REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Journal Information
ISSN / EISSN : 23184884 / 15171256
Total articles ≅ 242
Current Coverage
ESCI
Filter:

Latest articles in this journal

Bruna Elizabeth Fraga De Araújo, Fernanda Malheiro Lourenço, Bárbara Pelacani
REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume 37, pp 307-322; doi:10.14295/remea.v37i1.10927

Abstract:
O Cordel é uma expressão popular que aborda temáticas variadas, dentre elas a questão ambiental. O presente artigo visa apresentar a potência de se articular a Educação Ambiental (EA) aos Cordéis. O interesse na produção deste trabalho nasceu da importância de discutir sobre EA ao mesmo tempo pensando em práticas diferenciadas de intervenção. Este artigo foi construído a partir de uma revisão bibliográfica dos conceitos fundamentais da pesquisa: Literatura de Cordel e Educação Ambiental e uma posterior análise de cinco cordéis com o olhar da Educação Ambiental Crítica (EAC). Através deste trabalho pudemos observar como o cordel torna-se relevante para fundamentar uma EAC visto que é um material que traz à tona uma crítica a partir do território e ao mesmo tempo dialoga com os sujeitos oprimidos.
Jean Carlos Mendes Da Rocha, Luís Miguel Luzio-Dos-Santos
REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume 37, pp 208-227; doi:10.14295/remea.v37i1.9789

Abstract:
A partir da análise do discurso dominante de sustentabilidade (de Brundtland), este artigo tem por objetivo apresentar uma proposta alternativa a ele, tendo como perspectiva a Teoria do Pensamento Complexo de Edgar Morin. Diante dos problemas engendrados pelo atual modelo de desenvolvimento, destacamos que o discurso de sustentabilidade de Brundtland segue a mesma lógica que levou à humanidade a uma série crise, por isso tem se mostrado insuficiente para compreender e atender a complexidade dos problemas socioambientais atuais. Como resposta, propomos uma reflexão construída sob a perspectiva da sociedade e do meio ambiente, orientada por novos valores e saberes: a sustentabilidade complexa. Além das dimensões clássicas, social, ambiental e econômica, a sustentabilidade complexa incorpora ao discurso de sustentabilidade quatro outras dimensões: a política, a cultural, a espacial e a interior.
Luiz Ricardo Oliveira Santos, Jailton De Jesus Costa, Rosemeri Melo E Souza
REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume 37, pp 188-207; doi:10.14295/remea.v37i1.9678

Abstract:
A Educação (Ambiental) se constitui enquanto processo formativo de sujeitos para a vida em sociedade. O objetivo do presente estudo é discutir as representações sociais acerca do conceito de cidadania presente nos discursos de estudantes da Educação Básica. Para tanto, o alicerce teórico se fundamentou na Teoria das Representações Sociais. Foram aplicados questionários com estudantes que participaram de práticas de ensino na comunidade com o uso de metodologias ativas, cuja análise textual se deu pelo software IRAMUTEQ. Tal observação demonstrou variações no conceito de cidadania, mas que, de modo geral, esteve bastante associado a possuir direitos e deveres, exibindo também relação com termos como pertencimento, respeito e participação. Por fim, através das representações sociais dos/as estudantes sobre cidadania, considera-se que são necessárias demais ações de ensino pautadas em metodologias (particip)ativas.
Isabel Ribeiro Marques, Paula Corrêa Henning
REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume 37, pp 228-246; doi:10.14295/remea.v37i1.11068

Abstract:
O presente trabalho provém de uma tese do Programa de Pós Graduação em Educação Ambiental na Universidade Federal do Rio Grande que, em vias de finalização, analisa os Discursos Esverdeantes pulverizados por diferentes mídias e problematiza tais discursos fortemente relacionados ao verde, sendo muitas vezes vinculados a ideais de verdade e conduzindo a comportamentos diante das mazelas ambientais da contemporaneidade. Através das recorrências que o material da tese apresentou destacamos o conceito de ecopolítica para pensarmos sobre as imagens relacionadas ao planeta aliadas ao signo “eco”, entrelaçando sobre as estratégias biopolíticas que convergem para que esses discursos se tornem tão potentes e convincentes.
Letícia Ramires Corrêa, Eliane Maria Foleto, Francisco Da Silva Costa
REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume 37, pp 166-187; doi:10.14295/remea.v37i1.9641

Abstract:
Nesse estudo, analisamos os programas de uso público dos planos de manejo das RPPN Federais no Bioma Mata Atlântica. Como procedimento metodológico, avaliamos os planos de manejo das RPPNs Federais disponíveis no Cadastro do ICMBio, na secção de Unidades de Conservação do Bioma Mata Atlântica, com base nos conteudos relacionados com a interpretação ambiental. Analisamos os programas de visitação de 56 planos de manejo das RPPNs, considerando os meios e técnicas assim como programas de educação ambiental. Percebemos que há limitações nos programas de uso público das RPPNs, do total de 56, 38 apresentam Programa de Visitação, 15 são usadas apenas para pesquisa, os principais meios de interpretação são trilhas (59%) e centros interpretativos (19%), indicando um número reduzido de inovações em relação a interpretação ambiental.
Leonir Terezinha Uhde, Paulo Ernesto Scortegagna, Lara Nasi
REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume 37, pp 291-306; doi:10.14295/remea.v37i1.10946

Abstract:
Este trabalho descreve uma proposta de soluções para o desenvolvimento sustentável e cidadania para o município de Aparecida do Rio Negro (TO), no Norte do Brasil, a partir das áreas de comunicação, tecnologia, meio ambiente e trabalho. São descritas a processualidade, a metodologia, a execução, os resultados e as contribuições do projeto desenvolvido pela equipe da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí), no âmbito do Projeto Rondon, Operação “TOCANTINS”, desenvolvida de 20 de janeiro a 5 de fevereiro de 2017. O percurso metodológico constitui-se de quatro momentos: participação no edital de seleção da IES; viagem precursora; processo de planejamento da Operação e capacitação da equipe de rondonistas e Operação. Os indicadores quantitativos das ações multidisciplinares, refletem o trabalho.
Miguel Alberto González González, Alexander Wchima Monsalve
REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume 37, pp 09-26; doi:10.14295/remea.v37i1.11075

Abstract:
Este artículo de reflexión, proveniente de la investigación adelantada para la tesis doctoral (2016-2020), titulada, Espacios confinados. Muros físicos y simbólicos en la ciudad de Pereira, Colombia: una pregunta por la educación, parte de una discusión sobre la ideología de la seguridad, como perspectiva clasista y autoritaria que desconoce los derechos de la gran mayoría de la población, bajo el pretexto de un agresor externo. Entre los derechos conculcados por esa ideología, se encuentra la educación, y levanta muros en la escuela para proteger a los estudiantes de un diálogo directo con el mundo. Frente a este escenario de espacios confinados, y a manera de conclusión, se propone, en primera instancia, la supresión, el derrumbamiento de los muros físicos existentes para abrirse a la comunidad, para oponerse al amurallamiento de las realidades, en segundo momento, gestar una pedagogía crítica que facilite un encuentro dialógico entre los actores de la comunidad educativa, los saberes y prácticas que allí se concitan para contrarrestar el pensamiento a favor de los muros.
Aldineia Buss, Mariela Mattos Da Silva
REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume 37, pp 47-67; doi:10.14295/remea.v37i1.9366

Abstract:
A percepção ambiental influencia e é influenciada pela educação ambiental, daí a importância do seu estudo. Assim, no contexto do maior desastre-crime ambiental do Brasil, ocorrido no Rio Doce, objetivou-se avaliar a concepção de ambiente e a percepção ambiental de estudantes que vivenciaram as consequências diretas desse desastre-crime. 140 alunos de duas escolas estaduais, situadas no centro da cidade de Colatina-ES, participaram desta pesquisa. A coleta de dados se deu a partir de questionários com questões abertas, cujas respostas foram categorizadas para a análise. Observou-se que mesmo vivendo em um contexto de injustiça ambiental, isso é pouco percebido pelos participantes da pesquisa. A maioria dos alunos revelou uma concepção antropocêntrica e/ou naturalista de meio ambiente, deixando explícita a necessidade de uma educação ambiental transformadora.
Ederson Pinto Da Silva, Lucia De Fátima Socoowski De Anello
REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume 37, pp 247-263; doi:10.14295/remea.v37i1.10905

Abstract:
O presente trabalho é parte integrante de uma pesquisa de doutorado que busca analisar a Educação Ambiental presente no processo de construção da Política de Desenvolvimento Sustentável da Pesca no Estado do Rio Grande do Sul – Brasil. Partindo do conflito ambiental que opôs, de um lado, os barcos industriais de arrasto e, de outro, pequenos armadores de pesca de emalhe e pescadores artesanais da zona costeira, analisa, na perspectiva marxiana e freireana, a práxis educativa e o método presentes no processo de constituição do sujeito coletivo e na transformação do conflito em potencialidade de transformação da realidade por meio da Gestão Pública. Conclui a análise evidenciando a importância do método como visão de mundo que fundamenta a postura adotada pelo educador ambiental em processos tensionados no contexto de conflitos ambientais.
Antonia Adriana Mota Arrais, Marcelo Ximenes Aguiar Bizerril
REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Volume 37, pp 145-165; doi:10.14295/remea.v37i1.10885

Abstract:
O enfraquecimento das políticas ambientais e educacionais, na atualidade, afeta diretamente e silencia a Educação Ambiental (EA). Com isso, o presente ensaio é dedicado a promover uma discussão acerca da EA na contemporaneidade, principalmente no contexto brasileiro, apontando para a urgência do estabelecimento de uma EA que seja amparada nas premissas críticas, emancipatórias e transformadoras para a edificação de uma luta coletiva de resistência e enfrentamento a todas as adversidades que emergem nesses “novos” tempos. Assim, são apresentados alguns fundamentos e contribuições acerca da Educação Ambiental Crítica (EAC) e como o pensamento freireano, com seus elementos estruturantes - diálogo, a educação problematizadora e libertadora, o processo de conscientização, os temas geradores, a relação horizontal entre educando-educador, a ação-reflexão-ação e o desvelamento da realidade – que podem fornecer diretrizes para a construção de possibilidades de (re)pensar a EA diante da atual conjuntura.
Back to Top Top