Refine Search

New Search

Results in Journal Revista de Ensino de Ciências e Matemática: 780

(searched for: journal_id:(4280207))
Page of 16
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Luciene Fernanda da Silva,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-27; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a03

Abstract:
O Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (MNPEF) é um Mestrado Profissional em Rede Nacional que objetiva aprimorar a formação docente e o ensino de Física na Educação Básica. Fundamentados no conceito de desenvolvimento profissional docente, realizamos um estudo de caso de um polo do MNPEF e discutimos como os objetivos perseguidos pelo curso se desdobraram e reverberaram na produção discente e sobre aspectos da formação e mudanças na prática profissional dos cursistas. Apresentamos uma síntese da análise realizada a partir da leitura de documentos que regem o curso, de entrevistas semiestruturadas realizadas com dois orientadores e da análise de parte das dissertações e produtos educacionais defendidos no polo. A pesquisa nos permitiu visualizar as convergências entre demandas formativas e a proposta realizada no polo, além de apontar lacunas e potencialidades formativas a serem desenvolvidas.
Elisângela Rovaris Nesi, , Natalia Neves Macedo Deimling
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a02

Abstract:
Este artigo objetiva analisar as contribuições e limitações do Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (MNPEF), polos do Estado do Paraná, na visão dos professores que dele participaram. O trabalho está alicerçado nos pressupostos da pesquisa qualitativa. Para a constituição dos dados, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 28 professores que participaram do programa entre os anos de 2014 e 2019. Para a análise dos dados, utilizou-se a Análise Textual Discursiva. Os resultados apontam ser essa uma proposta de formação que contribuiu para articular os conteúdos da Física com o Ensino de Física. Apresentam também aspectos que demonstram avanços, limites e novas possibilidades para o processo de ensino-aprendizagem na área da Física a partir dos conhecimentos adquiridos no MNPEF.
Neiva Lilian Ferreira Ortiz, Luis Sebastião Barbosa Bemme, Rosemar De Fátima Vestena
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-18; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a05

Abstract:
Este artigo tem por objetivo analisar o potencial dos Produtos Educacionais (PE) desenvolvidos por pedagogos em um curso de Mestrado Profissional de um Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática. Tomou-se como base documentos da área de ensino emitidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O período de análise dos PE foi de 2017 a 2020. Tal estudo é de abordagem qualitativa, documental e bibliográfica, permeado por uma análise descritiva e interpretativa. Diante de um montante de seis PE, elegeu-se duas categorias de análise: i) quanto à caracterização didático-pedagógica dos PE e ii) quanto à divulgação e acessos dos PE. Nos PE analisados, percebeu-se que as etapas de pré-produção e produção são atendidas conforme orientações oficiais. Contudo, quanto à etapa de pós-produção (impacto dos PE), faz-se necessário maior atenção dos acadêmicos, dos programas de Pós-Graduação e da CAPES.
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-24; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a07

Abstract:
Este artigo tem por objetivo descrever e analisar o desenvolvimento e os desafios de um programa de pós-graduação na área de ensino. O PEQui – Programa de Pós-Graduação em Ensino de Química, do Instituto de Química (IQ) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) iniciou suas atividades com o mestrado profissional em 2014 e teve na sua avaliação parcial, para o quadriênio 2013-2016, conceito 3 da CAPES. Neste texto, a ênfase concentra-se nas atividades do programa no quadriênio 2017-2020: as linhas de pesquisa, a produção intelectual, o corpo docente, os egressos, a autoavaliação, os desafios enfrentados em tempos de pandemia e as perspectivas futuras.
Jonathan Giovanella Laste, ,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-17; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a10

Abstract:
Neste artigo são apresentadas e discutidas as produções acadêmicas dos pós-graduandos do Mestrado Profissional, obtidas como produtos educacionais (PE), constituintes do texto de suas dissertações. Estes produtos viabilizaram pesquisas na formação docente e possibilitaram práticas pedagógicas no ensino em diferentes áreas do conhecimento, em diferentes níveis de ensino, atendendo professores com uma pluralidade de formação. O estudo mostra que no Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Ensino de Ciências Exatas da Universidade do Vale do Taquari, no período 2008 a 2019, foram gerados 211 textos que constituem os produtos educacionais. Os fundamentos metodológicos utilizados nesta investigação são de natureza documental, com caráter exploratório e descritivo, e se caracteriza como um estudo de caso. A averiguação do significado do conteúdo dos materiais foi referenciada na análise de conteúdo. Os resultados da pesquisa trazem importantes contribuições para fomentar discussões sobre a formação dos professores no contexto dos mestrados profissionais.
Jacirene Vasconcelos de Albuquerque, Luely Oliveira da Silva, ,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-22; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a06

Abstract:
Este artigo tem como objetivo socializar a estrutura, organização e funcionamento do Estágio Supervisionado em nível de mestrado profissional, na área de concentração Ensino, Aprendizagem e Formação de Professores/as de Ciências na Amazônia. O percurso metodológico foi norteado pela pesquisa qualitativa, pesquisa bibliográfica e documental. Como considerações, tem-se que o estágio na estrutura curricular do Curso de Mestrado Profissional em Educação e Ensino de Ciências na Amazônia da Universidade do Estado do Pará possibilita a relação teoria e prática, orientado pela ação e reflexão sobre as problemáticas relacionadas à formação continuada de professores/as no ensino de Ciências e no desenvolvimento de produtos e processos educativos. Conclui-se que o estágio supervisionado contribui para formação crítica e reflexiva, tendo a pesquisa como princípio educativo e estruturante da formação dos/as professores/as.
Ellen Ludmille Santos de Morais, , Josivânia Marisa Dantas, Fernanda Marur Mazze
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-19; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a13

Abstract:
Com quase 20 anos de existência, o PPGECNM-UFRN formou um número expressivo de mestres. Nesse contexto é que este estudo busca avaliar o processo de formação do programa no período de 2012 a 2020 a partir da produção acadêmica e do acompanhamento de egressos. Trata-se de um estudo de natureza documental com vistas a analisar 121 dissertações produzidas nesse período e acompanhar os egressos em termos do impacto da formação e a atuação profissional. Utilizou-se como instrumentos um roteiro de análise e um questionário. Os dados foram tratados por ferramentas disponibilizadas pelo Laboratório de Estatística Aplicada da instituição. Os resultados mostram que 50% das dissertações focam na criação ou uso de recursos didáticos e descreveram/avaliaram estratégias para o ensino de Ciências, principalmente, para o nível médio; 60% dos egressos tiveram melhoria salarial após a conclusão do curso e acreditam que o programa capacita profissionais gerando impactos positivos na sua prática em sala de aula.
Luciene Lima De Assis Pires, Mara Sandra de Almeida, Paulo Henrique de Souza
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-16; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a09

Abstract:
O presente artigo traz reflexões sobre o Programa de Pós-Graduação em Educação para Ciências e Matemática (PPGECM), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG). Realizou-se, para tanto, pesquisa bibliográfica. Relatam-se elementos fundantes do programa, bem como desafios enfrentados ao longo dos dez primeiros anos de funcionamento, além de aspectos que se constituíram nas narrativas realizadas nos relatórios postados na Plataforma Sucupira. Verificou-se que o programa, iniciado em 2012, ao longo da primeira década de funcionamento, superou dificuldades relacionadas à matriz curricular e às disciplinas e, também, desenvolveu produtos educacionais de acordo com as diretrizes da área. Percebeu-se que as arestas foram aparadas, nova matriz curricular definida, novo conceito na avaliação quadrienal, possibilitando a submissão e aprovação do curso de Doutorado Profissional.
Luiz Clement, , Maria Maria Pauleti
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a08

Abstract:
Neste artigo objetivamos apresentar alguns aspectos que permitem compreender os desafios, os impactos e a possibilidade formativa inerente ao trabalho desenvolvido no âmbito do curso de Mestrado Profissional do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias PPGECMT ao longo da quadrienal 2017-2020. Para isso apresenta-se uma breve descrição do curso e de seu foco de atuação para, na sequência, abordar alguns dos resultados alcançados ao longo do quadriênio de 2017-2020. Com base na análise realizada, evidencia-se, por um lado, a grande demanda de professores que buscam a oportunidade de formação complementar junto ao PPGECMT e, por outro lado, a importância do programa para o processo de formação continuada de professores, mediante o estreitamento entre os aportes teórico-conceituais (pesquisa na área de Ensino em Ciências, Matemática e Tecnologias), o desenvolvimento de Produtos Educacionais e o aprimoramento didático-pedagógico dos egressos do curso.
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-19; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a12

Abstract:
O presente texto visa mapear e caracterizar os Produtos Educacionais produzidos e defendidos, no último quadriênio (2017 a 2020), no âmbito do Programa de Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Cruzeiro do Sul, ​​em especial sobre o Ensino de Matemática. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, de tipologia Estado do Conhecimento e Análise Documental. Com a realização deste estudo, foi possível perceber, que hoje há critérios bem definidos sobre o que são produtos educacionais e suas principais características, mas que ainda há alguns desafios a serem superados. Dentre os resultados, observamos que houve ausência de Produtos Educacionais relacionados ao nível Educação Infantil e o foco temático Grandezas e Medidas, sendo assim acreditamos que é preciso avançar nesses estudos, considerando que este nível também é contemplado na área de ensino e a referida unidade temática supracitada está incorporada na BNCC.
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-24; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a11

Abstract:
O presente estudo apresenta o relato de um programa de pós-graduação stricto sensu, associado a uma avaliação realizada pelos discentes sobre o ensino remoto síncrono vivenciado em 2020 e 2021. O problema parte da necessidade de oportunizar a formação continuada para professores da educação básica que estão em serviço e que necessitam de atividades voltadas a sua realidade e demanda. A avaliação foi realizada no segundo semestre de 2021 e teve como instrumento o uso de questionário, que foi respondido por 41 dos 66 acadêmicos matriculados no programa. As categorias de análise foram dadas a priori: olhar para si (discente enquanto aprendiz); diálogo com o outro (relação do discente com colegas, gestores e professores); e, mediadores (metodologias utilizadas nas aulas). Os resultados apontam que os discentes aprovam a forma como foram organizadas as atividades, olham para si e demonstram organização e controle sobre suas ações diante do ensino remoto síncrono.
Sirliane Da Costa Viana, France Fraiah-Martins
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a24

Abstract:
Esta pesquisa trata do Ensino de Ciências para alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) a partir de narrativas de licenciandos do extremo norte do Brasil. O objetivo foi analisar as aprendizagens para a docência quanto ao Ensino de Ciências na EJA. Este estudo configura-se em pesquisa narrativa. Como pressuposto teórico discutimos a formação de professores para o Ensino de Ciências na EJA. As narrativas sinalizaram possibilidades para uma formação de professores centrada na fala do professor a partir de suas experiências formadoras e na investigação de sua própria prática. Assim como identificamos premissas para o Ensino de Ciências na EJA na perspectiva de uma alfabetização científica que assuma a trajetória de vida dos adultos e suas necessidades do dia a dia como ponto de partida para explorar conteúdos e conceitos científicos importantes na formação de sujeitos da EJA.
Francisco Eteval Feitosa
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a13

Abstract:
A transição do Cálculo, em uma variável real-CUV, para o Cálculo em várias variáveis-CVV, envolve mudanças nem sempre naturais e podem surgir elementos de ruptura. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo descrever e analisar o processo de concepção e aplicação, por meio remoto de uma sequência didática, para o ensino dos teoremas de Green, Gauss e Stokes. A pesquisa, de cunho qualitativo, tem quadro teórico composto da teoria da Orquestração Instrumental de Luc Trouche, e a coleta de dados se deu, por meio de observação direta, formulários eletrônicos, captura em vídeo e vídeos produzidos pelos alunos, e a análise se deu pela triangulação dos dados. A orquestração instrumental proposta foi vivenciada por 34 alunos de uma Universidade pública do Amazonas e indiciou que pode favorecer tanto a transição interna do CUV para o CVV como a gênese instrumental dos alunos com uso de recursos digitais acarretando a aprendizagem dos teoremas de Green, Gauss e Stokes.
Marcia Narcizo Borges, Thriciane Torres de Carvalho Lodi,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a07

Abstract:
O trabalho descrito neste artigo investigou como a aprendizagem de Química Orgânica pode ser problematizada a partir de um tema sociocientífico controverso: as drogas. Usando uma abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS), a estratégia de ensino escolhida foi uma oficina temática realizada com 28 estudantes do 3º ano do Ensino Médio de um colégio universitário. Essa oficina teve como referencial D. Delizoicov em seus Três Momentos Pedagógicos (3 MPs). O 1[1]º momento pedagógico teve como objetivo levantar as concepções prévias dos alunos sobre o tema, por meio de uma discussão e de um questionário. No 2º momento pedagógico, organizou-se o conhecimento a partir de uma aula dialogada que abrangeu o contexto histórico das drogas, seus efeitos químicos, bioquímicos e sua influência no corpo humano. No 3º momento pedagógico, a partir da integração de aprendizagens, foi realizada uma oficina de cartazes, visando à aplicação do conhecimento numa perspectiva crítico-reflexiva. Com base numa avaliação qualitativa e continuada, foi observado que o tema abordado e a estratégia de ensino favoreceram o desenvolvimento da criticidade frente às questões abordadas, aproximaram aspectos conceituais, sociais e tecnológicos da Ciência ao cotidiano dos estudantes e mostraram-se ótimas opções para contribuir para a formação de cidadãos conscientes e responsáveis.
Talita Cristina Raiol Carvalho,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-20; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a15

Abstract:
Este artigo tem como objetivo discutir os primeiros movimentos para inserção do ensino das Ciências Naturais no estado do Maranhão, no período Imperial brasileiro, de 1835-1870. O trabalho se caracteriza como uma pesquisa histórico-documental, realizada a partir da análise de documentos oficiais, como: leis provinciais, regulamentos, relatórios, currículos e programas de ensino. Duas instituições escolares constituíram-se campo de investigação, sendo elas: o Liceu Maranhense e a Casa de Educandos Artífices do Maranhão. Evidenciou-se que as Ciências Naturais foram, inicialmente, inseridas no Liceu Maranhense em 1855, sendo uma adequação ao que estabelecia nacionalmente a Reforma Couto Ferraz. Em 1866, criou-se a cadeira de Ciências Naturais Aplicadas às Artes, na Casa de Educandos Artífices. As Ciências Naturais não tiveram boa aceitação nesses dois estabelecimentos de ensino, sendo as principais causas, a inexistência de finalidades educativas, as dificuldades de assimilação dos conteúdos da área por parte dos alunos e a baixa relevância das ciências no país.
Alex Souza Almeida, Matheus Dos Santos Reis, Francisnaide Dos Santos Souza,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a16

Abstract:
Nas últimas décadas, os trabalhos na área da Educação Científica que reconhecem a relevância da História e Filosofia da Ciência (HFC) no ensino de Ciências para uma aprendizagem mais contextualizada e crítica dos conceitos científicos nos diversos níveis educacionais têm crescido. Este artigo objetivou analisar o Projeto Acadêmico Curricular dos cursos de licenciatura em Ciências Biológicas, Física e Química de uma universidade sul-baiana à luz da HFC. A metodologia de investigação das informações foi a Análise de Conteúdo proposta por Laurence Bardin. Os resultados indicaram que a temática nos cursos de Química e Física está restrita a um componente curricular de caráter obrigatório ao longo de toda formação docente, e o curso de Ciências Biológicas não apresenta disciplina de caráter obrigatório com abordagem na HFC. De modo geral, o resultado deste estudo apresenta a necessidade de criar novos espaços de discussões sobre a natureza da Ciência.
Zoraide Dangremon de Almeida Pereira, João Paulo Casaro Erthal
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a04

Abstract:
Este trabalho investigou todas as dissertações disponíveis do Mestrado Nacional Profissional de Ensino de Física (MNPEF), dentre os anos de 2013 e 2020. O foco desta pesquisa foi identificar temas e referenciais teóricos mais utilizados nas dissertações, com o intuito de proporcionar um melhor direcionamento para a escolha de temas de Física para futuras propostas de pesquisas. Foram analisadas 1208 dissertações. Os resultados mostraram que os tópicos mais abordados foram: Física Moderna; Dinâmica; Eletromagnetismo e Cinemática, e que os referenciais teóricos mais utilizados foram: a Teoria da Aprendizagem Significativa, de David Ausubel; a Teoria Sociointeracionista, de Lev Vygotsky; e a Teoria da Aprendizagem Significativa Crítica, de Marco Antônio Moreira. A partir dos resultados foi possível identificar problemas na confecção das dissertações e tendências de temas de pesquisa, além de verificar que a produção analisada aparece como um forte aliado para a discussão de Física Moderna e Contemporânea em sala da aula.
Marilaine De Fraga Sant'Ana, Alvino Alves Sant'Ana
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-17; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a21

Abstract:
Neste trabalho, investigamos as dissertações que tratam de modelagem matemática apresentadas em um Mestrado Profissional, entre os anos 2007 e 2020. Para tal, foi realizada uma Análise Textual Discursiva, com corpus constituído por dezesseis resumos de dissertações, e são apresentadas duas categorias: Ambiente Crítico, composta pelas unidades de análise Ambientes de Aprendizagem, Crítica e Reflexão e Comunidade de Atuação; e Compartilhamento de Responsabilidades, composta pelas unidades de análise Autonomia e Papel do Professor. As duas categorias são entrelaçadas pelas concepções de modelagem matemática assumidas pelos autores das dissertações, bem como por suas vivências no Mestrado Profissional, o que é visto como um impacto na Escola Básica da formação desenvolvida pelo Programa.
Iolanda Márcia de Souza,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-19; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a10

Abstract:
O presente trabalho buscou responder aos questionamentos feitos durante os estudos da disciplina Alfabetização e Letramento Matemático ofertado pela Universidade Estadual de Montes Claros- UNIMONTES, tendo como problema de pesquisa: O que a revisão de literatura apresenta sobre formação dos professores que atuam nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental para o trabalho com a Matemática, no período de 2004 a 2018? Buscou-se então, estudos que permitissem alcançar o objetivo geral desta pesquisa: conhecer sobre o que a revisão de literatura apresenta sobre a formação dos professores que atuam nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental para o ensino da Matemática. Em síntese, as disciplinas que tratam do ensino da Matemática nos cursos de Pedagogia em sua maioria, não são suficientes para a formação integral dos futuros professores, refletindo na prática destes profissionais, ocasionando nestes a falta de preparo para ministrar este conteúdo.
Maria Josiane Da Silva Nery, Fabiano Reis da Silva,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-21; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a01

Abstract:
Inspired by the concept of bricolage brought by Seymour Papert to education, this work articulated a theoretical and methodological set composed by Constructionism, Inquiry-based Science Teaching and Augmented Reality, aiming to achieve Scientific Literacy indicators. This articulation was concretized in a biology didactic planning, experienced in the second year of high school in a public school. The search for scientific literacy indicators was carried out by means of Textual Discourse Analysis. The results show that the theoretical-methodological set led the students to construct several indicators proposed in the literature of the area. We conclude that constructionist approaches via inquiry teaching are a viable path to scientific literacy and suggest that bricolage should be a strategy encouraged in basic education teacher training or improvement courses.
Joice Francianny Melo dos Santos,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-21; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a20

Abstract:
No contexto da pandemia de COVID-19, a disseminação de fake news evidenciou a importância da abordagem dos conteúdos de Biologia no ensino brasileiro. O presente trabalho busca apresentar um mapeamento das produções científicas sobre o ensino do sistema imunológico na Educação Básica. Para tanto, foi realizado um levantamento bibliográfico, sob a forma de estado da arte, que permitiu a categorização dos resultados de acordo com aspectos formais e de conteúdo. Observou-se um número surpreendentemente pequeno de trabalhos produzidos sobre o tema, com aumento em 2018 e 2019, com destaque para a Região Sudeste (69% das publicações). O reduzido quantitativo de publicações encontradas evidencia a necessidade de mais pesquisas referentes ao tema e às suas implicações para a sociedade. Espera-se que este trabalho represente não somente uma contribuição à pesquisa em ensino de biologia, mas também a melhoria da abordagem dos conteúdos relativos à imunologia na Educação Básica.
Norma Suely Gomes Allevato,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-16; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n3a01

Abstract:
O presente artigo apresenta um retrato descritivo analítico do curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática, da Universidade Cruzeiro do Sul – São Paulo/SP. Apresenta elementos considerados em sua concepção, avançando para aspectos atuais que incluem os objetivos do curso, a estrutura curricular, as linhas de pesquisa, as características dos corpos docente e discente. Desenvolve reflexões acerca dos mecanismos que promovem a integração entre as áreas que o constituem, quais sejam, as do Ensino de Ciências da Natureza (Biologia, Física e Química) e de Matemática, em sua frequente interface com as Tecnologias de Informação e Comunicação.
Helio Cinquini Vianna Júnior, ,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-20; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a08

Abstract:
Os resultados de aprendizagem de funções têm se mostrado cada vez mais insatisfatórios. Uma das formas de avançar na compreensão do conhecimento docente para seu ensino é através da produção científica. O objetivo é analisar o Conhecimento dos Tópicos Matemáticos (KoT) para o ensino de funções na Educação Básica presentes em produções científicas indexadas na Web Of Science entre 2015 a 2020. O referencial teórico adotado foi o Mathematics Teachers’ Specialized Knowledge. Trata-se do estado do conhecimento das produções científicas sobre o conhecimento docente para o ensino de funções na Educação Básica, utilizando o instrumento iMTSK. Os conhecimentos identificados contemplam todas as categorias do subdomínio (Definições, propriedades e seus fundamentos; Fenomenologias e aplicações; Registros de representação; Procedimentos). Destacam-se os contextos de aplicação dos conceitos de função que são usados para introduzir os conceitos de domínio, contradomínio, imagem e pré-imagem, bem como para facilitar a compreensão de suas propriedades e definições.
Sandra Maria Schroetter, Nilson Sergio Peres Stahl, Camila Peixoto Ramos Fagundes Duncan, Rachel De Salles Freitas Dos Santos
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-23; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a23

Abstract:
Este artigo apresenta uma pesquisa que foi desenvolvida com vinte alunos do 9º ano, do Ensino Fundamental de uma escola privada, da cidade de Campos dos Goytacazes, no estado do Rio de Janeiro. Teve como objetivo compreender, entre outros aspectos, as justificativas e as conjecturas elaboradas pelos educandos ao resolverem tarefas, envolvendo um problema real em um ambiente virtual. Os grupos foram divididos com 4 alunos, por intermédio de um Ambiente Virtual, onde realizaram discussões de modo colaborativo, objetivando a resolução de atividades propostas. As produções escritas dos educandos foram analisadas à luz da abordagem Qualitativa, tendo como base a Análise de Conteúdo para interpretação dos dados. A partir dos resultados, realizaram-se inferências e reflexões sobre como os educandos construíram conhecimentos em Matemática no ambiente. Pôde-se identificar que essa construção se apoiou no compartilhamento de reflexões, nos vínculos de colaboração e na utilização de conceitos em matemática que convergiram para algumas etapas procedimentais destacadas na Modelagem Matemática.
Priscila De Paiva Martins Veiga, Eduardo Barrére
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-22; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a22

Abstract:
A Trigonometria está presente em várias áreas do conhecimento, porém envolve abstrações nas quais estudantes e professores apresentam dificuldades no processo de ensino e aprendizagem. Partindo da premissa de que as ferramentas tecnológicas podem auxiliar nesse processo, é importante que os professores conheçam propostas de ensino e ferramentas tecnológicas que auxiliem no ensino e aprendizagem e sejam focadas na participação ativa dos estudantes. Este artigo investiga a viabilidade do uso de vídeos interativos como ferramenta tecnológica, propiciando aos professores a oportunidade de aprenderem a utilizá-los no processo ensino-aprendizagem. Ele é um recorte de uma pesquisa de mestrado na qual foram desenvolvidos Objetos de Aprendizagem no formato de vídeos interativos para abordar a temática de Trigonometria. É descrito um curso online de formação continuada de professores, que permite ao participante interatuar e avaliar um conjunto de vídeos interativos elaborados como objetos de aprendizagem, voltados para o ensino de Trigonometria no Ensino Médio. Os resultados indicam que o uso de vídeos interativos pode ser uma alternativa viável para auxiliar os professores no ensino de trigonometria, favorecendo o engajamento e a atenção dos estudantes.
Liliane Cristine Chaves Santos,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-19; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a17

Abstract:
O artigo apresenta a discussão de uma questão de matemática do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) com um grupo de alunos da terceira série do Ensino Médio de uma escola da rede pública. O episódio integra uma pesquisa qualitativa sobre a resolução de questões de matemática do ENEM em um grupo no aplicativo WhatsApp. O referencial teórico mobilizado é o da Educação Matemática Crítica, que diz que a matemática pode ser utilizada como ferramenta de empoderamento para compreender, criticar e mudar a realidade. A pesquisadora é professora da Educação Básica e participou das discussões incentivando os alunos a desenvolverem e avaliarem a validade de diferentes resoluções. Os diálogos foram registrados em mensagens de texto e áudio. Na análise das interações, foram observados elementos de autonomia no questionamento do enunciado, na proposição e avaliação de soluções, bem como a presença da argumentação, indício de pensamento crítico e reflexivo por parte desses alunos.
Pércia Paiva Barbosa, Diogo Dos Santos, Sandra Maria Rudella Tonidandel
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-23; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a02

Abstract:
Scientific initiation has benefits for scientific education, but few studies focus on schools. Thus, we investigated a Program of Scientific Initiation offered by a private school in São Paulo. We aimed to identify: i) a number of students that were participated in this program (2006 to 2019); ii) the areas and themes that were researched by the participants; iii) possible gender differences. We analyzed some documents, did some statistical tests, and did an Open Data Categorization. We identified the growth of student enrollments, indicating an enlargement of their interest in scientific topics. We also identified a greater number of researches in Biological Sciences, but gender differences were not identified, just an asymmetry in the areas of interest of students. More spaces for the development of the Nature of Science in schools are necessary, as well as the constant dialogue about the insertion of women in scientific careers.
Arthur Fernandes de Lima Costa Resende,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a19

Abstract:
No cenário brasileiro atual, é verificado a incipiente inserção de atividades STEAM (sigla em inglês que significa Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática) no contexto escolar. O trabalho apresentado tem como objetivo analisar as implicações de uma proposta STEAM para o processo de aprendizagem dos alunos do quinto ano do Ensino Fundamental. A atividade foi desenvolvida em uma escola pública com estudantes dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, por meio de uma abordagem metodológica qualitativa. Foram analisadas as interações dos alunos durante os desafios propostos ao longo de um jogo STEAM a partir da técnica conversas de aprendizagem. Os resultados apontam que, por meio das interações realizadas, a abordagem STEAM contribuiu para o processo de aprendizagem de modo a estimular os estudantes na resolução de problemas e no desenvolvimento da criatividade e da curiosidade. Concluiu-se que a abordagem STEAM e o jogo têm potencial para trazer contribuições para o processo de ensino e aprendizagem de alunos dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental.
Schayla Letyelle Costa Pissetti,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-21; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a05

Abstract:
Com o objetivo de compreender os conhecimentos construídos empiricamente e tomá-los como inspiração para as práticas escolares, apresentamos um estudo baseado na etnomatemática desenvolvida por uma costureira para lidar com o seu trabalho. Para tanto, utilizamos o delineamento cartográfico com o intuito de acompanhar as atividades desenvolvidas, relacionadas a medidas, proporção, cálculos financeiros, entre outros conceitos. Diante disso, inferimos, a partir do mapeamento das ações da costureira, que ela faz uso de uma linguagem própria, advinda de seu contexto sociocultural e baseada em seus saberes empíricos, que emergiram de observações e experimentações, sendo, portanto, uma etnomatemática. Ademais, acreditamos que isso pode inspirar professores a valorizar os saberes matemáticos de seus alunos, como ponto de partida e contextualização para o ensino da matemática escolar. Em uma perspectiva didática, trabalhar com etnomatemática em sala de aula significa incluir a realidade sociocultural na qual os alunos se inserem, no desdobramento das atividades escolares.
Jocelmo De Morais França,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-16; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a04

Abstract:
A pesquisa apresentada neste trabalho teve como objetivo comparar o(s) entendimento(s) sobre resolução de problemas presentes no Guia PNLD, nas edições de 2002 e 2020. Como referência para tratar sobre entendimento(s) de resoluções de problemas foi utilizado Onuchic (1999) e Trindade e Santos (2013). Como fonte, nesse primeiro movimento, foram utilizados os Guias dos Livros Didáticos avaliados nos PNLD dos anos de 2002 e 2020, caracterizando-se como uma pesquisa documental e bibliográfica. O exame das fontes possibilitou aferir que o PNLD 2002, apesar de conter indícios da Resolução de Problemas como metodologia, não contempla essa abordagem. Já no PNLD 2020 é indicada explicitamente a metodologia Resolução de Problemas.
Paulo Henrique Correia Araújo da Cruz, Taniele Loss,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a06

Abstract:
Este artigo discutirá como trezes cursos de Licenciatura em Matemática ofertados no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo organizaram suas matrizes curriculares para uma formação que contemple o uso de tecnologias digitais. Motivado pelo ensino remoto, decorrente da suspensão das aulas presenciais em função da pandemia do Covid-19, evidenciou-se a urgente demanda por formação específica neste assunto. Como objetivo geral, analisar-se-á como as matrizes curriculares organizaram-se para discutir o uso das tecnologias na formação ao futuro professor de matemática. Com caráter documental, após breve introdução às motivações, subdividimos o texto em duas partes. Em uma, estabelecemos o entendimento sobre a necessidade da formação de professores para o uso de tecnologias digitais na Educação, na outra, apresentamos a análise das matrizes curriculares. Finalizamos com algumas considerações sobre o processo formativo proposto, refletindo sobre a presença das tecnologias digitais na formação inicial de professores de Matemática na instituição.
Saionara Fontes Silva, Mikaella Rocchigiani Magnavita dos Santos,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-26; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a03

Abstract:
A formação inicial de professores tem um papel relevante na constituição da identidade docente. Nesse sentido, uma oportunidade que pode oferecer diferentes experiências para os licenciandos são as Atividades Acadêmico-Científico-Culturais (AACC). Assim, o presente artigo tem como objetivo analisar como quatro Cursos de Licenciatura em Química de três Instituições de Ensino Superior do estado da Bahia compreendem as AACC e quais atividades são consideradas nos Projetos Pedagógicos dos Cursos. A pesquisa tem uma abordagem qualitativa, do tipo documental que utilizou quatro Projetos Pedagógicos das Licenciaturas em Química e apresenta uma análise pautada na Análise de Conteúdo. Os resultados foram organizados em categorias: as resoluções seguidas que orientam as AACC; as compreensões pelos cursos sobre as AACC; e as atividades consideradas. Concluiu-se que os cursos seguem documentos oficiais, que compreendem as AACC como um leque de conteúdo e diversificação educacionais, e que as consideram como atividades de ensino, pesquisa, extensão etc.
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a25

Abstract:
A pandemia de Covid-19 apresentou vários desafios para o Ensino Superior em Biociências, especialmente nas atividades práticas. Enquanto alguns docentes preferiram adiar suas aulas práticas, outros buscaram alternativas para lidar com as limitações do momento. Este trabalho apresenta uma sequência didática para uma disciplina remota de Entomologia Médica na graduação. Esta sequência faz uso do BioTax e do Google Drive. Ela aborda táxons de Muscomorpha, Entomologia Forense e ectoparasitos em dez atividades; sendo três de identificação taxonômica de exemplares e uma de criação de chave de identificação digital. A sequência foi aplicada em duas turmas do segundo semestre de 2020 da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Os 38 alunos que tinham acesso a computador realizaram todas as atividades propostas. A maioria obteve sucesso, mas alguns erros foram identificados. Assim, a sequência didática proposta apresentou-se como um recurso interessante para contornar alguns desafios do ensino remoto em Biociências.
Letícia Fagundes Triguero,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a18

Abstract:
Esse trabalho tem como objetivo investigar sobre as possíveis articulações dos significados denotativos e conotativos para as noções envolvidas no conceito de proporção, que são manifestadas nas estratégias desenvolvidas por estudantes dos Anos Iniciais, quando desenvolvem atividades de Modelagem Matemática. Realizamos a pesquisa com alunos de 5º ano de uma escola pública do município de Maringá – PR, e a produção dos dados ocorreu via Google Meet, por meio da gravação em áudio e vídeo das aulas e do registro escrito das crianças. Diante disso, elaboramos mapas conceituais os quais retratam as estratégias utilizadas durante a atividade de Modelagem Matemática desenvolvida, e que foram utilizados na análise. Considerando a predisposição dos alunos, motivada pela atividade de Modelagem Matemática, bem como o significado denotativo trabalhado, as ações e justificativas dos alunos para suas resoluções nos deram indícios de articulação dos significados denotativos e conotativos que resultam nos significados psicológicos envolvidos no conceito proporção.
Carlos Alex Alves, , Eliane Maria Vani Ortega
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-26; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n4a09

Abstract:
Apresentamos os resultados de uma investigação que objetivou conhecer e compreender o panorama das pesquisas desenvolvidas em âmbito nacional acerca da interdisciplinaridade na Educação Matemática, identificadas no Catálogo da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e no acervo da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), entre 2015 e 2020. Identificamos um conjunto de 34 trabalhos, sendo 13 do banco de dados da Capes (11 dissertações e 2 teses) e 21 na BDTD (16 dissertações e 5 teses). Os dados obtidos mostraram que os estudos são desenvolvidos em nível de mestrado (27; 79,4%); foram publicados, em sua maioria, em 2017 (11; 32,35%); são voltados, majoritariamente, à Educação Básica (26; 76,5%); são, em grande parte, de natureza teórica (14;41,2%) e pragmática (14; 41,2%); e com uma pluralidade de temáticas, teorias, metodologias, áreas de conhecimento e conteúdos. Evidenciamos a tímida quantidade de trabalhos com foco no Ensino Superior e nenhum centrado na Educação Infantil, indicando um terreno fértil para investigações futuras.
Elio Rubens de Freitas Silva, Adelmo Carvalho da Silva
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-26; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a14

Abstract:
A pesquisa apresenta como objetivo geral compreender as práticas pedagógicas de professores que ensinam Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental. Configura-se numa abordagem de cunho qualitativo. Como instrumentos para produção de dados, utilizamos questionários de caracterização do professor e entrevistas semiestruturadas, assim como análise documental do Projeto Político Pedagógico. Norteia, como problema desta pesquisa, a seguinte questão: quais as práticas pedagógicas desenvolvidas pelos professores de Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental? Para interpretação e análise dos dados, a partir do referencial teórico e dos dados coletados, elaboramos quatro dimensões de análise: Práticas pedagógicas; Desenvolvimento do planejamento; Ensino de Matemática e Experiência profissional do professor. A interpretação e análise dos dados permitem-nos considerar que as concepções de práticas pedagógicas dos professores participantes da pesquisa apresentam várias concepções que utilizam ao agir em sala de aula, em função, ao mesmo tempo, de sua realidade cotidiana, de suas necessidades, recursos e limitações.
Carolina Puras da Rocha Amorim, João Batista Dos Santos Junior, Cristiana Brasilio Leite
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-20; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a12

Abstract:
Apresentamos aqui um estudo da evolução das concepções de um grupo colaborativo composto por seis professoras da rede municipal da região de Sorocaba/SP, todas com formação em Pedagogia. O objetivo dos pesquisadores com o grupo é o enfrentamento das dificuldades para a implementação da Alfabetização Científica (AC) nos anos iniciais do ensino fundamental. A análise baseou-se nas declarações das professoras em três instrumentos que visavam identificar as concepções do grupo em duas dimensões analíticas: a visão de Ciências e os indicadores da AC. Os resultados apontaram que o grupo colaborativo fomentou a problematização de visões e a reflexão sobre a prática pedagógica. Desse modo, consideramos que os resultados obtidos até este momento indicam que, se o trabalho colaborativo for desenvolvido e acompanhado em mais tempo poderá produzir efeitos mais importantes na evolução das concepções das professoras.
Ana Beatriz de Oliveira,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-22; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a10

Abstract:
O presente artigo busca responder ao questionamento: Que possibilidades e limitações são apontadas por licenciandos em Matemática acerca do uso de tabelas como estratégia para a resolução de problemas? Para a coleta de dados, utilizaram-se os registros em duas situações de Matemática, para as quais o uso de tabela era uma das possíveis estratégias de resolução, bem como um questionário online com cinco perguntas. Os resultados mostraram que, ao serem incentivados a utilizar a estratégia da tabela, os licenciandos tiveram que repensar suas resoluções, criar caminhos e formas de organização. Assim, apontaram como possibilidades do uso da tabela a melhor visualização dos dados e informações e o auxílio em outras estratégias. Como limitações, citaram o fato de se tratar de um processo extenso, principalmente no caso de grande quantidade de dados, e a impossibilidade de usar a tabela em todos os tipos de problema
Marília Alana Costa de Jesus, Renato Santos Araujo
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-19; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a09

Abstract:
O objetivo deste artigo é analisar, comparativamente, a formação inicial de professores de Ciências Naturais, Física e Matemática sob uma óptica quantitativa, no século atual. A discussão será introduzida com uma breve revisão histórica da formação de professores e o conceito da evasão. Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa documental com abordagem quantitativa. As fontes de dados foram os documentos publicados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e compreendeu o período entre 2000 e 2019. Constatou-se que houve um aumento das taxas de evasão, indicando que a abrangência e as características das políticas públicas limitaram seus impactos. Além disso, os dados indicaram uma piora progressiva nas estatísticas de formação de professores. Conclui-se afirmando que as políticas públicas voltadas para a formação de professores são necessárias, mas enquanto elas estiverem desacompanhadas de ações concretas nas escolas, certamente, pouco, ou nada, mudará no país
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-21; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n1a19

Abstract:
Uma das maiores avaliações em larga escala do mundo, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), foi criada para ser uma ferramenta de avaliação da Educação Básica. Com o passar dos anos, entre outras coisas, adquiriu funções como servir de prova de seleção para o Ensino Superior. Deseja-se que o exame tenha condições de servir aos seus propósitos de maneira justa, pois tem grande potencial de influenciar a vida dos seus participantes. Na psicometria é dito que os testes devem apresentar indícios de fidedignidade e validade. O presente estudo exibe os resultados de uma análise da qualidade psicométrica das questões de Química das provas de 2009 a 2019. Examinou-se os Microdados do ENEM e, como síntese, os itens foram classificados como bons, duvidosos e ruins. Como resultado constatou-se que 84,52% das questões de Química foram consideradas não adequadas para mensurar aquilo que se propõe a medir. Aconselha-se investigações futuras que visem replicar tais resultados e avaliar qualitativamente tais itens
Fausto José de Araújo Muniz, Marcos Alexandre De Melo Barros
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-21; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a07

Abstract:
Este artigo apresenta as concepções e utilização do Ensino Híbrido entre professores em formação continuada do Ensino de Ciências. Numa abordagem qualitativa, tipo pesquisa-ação, a investigação envolveu 42 participantes de uma disciplina da pós-graduação, ministrada remotamente utilizando diversas metodologias e vivências. Para obtenção dos dados, durante a intervenção, foi aplicado um formulário on-line sobre compreensão e uso de Ensino Híbrido. As respostas foram analisadas, tabuladas e categorizadas, emergindo oito grupos categóricos. Os participantes compreendem o Ensino Híbrido como utilização ou combinação de on-line e off-line, percebem como possibilidade metodológica que utiliza variados espaços e formatos, com objetividade e que os recursos são estrategicamente disponibilizados, mesclando atividade presencial e on-line. Os resultados evidenciaram que a maioria dos participantes não utiliza ou utilizou essa metodologia nas suas atividades educacionais. A flexibilidade entre espaços e formatos possibilitam maior integração tecnológica, organização e acesso à informação, estruturação de ambientes e contextos para promover aprendizagem
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-22; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a08

Abstract:
Este estudo apresenta um mapeamento teórico de pesquisas científicas brasileiras que possuem como temáticas o Pensamento Computacional e a Robótica Educacional na resolução de problemas por estudantes da Educação Básica. Tem como objetivo identificar essas produções e analisar de que modo abordam os processos pedagógicos que envolvem esses tópicos em salas de aula da Educação Básica. Para tanto, foi realizada uma busca nas seguintes plataformas: SciELO; Periódicos CAPES; Google Acadêmico. Por meio da leitura minuciosa dos resumos das produções encontradas, foram selecionadas dez produções para análise. A leitura integral das produções mostra que o Pensamento Computacional e a Robótica são extremamente versáteis, sendo utilizados em toda Educação Básica como métodos de desenvolvimento de diferentes habilidades. Os resultados apontam que ambos são métodos eficazes para uma aprendizagem na qual o estudante é ativo na construção de conhecimentos, e que a Robótica é uma ótima ferramenta para o desenvolvimento do Pensamento Computacional
Moacir Silvestre Mann, Tatiane Bertuzzi,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-21; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a06

Abstract:
Os conteúdos sobre as plantas estão entre os assuntos que vêm ganhando destaque nas pesquisas sobre ensino, o que vem contribuindo para uma mudança na forma como o ensino-aprendizagem de Botânica é percebido por estudantes e professores. Ainda assim, o ensino sobre as plantas pode ser desafiador e a busca por estratégias que melhorem esse cenário passa por conhecer as percepções e dificuldades dos professores. O objetivo deste trabalho foi investigar como os professores que ensinam a Botânica, em escolas da rede de educação do município de Alegrete (RS, Brasil), percebem o tema e o processo de ensino-aprendizagem do mesmo. Para isso, foi realizado um questionário on-line com os professores participantes. Os resultados apontam para um aspecto animador relacionado ao ensino das plantas, ainda pouco registrado no contexto escolar, que é o interesse dos professores e a percepção, por parte dos professores, de que os estudantes gostam e se interessam pelos temas da Botânica. A formação continuada pode ser uma forma acessível de minimizar algumas das dificuldades apontadas pelos professores, contribuindo com atualização teórica, didática e com espaço para reflexão sobre os conteúdos e práticas
Vaudenir Pereira Dias,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-26; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a04

Abstract:
Objetivamos com este artigo conhecer as principais contribuições da Educação Ambiental Crítica na compreensão da chamada crise ambiental. Além disso, buscamos compreender os fatores que influenciaram na formação e consolidação dessa crise. A partir da leitura da consagrada obra de Carson (2013) e de autores contemporâneos como Loureiro (2012), Tozoni-Reis (2004), Layrargues (2009), Saviani (2020; 2012; 2008; 1991), Dias (2004), Duarte (2012), entre outros, buscamos compreender como esse movimento autodestrutivo da Humanidade vem configurando-se numa crise civilizatória. Apresentado a partir da relação Homem, Natureza e Sociedade, este ensaio foi pautado numa pesquisa qualitativa, que contou com estudo exploratório e levantamento bibliográfico. A crise ambiental atual, sobretudo oriunda de uma sociedade fomentada pelo modelo de produção capitalista, vem sendo marcada pelo negacionismo da Ciência e da relação do Homem e Natureza, que terá consequências reais em médio e longo prazos
Juliana Martins Marteleto Novo,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-25; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a03

Abstract:
Pesquisas apontam que abordagens investigativas e experimentais podem facilitar o ensino da Microbiologia na Educação Básica, tendo em vista o caráter abstrato relacionado aos microrganismos e dada a necessidade de desconstrução de uma visão equivocada sobre esses seres, por parte dos estudantes. Nesse contexto, desenvolvemos um estudo de caso, de natureza predominantemente qualitativa, no qual descrevemos uma sequência didática investigativa sobre microrganismos, utilizando materiais de baixo custo e fácil acesso, voltada a alunos do Ensino Médio de uma escola pública estadual do Rio de Janeiro. Foram priorizados referenciais teórico-metodológicos que abrangem pesquisas nas áreas da alfabetização científica e ensino de Ciências por investigação. Os resultados obtidos por meio da análise de questionários demonstraram aumento gradativo na quantidade de acertos após as atividades, sugerindo aprendizagem conceitual. Observou-se, ainda, o amadurecimento de habilidades motora, afetiva, das relações interpessoais e o desenvolvimento de habilidades relacionadas ao fazer científico e à capacidade argumentativa dos estudantes
Thamires Luana Cordeiro,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-24; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a05

Abstract:
Historicamente as mulheres foram invisibilizadas na História da Ciência. Nesse sentido, surge a necessidade de propor práticas pedagógicas para que essas discussões sejam incorporadas no Ensino de Ciências para divulgar e valorizar o protagonismo das Mulheres na Ciência. Assim, esta pesquisa teve como pretensão divulgar a cientista brasileira Bertha Lutz e avaliar a concepção sobre Ciência de estudantes do 3° Ano do Ensino Fundamental. Tal investigação assume caráter de pesquisa em Educação, com recorte na Ciência, de natureza qualitativa do tipo exploratória. Para a análise dos dados, foram adotadas algumas orientações a partir da Análise de Conteúdo. Quanto aos resultados obtidos, emergiram duas categorias de análise: I — Concepções de Crianças acerca da Ciência: do laboratório ao gênio de jaleco e II — Como crianças percebem a presença de Mulheres na Ciência. Ademais, identificou-se a necessidade de maiores discussões sobre Mulheres na Ciência e História da Ciência no Ensino de Ciências
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-19; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n1a17

Abstract:
O objetivo deste artigo é identificar as teorias de currículo presentes em Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPCs) de licenciatura em Ciências Biológicas da região Sul do País, considerando os Institutos Federais da região Sul do País, bem como identificar as concepções de Experimentação que estão articuladas aos componentes curriculares (CCRs) destes cursos. Como resultados, evidenciamos a presença de contradições especificamente no que se refere ao teor curricular, impregnado pelo viés tradicional ou crítico na mesma intensidade (em sete PPCs). Paralelamente a isso, a concepção de Experimentação demonstrativa apareceu com maior frequência em 48 CCRs, seguida da empirista-indutivista, em 15 CCRs e pela investigativa, em dez CCRs, o que caracteriza a não congruência entre os discursos curriculares críticos e as concepções de Experimentação que na sua maioria se disseminam pela demonstração. Tais resultados representam aspectos que caracterizam o currículo dos cursos de licenciatura em Biologia nos Institutos Federais
Tatiane Vitaczik Campanucci, Luisa Andrea Ketzer,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-26; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n1a20

Abstract:
Neste trabalho, buscamos entender a relação entre dois pilares do bem-estar subjetivo (afetação positiva e afetação negativa) e a aprendizagem significativa. Participaram do estudo 137 crianças do 5º ano do Ensino Fundamental de diferentes categorias escolares: privadas, públicas urbanas e públicas rurais. Como estratégia pedagógica, utilizamos o ensino de ciências por investigação para demonstrar as etapas da digestão e a importância do sistema digestório como parte de um organismo integrado. A coleta de dados foi realizada com questionários e desenhos. Duas metodologias qualitativas foram utilizadas: a Escala Panas, para organização dos dados sobre o bem-estar subjetivo e a Teoria dos Modelos Mentais para investigar indícios de aprendizagem significativa. Nossos resultados demonstraram que o ensino de ciências por investigação foi capaz de aumentar a afetação positiva dos alunos, diminuir a afetação negativa e trazer ganhos conceituais com indícios de aprendizagem significativa, especialmente com os alunos das escolas públicas rurais
Mara Elisangela Jappe Goi, Patricia Bisso Paz Borges
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-26; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n1a18

Abstract:
Neste texto, apresentam-se os resultados de uma pesquisa sobre Formação Continuada de professores. O objetivo foi investigar como estão sendo realizadas as Formações Continuadas na Rede Pública de Ensino no Estado do Rio Grande do Sul (RS). O estudo desenvolveu-se através de questionários enviados às Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). Com as respostas, pelo método da análise de conteúdo de Bardin, emergiram as seguintes categorias: Natureza das Formações Continuadas; Temáticas desenvolvidas durante as Formações Continuadas e, Formações Continuadas para área de Ciências da Natureza. Concluiu-se que é importante aos professores e suas Coordenadorias discutir e refletir sobre as práticas realizadas no processo de ensino, bem como identificar potencialidades e propor práticas inovadoras em suas formações, sendo verificados os esforços das coordenadorias na oferta dos programas de formação continuada a seus docentes
Higor Felipe Gonçalves de Arruda,
Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Volume 13, pp 1-22; https://doi.org/10.26843/rencima.v13n2a02

Abstract:
O principal objetivo deste artigo é refletir sobre as possibilidades de um trabalho educacional em torno do tema das escalas de distâncias astronômicas, de modo a contribuir com a melhoria do ensino de Física. Foram analisadas três escalas astronômicas e as respectivas ordens de grandeza das medidas envolvidas: distâncias interplanetárias, distâncias interestelares e distâncias intergalácticas. Para isso, foram descritas algumas das principais unidades para medir comprimentos em escalas astronômicas e investigados os métodos básicos de determinação de distâncias em Astronomia. Foram descritas e investigadas algumas possibilidades de estratégias didáticas, tendo como eixo temático o estudo de escalas de distâncias astronômicas. Foram também apontadas e sucintamente caracterizadas algumas ferramentas disponíveis na internet úteis para atingir este propósito. Essa é, portanto, uma pesquisa exploratória e qualitativa sobre recursos didáticos com o intuito de analisar as possibilidades de seu uso educacional
Page of 16
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Back to Top Top