Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada

Journal Information
EISSN : 25254251
Current Publisher: Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada (10.25286)
Total articles ≅ 273
Filter:

Latest articles in this journal

Joubert Eurico De Albuquerque, Pedro André Rosas
Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 5, pp 85-93; doi:10.25286/repa.v5i3.1266

Abstract:
Este artigo tem como principal finalidade mostrar algumas diretrizes para a inclusão de técnicas de armazenamento de energia, em alternativa à utilização de geradores a óleo diesel, com o intuito de obter economia nas contas de energia devido à elevada tarifação nos horários de maior carga no sistema elétrico. Uma breve explanação dos equipamentos utilizados para tal finalidade está presente no texto, além de considerações acerca da tarifação de energia elétrica vigente no Brasil. Ao final, verifica-se que, com incentivos governamentais, como diminuição ou isenção de impostos, ou com a queda de custos devido ao desenvolvimento tecnológico dos equipamentos, a inserção dessas técnicas torna-se economicamente viável.
Victor Moraes, Willames De Albuquerque Soares, Bianca M. Vasconcelos, Tomi Zlatar, Béda Barkokébas Junior
Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 5, pp 94-101; doi:10.25286/repa.v5i3.1184

Abstract:
The cost of world-wide accidents represent ≈4% of global Gross Domestic Product each year, which could be minimized or prevented by using adequate Personal Protective Equipment (PPE). Although wearing adequate PPE are mandatory in a number of occupations where workers are exposed to risks, experience show-us that supervision is necessary to ensuring it. The traditional supervision was proved not to be effective enough, making it necessary to turn on technological solutions. The objective of this work was to investigate if RFID technology is a feasible solution for monitoring the usage of PPE on construction sites, giving suggestions which tags to use and characteristics of RFID portals for field applications. The results of laboratory tests show that four antennas with correct disposition on the RFID portal are enough to ensure readability of the worker when passing through it. While six passive tags were tested, two of them were found to be ideal for this purpose: the Web Lite Wet Inlay with a rubber wrap due to its protective characteristics, and the SmartTrac Dog Bone due to its size. In conclusion, the RFID technology was found to be a feasible solution for automatically control the wearing of PPE on construction sites. There is a need for further research on construction sites.
Hugo Filipy Bezerra Nunes Silva, Luiz Cordeiro De Barros Filho
Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 5, pp 73-84; doi:10.25286/repa.v5i3.1275

Abstract:
Este artigo aborda uma análise do nível de maturidade da gestão organizacional da Casa do Estudante de Pernambuco (CEP/OS), em que foram aplicados os critérios e fundamentos do Modelo de Excelência em Gestão® (MEG) no nível Compromisso com a Excelência, com o objetivo de fazer diagnóstico das atividades da gestão e propor um Plano de Melhoria da Gestão (PMG) com o intuito de elevar o nível da gestão da CEP/OS e satisfazer as partes interessadas desta organização. A CEP/OS é uma instituição sem fins lucrativos que tem o objetivo de atender estudantes carentes do interior de Pernambuco. A cada dois anos os sócios elegem o Diretor Presidente e seu vice para liderar a equipe de gestores indicados pelos mesmos, além dos conselheiros eleitos, também através do voto. Para a realização desta análise foram convocados, além do Diretor Presidente, quatro desses Coordenadores para responder perguntas determinadas pelo MEG. A aplicação desse questionário permitiu verificar a maturidade da organização e ajudar a estabelecer medidas que priorizem os pontos de melhorias identificados no diagnóstico. Foram comparadas as respostas dos cinco gestores verificando-se as concordâncias e discordâncias para atingir um consenso final que foi usado para estabelecimento do PMG. Palavras-Chave: Casa do Estudante de Pernambuco (CEP/OS); Modelo de Excelência em Gestão® (MEG); Gestão de OS.
Josélia Borges De Moura Furtado, Paulo Afonso Furtado Filho, Thalyta Pereira Oliveira, Marlo Rodrigues De Sousa Caetano, Inês Maria De Souza Araújo, Francisco Cardoso Figueiredo, José Ribeiro Dos Santos Júnior
Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 5, pp 56-64; doi:10.25286/repa.v5i3.1254

Abstract:
Neste trabalho foi proposta a caracterização química da fibra retirada a partir do caule da palmeira de babaçu. Estudos sobre o efeito do tratamento químico superficial e do teor dos principais componentes químicos presentes também foram realizados. Após a obtenção da fibra de babaçu na forma natural e mercerizada, as amostras foram submetidas às análises de FTIR, SEM, XDR e TG/DTG . Os resultados mostraram a eficiência do processo de tratamento químico superficial utilizado, revelando que a fibra de babaçu apresentou uma melhor propriedade físico-química. A remoção parcial dos componentes amorfos contribuiu para o melhoramento das propriedades mecânica e térmica. Após o processo de extração dos principais componentes lignocelulósico, a fibra de babaçu também revelou uma alta porcentagem de material cristalino em sua composição.
Igor Vinicius Barros Gatis, José Bione De Melo Filho
Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 5, pp 65-72; doi:10.25286/repa.v5i3.1279

Abstract:
O setor elétrico em termos de energia solar vem crescendo no Brasil, principalmente em relação a geração distribuída. Segundo a Resolução Normativa N°482 da ANEEL pode-se dividir a geração distribuída em Microgeração e Minigeração. Já a partir da Resoluções Normativa 482 e a 687 vislumbra-se que o mercado de geração distribuída teve um crescimento expressivo, principalmente quanto aos sistemas fotovoltaicos. Entretanto, nota-se que a ausência de normas que regulamentam as instalações de corrente contínua de um sistema fotovoltaico está gerando erros durante o dimensionamento de proteções. Até que a NBR 16690 seja publicada, adota-se a NBR 5410, em que pode encontrar uma regulamentação de instalações de corrente contínua até 1500V. Há também a NBR5419 para regulamentar a necessidade de aterrar as partes condutoras expostas dos arranjos fotovoltaicos, para fins de proteção contra surtos provocados por descargas atmosféricas. Com esta visão do setor elétrico e tendo em vista o crescente número de instalações sendo realizadas, este artigo tem como objetivo informar e esclarecer as principais dúvidas quanto ao dimensionamento de suas proteções para as instalações em corrente contínua. Palavras-Chave: proteção de sistemas fotovoltaicos; geração distribuída; sistemas de proteção para instalações fotovoltaicas
José Edeilson França, Eliana Cristina Barreto Monteiro
Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 5, pp 47-55; doi:10.25286/repa.v5i3.1241

Abstract:
A Região Metropolitana do Recife-PE está entre as capitais onde o transito é considerado um dos mais congestionados do país e algumas obras são extremamente importantes para que o engarrafamento não cresça. As passarelas, que são Obras de Artes Especiais, permitem essa fluidez, evitando as paradas ou interrupções para as travessias de pedestres, além de garantir a segurança destes. A falta de manutenção pode pôr em risco essa garantia, pois o que foi observado com este estudo é um estado de abandono dessas estruturas que são muito importantes. O objetivo do trabalho foi estudar as manifestações patológicas encontradas nas passarelas da Região Metropolitana do Recife. Observou-se que são várias manifestações, porém a corrosão de armadura é muito marcante principalmente na passarela do Engenho do Meio que apresenta, em alguns pilares, a armadura completamente exposta com perda de seção ou aço rompido. Em Paratibe as passarelas são do tipo estaiadas, uma verdadeira Obra de Arte, mas a falta de cuidado é tão evidente que um dos cabos de sustentação da estrutura já está rompido e os demais cabos apresentam um estado bem avançado de corrosão. Enfim, com o estudo realizado nessas estruturas percebe-se a importância de vistorias periódicas que podem ser uma das ferramentas para indicar os locais onde é necessário a intervenção imediata, evitando um custo elevado na manutenção com a interrupção do uso ou demolição dessas Obras de Artes Especiais.
Alisson Caetano, Dione Luiza Da Silva, Silvio Burrattino Melhado
Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 5, pp 40-46; doi:10.25286/repa.v5i3.951

Abstract:
A compatibilização de projetos compreende a atividade de sobrepor os vários projetos e identificar as interferências, bem como programar reuniões, entre os diversos projetistas e a coordenação, com o objetivo de resolver incompatibilizações que tenham sido detectadas. Baseado nessa definição, o objetivo do trabalho consiste em analisar o processo de compatibilização de projetos adotado por uma Empresa A de Infra Estrutura Urbana localizada na Região Metropolitana do Recife (RMR). A metodologia do trabalho foi realizada por meio da aplicação de questionários, com caráter de entrevista, direcionados aos gestores da empresa. Além disso, obteve-se acesso aos projetos elaborados pela empresa visando identificar a existência de incompatibilidades. De posse das respostas do questionário e do acesso aos projetos fornecidos pela empresa foi possível concluir que a Empresa A adota um método tradicional para compatibilização de projetos que é a sobreposição de layers. As incompatibilizações encontradas nos projetos fornecidos mostram que esse método é discutível.
Bruno De Sousa Teti, Bianca M. Vasconcelos, Lívia Silva, Vanessa Arruda
Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 5, pp 1-9; doi:10.25286/repa.v5i3.1141

Abstract:
Atualmente, o conceito de acessibilidade universal é amplamente estudado, havendo aplicações em diversos tipos de projetos. No entanto, para o ambiente construído, a dificuldade de adaptação é ainda maior quando comparado ao ambiente que está em fase de projeto.. Nesse contexto, essa pesquisa teve como objetivo estudar a utilização dos métodos de Avaliação Pós Ocupação (APO), especificamente o Mapeamento visual e a técnica do Passeio acompanhado, tendo em vista os conceitos da acessibilidade. A metodologia utilizada para obtenção dos dados da pesquisa seguiu as diretrizes do PRISMA, Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses. Os artigos encontrados foram pesquisados através da base de dados SCOPUS. As palavras-chave, utilizadas em inglês por motivo de abrangência, foram: “universal design”, "architecture", “universal accessibility”, “accessibility”, “post occupation evaluation” e “visual mapping”. É possível afirmar, que para uma APO destinada a adaptação de ambiente construído ser eficaz, pode-se combinar os métodos do Passeio Acompanhado e do Mapeamento Visual, visto que, apresentam, ora de forma objetiva, ora de forma subjetiva, aspectos perceptivos e cognitivos da vivência por cada grupo de pessoas com deficiência.
Antônio Isnar Patriota Junior, Pedro Igor Bezerra Batista, Yeda Vieira Póvoas
Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 5, pp 10-16; doi:10.25286/repa.v5i3.1159

Abstract:
Com o crescimento da indústria da construção civil e a maior acessibilidade das classes sociais a materiais nobres, o uso da cerâmica em fachada aumentou consideravelmente. Com o maior consumo vieram também os problemas de execução e materiais não conformes, elevando o número de incidentes. Nesta pesquisa utilizou-se a técnica da termografia infravermelha, caracterizada por ser um ensaio não destrutivo, ser de rápida análise e baixo custo, para verificar a fachada de uma edificação que apresenta indícios de fadiga dos materiais. Foram obtidas imagens térmicas identificando pontos com variações de temperatura, indicando possíveis manifestações patológicas. Após análise foram identificados novos pontos de desplacamento ocultos, imperceptíveis em análise visual. No âmbito da manutenção predial, a termografia infravermelha demostrou ser uma tecnologia de grande utilidade, permitindo analisar manifestações patológicas existentes ainda na fase embrionária, evitando assim custos agravados de manutenção
Caio Filipe De Lima Munguba, Luis Arturo Gómez-Malagón, Alvaro Antônio Villa Ochoa, Gustavo De Novaes Pires Leite
Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 5, pp 28-39; doi:10.25286/repa.v5i3.1268

Abstract:
Cerca de 40% do consumo energético mundial pertence aos edifícios, que normalmente são avaliados como pouco eficientes e de concepção projetual ultrapassada. Contra isso, entidades governamentais têm estimulado por meio de diretrizes e normas a modernização com retrofits energéticos e a adoção da geração distribuída mirando os chamados ZEB, zero energy building. Retrofits energéticos podem reduzir em até 30% o consumo de um edifício existente, que complementar à geração distribuída, facilita o alcance do ZEB, particularmente para edifícios educacionais. Neste sentido, este estudo explora a sugestão de um retrofit energético junto a um gerador fotovoltaico ao bloco IK, um dos edifícios da Escola Politécnica de Pernambuco da Universidade de Pernambuco. Considerando a autogeração, a eficiência do edifício e os parâmetros de conforto desejados sob indicadores econômicos. Embora complexa, a seleção das estratégias aplicáveis pode ser justificada avaliando o edifício holisticamente a partir dos fundamentos do consumo, e através de uma metodologia que usando dados de mercado, seja capaz de indicar os indicadores energéticos e econômicos por trás dos cenários de intervenção propostos. Obteve-se que a autogeração justifica-se e que o retrofit é complementar ao gerador fotovoltaico, pois juntos, podem aumentar a razoabilidade do projeto se os indicadores econômicos e energéticos forem corretamente avaliados.
Back to Top Top