Refine Search

New Search

Results in Journal REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM: 721

(searched for: journal_id:(253566))
Page of 15
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 49-76; doi:10.17851/2237-2083.29.1.49-76

Abstract:
Resumo: O estudo exploratório apresentado ao longo deste artigo foca a antroponímia cristã, isto é, o conjunto de nomes próprios de pessoas que apresentam significado etimológico cristão e/ou estão relacionados à história do cristianismo e às religiões cristãs. Objetiva-se apresentar uma investigação preliminar sobre a existência, a constituição, a caracterização etimológica de repertório de nomes cristãos e o conhecimento onomástico acerca deles por parte de falantes do oeste do Paraná, especificamente, de alunos e professores de um curso de graduação ofertado por uma universidade pública da região. A análise do repertório antroponímico dos prenomes dos respondentes mostrou que quase a metade desses nomes está relacionada ao cristinanismo.Este resultado confirma a importância cultural e histórica da análise diacrônica dos prenomes.Outro resultado foi alcançado mediante análise das informações fornecidas por portadores desses nomes e de quem os atribuiu a seus filhos: eles sabem a motivação que resultou na escolha de seus nomes, porém. Verificou-se, contudo, que há pouca convergência entre o significado e a motivação para a escolha dos nomes religiosos, tendo em vista que apenas um em cada quatro prenomes religiosos foi escolhido por motivação religiosa.Palavras-chave: onomástica; antroponomástica; significado etimológico; conhecimento onomástico. The exploratory study presented throughout this article focuses on Christian anthroponomy, that is, the set of proper names of people who have Christian etymological significance and/or are related to the history of Christianity and Christian religions. The objective is to present a preliminary investigation into the existence, the constitution and etymological characterization of repertoire of Christian names and the onomastic knowledge about them by speakers from western Paraná, specifically, of students and teachers from a undergraduate course offered by a public university in the region. The analysis of the anthroponomic repertoire of respondents first names showed that almost half of these names is names related to Christianism. This result confirms the cultural and historical importance of diachronic analysis of the first names. Other result was obtained by analysis of the information provided by bearers of these names and who attributed them to their children: they are aware of the religious meaning of the names of the repertoire and know the motivation that resulted in the choice of their names. About the relation between meaning and motivation for the choice of religious names, though, there is little convergence between meaning and motivation for the choice of religious names, considering that only one in four religious prenames was chosen by religious motivation.Keywords: onomastics; anthroponomastics; etymological significance; onomastic knowledge.
Mohammed Boughaba
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 99-119; doi:10.17851/2237-2083.29.1.99-119

Abstract:
Resumen: El uso de marcas diafásicas y diastráticas tiene una tradición muy arraigada en la lexicografía española. De hecho, es posible, ya en las primeras versiones del Diccionario de la lengua española (REAL ACADEMIA ESPAÑOLA, 2014), localizar varias etiquetas que se refieren al nivel y al estilo de lengua. No obstante, la consulta de los distintos diccionarios muestra que el interés por el establecimiento de tales marcas no ha sido respaldado por bases teóricas y procedimientos sistemáticos. Los escollos aumentan más cuando las unidades objeto de descripción son combinaciones pluriverbales, caracterizadas por la fijación y la idiomaticidad: las locuciones. La presente contribución trata de averiguar cómo está descrita la marcación diafásica y diastrática aplicada a las locuciones. El objetivo del trabajo es examinar diversos diccionarios, generales y fraseológicos, para comprobar una serie de cuestiones, como la presentación de estas marcas en el prólogo de las obras estudiadas, la pluralidad de denominaciones usadas para referirse a los distintos microsistemas de marcación diafásica y diastrática, la subjetividad en su aplicación, etc. Al final, se presentan algunas propuestas para resolver los escollos descritos en el trabajo.Palabras clave: diccionario; registros de uso; marca diafásica; marca diastrática; locuciones. The use of diaphasic and diastratic marks has a deep-rooted tradition in Spanish lexicography. In fact, it is possible, already in the first versions of the Dictionary of the Spanish language (REAL ACADEMIA ESPAÑOLA, 2014), to locate several labels that refer to the level and style of the language. However, the consultation of the different dictionaries shows that the interest in the establishment of such marks has not been supported by theoretical bases and systematic procedures. The problems derived from the description of these marks increase more when it comes to the idioms, units characterized by their fixation and idiomaticity. The present contribution tries to find out how diaphasic and diastratic marking applied to idioms is treated. The objective of this work is to examine various dictionaries, general and phraseological, to find out a series of questions, such as the description of these marks in the prologue of the works studied, the plurality of names used to refer to the different diaphasic and diastratic marking microsystems, subjectivity in its application, etc. At the end, some proposals will be presented to resolve the pitfalls described in the work.Keywords: dictionary; registers of language; diaphasic marks; diastratic marks; idioms.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 331-361; doi:10.17851/2237-2083.29.1.331-361

Abstract:
Resumo: O presente trabalho compara aspectos fonológicos das variedades modernas do guineense, do kabuverdianu e do papiamentu (os crioulos autóctones da Alta Guiné) com o objetivo de encontrar suas similaridades e diferenças. Para o guineense, recorreu-se aos dados e descrições de Chapouto (2014) e Costa (2014); já para o kabuverdianu e o papiamentu, foi utilizado o estudo de Freitas (2016). No que tange ao sistema vocálico, as três línguas têm as cinco vogais /i e a o u/; contudo o guineense não apresenta a distinção entre médias-altas e médias-baixas e o papiamentu possui vogais anteriores arredondadas. Com relação ao sistema consonantal, as três línguas não fazem distinção entre dois róticos e possivelmente não tinham /v z/ nos estágios iniciais. A partir dos dados, percebe-se que as três línguas, apesar de sua origem comum, seguiram caminhos diversos de desenvolvimento, com estratégias autônomas e recebendo influências das línguas com as quais estão em contato.Palavras-chave: Crioulos portugueses da Alta Guiné; quadros fonológicos; aspectos convergentes e divergentes; origem comum; desenvolvimentos próprios. This research compares the phonological aspects of the modern varieties of Guinea-Bissau Creole, Cape Verdean Creole and Papiamentu (the Upper Guinea Portuguese Creoles) in order to find their similarities and differences. For the Guinea-Bissau Creole, we used data and descriptions of Chapouto (2014) and Costa (2014); for the Cape Verdean Creole and the Papiamentu, in turn, the study of Freitas (2016) was used. As far as the vowel system is concerned, the three languages have the five vowels /i e a o u/; however, the Guinea-Bissau Creole does not present the distinction between close-mid vowels and open-mid vowels and Papiamentu has front rounded vowels. Regarding the consonantal system, the three languages do not distinguish between two rhotic consonants and possibly did not have /v z/ in the initial stages. From the analysis, we can see that the three languages, despite their common origin, followed different paths of development, with their own strategies and receiving influences from the languages which they are in contact with.Keywords: Upper Guinea Portuguese Creoles; phonological inventories; convergent and divergent aspects; common origin; own developments.
Mercia Regina Santana Flannery
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 363-386; doi:10.17851/2237-2083.29.1.363-386

Abstract:
This paper exemplifies the use of aggression as impoliteness in computer-mediated, or digital communication in Brazilian Portuguese, while looking into the performance of such linguistic actions in the context of a discussion about class discrimination. Specifically, it investigates the relationship between linguistic aggression as impoliteness, and identity as observed in a Facebook campaign page about a Brazilian university. The page under consideration was devised as an open platform to disseminate and call attention to examples of discriminatory behaviors experienced by students from peripheric communities attending an elite university in Rio de Janeiro. These students were at the center of a controversy, as they were supposedly brought to this institution through social programs promoted by the previous, leftist oriented governments. This paper examines the use of linguistic aggression as impoliteness, such as name calling and overt disagreement (Lorenzo-Dus; Blitvich; Bou-Franch, 2011), to communicate different opinions about, or argue against, the perceived instances of discrimination supplied by the students in the campaign and subsequently discussed by the participants in their posts. These impoliteness strategies ratify identities in the context of the discussion, marking in and outside group members, as the participants 1) align against, or 2) justify, the described behaviors.Keywords: aggression; impoliteness; identity; narrative; discrimination; Facebook; digital communication.Resumo: Este artigo exemplifica o emprego de agressão como descortesia na comunicação mediada, ou digital, no português brasileiro, observando-se o desempenho de tais ações linguísticas no contexto de uma discussão sobre discriminação de classe. Especificamente, investiga-se a relação entre agressão linguística como descortesia e identidade tal como observada em uma campanha em uma página do Facebook sobre uma universidade brasileira. A página sob consideração foi projetada como uma plataforma aberta para disseminar e chamar a atenção para exemplos de comportamentos discriminatórios vivenciados pelos estudantes de comunidades periféricas frequentando uma universidade de elite no Rio de Janeiro. Os membros desta comunidade estudantil estavam no centro de uma controvérsia, por supostamente terem sido admitidos na instituição por meio de programas sociais promovidos por governos anteriores, de tendência esquerdista. Este artigo examina o uso de agressão linguística como descortesia, tais como chamar nomes, i.e., dirigir-se a alguém empregando termos insultuosos, e discordar diretamente (Lorenzo-Dus; Blitvich; Bou-Franch, 2011), para comunicar diferentes opiniões sobre, ou argumentar contra, as percebidas instâncias de discriminação supridas pelos estudantes na campanha e subsequentemente discutidas pelos participantes nas suas postagens. Estas estratégias de descortesia ratificam as identidades no contexto da discussão, marcando membros e não-membros do grupo, na medida em que os participantes 1) alinham-se contra, ou 2) justificam os comportamentos descritos.Palavras-chave: agressão; descortesia; identidade; narrativas; discriminação; Facebook; comunicação digital.
Geovana Soncin, Tainan Garcia Carvalho
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 487-532; doi:10.17851/2237-2083.29.1.487-532

Abstract:
Resumo: Este trabalho adota a pontuação enquanto objeto de investigação com o objetivo de explorar dizeres institucionalizados sobre o tema em diferentes espaços de circulação social e, ainda, de investigar em que medida esses dizeres têm implicações para o ensino da pontuação no contexto escolar. Para tanto, realiza-se uma revisão teórica dos trabalhos em linguística que tratam da questão, a fim de demonstrar como a complexidade envolvida na pontuação enquanto fenômeno de linguagem, a qual é decorrente de sua constituição histórica, resulta em cenário no qual competem várias perspectivas linguísticas para o seu tratamento. Dentre essas, destacam-se as perspectivas que veem a pontuação como recurso gráfico, prosódico, para fins de legibilidade e como marca enunciativa. À luz dessa discussão teórica, exploram-se materiais diversos – documentos oficiais sobre ensino de Língua Portuguesa, materiais didáticos e matérias de internet – com vistas a identificar resquícios dessas perspectivas no tratamento dispensado à pontuação. Como resultado, observa-se a emergência de ideias conflitantes sobre o papel dos sinais de pontuação nos materiais investigados e propõe-se uma reflexão sobre os desafios dessa instabilidade para o ensino de pontuação. Finalmente, argumenta-se em favor da perspectiva enunciativa enquanto abordagem que considera a complexidade do objeto sob análise.Palavras-chave: pontuação; dizeres institucionalizados; ensino de língua portuguesa. This work considers punctuation as an object of investigation with the aim of exploring institutionalized discourses about the theme in different spaces of social circulation. This work also aims to investigate in what extent these discourses have implications for the teaching of punctuation in the school context. To explore these points, it is carried out a theoretical review of linguistic studies that addresses the issue. This review demonstrates how the complexity involved in punctuation as a language phenomenon, which is relate to its own historical constitution, results in a scenario in which the way of approaching punctation is a reflex of several linguistic perspectives competing. Among these perspectives, it is emphasized four of them, which conceives the punctuation as a graphic mechanism, as a prosodic resource, as a mechanism of legibility and as an enunciative mark. Considering this theoretical discussion, several materials are explored – as official documents on Portuguese language teaching, didactic materials, and internet texts about the theme – to identify how remnants of these perspectives can be noticed by the way punctuation is approached by each material. As a result, it is seen the emergence of conflicting ideas about the role of punctuation marks in the analyzed material. Due to the instability of approaches related to punctuation, it is proposed a discussion about how challenging teaching punctation can be. Finally, it is argued in favor of an enunciative perspective as an approach that considers the complexity involved in punctuation.Keywords: punctuation; institutionalized discourses; Portuguese language teaching.
Graziele Altino Frangiotti, Paula Garcia De Freitas
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 29, pp 121-152; doi:10.17851/2237-2083.29.1.121-152

Sumiko Nishitani Ikeda , Leila Cristina Silva, Marcelo Saparas
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1421-1459; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1421-1459

Abstract:
Resumo: O objetivo deste artigo é o exame crítico da persuasão implícita e sua ocorrência em memes multimodais que circulam pelo Facebook, tendo como foco a relação entre metonímia e metáfora. A persuasão tende a ser altamente implícita e a evitar a linguagem atitudinal normalmente associada ao significado interpessoal, dependendo em grande parte do frame, ou seja, do sistema de valores compartilhados. Esse é o fenômeno que caracteriza a metonímia, um tropo que, sendo indicial, informa somente parte da mensagem, dependendo do receptor para a complementação da informação. Nesse sentido, tem sido aceito que as metáforas conceituais podem ser casos especiais da interação conceitual com a metonímia, a qual propicia a contiguidade entre o texto e o frame do leitor. Com base nessa relação, o meme, apesar de sua diminuta extensão, pode promover a persuasão do leitor. A pesquisa tem o apoio da Gramática Visual Sociossemiótica e da Linguística Sistêmico-Funcional e responde às seguintes perguntas: (a) Como é feita a persuasão implícita em memes verbo-visuais? (b) Qual é o papel da metonímia e da metáfora nesse processo? (c) Como pode a Linguística Sistêmico-Funcional por meio da transitividade e da avaliatividade contribuir no processo persuasivo dos memes? Os resultados mostram que a persuasão implícita em memes é feita graças a escolhas lexicogramaticais, as metonimizações, motivadas pela metáfora conceptual, que não só permeia e domina todo o meme, mas também forma a espinha dorsal da sua estrutura argumentativa.Palavras-chave: meme multimodal; persuasão implícita; metonímia; metáfora; Linguística Sistêmico-Funcional; Gramática Visual Sociossemiótica. The objective of this paper is to critically examine implicit persuasion and its occurrence in multimodal memes circulating on Facebook, focusing on the metaphor-metonymy relationship. Persuasion tends to occur mostly implicitly, avoiding evaluative language related with interpersonal meanings. Thus it depends on notions such as frame, which allows addressees to infer hidden message contents. This phenomenon commonly occurs in metonymies, tropes that for being indexical inform only part of reality, and depend on the receiver for the complementation of the information they carry. In this sense, the idea that conceptual metaphors can be special cases of their conceptual interaction with metonymies that provide contiguity between the text and the reader’s frame has been accepted. On the basis of this relationship, memes, despite their small extent, can promote persuasion. The research is based on Sociosemiotic Visual Grammar and Systemic-Functional Linguistics and answers the following questions: (a) How does implicit persuasion occur in verb-visual memes? (b) What is the role of metonymies and metaphors in such process? (c) How can Systemic Functional Linguistics by means of transitivity and appraisal contribute to the persuasive process of memes? The results show that the implicit persuasion in memes is made thanks to lexicogramatical choices, metonymizations, motivated by conceptual metaphors, which not only permeates and dominates the whole meme, but also forms the backbone of its argumentative structure.Keywords: multimodal meme; implicit persuasion; metonymy; metaphor; Systemic Functional Linguistics; Sociosemiotic Visual Grammar.
Matheus André Agnoletto, Adriana Kuerten Dellagnelo , Maria Ester W Moritz
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1099-1130; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1099-1130

Abstract:
When adopting a Vygotskian approach to teacher education, it is believed that social interaction between an experienced teacher and a novice one has the potential to propel teacher development as the former provides mediation that is responsive to the latter’s current needs. With this in mind, the present study is aimed at investigating how a novice English as a foreign language teacher develops her understanding regarding the teaching of listening as she is mediated by a more experienced other who uses the teacher’s manual suggestions as a starting point to inquire into her practice. To do so, the study counted on nine classroom observations which were followed by interviews in which a more experienced peer mediated the teacher towards a better understanding of her teaching, using the teacher’s manual to elucidate the pedagogical concepts behind the textbook activities. Results indicate that responsive mediation provided to the teacher led her to revisit her practice, imbue it with meaning, and consequently (re)conceptualize it as the teacher’s professional activity seemed to have become closer to a communicative one – in consonance to the teacher’s manual suggestions – both her actions and justifications reverberating the moments of interaction with the more experienced teacher. In short, the study illustrates how interaction with a more experienced peer may potentially allow teachers to (re)conceptualize their teaching and, consequently, develop in the profession.Keywords: social interaction; responsive mediation; teacher development; teaching listening.Resumo: uma abordagem Vigotskiana à formação de professores concebe a interação social entre um par experiente e um professor em início de carreira como um elemento que pode potencializar o desenvolvimento deste profissional, o caráter responsivo da mediação às necessidades do professor sendo um elemento chave no processo. Dito isso, o presente estudo visa investigar como uma professora de inglês como língua estrangeira em início de carreira desenvolve seu entendimento em relação ao ensino de compreensão oral ao ser mediada por um professor mais experiente que parte das sugestões do manual do professor para mediá-la. A professora teve nove de suas aulas observadas, seguidas de entrevistas nas quais um professor mais experiente a mediou – ao usar o manual do professor para elucidar os conceitos pedagógicos que regem as atividades do livro-texto – a caminho de um melhor entendimento de sua atividade profissional. Os resultados indicam que a mediação responsiva levou a professora a revisitar sua prática, atribuir significado a ela e, consequentemente, (re)conceituá-la ao passo que as aulas pareceram aproximar-se de uma abordagem comunicativa ao ensino de línguas – indo ao encontro das sugestões do manual – sendo que suas ações e justificativas reverberaram os momentos de interação com o professor mais experiente. Por fim, o estudo ilustra como a interação com um par mais experiente tem o potencial de levar professores a (re)conceituar sua prática, consequentemente impulsionando seu desenvolvimento profissional. Palavras-chave: interação social; mediação responsiva; desenvolvimento docente; ensino de compreensão oral.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1059-1098; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1059-1098

Abstract:
Resumo: O trabalho apresenta uma caracterização teórico-metodológica de orientação dialógica para as atividades linguísticas, epilinguísticas e metalinguísticas em prática de análise linguística dialógica. No plano metodológico de uma pesquisa-ação, retrospecta-se junto a oito professores em formação inicial, no estágio supervisionado em Letras, o já preconizado na Linguística Aplicada do Brasil sobre essas atividades de linguagem. Posteriormente, apresenta-se a proposta dialógica aos alunos e discutem-se seus princípios. Toma-se um texto do gênero fábula como centro organizador da interação discursiva entre os participantes e o professor formador. A discussão de conceitos dialógicos é avivada enquanto a prática de análise linguística dialógica que se efetiva é repensada em direcionamento a alunos do 6º ano do ensino fundamental, em produção dialógica de caráter reflexivo, a considerar o lócus de investigação: a formação docente inicial. Os resultados das práticas demonstram como as atividades linguísticas dialógicas se dão pela tomada do gênero em perspectiva dialógica, com indicações metodológicas para essa abordagem. Já as atividades epilinguísticas contemplam o plano axiológico e as relações dialógicas, para compreensão valorada do discurso mobilizado no gênero, enquanto as atividades metalinguísticas coadunam quadros nocionais consolidados às intepretações expansivas axiológicas suscitadas pela epilinguagem.Palavras-chave: dialogismo; análise linguística; atividades linguísticas, epilinguísticas e metalinguísticas; caracterização. This work presents a theoretical-methodological characterization from a dialogic perspective for linguistic, epilinguistic and metalinguistic applied activities of dialogic linguistic analysis. In the action research methodological plan, eight beginner teachers attending the supervised internship in Languages are given theoretical bases about language activities that are already consolidated by Applied Linguistics in Brazil. Next, the dialogic proposal and its principles are presented and discussed with the beginners. A text belonging to the genre Fable is used as organizer for the dialogic interaction between the beginner teachers and the professor. The discussion on dialogic concepts occurs while the linguistic analysis activities are elaborated to students from the 6th year of the elementary school, in a reflexive dialogic production, considering the research context: beginner teacher orientation. Our approach shows that linguistic activities happen while presenting the genre under a dialogic perspective, with methodological indications for such approach. Regarding the epilinguistic activities, they contemplate the axiological plan, for the valued comprehension of the discourse mobilized in the genre, while metalinguistic activities connect consolidated notion frames with axiological expansive interpretations raised by epilanguage.Keywords: dialogism; linguistic analysis; linguistic, epilinguistic and metalinguistic activities; characterization.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1461-1494; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1461-1494

Abstract:
The present study inquired whether orthography affects phonological processing of English as an L2. To do so, a lexicon that simulated opaque and transparent grapho-phonic English relations in nuclear position was developed (e.g., keet, deit, toud). Bilingual speakers of Brazilian Portuguese and English were compelled to learn this new lexicon through a repeated-exposure training paradigm in which they were introduced to the lexicon phonological forms associated with their visual forms, and then to the phonological forms associated with their visual and orthographic forms. After undergoing training, subjects were tested with a Timed Picture Naming task to investigate orthographic recruitment in spoken production. Results suggested that orthography influenced naming of the trained words, indicating that the process of converting a visual input into its phono-articulatory representations for production involves orthographic activation. Such a finding was interpreted as a frequency effect of the grapho-phonic combination, which resulted in lack of skill to compute this operation in the sublexical route. Overall, the presence of orthographic effects in this task can be interpreted as evidence for such a system to function as a strategic mechanism that aids lexical encoding and, consequently, influences lexical access in initial stages of instructed language acquisition.Keywords: phonological acquisition; orthography; psycholinguistics.Resumo: Este estudo investigou se a ortografia afeta o processamento fonológico do inglês como L2. Para tal, um léxico que simulava as relações grafo-fônicas opacas e transparentes do inglês em posição nuclear (e.g., keet, deit, toud) foi desenvolvido. Bilíngues falantes de português brasileiro e de inglês participaram de um treinamento para adquirir este novo léxico com o paradigma de exposição repetida, através do qual foram introduzidas as formas fonológicas deste léxico associadas às suas formas visuais e, depois, as formas fonológicas associadas às suas formas visuais e ortográficas. Após a fase de treinamento, os participantes foram testados com uma tarefa temporalizada de nomeação de figuras para investigar efeitos do recrutamento ortográfico na produção da fala. Os resultados sugeriram que a ortografia influenciou a nomeação das palavras aprendidas no treinamento, indicando que o processo de conversão de uma representação visual para suas representações fonoarticulatórias na produção da fala em L2 envolve a ativação ortográfica. Este resultado foi interpretado como um efeito de frequência da combinação grafo-fônica, que resultou em inabilidade para executar esta operação na rota sublexical. Assim, a presença de efeitos ortográficos nessa tarefa pode ser interpretada como evidência de que o sistema ortográfico pode funcionar como um mecanismo estratégico que auxilia na codificação lexical e, consequentemente, influencia o acesso lexical nos estágios iniciais da aquisição da linguagem em meios instrucionais.Palavras-chave: aquisição fonológica; ortografia; psicolinguística.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1347-1371; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1347-1371

Abstract:
Resumo: Este trabalho pretende analisar de um ponto de vista cognitivo e discursivo o uso de metáforas e blends multimodais sobre política presentes em um blog político brasileiro. Nesse sentido, interessa avaliar o modo pelo qual diferentes sistemas semióticos coexistem na construção de processos constitutivos desse gênero digital, a exemplo de recursos verbais e imagéticos. Isso possibilita um aprofundamento do conhecimento acerca das crenças, valores e ideologias políticas que caracterizam os discursos sobre democracia. Além disso, este estudo permite também avaliar como o desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação, a exemplo da blogosfera, engendram novas formas de discussão e de participação política, viabilizando, sobretudo, a produção de novas estratégias cognitivas e discursivas, através da exploração de diferentes recursos semióticos. Nesse sentido, as operações de metaforização e/ou de mesclagem, enquanto constitutivas do modo de pensar, agir e se comunicar dos seres humanos emergem como objetos privilegiados de uma abordagem cognitivo-discursiva dos blogs políticos, em função de sua recorrência e relevância nesse(s) gênero(s). Assim, os blogs políticos são concebidos como espaços semióticos que emergem da interação entre os sujeitos e as novas mídias digitais, produzindo sentido através da integração de diferentes recursos semióticos. Essa interação engendra processos metafóricos e/ou mesclagens representativas do modo pelo qual esses sujeitos, enquanto cidadãos, experienciam o espaço público e agem politicamente através do discurso, posicionando-se, debatendo e, por vezes, manipulando as opiniões.Palavras-chave: metáforas e blends multimodais; cognição; discurso; blogs políticos. This work intends to analyze from a cognitive and discursive point of view the use of multimodal metaphors and blends about politics in Brazilian political blogs. It is interested in evaluating the way in which different semiotic systems coexist in the construction of constitutive processes of this digital genre with special reference to verbal and imaginary resources. It is meant to enhance knowledge about the beliefs, values and political ideologies that characterize the discourses on democracy. Moreover, it allows us to evaluate how the development of information and communication technologies has crafted new forms of discussion and political participation by enabling new cognitive and discursive strategies. The use of metaphors and blends, while constitutive of the way human beings think, act and communicate, can be accounted for as recurrent framings in political blogs from a cognitive-discursive approach. Hence, that political blogs can be dealt with as semiotic mental spaces that emerge from the interaction between subjects and new digital media, producing meaning through the conceptual integration of different semiotic resources. This interaction engenders metaphorical and blending processes as representations of how these subjects, as citizens, experience the public space and act politically through discourse by taking stances, debating and sometimes manipulating opinions.Keywords: multimodal metaphors and blends; cognition; discourse; political blogs. This work intends to analyze from a cognitive and discursive point of view the use of multimodal metaphors and blends about politics in Brazilian political blogs. It is interested in evaluating the way in which different semiotic systems coexist in the construction of constitutive processes of this digital genre with special reference to verbal and imaginary resources. It is meant to enhance knowledge about the beliefs, values and political ideologies that characterize the discourses on democracy. Moreover, it allows us to evaluate how the development of information and communication technologies has crafted new forms of discussion and political participation by enabling new cognitive and discursive strategies. The use of metaphors and blends, while constitutive of the way human beings think, act and communicate, can be accounted for as recurrent framings in political blogs from a cognitive-discursive approach. Hence, that political blogs can be dealt with as semiotic mental spaces that emerge from the interaction between subjects and new digital media, producing meaning through the conceptual integration of different semiotic resources. This interaction engenders metaphorical and blending processes as representations of how these subjects, as citizens, experience the public space and act politically through discourse by taking stances, debating and sometimes manipulating opinions.Keywords: multimodal metaphors and blends; cognition; discourse; political blogs.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1373-1402; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1373-1402

Abstract:
Resumo: Este texto visa oferecer contribuições inéditas aos estudos sobre gênero textual/discursivo. Buscou-se, a partir de análise de um conjunto de produções textuais de aprendizes dos anos finais da educação básica da rede pública de ensino, mapear estratégias linguísticas utilizadas em textos de caráter opinativo para fins de diagnosticar operações cognitivo-linguísticas mais recorrentes em produções textuais em que se exige um posicionamento crítico do autor. A metodologia empregada para a coleta de dados ampara-se em recursos computacionais da linguística de corpus e compilação de dados em meio digital e, para análise, as ferramentas de base sociocognitiva. Neste estudo, priorizam-se o entendimento da estrutura e da composição linguística de textos opinativos bem como o estágio de self dos aprendizes, com implicações para o ensino da produção textual na educação básica. Os resultados apontam que construções com verbo ser, em função de cópula, são produtivas na composição argumentativa de textos opinativos escritos pelos aprendizes. Esses resultados permitem correlacionar iconicamente a baixa complexidade sintática conformadora dos enunciados dos textos a um desnível no âmbito da consciência cultural, nos moldes de Damásio (2011), o que requer intervenções mais pontuais e dirigidas por essas variáveis nesse estágio de aprendizado.Palavras-chave: gênero textual/discursivo; consciência cultural; cognição; tecnologias. This text aims to offer unpublished contributions to studies on discursive genres. Based on an analysis of a set of textual productions of apprentices from public basic education, we aimed to map linguistic strategies used in opinion texts for the purpose of diagnosing more recurrent cognitive-linguistic operations in textual productions which require a critical positioning of the author. The methodology used for data collection is based on computational resources from corpus linguistics and data compilation in digital media and, for analysis, sociocognitive approach. In this study, the understanding of the structure and linguistic composition of opinion texts as well as the self stage of the students, with implications for the teaching of textual production in basic education, are prioritized. The results point out that constructions with the verb ‘ser’ (to be), in function of copula, are productive in the argumentative composition of opinative texts written by apprentices. These results allow the iconic correlation between low syntactic complexity of the statements of the texts and the unevenness of cultural awareness, according to Damásio (2011), which requires more specific and directed interventions by these variables at this stage of learning. Keywords: discursive genre; cultural awareness; cognition; technologies.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1291-1308; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1291-1308

Abstract:
Resumo: O objetivo deste artigo é analisar e discutir, a partir de questões relacionadas ao inglês como lingua franca (ILF) apresentadas por autores da área de Linguística Aplicada (GIMENEZ et al, 2011, 2015; RAJAGOPALAN, 2011; SEIDLHOFER, 2003; WIDDOWSON, 1994), recortes de dizeres de quatro estudantes de Letras da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP sobre suas relações com a língua inglesa em sua formação e para sua futura profissionalização. O corpus foi produzido por meio de depoimentos abertos para um estudo de caso, conforme a proposta metodológica do projeto AREDA – Análise de ressonâncias discursivas em depoimentos abertos (SERRANI, 2001). As análises foram pautadas em teorias do discurso das linhas francesa e brasileira que têm na concepção de sujeito o atravessamento da psicanálise (GHIRALDELO, 2009; GRIGOLETTO, 2008, 2009; PÊCHEUX, 2002), e na própria psicanálise de orientação lacaniana (LACAN 2009, 1998, 1985; PRASSE, 1997; REVUZ, 1998). Para este estudo, foram pinçados dois efeitos de identificação imaginários (NEVES, 2004), que ressoaram como regulares nos dizeres dos depoentes. O primeiro é o da identificação com a concepção da língua inglesa (LI) como commodity, via a imagem que eles fazem do inglês como ILF, usada como instrumento para as pessoas se comunicarem em situações de trabalho e turismo enquanto, para si, é a língua que desejam possuir em seu processo de formação e certificação profissional. O segundo é o efeito da universitarização por meio do processo de implicação e sobreimplicação institucional (LOURAU, 2004; MONCEAU, 2008) que resultam numa formação acadêmica universitária para se autoalimentar.Palavras-chave: ensino e aprendizagem de línguas; formação de professores; ILF; implicação; universitarização. The aim of this article is to analyse and discuss excerpts of discourse spoken by four students from the Language Department of Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas – USP –, concerning their relationship with their education to become professionals of English teaching. The analyses are related to certain matters concerning English as a lingua franca (ELF) in teaching and researching in Applied Linguistics (GIMENEZ et al, 2011, 2015; RAJAGOPALAN, 2011; SEIDLHOFER, 2003; WIDDOWSON, 1994). The corpus was elicited from open responses for a case study that followed project AREDA (Analysis of Discursive Resonances of Open Responses) methodology (SERRANI, 2001). The analyzes were based on French and Brazilian theories of discourse that take the intersection of psychoanalysis in their conception of the subject (GHIRALDELO, 2009; GRIGOLETTO, 2008, 2009; PÊCHEUX, 2002), and on Lacanian psychoanalyses itself (LACAN 2009, 1998, 1985; PRASSE, 1997; REVUZ, 1998). For this study, two effects of imaginary identification (NEVES, 2004) that resonated as regular were singled out. The first one is the identification with the conception of EL as commodity, based on the image they make of ELF used as an instrument for people to communicate at work and tourism. As for themselves, this is the language they desire to possess in their process of educational and professional certification. The second one is the effect of “universitarization” by the process of implication and overimplication (LOURAU, 2004; MONCEAU, 2008) which results in an academic-universitarian education to feed itself.Keywords: EFL teaching and learning; teacher education; ELF; implication; universitarization.
Alessandro Boechat De Medeiros
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1249-1290; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1249-1290

Abstract:
Resumo: Este artigo se propõe a analisar três tipos de estruturas sintáticas com o verbo acabar em português do Brasil: aquelas com o verbo acabar seguido de oração cujo verbo está no gerúndio (eu acabei escrevendo o artigo); aquelas em que o mesmo verbo é seguido de preposição por e oração infinitiva (eu acabei por escrever o artigo); e aquelas em que o verbo é seguido de um CP finito (acabou que eu escrevi o artigo). As três estruturas veiculam um sentido próximo: um conjunto de circunstâncias ou eventos subentendidos ou mencionados no contexto culminam ou causam o evento expresso pela oração que segue o verbo acabar, e nas três construções o verbo acabar comporta-se como típico verbo de alçamento. O trabalho defende que, no contexto sintático desses três tipos de complemento frasal, o significado da raiz do verbo acabar inclua um superevento, chamemo-lo S, que reúne o conjunto de circunstâncias ou eventos referidos acima, e estabelece que tal conjunto culmina ou causa o evento (ou um estado resultante ou associado a tal evento) veiculado pela oração complemento. O texto também mostra que os diferentes complementos frasais podem estabelecer relações temporais distintas entre a culminação do superevento S e o tempo do evento expresso pela oração subordinada, e também têm propriedades sintáticas distintas, como a possibilidade ou não de topicalizações ou focalização contrastiva dentro da oração subordinada, em sua periferia esquerda.Palavras-chave: verbos aspectuais; verbos alçamento; semântica temporal; periferia esquerda. This article aims to analyze three types of syntactic structures with the verb acabar in Brazilian Portuguese: those with the verb acabar followed by a gerund clause (eu acabei escrevendo o artigo – I ended up writing the paper); those in which the same verb is followed by the preposition por and an infinitive clause (eu acabei por escrever o artigo – I ended up writing the paper (I finished for write the paper)); and those in which the verb is followed by a finite CP (acabou que eu escrevi o artigo – I ended up writing the paper (finished that I wrote the paper)). The three structures convey a close meaning, which includes a set of circumstances or events implied or mentioned in the context that culminates or causes the event expressed by the clause following the verb acabar, and in the three constructions the verb acabar behaves as a typical raising verb. The work argues that in the syntactic context of these three types of phrasal complement the meaning of the root of the verb acabar includes a superevent, let us call it S, which brings together the set of circumstances or events referred to above, and establishes that such set culminates or causes the event (or a state resulting or associated with such an event) conveyed by the complement clause. The paper also shows that the different phrasal complements can establish distinct temporal relationships between the culmination of the superevent S and the time of the event expressed by the subordinate clause, and also have distinct syntactic properties, such as the possibility of topicalization or contrastive focusing within the subordinate clause, in its left periphery.Keywords: aspectual verbs; raising verbs; tense semantics; left periphery.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1015-1058; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1015-1058

Abstract:
Resumo: O presente estudo nasceu de dois objetivos centrais que se retroalimentam. O primeiro é discutir o estatuto atual da teoria da recategorização compreendido pela dimensão discursiva e perpassado pelos níveis cognitivos e interacionais (JAGUARIBE, 2007; LIMA; CAVALCANTE, 2015; CAVALCANTE; BRITO, 2016). Por meio da análise do texto “Maria Maria”, mediante a perspectiva do discurso literomusical (COSTA, 2001), o segundo objetivo foi testar os limites atualmente evocados para a recategorização. Para testar esse limite e as potencialidades do processo de recategorizar, este ligado intimamente ao próprio ato de referir, foi estudado o referente “Maria” pelos aspectos macrossociais e investigados como e por que o objeto de discurso instaurado chega a representar, por meio da recategorização, grupos distintos, de lutas e de classes também distintas. Trata-se de uma abordagem que encontra ancoragem em outras pesquisas que estudam nomes próprios (CUSTÓDIO FILHO, 2011; BASSETTO, 2015; SOARES, 2018), mas que delas se distingue por observar um contexto de recategorização que transcende a constituição referencial inicial e passa a representar diferentes objetos do mundo.Palavras-chave: referenciação; recategorização; discurso literomusical. The present study is born from two central objectives, which are retro nourished. The first is to discuss the current status of the theory of recategorization understood by the discursive dimension and run through by the cognitive and interactional levels (JAGUARIBE, 2007; LIMA; CAVALCANTE, 2015; CAVALCANTE; BRITO, 2016). Through the analysis of the text “Maria Maria”, seen from the perspective of the literature-musical discourse (COSTA, 2001), our second objective was to test the limits currently evoked for Recategorization. To test this limit and the potentialities of the process of recategorization, this linked intimately to the very act of referring, we study the referent “Maria” from the macro-social perspective and investigate how and why the object of discourse instituted comes to represent, through recategorization, distinct groups, of social struggles and distinct classes. It is an approach that finds support in other researches that study personal names (CUSTÓDIO FILHO, 2011; BASSETTO, 2015; SOARES, 2018), however distinguished from these, because we observe a context of recategorization that transcends the initial referential constitution and becomes able to represent different objects of the world.Keywords: referring; reclassification; literature-musical discourse.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1309-1346; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1309-1346

Abstract:
Resumo: Este artigo objetiva apresentar uma investigação sobre a distribuição de três modificadores de grau em tétum (los, liu e tebes), língua austronésia falada no Timor Leste, realizada em Macedo (2019a). Os vocábulos em questão parecem apresentar a mesma distribuição à primeira vista, sendo traduzidos pelo advérbio ‘muito’ em português. Para averiguar sua distribuição, exploramos a hipótese de que a seleção dos modificadores seria determinada pela natureza escalar do elemento modificado adotando a tipologia escalar de Kennedy e McNally (2005). A coleta de dados para esse estudo se deu em três etapas: (i) teste de tradução de sentenças do português para o tétum; (ii) teste de averiguação de aceitabilidade das sentenças em tétum (cf. MATTHEWSON, 2004); (iii) experimento para averiguação de aceitabilidade das sentenças em tétum (MACEDOa, 2019). Os resultados obtidos mostram que nenhum modificador apresentou preferência ou rejeição de 100%. A gradação encontrada é interpretada levando-se em conta as especificidades da língua tétum e da natureza da metodologia adotada, no que diz respeito ao tipo de experimento escolhido (de aceitabilidade com escala Likert).Palavras-chave: advérbios; intensificadores; semântica; tétum; Timor Leste. This article aims to present an investigation on the distribution of three degree modifiers in Tetum (los, liu and tebes), an Austronesia language spoken on the island of Timor, done by Macedo (2019a). The three modifiers appear to have the same distribution at first sight, being translated by ‘very’ in English and ‘muito’ in Portuguese. In order to investigate its distribution, we explored the hypothesis that the selection of these modifiers would be determined by the scalar nature of the modified element following the scalar typology presented in Kennedy and McNally (2005). The data collection was performed in three stages: (i) translation of sentences from Portuguese into Tetum; (ii) verification of acceptability of Tetum sentences (cf. MATTHEWSON, 2004); (iii) experimental test to verify the acceptability of sentences in Tetum (MACEDO, 2019a). The results show that no modifier showed 100% of preference or rejection. The gradation found is interpreted considering the particularities of Tetum and the nature of the methodology adopted, namely the type of experiment (acceptability task with Likert scale).Keywords: adverbs; intensifiers; semantics; Tetum; East Timor.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1191-1248; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1191-1248

Abstract:
Resumo: O presente trabalho consiste na descrição e comparação de dois softwares de análise lexical, o WordSmith Tools (WST) e o Sketch Engine (SE). O corpus de estudo selecionado para a realização da análise comparativa entre os programas denomina-se LexTest, é composto por artigos, dissertações, resenhas e teses da área da Lexicologia, escritos em língua portuguesa, e apresenta 552.903 tokens. Os aspectos analisados no WST e no SE são: interface, configuração de línguas, upload de corpus, número de tokens e types, etiquetagem do corpus, lista de palavras, lista de palavras-chave; acesso às linhas de concordância, entre outros. A partir das análises comparativas, foi possível concluir que o WST e o SE são eficazes no que se propõem, uma vez que, por exemplo, processam palavras-chave, permitem configurar a língua conforme o corpus de estudo e calculam o número de tokens de um corpus. Entretanto, dependendo do objetivo da pesquisa, um desses softwares pode ser mais apropriado que o outro. A escolha pela utilização de um deles é de responsabilidade do pesquisador, que poderá consultar o quadro comparativo entre o WST e o SE apresentado no final deste artigo para fundamentar a sua preferência.Palavras-chave: Linguística de Corpus; WordSmith Tools; Sketch Engine. The present work consists of the description and comparison of two lexical analysis software, WordSmith Tools (WST) and Sketch Engine (SE). The study corpus selected for the comparative analysis between the programs is called LexTest which is composed of articles, dissertations, reviews and theses about Lexicology. These texts are written in Portuguese, and the corpus has 552,903 tokens. The aspects analyzed in the WST and in the SE are: interface, language settings, corpus upload, number of tokens and types, corpus tagging, word list, keyword list, access to concordance lines, and so on. Based on the comparative analyzes, it was possible to conclude that the WST and the SE are effective in their purpose, because, for example, they process the keywords and allow configuring the language according to the study corpus and calculate the number of tokens; however, depending on the purpose of the research, one of these programs may be more appropriate than the other. The choice of one of them will be responsibility of the researcher, who may consult the comparative table between the WST and the SE, presented at the end of this paper to substantiate his or her preference.Keywords: Corpus Linguistics; WordSmith Tools; Sketch Engine.
Ulisses Tadeu Vaz De Oliveira, Bruna Osaki Fazano
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1161-1190; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1161-1190

Abstract:
Resumo: Nos últimos anos, a difusão das redes sociais tem propiciado intensas transformações culturais e linguísticas em nossa sociedade globalizada. Por meio do avanço tecnológico e da multiplicidade de gêneros que emergem na esfera digital, a criação e transformação de gêneros deve-se muito à amplitude multimodal oferecida em diversas plataformas virtuais, dentre as quais, destacamos o Instagram – rede social online de compartilhamento de conteúdo. No seio desta popular ferramenta, um movimento crescente de jovens poetas vem ganhando proeminência literária. Os textos curtos, compartilháveis e de temática diversa dos instapoetas – autores egressos do Instagram – são reflexo de uma nova geração que vem ditando um novo conceito de publicação e comunicação com o público leitor. Diante desta forte tendência, o presente trabalho visa a analisar a estrutura da instapoetry à luz da Linguística Sistêmico-Funcional (HALLIDAY, 1994), Estrutura Genérica Potencial (HASAN, 1989) e Gramática do Design Visual (KRESS; VAN LEEUWEN, 2006; UNSWORTH, 2005). Pretende-se considerar os enquadramentos da instapoetry como gênero no ciberespaço, com o propósito de compreender algumas sistematizações do gênero. O corpus do trabalho é composto por textos de alguns expoentes desta literatura no cenário internacional (e.g. Rupi Kaur, Nikita Gill, Atticus), os quais ganham popularidade pela sensibilidade ao que alguns autores definem como “inteligência coletiva” (COSTA, 2015), um domínio público de valores compartilhados de grande profusão ideológica no universo online. Os resultados revelaram a influência da inteligência coletiva na instapoetry, assim como evidenciaram outras características do gênero.Palavras-chave: ideologia; instapoetry; inteligência coletiva gênero; Linguística Sistêmico-Funcional. In recent years, the diffusion of social networks has led to intense cultural and linguistic transformations in our globalized society. Through the technological advancement and the multiplicity of genres that emerge in the digital world, the creation and transformation of genres is due to the multimodal language tools offered in several virtual platforms, among which we highlight Instagram – online social network for sharing content. Within this popular tool, a growing movement of young poets has gained literary prominence. The short, shareable and varied-themed texts of the instapoets – Instagram authors – are a reflection of a new generation that has been dictating a new concept of publication and communication among the reading public. In view of this strong tendency, we observed the structure of instapoetry in the light of Systemic-Functional Linguistics, Generic Structure Potential and Grammar of Visual Design. In this paper we investigate the frameworks of instapoetry as a genre in cyberspace, with the purpose of understanding some systematizations thereof. The corpus of the work is composed of texts by some exponents of this literature in the international scene (e.g. Rupi Kaur, Nikita Gill, Atticus), which have been gaining popularity by the sensitivity to what some authors define as “collective intelligence” (COSTA, 2015). Our results indicate that, despite the great diversity, there are aspects of the compositional form, theme and style that configure this new tradition of the digital era as a genre. The results revealed the influence of the collective intelligence on instapoetry, as well as evidenced other characteristics of the genre.Keywords: ideology; instapoetry; collective intelligence; genre; Systemic-Functional Linguistics.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1131-1159; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1131-1159

Abstract:
Resumo: na fala, percebe-se que o item estar manifesta-se tanto em suas formas fonologicamente plenas (está, estou, estava etc.) quanto em suas formas fonologicamente reduzidas (tá, tô, tava etc.). Sob um viés Sociofuncionalista, que conjuga o aporte teórico-metodológico da Sociolinguística Variacionista aos princípios do Funcionalismo Linguístico, o presente artigo tem como objetivo analisar a redução fonética do referido item. Fazendo uma interface entre variação e gramaticalização, considerou-se cada um dos domínios funcionais que o estar recobre (verbo principal, verbo de ligação, verbo auxiliar, expressão cristalizada e marcador discursivo) como um fator de uma variável independente e foi verificado como o seu comportamento em cada função elencada influencia o fenômeno variável em tela. Os resultados apontam que a redução fonética do item estar aumenta gradativamente até chegar aos 100% de apagamento da sílaba inicial à medida que transita de um domínio mais concreto a um mais abstrato. Além disso, também é notável que a função fonte (verbo principal) e a menos gramaticalizada (verbo de ligação), em termos de pesos relativos, desfavorecem o processo de redução enquanto as formas mais gramaticalizadas (verbo auxiliar e expressão cristalizada) o favorecem. O percentual global de uso das formas reduzidas é da ordem de 96,8% – mudança quase completada nos dados analisados, que são da variedade do português brasileiro falada em Vitória, capital do Espírito Santo. Mesmo assim, ainda é possível traçar o percurso da gramaticalização por que passou este fenômeno, fato que fortalece a abordagem sociofuncionalista de fenômenos de variáveis.Palavras-chave: sociolinguística variacionista; funcionalismo linguístico; sociofuncionalismo; gramaticalização; redução fonética; item estar; mudança. in the speech, it can be seen that the item estar ‘be’ manifests itself both in its phonologically full forms and in its phonologically reduced forms. Under a Sociofunctionalist paradigm, which combines the theoretical-methodological support of Variationist Sociolinguistics with the principles of Linguistic Functionalism, this article aims to analyze the phonetic reduction of this item. Making an interface between variation and grammaticalization, we considered each of the functional domains that the item estar ‘be’ covered (main verb, linking verb, auxiliary verb, crystallized expression and discursive marker) as a factor of an independent variable and was verified as its behavior in each listed function influences the variable phenomenon on screen. The results indicate that the phonetic reduction of the item being increases gradually until reaching 100% of erasure of the initial syllable as it moves from a more concrete domain to a more abstract one. In addition, it is also noteworthy that the source (main verb) and least grammatical (binding verb) function, in terms of relative weights, detracts from the reduction process while the more grammaticalised forms (auxiliary verb and crystallized expression) favor it. The overall percentage use of the reduced forms is 96.8% - almost complete change in the analyzed data, which are of the variety of Brazilian Portuguese spoken in Vitória, capital of Espírito Santo. Even so, it is still possible to trace the path of grammaticalization that this phenomenon went through, a fact that strengthens the socio-functionalist approach to variable phenomena.Keywords: sociolinguistics variationist; functionalism; sociofunctionalism; grammaticalization; phonetic reduction; item estar ‘be’; change.
Camilla Rastely Da Silva , Cecilia Gabriela Aguirre
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 1403-1420; doi:10.17851/2237-2083.28.3.1403-1420

Abstract:
Resumo: O presente trabalho encontra-se situado na área de Pragmática Sociocultural e consiste em um estudo com fins exploratórios e descritivos do uso das táticas de atenuação, produzidas em uma situação comunicativa que requer o uso de certo grau de cortesia, entendida como trabalho de face (GOFFMAN, 1967, p. 12). Para a constituição do corpus, aplicamos a entrevista semiestruturada, frequentemente utilizada na pesquisa qualitativa. Como parte da entrevista, solicitamos que os participantes se colocassem na situação de ter que informar ao dono do imóvel que, no mês atual, não poderão pagar o aluguel. Em uma etapa anterior da pesquisa, conduzimos vinte entrevistas com vinte falantes de espanhol, metade homens e metade mulheres, dez de Santiago de Chile e dez de La Plata, Argentina, todos estudantes universitários entre dezenove e trinta e três anos de idade. Nesta fase, aplicamos o mesmo critério para entrevistar dez falantes de português na cidade de Salvador, Bahia, Brasil. As intervenções revelaram a rica variedade de recursos de atenuação disponíveis nas duas línguas, além de nos permitir observar alguns aspectos de cortesia nos grupos selecionados. Assim, com o objetivo de descrever e comparar as táticas de atenuação, nossas observações se fundamentam nos estudos desenvolvidos por Goffman (1967), Brown e Levinson (1987), Haverkate (1994), Kerbrat-Orecchioni (2004), Briz (2004), Briz (2006) e Albelda Marco; Briz Gómez (2010).Palavras-chave: Pragmática Sociocultural; estratégias de atenuação; cortesia. This paper belongs to the area of Sociocultural Pragmatics and consists of a descriptive-comparative study with the objective to explore mitigation strategies used in an ordinary communicative situation requiring the exercise of politeness, understood as face work (GOFFMAN, 1967, p. 12). To elicit our corpus of analysis we adopted a semi-structured interview, most frequently used in qualitative research. As part of the interview, the participants were prompted to express literally what they would say if they were to inform to the owner that they would not be able to pay next month rent. In a previous stage of this research, we conducted twenty interviews with Spanish speaking participants, half men and half women, ten of them from Santiago de Chile and the other ten from La Plata, Argentina. All of them were university student, aged nineteen to thirty three. For the present research, we followed the same criteria to interview ten Brazilian Portuguese speakers from Salvador. Their answers revealed a rich variety of mitigation strategies, available in Spanish and Portuguese, variety that also allowed us to explore aspects of politeness within the groups observed. Thus, with the object to describe and contrast mitigation strategies, our observations were based on Goffman (1967), Brown and Levinson (1987), Haverkate (1994), Kerbrat-Orecchioni (2004), Briz (2004), Briz (2006), and Albelda Marco; Briz Gómez (2010). Keywords: Sociocultural Pragmatics; mitigation strategies; politeness.
Margarete Von Muhlen Poll, Alexandre Macedo Pereira
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 993-1013; doi:10.17851/2237-2083.28.3.993-1013

Abstract:
Resumo: Neste artigo, abordamos os conceitos de erro linguístico surgidos com a relativização do conceito de norma linguística, que, após os estudos da Linguística Moderna, não mais diz respeito unicamente às regras prescritas pela gramática normativa. Defendemos a tese de que o erro linguístico existe e está diretamente relacionado às normas linguísticas exigidas para o contexto de emprego da língua. Este artigo tem os seguintes objetivos: a) demonstrar que linguistas de perspectivas teóricas distintas reconhecem a existência do erro linguístico; b) demonstrar que o erro linguístico não exclui o reconhecimento da variação linguística, mas o endossa; c) apresentar os diferentes entendimentos sobre a questão do erro linguístico; e d) fomentar uma rediscussão sobre o conceito de erro linguístico. Metodologicamente, este é um trabalho bibliográfico de caráter qualitativo. A pesquisa bibliográfica implica a análise ou a resolução de um problema, recorrendo a referenciais teóricos enquanto fontes importantes para a pesquisa. A pesquisa qualitativa preocupa-se com a dimensão descritiva do fenômeno, ocupando-se primordialmente com o(s) processo(s), sem ignorar os resultados e os produtos. Concluímos que as discussões que se dão no campo da Linguística Aplicada sobre o erro no emprego da língua ocorrem basicamente no âmbito da terminologia, e não no âmbito do que constitui o erro em língua.Palavras-chave: norma linguística; erro linguístico; correção linguística. This article aims to discuss the concepts of linguistic error which have arisen from the relativization of linguistic norm definition, since under the light of Modern Linguistic studies, linguistic norm does not only refer to prescriptive grammar’s rules anymore. We defend that linguistic error does exist and it is directly related to linguistic norms required for the language usage context. This article has the following objectives: a) demonstrate that linguists from different perspectives recognize the existence of linguistic error; b) expose that linguistic error does not exclude linguistic variation recognition; c) present different understandings about linguistic error and d) foment a rediscussion concerning the concept of linguistic error. This is a qualitative research based on bibliographic data. Bibliographic research implies the analysis or the resolution of a problem, taking theoretical references into consideration, whereas the qualitative research considers the descriptive dimension of the phenomenon and is concerned primarily with the process itself, without taking into account the results and products. We conclude that discussions about error in language usage, which take place in the Applied Linguistics field of studies, basically occur in the terminology aspect, not in what error in language use is constituted of.Keywords: linguistic norm; linguistic error; linguistic correction.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 747-776; doi:10.17851/2237-2083.28.2.747-776

Abstract:
Unlike traditional visions show, metaphors are present not only in literary language, but also in everyday, scientific and philosophical languages. It is through the metaphors that we conceptualize the world and understand the most abstract concepts that we have. Based on this premise, this study investigates the conceptual metaphors found in advertisements of women’s magazines, based on the theories: the theory of conceptual metaphor proposed by Lakoff and Johnson (2002), considerations of Kovecses (2002) about this theory and particular character of metaphors in advertisements, as proposed by Velasco-Sacristán (2010) and Ungerer (2003). The purposes of this research are to examine how the metaphors conceptualize the product advertised and how they reveal the social representation of women. The research was done through analysis of four advertisements taken from the magazines: Nova (Dec. 2008), Marie Claire (Oct. 2008), Cláudia (July 2009) and one advertisement taken from a website, published in 2020. The results show that conceptual metaphors are tools used by propagandists in the creation of advertisements based on stereotypes, representations and ideologies of particular group to which the advertisement is intended. Such resources tend to persuade the reader to purchase the product released.Keywords: metaphor; conceptual metaphor; advertisements.Resumo: Ao contrário do que mostram visões tradicionais, a metáfora não está presente somente na linguagem literária, mas também nas linguagens: cotidiana, científica e filosófica. É por meio das metáforas que nós conceptualizamos o mundo e compreendemos a maioria dos conceitos abstratos que temos. Com base nesse postulado, o presente estudo investiga as metáforas conceptuais presentes em propagandas de revistas femininas, tendo como pressupostos teóricos: a teoria da Metáfora Conceptual, proposta por Lakoff e Johnson (2002), as considerações de Kovecses (2002) acerca dessa teoria e o caráter particular das metáforas em propagandas, como proposto por Velasco-Sacristán (2010) e Ungerer (2003). Os objetivos dessa investigação são verificar o modo como as metáforas conceptualizam o produto divulgado e em que medida elas revelam a representação social da mulher. A pesquisa foi realizada através da análise de duas propagandas, retiradas das revistas: Nova (dez. 2008) e Marie Claire (out. 2008). Os resultados mostram que as metáforas conceptuais são ferramentas utilizadas pelos propagandistas na elaboração das propagandas, com base em estereótipos, representações e ideologias de determinado público-alvo ao qual a propaganda é destinada. Tais recursos tendem a persuadir o leitor a adquirir o produto divulgado.Palavras-chave: metáfora; metáfora conceptual; propagandas.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 845-870; doi:10.17851/2237-2083.28.2.845-870

Abstract:
This paper addresses the issue of multimodal re-performance, a concept developed by us, in view of the fact that the famous song “Imagine”, by John Lennon, was published in illustrated book format by Frances Lincoln Children’s books under the sponsorship of Amnesty International in 2017 and later in an English-Portuguese bilingual edition in 2018 by Edicare. From our point of view, the concept of multimodal re-performance builds on the “personal authorization” criterion, a prominent feature in the legitimization of discourse and communication (VAN LEEUWEN, 2007), which we address in the light of the Multimodal Metaphor approach (FORCEVILLE, 2009, 2017). In conformity, we advocate that multimodal metaphorical links of different kinds in this re-performed edition of “Imagine” are architectured by a relevantly harmonious set of three communication modes: J. Lennon’s original song lyrics in the multimodal mode, the book’s preface by Yoko Ono in close connection to the book’s epilogue by Amnesty International, also in the written mode, and Jean Jullien’s brilliant illustrations in the visual mode. Last but not least, it is highlighted that this appealing re-performed multimodal cultural product “Imagine” is crafted with the purpose of both foregrounding the updated message of Imagine’s PEACE quest protagonized by the brown PEACE dove. Furthermore, in the epilogue, the reader is encouraged to visit the webpage https://imaginepeacebook.com and leave a peace message behind, opening the possibility for extension of the written mode echoing the song’s message in the future.Keywords: multimodal re-performance; personal authorization; multimodal metaphor; Imagine by J. Lennon.Resumo: O presente incide sobre a questão da re-performance multimodal, um conceito desenvolvido por nós, tendo em vistaa publicação da famosa canção “Imagine” de John Lennon, em formato de livro ilustrado pela editora de livros infantis Frances Lincoln, com o patrocínio da Amnistia Internacional e posteriormente dado à estampa pela Edicare numa versão bilingue inglês-português. Na nossa perspetiva, o conceito de re-performance multimodal está ancorado no conceito de “autorização pessoal”, um parâmetro proeminente na legitimação do discurso e da comunicação (VAN LEEUWEN, 2007) que desenvolvemos à luz da abordagem da metáfora multimodal (FORCEVILLE, 2009, 2017). Em conformidade com a mesma, advogamos que as conexões metafóricas multimodais de diferentes tipos nesta edição re-performada do “Imagine” são arquitetadas na base da articulação harmoniosa de três modos de comunicação: a canção original da autoria de J. Lennon, já de si um produto multimodal, o prefácio do livro, elaborado por Yoko Ono, em estreita ligação com o epílogo da obra da autoria da Amnistia Internacional, sob a forma de modo escrito, e as brilhantes ilustrações de Jean Jullien, no modo visual. Por último, pretende-se sublinhar que este “Imagine” enquanto produto multimodal re-performado, muito apelativo, destina-se a pôr em destaque a atualidade da mensagem do “Imagine” , na sua versão original, enquanto apelo à PAZ, protagonizada por uma pomba castanha. Além do mais, no epílogo, o leitor é encorajado a visitar a página https://imaginepeacebook.com e a deixar escrita uma mensagem de paz, abrindo a possibilidade para uma extensão do modo escrito fazendo eco da mensagem da canção, no futuro. Palavras-chave: re-performance multimodal; autorização pessoal; metáfora multimodal e Imagine de J. Lennon.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 871-891; doi:10.17851/2237-2083.28.2.871-891

Abstract:
From consistent narratives to cutting-edge graphic design, designers have been investing heavily in making their items competitive in the market. Given the high level of interaction between the players and the games they play, it is to be expected that much of how real-life representations are built in our minds will, in one way or another, influence how we interact with virtual reality, impacting on the playability of a game. Studies on the role of metaphors in (video)games are rather recent and much is yet to be investigated. Through simulations of family life and school routine, for example, these games imply human behavior as systematic and goal-oriented. For this study, we selected popular free life simulation games available at a popular App Store for smartphones. When listing the existing metaphors, we noticed a systematic difference: while conceptual metaphors were multimodal, consisting of a combination of verbal and visual information, primary metaphors showed to be intrinsically monomodal, consisting of visual information. In this study, we argue that metaphors in life simulation games start off as text-dominant, but become image-dominant after some time. That is, players rely on both images and verbal cues while learning how to play the games, but after some time they can just look at the symbolic cues for information. We therefore propose that the classification for metaphors in games should be continuous and as dynamic as the game itself, since there seems to be a movement from text-dominant to visual-dominant metaphors throughout the games.Keywords: metaphor; games; simulation; multimodal metaphors; primary metaphors.Resumo: De narrativas consistentes a design gráfico de ponta, designers têm investido em tornar seus produtos atrativos para o mercado. Dado o alto nível de interação entre jogadores e os jogos que usam, é esperado que muitas das representações das quais fazemos uso na vida real influenciem, até certo ponto, o modo como interagimos com a realidade virtual, o que impacta, portanto, sua jogabilidade. Estudos sobre o papel da metáfora em jogos são bastante recentes e muito ainda precisa ser investigado. Jogos de simulações de vida que envolvem relações familiares e rotinas escolares, por exemplo, parecem sugerir que o comportamento humano seja sistemático e orientado a objetivos específicos. Para o presente estudo, selecionamos jogos de simulação de vida populares em uma App Store para smartphones. Ao listar as metáforas encontradas, notamos uma sistemática diferença: enquanto metáforas conceituais eram multimodais (consistindo de combinações entre informações verbais e visuais), metáforas primárias se mostraram intrinsecamente multimodais (consistindo de informações visuais). Neste estudo, defendemos que metáforas em jogos de simulação de vida começam como texto-dominante, mas, à medida que o jogo se desenrola, tornam-se visualmente dominantes. Ou seja, jogadores dependem de ambos os tipos de informação ao aprender a jogar, mas depois de algum tempo, a informação pode ser obtida ao olhar para os símbolos na tela. Por esta razão, propomos que a classificação de metáforas em jogos se dê de forma contínua, ou seja, que seja tão dinâmica como os próprios jogos, uma vez que o movimento de texto-dominante para imagem-dominante parece se fazer presente no decorrer dos jogos.Palavras-chave: metáfora; jogos; simulação; metáfora multimodal; metáforas primárias.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 689-720; doi:10.17851/2237-2083.28.2.689-720

Abstract:
Proper names can be considered lexical traces that identify a specific society and time as they enable us to better understand its modus vivendi, from its social-historical-cultural context. This study selects police operations proper names as subject study, and it is guided by the hypothesis that the generation of proper names configures as a cognitive process, which makes use of conceptual metonymy as a prominent contributor for several cognitive actions for naming. Thus, the focus is to demonstrate the conceptual metonymy role in the generation process of police operations proper names manifested by its typological features. The corpus for this analysis is composed of Brazilian Federal Police operations that were triggered in 2018 and can be obtained on its official website. The adopted methodology consists of mapping the proper names taxonomies according to Eccles’ three worlds (ECCLES, 1979) and metonymy typology, based on the proposal by Radden and Kovecses (2007); Blanco-Carrión, Barcelona and Pannain (2018); in addition to the theoretical foundations proposed by Lakoff and Johnson (1980), Lakoff (1987), Silva (1997) and Biderman (1998).Keywords: proper name; conceptual metonymy; cognitive linguistics.Resumo: Nomes próprios podem ser considerados marcas lexicais que identificam uma sociedade em determinada época, à medida que possibilitam a compreensão do modus vivendi dessa sociedade a partir do contexto sócio-histórico-cultural. Esta proposta elege nomes próprios de operações policiais para objeto de estudo e é guiada pela hipótese de que a geração desses nomes se configura como um processo cognitivo que faz uso de metonímias conceptuais, as quais oferecem uma contribuição de destaque na série de ações cognitivas para a nomeação. Assim, este trabalho tem como objetivo demonstrar o papel da metonímia conceptual no processo de geração dos nomes próprios das operações policiais manifestadas pelos traços tipológicos. O corpus para esta análise constitui-se de nomes de operações da Polícia Federal do Brasil desencadeadas no ano de 2018 e obtidos por meio de consulta ao site oficial dessa categoria de polícia. A metodologia adotada consiste no mapeamento das taxonomias dos nomes próprios de acordo com a natureza dos mundos (ECCLES, 1979) a que se reportam e no levantamento dos tipos de metonímias, baseada na proposta de Radden e Kovecses (2007) e de Blanco-Carrión, Barcelona, Pannain (2018), além da fundamentação teórica de Lakoff e Johnson (1980), Lakoff (1987), Silva (1997) e Biderman (1998).Palavras-chave: nomes próprios; metonímia conceptual; Linguística Cognitiva.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 721-746; doi:10.17851/2237-2083.28.2.721-746

Abstract:
The metaphors used in non-poetic contexts are mostly conventional. This study, which is part of a broader research, analyzes the emergence of – and the relationship between – conventional and novel/creative metaphors in Biology video lessons. The theoretical basis is composed of the Theory of Conceptual Metaphor (LAKOFF; JOHNSON, 2002; LAKOFF; TURNER, 1989) and the Perspective of Metaphor in Discourse (SEMINO, 2008). Thus, the general objective of this paper is to verify the emergence of conceptual and linguistic metaphors produced by teachers in Biology video lessons, as well as to analyze their degree of novelty and/or conventionality. The data analyzed came from YouTube video subtitles, and the methodology used to identify metaphors in speech was the MIP (PRAGGLEJAZ GROUP, 2007). The results indicate that creative metaphors are present in the discourse of these teachers and play a relevant role in the presentation of scientific content.Keywords: metaphor; creativity; conventionality; video lessons; textual patterns.Resumo: As metáforas empregadas em contextos não poéticos apresentam-se majoritariamente de forma convencional. O presente estudo, que faz parte de uma pesquisa mais abrangente, trata da análise da emergência de – e da relação entre – metáforas convencionais e novas/criativas em videoaulas de Biologia. O aporte teórico é composto pela Teoria da Metáfora Conceptual (LAKOFF; JOHNSON, 2002; LAKOFF; TURNER, 1989) e pela Perspectiva da Metáfora no Discurso (SEMINO, 2008). Desse modo, o objetivo geral deste artigo é verificar a emergência de metáforas conceptuais e linguísticas produzidas por professores em videoaulas de Biologia, assim como analisar seu grau de novidade e/ou convencionalidade. Os dados analisados são provenientes de legendas de videoaulas do YouTube, e a metodologia empregada na identificação de metáforas no discurso foi o MIP (PRAGGLEJAZ GROUP, 2007). Os resultados indicam que metáforas criativas estão presentes no discurso desses professores e desempenham um papel relevante na apresentação de conteúdos científicos.Palavras-chave: metáfora; criatividade; convencionalidade; videoaulas; padrões textuais.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 667-688; doi:10.17851/2237-2083.28.2.667-688

Abstract:
Metaphors we live by in Brazil: anthropophagic notes on classic and contemporary approaches to metaphor in the Brazilian scientific-academic context / Metáforas da Vida Cotidiana no Brasil: notas antropofágicas sobre abordagens clássicas e contemporâneas da metáfora no contexto acadêmico-científico brasileiro
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 893-915; doi:10.17851/2237-2083.28.2.893-915

Abstract:
In this paper, we attempt to provide some ways of thinking about text, relating it to the concept of metaphors, multimodality and texture. Our aim is to develop new insights in meaning making and communication more generally, by bringing examples of memes; a relatively new genre, often seen on social media posts. To do so, we discuss the notion of text (HALLIDAY; HASAN, 2002; BEAUGRANDE, 1997; KRESS, 2010) and then, we discuss texture as a semiotic resource for the production of texts and its metaphors (DJONOV; VAN LEEUWEN, 2011). To exemplify some concepts and categories, we explore memes, seeking to understand their constitution as well as their qualities and potential meanings of visual textures deployed in the text to make meaning material through multimodal metaphors.Keywords: text; texture; social semiotics; multimodal metaphors.Resumo: Neste artigo, pretendemos propor algumas maneiras para se pensar a noção de texto, relacionando-a aos conceitos de metáfora, multimodalidade e textura. Nosso objetivo é desenvolver novos insights a respeito da produção de sentido e da comunicação de forma geral. Como exemplo, trazemos memes com o bordão “É verdade esse bilete”. Como esse gênero é relativamente novo e frequentemente visto em posts nas redes sociais, discutimos a noção de texto (HALLIDAY; HASAN, 2002; BEAUGRANDE, 1997; KRESS, 2010) e de textura como um recurso semiótico para a produção de textos e suas metáforas (DJONOV; VAN LEEUWEN, 2011). Para exemplificar algumas noções e categorias, exploramos os memes, buscando compreender como eles se constituem, assim como suas qualidades e seus possíveis sentidos de texturas visuais utilizadas para produção de metáforas multimodais.Palavras-chave: texto; textura; semiótica social; metáforas multimodais.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 777-799; doi:10.17851/2237-2083.28.2.777-799

Abstract:
Almost forty years ago, the proposal of the Conceptual Metaphor Theory represented a milestone for Cognitive Linguistics studies. From this point, many pieces of research were developed around the analytical category of metaphor. However, the majority of these papers are still in the monomodal field, intending to build a concept resulting from the source and target domains that come specifically from the verbal structures. Taking this into consideration, this paper intends to focus on the metaphorical occurrence in diverse semiotic modes that constitute multimodal texts. In order to fulfill this aim, we outlined a corpus of five editorial cartoons about “fake news”. Our specific objective is to, making use of the concept of multimodal metaphors proposed by Forceville (1996, 2009), presented how the different semiotic modes, in this case the verbal and the visual ones, are interwoven in the building of these metaphors. In this way, in our study, besides validating the thesis proposed by Forceville (2009) about the occurrence of metaphors not only in the verbal mode, it was also possible to verify the importance of multimodal metaphors for the meaning construction process in the analyzed genre.Keywords: metaphors; multimodal metaphors; fake news.Resumo: Há quase quarenta anos atrás um marco nos estudos da Linguística Cognitiva, em especial em sua semântica, ocorreu: a proposta da Teoria da Metáfora Conceitual. A partir desse trabalho, muitas pesquisas foram desenvolvidas em torno da categoria analítica da metáfora. Porém, grande parte desses trabalhos ainda encontra-se no campo dos denominados textos monomodais, visando apenas a construção conceitual resultante de domínios fonte e alvo oriundos especificamente do modo verbal. Diante disso, o presente artigo propõe-se a promover um trabalho dedicado à ocorrência metafórica nos diferentes modos semióticos que constituem os textos multimodais. Para cumprirmos tal objetivo, delineamos como corpus cinco charges que versam sobre o conceito fake news. Nosso objetivo específico consiste em apresentar, através do conceito de metáforas multimodais, proposto por Forceville (1996, 2009), a forma pela qual diferentes modos semióticos, nesse caso em especial o verbal e o imagético, imbricaram-se na construção dessas metáforas. Assim, em nosso estudo, além de vislumbrarmos a validação da proposição de Forceville (2009) sobre a não ocorrência do processo metafórico apenas no modo verbal, foi possível a verificação da importância das metáforas multimodais para a construção dos sentidos do gênero em análise.Palavras-chave: metáforas; metáfora multimodal; fake news.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 957-980; doi:10.17851/2237-2083.28.2.957-980

Abstract:
This article presents how metaphoric semiosis develops from the perspective of Peircean semiotics. The study takes as theoretical framework the general foundations of metaphor as described by classical theories, its recognized cognitive nature and the theory of signs developed by Charles S. Peirce (1839-1914) based on his three phenomenological categories. This is on the assumption that the application of Peirce’s broad conceptual tools – philosophical and semiotic – to his concept of metaphor as a hypoicon and its subdivisions constitutes an original and dynamic theory of metaphor, capable of operationalizing integrated analyzes of multimodal aspects of metaphor. In conclusion, considerations are made about the truth value of a good metaphor according to Peircean theoretical framework.Keywords: metaphor; semiotics; meaning; cognition; iconicity; multimodality. Resumo: Este artigo apresenta a forma como se desenvolve a semiose metafórica sob a perspectiva da semiótica peirceana. O estudo toma como quadro teórico os fundamentos gerais da metáfora descritos pelas teóricas clássicas, sua reconhecida natureza cognitiva e a teoria dos signos desenvolvida por Charles S. Peirce com base em suas três categorias fenomenológicas. Parte-se do pressuposto de que a aplicação do amplo instrumental conceitual de Peirce, tanto filosófico como semiótico, a seu conceito de metáfora como hipoícone e suas subdivisões constitui uma teoria original e dinâmica da metáfora, capaz de operacionalizar análises integradas de aspectos multimodais da metáfora. À guisa de conclusão, são tecidas considerações sobre o valor de verdade de uma boa metáfora de acordo com o quadro teórico peirceano.Palavras-chave: metáfora; semiótica; significação; cognição; iconicidade; multimodalidade.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 917-955; doi:10.17851/2237-2083.28.2.917-955

Abstract:
The present paper looks at the interactive construction of multimodal metaphors of interculturereality – a term coined by the author from interculturality and intercorporeality, assuming that intercultural interaction is always an embodied phenomenon, shared among its participants. For this, two videotaped sequences of a group conversation are analyzed drawing upon interaction analysis (Couper-Kuhlen; Selting, 2018). The data was transcribed following the GAT2 (Selting et al., 2011) guidelines, including gesture form annotation, which relied on the system described by Bressem (2013). Gesture function was interpreted drawing on the interactional context and on the system proposed by Kendon (2004) and Bressem and Müller (2013). The results question the validity of the classical conduit metaphor of communication (Reddy, 1979) in the intercultural context and instead propose an embodied approach to the conceptualization of the understanding process among the participants. The analysis also shows that even though the metaphors are multimodal, the metaphoric content is not always evenly distributed among the different modalities (speech, gesture). Apart from that, the metaphorical content is constructed sequentially, referring to preceding metaphors used by the same or different interlocutors and associated with metaphorical blends.Keywords: metaphors; multimodality; interculturality; intercorporeality; migration.Resumo: O presente artigo analisa a construção interativa de metáforas multimodais da interculturealidade – um termo proveniente da interculturalidade e intercorporealidade, assumindo que a interação intercultural é sempre um fenômeno incorporado, compartilhado entre os seus participantes. Para tal, duas sequências gravadas em vídeo de uma conversa em grupo serão analisadas com base na análise da interação (COUPER-KUHLEN; SELTING, 2018). Os dados foram transcritos seguindo as orientações do sistema GAT2 (SELTING et al., 2011), incluindo a anotação da forma gestual, que se baseou no sistema descrito por Bressem (2013). A função dos gestos foi interpretada com base no contexto interacional e no sistema proposto por Kendon (2004) e Bressem e Müller (2013). Os resultados questionam a validade da metáfora clássica do conduto de comunicação (REDDY, 2012) no contexto intercultural e, além disso, propõem uma abordagem corporificada da conceituação do processo de entendimento entre os participantes. A análise também mostra que, embora as metáforas sejam multimodais, o conteúdo metafórico não é sempre uniformemente distribuído entre as diferentes modalidades (fala, gesto). Além disso, o conteúdo metafórico é construído sequencialmente, referindo-se a metáforas anteriores utilizadas pelos mesmos ou diferentes interlocutores e recorrendo a mesclagens metafóricas.Palavras-chave: metáforas; multimodalidade; interculturalidade; intercorporealidade; migração.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 801-844; doi:10.17851/2237-2083.28.2.801-844

Abstract:
This paper aims to discuss both a typology of articulation between verbal and pictorial modalities in the construal of metaphors and the potential pragmatic and rhetorical effects of the activation of multimodal metaphors in practical argumentation. To do so, we analyze six texts from governmental health campaigns in Brazil oriented towards the elimination of Aedes aegypti breeding grounds, the mosquito mainly responsible for the transmission of dengue fever, chikungunya and zika in the country. In terms of the expression of metaphorical vehicles and topics in each modality, we could identify, as a result, three main modes of articulation: autonomy, correlation and interdependence. For each mode, we showed some pragmatic and semantic effects, such as increasing metaphoricity, inducing reframing and refining referentiality. We frame this discussion by critically considering a series of different frameworks on metaphor studies, such as Lakoff and Johnson (1980), Forceville (2007), Müller (2008), Vereza (2007, 2017, 2018), Gonçalves-Segundo and Zelic (2016) and Steen (2017). In terms of argumentative roles, we concluded that multimodal metaphors were relevant in construing the Negative Consequences of inaction in regard to the elimination of breeding grounds, hyperbolizing the lethal potential of the infections; in inducing the reader’s readiness and tendency towards working collectively to achieve the campaign’s intended Goals; and, finally, in generating humor in the construal of the campaign’s Motivating Circumstances, in order to draw the reader’s attention and identification towards this necessary social action. To support this debate, we drew mainly on Fairclough and Fairclough (2012), Macagno and Walton (2019) and Gonçalves-Segundo (2019).Keywords: multimodal metaphor; multimodality; metaphor; argumentation; practical argumentation.Resumo: Nosso objetivo, neste artigo, é discutir tanto uma tipologia de articulação entre as modalidades verbal e imagética na construção de metáforas quanto os potenciais efeitos pragmáticos e retóricos da ativação de metáforas multimodais na argumentação prática. Para isso, analisamos seis textos de campanhas governamentais de saúde brasileiras orientadas à eliminação de focos de reprodução do mosquito Aedes aegypti, o principal responsável pela transmissão da dengue, da chikungunya e da zika no país. No que diz respeito à expressão de veículos e tópicos metafóricos em cada modalidade, identificamos, como resultado, três principais formas de articulação: autonomia, correlação e interdependência. Para cada uma dessas formas, mostramos alguns efeitos semântico-pragmáticos, como aumento de metaforicidade, indução de reenquadramento e refinamento de referencialidade. Tecemos essa discussão a partir de um diálogo crítico com diversas perspectivas, em especial Lakoff e Johnson (1980), Forceville (2007), Müller (2008), Vereza (2007, 2017, 2018), Gonçalves-Segundo e Zelic (2016) e Steen (2017). Em termos de funções argumentativas, concluímos que as metáforas multimodais foram relevantes na construção das Consequências Negativas da inação no tocante à eliminação dos focos de reprodução do mosquito, hiperbolizando o potencial letal das infeções; na indução de um estado de prontidão e de trabalho coletivo no sentido de atingir os Objetivos da campanha; e, finalmente, em gerar humor na construção das Circunstâncias Motivadoras da campanha, para obter a atenção e a identificação do leitor em relação a essa ação social necessária. Para enquadrar esse debate, valemo-nos especialmente de Fairclough e Fairclough (2012), Macagno e Walton (2019) e Gonçalves-Segundo (2019).Palavras-chave: metáfora multimodal; multimodalidade; metáfora; argumentação; argumentação prática.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 359-389; doi:10.17851/2237-2083.28.1.359-389

Abstract:
Resumo: Neste artigo, discutimos a tradução de jogos de palavras criados a partir de fraseologismos em textos literários, valendo-nos, sobretudo, das ideias de Veisbergs (1997). Analisamos excertos traduzidos do inglês para o português brasileiro, em sete diferentes traduções de Looking through the mirror (Carroll) e The Picture of Dorian Gray (Wilde), com o objetivo de verificar como os jogos de palavras foram gerados e, posteriormente, traduzidos, considerando sua natureza estilística, idiomática e pragmática. Nossos resultados apontam a prevalência das seguintes estratégias de tradução: transformação em fraseologismo equivalente, tradução por empréstimo e transformação em fraseologismo análogo. Concluímos que os tradutores tentaram, de algum modo, preservar os jogos de palavras e seu efeito, conferindo-lhes, em alguns casos, graus menores de idiomaticidade e naturalidade.Palavras-chave: fraseologismos; jogos de palavras; tradução; humor. In this article, we discuss the translation of wordplays generated from idioms in literary texts, by means of Veisbergs’ ideas (1997). We analyze excerpts translated from English into Brazilian Portuguese, in seven different renderings of Looking through the mirror (Carroll) and The Picture of Dorian Gray (Wilde), aiming to verify how the wordplays were created, and, afterwards, translated, considering their stylistic, idiomatic and pragmatic nature. Our results demonstrate the prevalence of equivalent idiom transformation, loan translation, and analogue idiom transformation. In conclusion, the translators somehow tried to preserve the wordplays and their effect; however, some solutions showed lower degrees of idiomaticity and naturalness.Keywords: phraseologisms; wordplay; translation; humor.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 331-358; doi:10.17851/2237-2083.28.1.331-358

Abstract:
Resumen: El análisis aquí propuesto sobre la variabilidad verbo-temporal en el uso de las construcciones fraseológicas (CFs), fundamentado en los campos teóricos de la Fraseología, de la Gramática del uso y de la Lingüística Cognitiva, tiene como objetivo central poner en discusión el criterio de la fijación, reconocido en el campo teórico de la Fraseología como un nivel de estabilidad al cual se vincula la propiedad de la idiomaticidad. Para tanto, se emprende un estudio basado en corpus para el análisis de la frecuencia de uso de las CFs tirar la toalla, poner el grito en el cielo y echar leña al fuego. Los datos analizados a partir del tratamiento estadístico aplicado por el Programa RStudio respaldan los argumentos a favor de la variabilidad en detrimento de la fijación, puesto que el núcleo verbal de las tres CFs puede aparecer conjugado en diferentes tiempos y modo verbales.Palabras Clave: construcciones fraseológicas; fijación; variabilidad morfológica. The analysis proposed here about the verb-temporal variability in the use of phraseological constructions (CFs), based on the theoretical fields of the Phraseology, used-based theory of grammar and Cognitive Linguistics, has as a central objective to discuss the criterion of fixation, recognized in the theoretical field of Phraseology as a level of stability to which the property of idiomaticity is linked. Therefore, a corpus-based study is undertaken to analyze the frequency of use of CFs tirar la tolla, poner el grito en el cielo and echar leña al fuego. The data analyzed from the statistical treatment applied by the RStudio Program support the arguments in favor of the variability to the detriment of the fixation, since the verbal core of the three CFs can appear conjugated in different times and verbal mode.Keywords: phraseological constructions; fixation; morphological variability.
Gustavo Augusto Fonseca Silva
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 93-158; doi:10.17851/2237-2083.28.1.93-158

Abstract:
Resumo: O pressuposto metafísico de que a natureza é perfeita tem sido um dos alicerces da física moderna desde o século 17. Devido ao sucesso dessa disciplina, pesquisadores de outros campos do saber seguiram os seus princípios, inclusive a ideia de que a natureza é perfeita. Um caso particularmente interessante dessa transposição epistemológica se deu no século 20 com a gramática gerativa de Noam Chomsky, sobretudo em seu Programa Minimalista. Nele, Chomsky leva às últimas consequências o que chamou de “intuição galileana de que ‘a natureza é perfeita’”, propondo que a linguagem também é perfeita. Dado, no entanto, que igualmente se assume no gerativismo que a linguagem é um sistema biológico, a conjectura de que ela seja perfeita resulta na aposta altamente improvável de que ela seja única do ponto de vista biológico. Isso porque, sendo o resultado de acidentes evolutivos, os sistemas biológicos são caracteristicamente imperfeitos. Tendo em vista essa situação quase paradoxal a que se chegou no minimalismo chomskiano, discute-se neste artigo até que ponto se deve emular a física em outras áreas do conhecimento, com especial atenção à biologia e às ciências cognitivas – entre as quais se inclui a linguística. Como resultado dessa investigação, questiona-se neste trabalho o próprio pressuposto metafísico de que a natureza é perfeita, em consonância com as ideias de teóricos contemporâneos como o físico Marcelo Gleiser.Palavras-chave: Filosofia da linguística; filosofia da física; Galileu Galilei; Noam Chomsky; Programa Minimalista; arquitetura paralela de Ray Jackendoff. The metaphysical assumption that nature is perfect has been groundwork for modern physics since the seventeenth century. Due to the success of that discipline, researchers from other fields of study followed its principles, including the idea of nature being perfect. Noam Chomsky’s Generative Grammar was a particularly interesting case of such epistemological transposition, which took place in the twentieth century, mainly in his Minimalist Program. In his work, while taking to ultimate levels what he dubbed “the Galilean intuition that ‘nature is perfect’”, Chomsky proposes language as well is perfect. However, given that in Generativism language is also seen as a biological system, conjecture on its perfection results in a highly unlike assertion that it is unique from a biological point of view, because biological systems are characteristically imperfect since they are results of evolutionary accidents. Built on such almost paradoxical situation reached in Chomsky’s minimalism, this article discusses the limits to emulating physics in other fields of study, more specifically in biology and cognitive sciences, among which stands linguistics. As a result of this investigation, this work questions the very metaphysical assumption that nature is perfect, along with ideas from contemporary thinkers such as...
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 205-234; doi:10.17851/2237-2083.28.1.205-234

Abstract:
Resumo: A Lexicologia, a Lexicografia, a Terminologia e a Terminografia, todas subáreas da Linguística, abarcam os estudos teóricos e a produção de dicionários, de vocabulários e de glossários. Este artigo objetiva o estudo da microestrutura de verbetes de especialidade em dicionários de Linguística e a proposta de um paradigma definicional para os termos linguagem e Linguística Descritiva. Para tanto, definimos o que são as microestruturas conforme as normas da ISO 1087 e as contribuições de Rey-Debove (1971), de Hartmann e James (2002), de Béjoint (2010) e outros. Abordamos as definições de outside matter, middle matter e back matter. Em seguida, exploramos os paradigmas informacional, definicional e pragmático, sem deixar de considerar o paradigma de formas equivalentes para dicionários bilíngues. A seguir, baseamo-nos nas normas ISO 1087 e na teoria de Barbosa (1995, 2001) para definir o que é um dicionário, um vocabulário e um glossário. Depois, fizemos um breve estudo comparativo entre alguns dicionários de especialidade pertencentes à área da Linguística. Nessas obras, fizemos a análise da microestrutura: dos enunciados lexicográficos e dos paradigmas definicionais, focando nos verbetes linguagem e fraseologismos do termo signo, e diferenciamos o que é a microestrutura de um dicionário e a de um glossário. Finalmente, após a exposição dos conceitos e análise das obras, propusemos padrões de microestrutura e definitórios, em diferentes áreas da Linguística, cujo público-alvo seria o alunado leigo dos Cursos de Letras.Palavras-chave: terminologia; terminografia; dicionários de especialidade; macroestrutura; microestrutura. Lexicology, Lexicography, Terminology and Terminology, all sub-areas of Linguistics, encompass theoretical studies and the making of dictionaries, vocabularies and glossaries. This article aims to study the microstructure of specialized entries in dictionaries of Linguistics and the proposal of a definitional paradigm for the term language and sign phraseologies. To that end, we defined the microstructures according to ISO 1087 norms and the contributions of Béjoint (2010), Rey-Debove (1971), Hartmann and James (2002) and others. We approach the definitions of outside matter, middle matter and back matter. Next, we explore the informational, definitional and pragmatic paradigms, while considering the paradigm of equivalent forms for bilingual dictionaries. Then, we rely on ISO 1087 and Barbosa’s theory (1995, 2001) to define what a dictionary, a vocabulary and a glossary is. Afterward, we carried out a brief comparative study among some specialty dictionaries in the area of Linguistics. In these works, we analyzed the microstructure: lexicographic statements and definitional paradigms, focusing on the entries language and sign phraseologies, and we distinguished what the microstructure of a dictionary and a glossary is. Finally, after the exposition of the concepts and...
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 535-564; doi:10.17851/2237-2083.28.1.535-564

Abstract:
Résumé : L’article fait l’hypothèse que les parlers des jeunes des cités urbaines sensibles dans la France contemporaine nécessitent pour être appréhendés une approche globale et pluridisciplinaire en raison de leur complexité. À partir de deux corpus, l’article met en place dans un premier temps un cadre théorique général pluridisciplinaire destiné à appréhender l’environnement social des jeunes dont il est question puis dans une seconde partie centrée plus spécifiquement sur une étude sociolinguistique de ces parlers, il tente de montrer que les pratiques langagières étudiées sont emblématiques des interactions sociales à l’œuvre dans ces espaces minorés. Les deux corpus présentés s’inscrivent dans une construction identitaire et une mémoire sociale collective, enracinée dans les cités urbaines sensibles. Ces deux corpus reflètent la vie dans les cités ségréguées et en particulier ce qui a trait à la présence des communautés migrantes. Ils contribuent à l’instauration d’un processus de patrimonialisation caractérisé par l’altérité, fondé sur des solidarités communautaires et une forme de mémoire originale qui exprime un vécu collectif.Mots clés : migrants ; sociolinguistique ; parlers jeunes ; cités urbaines sensibles. The paper hypothesizes that young people sociolects in sensitive urban cities in contemporary France require a global and multidisciplinary approach to be understood because of their complexity. Based on two linguistic corpora, the article first sets up a general multidisciplinary theoretical framework designed to understand the social environment of the young people in question and then, in a second part, more specifically focused on a sociolinguistic study of the nonstandard varieties of French those young people speak, it attempts to show that those sociolects are emblematic of the social interactions at work in these minority spaces. Both corpora presented are part of an identity construction and of a collective social memory, rooted in sensitive urban cities. They reflect life in segregated cities and in particular the presence of migrant communities. They contribute to the establishment of a process of patrimonialization characterized by otherness, based on a community solidarity and an original form of memory that express a collective experience.Keywords: immigration ; sociolinguistics ; young people sociolects ; sensitive urban cities.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 455-478; doi:10.17851/2237-2083.28.1.455-478

Abstract:
Resumo: A língua está envolvida nos processos de construção da identidade e da alteridade. Por isso, ela pode também ser utilizada para diferenciar negativamente o outro a partir de processos de julgamento da fala alheia. O presente artigo apresenta algumas considerações a respeito do preconceito linguístico contra os imigrantes asiáticos e os seus descendentes no Brasil. Trata-se de um trabalho de viés histórico e que utiliza a semiótica discursiva francesa para analisar textos jornalísticos publicados a partir da segunda metade do século XX até os dias atuais. A partir do exame das reportagens, observou-se a constante sanção sobre o mau uso que os imigrantes japoneses e os estudantes de origem asiática fazem da língua portuguesa, a despeito do destaque igualmente constante das qualidades de trabalhadores e de estudantes que eles comportam nesses discursos. Desse modo, mesmo com uma imagem atualmente positiva perante a sociedade brasileira, permanece o preconceito linguístico contra os indivíduos de origem asiática no país.Palavras-chave: preconceito linguístico; imigração japonesa; semiótica discursiva; identidade; alteridade. Language is involved in the processes of identity and alterity construction. Therefore, it can also be used to differentiate negatively the other from processes of judgment of the speech of others. This article presents some considerations regarding linguistic prejudice against Asian immigrants and their descendants in Brazil. It is a work of historical bias and that uses French discursive semiotics to analyze journalistic texts published from the second half of the twentieth century until the present day. From the examination of the reports, the constant sanction on the misuse that Japanese immigrants and students of Asian origin do of the Portuguese language was observed, in spite of the equally constant prominence of the qualities of workers and students that they carry in these speeches. Thus, even with a currently positive image for Brazilian society, linguistic prejudice remains against individuals of Asian origin in the country.Keywords: linguistic prejudice; Japanese immigration; discursive semiotics; identity; otherness.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 619-655; doi:10.17851/2237-2083.28.1.619-655

Abstract:
Résumé : cet article analyse les discours de campagne sur Twitter traitant du plébiscite pour la paix d’octobre 2016 en Colombie. L’analyse de contenu de 1307 tweets identifie les principales stratégies en faveur et contre l’accord de paix, ainsi que la manière dont la mémoire de la guerre influence ces discours. L’approche comparative montre que la campagne pour le « Non » mobilise la population autour de la délégitimation des FARC, alors que la campagne pour le « Oui » utilise Twitter essentiellement pour annoncer des événements de campagne. Les allusions au conflit armé, plus fréquentes dans les tweets contre l’accord de paix, contribuent à (re)construire la mémoire collective du conflit en évoquant principalement les faits de guerre dont sont responsables les adversaires. Ainsi, la campagne pour le plébiscite s’inscrit dans la continuité des discours de guerre propres à la période de confrontation armée qui ne favorisent pas le projet de construction de la paix.Mots-clés : Colombie ; processus de paix ; Twitter ; stratégie discursive ; allusions. this paper examines how the memory of the war influenced the campaigning for the October 2016 peace plebiscite in Colombia. By analyzing 1307 tweets, the study identifies key strategies carried out by supporters and opponents of the peace agreement. This comparative approach shows that the “No” campaign mobilized the public around the delegitimization of the FARC guerilla, while the “Yes” campaign used Twitter essentially to announce campaign events. Allusions to the armed conflict were more frequent in the tweets against the peace agreement. They contributed to (re)writing the collective memory of the conflict by referring mainly to the facts for which the adversaries were responsible. The campaign for the plebiscite was a continuation of the war discourses specific to the period of armed confrontation. The conclusion highlights the implications for the peacebuilding project.Keywords: Colombia; peace process; Twitter; discursive strategy, allusions.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 507-534; doi:10.17851/2237-2083.28.1.507-534

Abstract:
This article presents the results of a survey among African and Afro-Caribbean diaspora students in Brazil. They are participants of the federal PEC-G program, which grants tuition-free undergraduate spots in Brazilian universities. Before starting their undergraduate programs, however, they come to UFBA for linguistic and cultural instruction for a period of 8 months. The survey and the discussion of the results encompass interviews with 25 students about their cultural experiences and their intercultural development over the initial period of 6 months. They present a complex interaction of an originally middle-class background with professional aspirations in their home countries to a lower social status in a country with a history of slavery and racism. Many stories illustrate the conflicts they experience and the coping mechanisms they develop to navigate a new environment in which they will be immersed for a long period (at least 4 more years) while retaining as much of their original affiliations and identity as possible, especially considering that they are expected to return to their home countries after graduation.Keywords: Portuguese as a second language, identity and language acquisition, immersion and language learning, racism in Brazil.Resumo: Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa com estudantes africanos e da diáspora afro-caribenha no Brasil. São participantes do PEC-G, um programa do governo federal que oferece vagas em cursos de graduação gratuitamente em universidades brasileiras. Antes de começar a graduação, no entanto, eles vêm à UFBA para um curso de língua portuguesa e cultura por um período de 8 meses. A pesquisa e os resultados apresentados cobrem entrevistas com 25 estudantes sobre as suas experiências culturais e o seu desenvolvimento intercultural nos seus primeiros 6 meses. Aqui se revelam interações complexas entre sua situação social de classe média com ambições de ascensão social trazida dos países de origem em contraste com um status social diminuído em um país com uma história de escravidão e racismo. Muitos relatos ilustram os conflitos vivenciados e os mecanismos desenvolvidos para navegar um ambiente novo em que eles estarão por um longo período (no mínimo mais 4 anos) ao mesmo tempo em que conservam o máximo possível de suas afiliações e identidades, particularmente considerando que o programa prevê o seu retorno ao final da graduação.Palavras-chave: português como segunda língua, identidade e aquisição linguística, imersão linguística, racismo no Brasil.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 235-270; doi:10.17851/2237-2083.28.1.235-270

Abstract:
Resumo: Neste artigo, analisamos a atuação de fatores estilísticos na variação entre as formas de tratamento de segunda pessoa, tú e usted, em 36 entrevistas extraídas do corpus PRESEVAL (Proyecto para el Estudio Sociolingüístico del Español de Valencia). As 1.286 ocorrências coletadas, sendo 1.185 relativas à variante tú e 101 à variante usted, foram analisadas estatisticamente no programa Goldvarb (2005). Serviram-nos, como embasamento teórico para tratar da questão da variação estilística, três diferentes abordagens que aportam uma visão multidimensional desse tipo de fenômeno (LABOV, 2001, 2008; BELL, 1984; ECKERT, 2001; SCHILLING-ESTES 2002). No que tange às variáveis estilísticas analisadas, obtivemos os seguintes resultados: (i) os dados evidenciaram um propenso uso de tú nos estilos expositivos e argumentativos (0.890 e 0.751, respectivamente); (ii) a presença da variável assuntos menos complexos favorece a ocorrência da variante tú, como evidencia o peso relativo atribuído (0.639); (iii) os dados indicam uma porcentagem relativamente alta de uso da variante tú nos três fatores, encabeçada pela proximidade alta (95.1%). Ao observamos a aplicação da variante usted em nossos dados, essa apareceu de forma mais saliente (59 ocorrências) entre os indivíduos caracterizados por uma relação de distanciamento com o entrevistador, frente aos de proximidade intermediária (38 ocorrências) e alta (4 ocorrências), respectivamente.Palavras-chave: formas de tratamento de segunda pessoa; espanhol de Valência; variação estilística. In this paper, we analyze the performance of stylistic factors in the variation of treatment forms of the second person, tú and usted, in 36 questionnaires take from thecorpus PRESEVAL (Proyecto para el Estudio Sociolingüístico del Español de Valencia). The 1.286 occurrences collected, with 1.185 related to the variant tu, and 101 to usted, were statistically analyzed by Goldvarb Program (2005). As theoretical background to address the question of stylistic variation, three different approaches were taken to show a multidimensional view of this phenomenon (LABOV, 2001, 2008; BELL, 1984; ECKERT, 2001; SCHILLING-ESTES, 2002). Concerning the stylistic variables analyzed, we have got the following results: (i) the data showed an inclined use of tú in the expository and argumentative styles (0.890 e 0.751, respectively); (ii) the presence of the variable less complex subjects favors the occurrence of the variant tú, as evidenced by the relative attributed weight (0.639); (iii) the data have showed a relatively high percentage of the use of the variant tú in the three factors, headed by high proximity (95.1%). By observing the use of the variant usted in our data, it has appeared more prominently (59 occurrences) among subjects characterized by a relation distance with the interviewer, compared to those of intermediate (59 occurrences), and high (4 occurrences) proximity...
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 479-506; doi:10.17851/2237-2083.28.1.479-506

Abstract:
Resumen: Se propone una reflexión y aplicación teórico-metodológica desde los estudios críticos del discurso multimodal y multimedial (ECDMM), en la investigación de las memorias colectivas y los procesos de memorialización que se exploran en el proyecto SPEME en Colombia. En esta reflexión, las memorias colectivas son prácticas discursivas múltiples, en las cuales las representaciones sociales sobre un pasado común se usan para construir y mantener cohesión e identidad de grupos situados socio-históricamente en un momento presente y que proyectan futuro en marcos de derechos, dignidad, respeto y sentido de bienestar. Las representaciones sociales de la historia describen con frecuencia, los contenidos de la memoria colectiva como si fuesen homogéneos y únicos, oficializando una versión que no recupera, especialmente, a los sectores más marginalizados de la sociedad. Esta disertación se centra en las representaciones que se formulan en un medio de comunicación digital y la forma de distribuir el sentido de las memorias colectivas. Desde la perspectiva de los principios teóricos de los ECDMM, se parte del principio de que los medios de comunicación y sus soportes tecnológicos elaboran modos, géneros y representaciones que comunican y crean concepciones del pasado. Se elabora un marco adecuado para el abordaje de un corpus constituido por narrativas mediáticas para la construcción de paz en Colombia, en las ediciones especiales del periódico El Tiempo.com. Para el análisis, se estudia el storytelling que los medios producen como ruta para la reconstrucción del tejido social.Palabras-clave: memorias colectivas; estudios críticos del discurso multimodal y multimedial; storytelling; memorias; representaciones sociales. We propose a theoretical-methodological reflection and application of multimodal and multimedia critical discourse analysis (ECDMM), in the investigation of collective memories and the memorialization processes that are explored in the SPEME project in Colombia. In this reflection, collective memories are multiple discursive practices, in which social representations about a common past are used to build and maintain cohesion and identity of socio-historically situated groups in a present moment and to project future regarding rights, dignity, respect and sense of well-being. The social representations around history often describe the contents of the collective memory as if they were homogeneous and unique, formalizing a version that does not take into account, especially, the most marginalized sectors of society. This dissertation focuses on the representations that are formulated in a digital communication medium and their way of distributing the sense of collective memories. From the perspective of the theoretical principles of the ECDMM, we base the research on the principle that the media and their technological supports elaborate modes, genres and representations that communicate and create...
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 41-68; doi:10.17851/2237-2083.28.1.41-68

Abstract:
Resumo: Estruturas de versificação em prosa de língua portuguesa constituem um fenômeno ainda inexplorado por teóricos e historiadores da literatura, e a mineração automática de tais estruturas é inédita em Linguística Computacional. O sistema MIVES (Mining Verse Structure) foi desenvolvido para escansão computacional de estruturas métricas de versificação em prosa de língua portuguesa. Ele é capaz de identificar, classificar e comparar, frequência, densidade e dispersão de estruturas heterométricas de versificação, distribuídas em diversas escalas de observação -- de uma obra ou autor, até períodos e movimentos literários. Apresentamos o sistema, e fazemos uma validação preliminar dele em três obras de Euclides da Cunha (Os Sertões, À Margem da História, Contrastes e Confrontos). Elas foram selecionadas porque constituem o corpus principal de um dos mais importantes prosadores de língua portuguesa e porque Os Sertões foi objeto do que Augusto de Campos chamou de “leitura verso-espectral”, uma operação capaz de revelar “mais de 500 decassílabos na obra”. MIVES identificou estruturas métricas em 48,18% das sentenças de Os Sertões, 48,96% de À Margem da História e 37,48% de Contrastes e Confrontos, uma taxa surpreendente, quando comparada aos resultados exibidos por Augusto de Campos. Pode-se afirmar que MIVES inaugura novos padrões de observação e análise de estruturas ainda não investigadas na prosa literária de língua portuguesa.Palavras-Chave: estruturas de versificação; prosa; mineração de versos; Euclides da Cunha. Versification structures written in Portuguese language prose are still an unexplored phenomenon to literary theorists and historians, and the automatic mining of such structures is still unseen in Computational Linguistics. The MIVES (Mining Verse Structure) system was developed for computational scansion of metric versification structures in Portuguese language prose. It is able to identify, classify and compare, frequency, density and dispersion of heterometric structures of versification, distributed at different scales of observation, from a work or author, to historical periods and movements. We present the system, and a preliminary validation analysing three works by Euclides da Cunha (Os Sertões, À Margem da História, Contrastes e Confrontos). They were selected because they constitute the main corpus of one of the most important Portuguese-language writers, and because Os Sertões was the object of what Augusto de Campos (2010, p. 14) called “verse-spectral reading”, an operation able of revealing “more than 500 decasyllables in the book, among sapphic and heroic verses, and more than two hundred dodecasyllables. MIVES identified metric structures in 48.18% of the sentences of Os Sertões, 48.96% of À Margem da História and 37.48% of Contrastes e Confrontos, an unexpected rate when compared to the partial results of Augusto de Campos. It can be...
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 419-432; doi:10.17851/2237-2083.28.1.419-432

REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 69-92; doi:10.17851/2237-2083.28.1.69-92

Abstract:
Resumo: Este estudo resgata o processo histórico que inaugurou e institucionalizou o ensino do espanhol no Brasil e analisa os argumentos operados no arquivo governamental para justificar a inclusão do idioma. Para identificar as ideologias linguísticas e os ideologemas associados, tal retrospectiva é abordada a partir da área das Políticas Linguísticas e através de uma perspectiva glotopolítica. Ainda que as políticas que determinaram a inserção do espanhol tenham tido como gatilho as geopolíticas de integração sul-americanas, os discursos analisados oscilam entre essa memória, expressada através de uma retórica fundamentada no ideologema da grande família continental; outra que remete a uma memória ibérica, marcada pelo ideologema do espanhol como a língua de Cervantes; e, por fim, uma representação que mescla as anteriores e se desvela nas figuras do aluno culto, cidadão de uma imaginada América bilingue e do soldado letrado, integrante de um imaginado exército bilingue.Palavras-chave: ensino do espanhol; ideologias linguísticas; políticas linguísticas; glotopolítica. This study recovers the historical process that established and institutionalized the teaching of Spanish in Brazil and analyzes the grounds on which the discourse of the government archives relied on to justify the inclusion of this language in Brazilian education. To identify the underlying linguistic ideologies and ideologemes associated with this process, we address such a retrospective from the viewpoint of linguistic policies and a glottopolitical perspective. Although the policies that determined the inclusion of Spanish teaching were triggered by South American integration geopolitics, the discourses analyzed vary between this memory, expressed through a rhetoric based on the ideologeme of the great continental family; another one that refers to an Iberian memory, marked by the ideologeme of Spanish as the language of Cervantes; and, finally, a representation that mixes the previous ones and is featured both in the cultured student, citizen of an imaginary bilingual America, and in the learned soldier member of an imaginary bilingual army.Keywords: Spanish teaching; linguistic ideologies; language policies; glottopolitics.
Luis Filipe Lima E Silva
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 271-330; doi:10.17851/2237-2083.28.1.271-330

Abstract:
Resumo: A Language into Act Theory (CRESTI, 2000) é uma teoria pragmática corpus-driven da fala espontânea. Ela individualiza o enunciado como a unidade de referência da fala, sendo este definido como a menor unidade linguística que possui autonomia pragmática e interpretabilidade em isolamento. Essa teoria considera que a prosódia é responsável por delimitar não só o enunciado, mas também as ilocuções (AUSTIN, 1962) e a estrutura informacional, que se desenvolve a partir de unidades tonais. Cada unidade tonal, a princípio, corresponde a uma unidade informacional, no nível pragmático. De acordo com Cresti (2014), o domínio de atuação da sintaxe estaria restrito às unidades informacionais, resultando na formação do que a autora denomina como ilhas sintático-semânticas. Neste trabalho, apresenta-se uma discussão acerca dessa abordagem. Através da exposição de dados empíricos oriundos de corpora, bem como de dados de línguas tipologicamente variadas, é desenvolvida uma argumentação que aponta para a possibilidade de que as relações sintáticas entre os elementos distribuídos ao longo de duas ou mais unidades informacionais possam ultrapassar as fronteiras dessas unidades. Dados de predicação, subordinação, coordenação, negação e marcas de caso servem para ilustrar essa assunção, na medida em que essas relações não são interrompidas devido à presença de uma quebra prosódica com valor informacional. Busca-se distinguir, portanto, dois níveis em interface, mas não em isomorfia: o prosódico-pragmático e o sintático. Defende-se que a sintaxe da fala seria melhor explorada por meio de critérios de análise probabilísticos.Palavras-chave: sintaxe da fala; categorias sintáticas; prosódia; pragmática. Language into Act Theory (CRESTI, 2000) is a pragmatic corpus-driven theory of spontaneous speech. The utterance is individuated as the reference unit of speech. It is defined as the smallest linguistic unit with pragmatic autonomy and interpretability in isolation. This theory states that prosody delimits the utterance, illocutions (AUSTIN, 1962) and information structure, that develops from tonal units. Each tonal unit corresponds in principle to an information unit at the pragmatic level. According to Cresti (2014), the domain of syntax would be constrained to the information units, resulting in the establishment of what the author calls syntactic-semantic islands. In this paper, we present a discussion about this approach. Through exposition of empirical data from corpora, as well as from languages of typologically varied languages, we argue on the possibility that the syntactic relations between the elements distributed along two or more information units may exceed the boundaries of such units. Data on predication, subordination, coordination, negation, and case markers illustrates this assumption, insofar as these relationships are not disrupted by the presence of a prosodic break...
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 391-416; doi:10.17851/2237-2083.28.1.391-416

Abstract:
Resumo: A teoria logocêntrica vê o significado de um texto como fixo, imutável, a depender somente das intenções conscientes do autor que o escreveu. Entretanto, na tradução é comum que o tradutor insira aspectos de seu contexto sociocultural, modificando aspectos do texto fonte para adaptá-lo à língua de chegada. Dessa forma, este artigo tem o objetivo de demonstrar, através da análise e comparação em três idiomas (inglês, português e latim) da canção do Chapéu Seletor, em Harry Potter e a Pedra Filosofal, que o ponto de vista desconstrutivista – que traz a ideia da mutabilidade do sentido – tem mais a oferecer e se encaixa melhor na perspectiva tradutória do que a noção do significado imutável.Palavras-chave: desconstrução; tradução; logocentrismo; Harry Potter. The logocentric theory takes the meaning of a text as established, unchanging, depending on the conscious intentions of the author who wrote it. However, in Translation, it is common the translator to insert aspects of his/her sociocultural context, modifying aspects of the source text to adapt it to the target language. Therefore, this article aims at demonstrating, through the analysis and comparison among three languages (English, Portuguese and Latin) of the Sorting Hat song, in Harry Potter and the Philosopher’s Stone, that the deconstructive point of view – which brings the meaning mutability idea – has more to offer and fits better in the translation perspective than the notion of immutable meaning.Keywords: deconstruction; translation; logocentrism; Harry Potter.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 565-596; doi:10.17851/2237-2083.28.1.565-596

Abstract:
Resumo: Este artigo apresenta resultados de projeto de pesquisa que objetivou identificar representações no jornalismo online a respeito de ações e políticas públicas voltadas à população em situação de rua. A pesquisa, realizada no âmbito dos estudos críticos do discurso (VAN DIJK, 2009; FAIRCLOUGH, 2010; VIEIRA; RESENDE, 2016) e da análise interdiscursiva de políticas públicas (RESENDE, 2018; FISCHER, 2016), considerou a Folha de S. Paulo (em sua plataforma digital, em folha.uol.com.br) para compor um corpus abrangente das notícias publicadas sobre a população em situação de rua em um período de três anos. A composição do corpus considerou as palavras-chave ‘(morador)(a)(es)+(de rua)’, ‘(pessoas)(população)+(em situação)/(de rua)’, aplicadas ao buscador do veículo jornalístico. A categoria analítica que orientou o mapeamento dos dados no software NVivo foi a metáfora (CHARTERIS-BLACK, 2004). Neste recorte, o foco específico são metáforas espaciais utilizadas para representar os deslocamentos e permanências da população em situação de rua na cidade em textos tratando de ações e políticas públicas. As análises apontaram que sentidos metafóricos nesse corpus têm efeito de justificativa para ações e políticas públicas desumanizantes da população em situação de rua.Palavras-chave: população em situação de rua; jornalismo online; metáfora espacial; ação e política pública. This paper presents results of a research project aimed to identify representations in online journalism regarding actions and public policies towards the homeless population. The research, carried out within the context of critical discourse studies (VAN DIJK, 2009, FAIRCLOUGH, 2010, VIEIRA; RESENDE, 2016) and the interdiscursive analyses of public policies (RESENDE, 2018; FISCHER, 2016), considered Folha de S. Paulo (in its digital platform), to compose a comprehensive corpus of the published news about the homeless population in a period of three years. The composition of the corpus considered the Portuguese language keywords ‘(morador)(a)(es)+(de rua)’, ‘(pessoas)(população)+(em situação)/(de rua)’ applied to the journalistic vehicle search tool. Metaphor (CHARTERIS-BLACK, 2004) was the analytical category that guided the mapping of data in NVivo software. In this paper, the specific focus are metaphors used to represent the displacements and permanences of the homeless population in the city, in texts thematizing actions and public policies. The analyzes pointed out that metaphorical meanings in this corpus have a justification effect for dehumanizing actions and public policies aimed at the homeless population.Keywords: homeless population; online journalism; spatial metaphor; action and public policy.
REVISTA DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, Volume 28, pp 433-454; doi:10.17851/2237-2083.28.1.433-454

Abstract:
Resumo: Propõe-se neste trabalho analisar discursos sobre o imigrante, tomando-se como fundamento teórico a perspectiva bakhtiniana dialógica da linguagem, especialmente sobre a concepção de memória de futuro e estudo do enunciado. A partir de diálogos construídos na mídia jornalística sobre o imigrante, consideram-se para a análise duas charges publicadas em 2018 no jornal francês Le Monde e compartilhadas pelo blog francês GalliaWatch, que trazem como tema o episódio de salvamento de uma criança realizado pelo imigrante malinês Mamoudou Gassama em maio de 2018, na cidade de Paris.Palavras-chave: enunciado verbovisual; memória de futuro; imigração; charge; Le Monde. It is proposed in this paper to analyze discourses about the immigrant taking as a theoretical basis the bakhtinian perspective of dialogic language, especially on the conception of future memory and study of the utterance. From the dialogues constructed in the journalistic media on the immigrant, two charges are considered for the analysis. They were published in 2018 in the french newspaper Le Monde and shared by the french blog GalliaWatch. Both charges bring as a theme the episode of rescue of a child performed by malian immigrant Mamoudou Gassama in May 2018, in the city of Paris.Keywords: verbvisual utterance; future memory; immigration; cartoon; Le Monde.
Page of 15
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Back to Top Top