais para que, na primeira metade do século XX se desenvolva a maior parte da teoria do melhoramento animal, com o contributo de vários investigadores (R. Fisher, S. Wright, J. Haldane). Jay Lush ficou conhecido como o pai do melhoramento animal moderno. Defendeu que em vez da aparência subjetiva, o melhoramento animal deve-se basear em conhecimentos da genética quantitativa e da estatística. Charles Henderson apresentou o método Best Linear Unbiased Prediction (BLUP) para a estimativa do valor genético aditivo e sugeriu a integração da genealogia completa da população para incluir as relações genéticas entre os indivíduos. A evolução dos computadores permitiu a implementação generalizada do BLUP no final da década de 1980. Nos últimos tempos T. Meuwissen e M. Goddard desenvolveram a forma de incorporar informação do ADN em grande escala no modelo animal para estimar os valores genómicos. Palavras-chave: genética, melhoramento animal Abstract The history of animal breeding follows the history of humanity, beginning with the domestication of the first animal, which was the dog, followed by the cattle, sheep and all other species that gave rise to the domestic breed of the present time. Initially the selection of breeders was carried out empirically. In the eighteenth century R. Bakewell pioneered the use of records of performance of animals and progeny testing. At the end of this century herdbooks of various breeds began to be established. In the 19th century, the scientific advances made by Darwin and Mendel are fundamental for the, in the first half of the 20th century, development of most animal breeding theory with the contribution of several researchers (R. Fisher, S. Wright, J. Haldane). Jay Lush became known as the father of modern animal breeding. He argued that instead of subjective appearance, animal breeding should be bas
Back to Top Top