Refine Search

New Search

Results in Journal Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades: 752

(searched for: journal_id:(1922433))
Page of 16
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Adilson Costa Macedo, Jessica Lorelay Cuscan Guidoti
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253120171581

Abstract:
Resumo Este texto procura explicar uma maneira de analisar as relações entre o espaço físico aberto (livre) em contraponto aos fechados, que permeiam os corredores urbanos. Restringe-se ao pavimento térreo, espaço onde se caminha pelo passeio público e por conta ou não de desníveis adentra-se ao lote e a edificação. Térreo compreendendo: o passeio público, as áreas livres do lote e as áreas cobertas. O corredor é um elemento da Morfologia Urbana, entendido como a porção do espaço de desenvolvimento linear de largura equivalente a soma da caixa da via, do espaço ocupado pelos construtos que a acompanham (canal, linha de energia, etc.), mais a faixa lindeira de terrenos e dos edifícios construídos da referida via. Como apresentado o trabalho se enquadra nos estudos de investigação sobre a forma da cidade, em desenvolvimento pelo Grupo de Pesquisa Arquitetura da Cidade, Universidade São Judas Tadeu, GPAC/USJT. Busca-se através da apreciação de casos se consolidar procedimentos de análise baseados nos corredores e subáreas, como uma sistemática de proveito para trabalhos profissionais e didáticos. Corredor como elemento urbano foi definido acima de maneira resumida. No contexto da cidade, observa-se que há vários tipos de corredores e eles se cruzam formando células: figuras poligonais não uniformes de diversas dimensões. A parte central destes núcleos ou miolo, delimitado pelos fundos das faixas de lotes que desenham a estrutura celular é o que se chama de subárea. Um aspecto fundamental é que corredores e subáreas podem ser encontrados em diversas escalas de aproximação, conforme a acuidade da análise pretendida. Quanto maior a superfície do tecido urbano selecionado para estudo, os corredores que o atravessam tangencialmente são definidores de célula maior, que poderá envolver diversas células de menor tamanho. Através da visualização pelo diagrama, que aparecerá no texto completo, estes conceitos ficarão mais claros. O corredor selecionado como objeto de investigação encontra-se na cidade de São Paulo. Percorre a área urbanizada do quadrante sul ao oeste da cidade, estendendo-se por um longo espigão. Cortando diversos bairros é subdividido em segmentos - avenidas – que lhes confere seus nomes. Dentre elas a Avenida Paulista, “a mais paulista das avenidas” como é cognominada, nomeia o corredor escolhido para o estudo apresentado neste trabalho. Como o espaço físico a Paulista oferece tipos de quadras, lotes, edificações, aberturas para os pedestres e articulação com o sistema de transportes, se colocando como um bom local para o estudo de caso sobre cheios e vazios em um corredor urbano. Sem contar as contínuas transformações físicas que marcaram sua história, em tempo relativamente curto, que estimulam a investigação. Para determinar os tipos de referência, elementos articuladores dos espaços ao nível do térreo e de livre acesso aos pedestres neste corredor se utilizam instrumentos da disciplina Morfologia Urbana, eficientes para a análise das relações entre espaços com vista a classificação de tipos. Como parte dos procedimentos de trabalho se consultou textos de diversos autores, para o aprendizado das transformações da forma que a avenida sofreu no tempo. Em particular, a evolução do ambiente residencial de alto padrão para a ocupação presente, onde a construção de espaços para abrigar atividades de comércio e serviço alterou de maneira decisiva sua configuração física. Os lotes grandes das casas burguesas favoreceram a construção de edificações em altura, umas poucas restaram. A largura da caixa da avenida suportou e ainda atende à demanda de fluxos, com a ajuda do transporte de massa pelo subsolo e de sucessivas adaptações para a passagem de ônibus e ciclo-faixas pelo térreo. Quanto aos edifícios, tem em sua maioria o térreo ocupado por comércio ou serviços, muitos com galerias de lojas. A galeria em alguns casos tem acesso pelas calçadas de vias laterais ou de paralelas a Paulista. É o cenário de um complexo corredor que motiva este trabalho pela determinação de tipos (ou padrões) da configuração urbana. Agora com atenção para os tipos de espaços para fins comercias e coma finalidade de estabelecer procedimentos de análise morfológica.
Emanuelle De Aragão Arrais, Ana Cristina Claudino De Melo, Ana Virgínia Alvarenga Andrade
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253120171573

Abstract:
A cidade é o lugar dos seres humanos. É nesse lugar que encontramos vivendo hoje a maioria das pessoas. É nas cidades que temos as maiores alterações na paisagem, e essas alterações geralmente comprometem a qualidade de vida. A supressão do verde das plantas é uma característica marcante nesse espaço. O presente trabalho procura pesquisar sobre a urbanização, os espaços livres e suas implicações na atualidade. Tem como objetivo a investigação das características urbanas de Teresina, juntamente com a análise de seus espaços livres. Isso se desenvolve a fim de examinar como se dá a influência das variáveis teóricas, na realidade do uso das praças nos espaços públicos de Teresina. Esta pesquisa está dividida e etapas distintas. Durante o trabalho foram discutidos sobre a urbanização brasileira, a urbanização de Teresina, e seus espaços públicos. A pesquisa mostrou que há uma necessidade dos espaços livres públicos que passa a ser observada também pela importância de suas características socioculturais e pela relação que estes espaços estabelecem com outros sistemas urbanos. Também é importante salientar sobre os diversos usos e funções das praças na malha urbana.  PALAVRAS-CHAVE: Urbanização; Espaços Livre; Teresina/PI; Praças
Dulcélya Mônica De Queiroz Souza, Liliane Lazzari Albertin
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253120171571

Abstract:
Resumo O sistema de esgotamento sanitário do município de Ponta Porã foi ampliado recentemente, concomitante foi executado o Projeto Técnico de Mobilização Social com os moradores beneficiados pela obra, assim sendo o objetivo do estudo é verificar a efetividade do projeto executado em sensibilizar os moradores para a importância de se ligarem à rede de esgoto. A metodologia adotada, na realização do projeto, foi baseada na mobilização comunitária, tendo como principais instrumentos a realização de visitas domiciliares, reuniões comunitárias, ações de educação ambiental voltadas a crianças e adolescentes e campanhas educativas. O trabalho técnico social cumpriu os objetivos estabelecidos, pois de acordo com o resultado da pesquisa de avaliação do trabalho técnico social, aplicado junto aos moradores, no final da intervenção, tem-se que 86% afirmaram ter recebido orientação do técnico social sobre a implantação do sistema de esgotamento sanitário. Cerca de 97% dos entrevistados afirmaram que receberam orientações por meio de visitas domiciliares. Também foram questionados sobre a importância do sistema de esgotamento sanitário, assim 100% avaliaram como muito importante, 100% também acharam importante o bairro ser contemplado com rede coletora e que irão proceder a ligação a rede. Por fim, através das atividades desenvolvidas foi possível transmitir informações e orientações, provocar discussões de temas transversais que estão interligados com as ações desenvolvidas pelo trabalho social e também elevar o nível de conhecimento dos moradores promovendo a sustentabilidade do empreendimento e colaborando para o prolongamento da vida útil da rede coletora.
, Maria Eugênia Moreira Costa Ferreira
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253120171572

Abstract:
RESUMO O caracol gigante africano é uma espécie exótica que consta na relação das 100 piores espécies invasoras, sendo esta espécie amplamente disseminada pelo território do estado do Paraná, inclusive no município em estudo, Maringá. Os procedimentos metodológicos foram iniciados pela leitura da bibliografia da espécie em estudo, seguida da obtenção de dados na Secretária de Saúde de Maringá com propósito de conhecer a trajetória da espécie Achatina fulica em Maringá. Com base nos dados levantados e nas entrevistas com os moradores nas zonas urbana e rural do Município, foi possível caracterizar a trajetória. A etapa seguinte consistiu na utilização do software Quantum GIS 2.18.1 De acordo com a literatura a respeito da espécie, o caracol gigante africano em estágio jovem se locomove 500 metros a cada 6 meses, ou seja, 1 Km a cada ano. Neste estudo conseguimos projetar o tempo aproximado da dispersão do caracol gigante africano em praticamente todo o Município de Maringá, na qual o tempo estimado foi de aproximadamente 10 anos com a projeção de seis focos de dispersão, assim, comprovando o elevado potencial de dispersão desta espécie exótica. PALAVRAS-CHAVE: Caracol gigante africano. Espacialização. Geotecnologia.
Claudio Silveira Amaral, Pamela Messias, Dionísio Vitorino Barbosa Junior
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253120171582

Abstract:
Ao mesmo tempo em que um patrimônio arquitetônico apresenta-nos carregado de sua experiência formal, ele também nos apresenta seu contexto contemporâneo, partindo para infinitas possibilidades de interação Monumento-Entorno-Sociedade. Muitas vezes esses entornos, associados a outros fatores como o tempo, desastres naturais e ações públicas e sociais de abandono, causam a degradação e a morte prematura desses patrimônios. Este trabalho tem como objetivo delinear as teorias de conservação em patrimônios arquitetônicos de John Ruskin, considerando para isso os processos e as práticas que podem ser aplicadas de forma que o monumento e seu entorno não percam o valor cultural decorrente de sua degradação e abandono. Levamos em consideração as teorias sobre patrimônio arquitetônico de John Ruskin e as principais correntes de pensamento no Brasil e no mundo. A conservação deve ser entendida como um processo sistemático, preventivo ou corretivo, sendo a melhor maneira de se preservar qualquer patrimônio histórico, tombado ou não. Deve ser também entendido imprescindivelmente com uma função social, que pode ou não se modificar ao logo do tempo. A discussão da conservação de edifícios de patrimônio arquitetônico, sua relação social, temporal e material contribui para apontar as formas mais relevantes de se fazer processos de conservação. PALAVRAS-CHAVE: Patrimônio Arquitetônico. Conservação. Gestão Pública.
Douglas Gallo, Eliane Guaraldo
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253120171577

Abstract:
O objetivo deste artigo é discutir o papel da arborização urbana como elemento estruturador de um sistema de infraestrutura verde como elemento para melhoria da qualidade de vida urbana. Foram realizadas pesquisas bibliográficas e um estudo de caso na cidade de Campo Grande/MS, observando a quantidade de árvores plantadas nas calçadas, e inferindo as potencialidades para o projeto. A infraestrutura verde é uma nova possibilidade técnica e ecológica que agrega diversas funções aos espaços públicos. Em diversas abordagens e concepções a infraestrutura verde relaciona-se com um sistema de áreas verdes, integrando infraestruturas biofísicas e sociais com possiblidade de impacto direto na qualidade de vida das populações. Neste contexto a arborização urbana desempenha papel fundamental, contribuindo para o bem-estar das comunidades urbanas. A ideia de qualidade de vida traz uma valorização de horizontes desejáveis para as comunidades, levando em consideração suas exigências e aspirações. A análise de 91 quadras em Campo Grande/MS, evidenciou a presença de 1.394 árvores em 37.604 metros de calçadas, o que significa aproximadamente 40 árvores por quilômetro de calçada, valor bem abaixo do preconizado (100 árvores/km). Pode-se concluir que um projeto de infraestrutura verde para a cidade deve contemplar o plantio de árvores nas calçadas, impactando assim, positivamente na qualidade de vida da população.  PALAVRAS-CHAVE: Arborização urbana. Infraestrutura verde. Qualidade de vida urbana.
Clerismar Fernandes Da Silva, , Gisele Silva Barbosa
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253120171576

Abstract:
Diante da amplitude exacerbada das cidades, verifica-se que estas se transformaram em estruturas complexas e difíceis de administrar. Ressalta-se que as cidades deveriam existir em primeiro lugar, e acima de tudo, para satisfazer as necessidades humanas e sociais das comunidades. Apresenta-se o conceito de cidades compactas, benefícios e problemas. Neste sentido, a compactação de um lado contribui para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, por outro, em termos energéticos, também pode influenciar negativamente nesta. Este artigo tem como objetivo propor uma solução energeticamente sustentável para a não redução da eficiência energética em modelos de cidades compactas, com foco em energia solar fotovoltaica. Através de estudos bibliográficos, verificou-se que a energia solar, através de painéis fotovoltaicos é uma alternativa promissora para a redução de ilhas de calor e manutenção do conforto térmico em cidades compactas. Esta é um fator positivo para a manutenção da eficiência energética do local, respeitando-se a capacidade de suporte deste.  PALAVRAS-CHAVE: Compactação de cidade. Capacidade de suporte. Eficiência energética.
Anne Beatriz Bortoluci, Gisele Quinallia, Juliene Maldonado Orosco De Andrade
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253120171574

Abstract:
Resumo É a partir dos padrões de qualidade do ar que se faz o diagnóstico dos níveis de poluentes que trazem malefícios para a saúde e que possibilitam determinar planos de gestão para a diminuição ou o combate a emissão de poluentes. O presente estudo tem como objetivo compreender, através da revisão da literatura, a influência da poluição atmosférica na saúde e no meio ambiente. Durante o estudo, foi possível verificar que as principais doenças analisadas no estado de São Paulo no período de 2010 a 2015 se referem, inicialmente a doenças do trato respiratório em crianças, em segundo posição surgem doenças venosas como acidente vascular cerebral e problemas cardiovasculares e em terceiro posição o peso de bebês ao nascer, casos e mortalidade por câncer, partos prematuros e anemia falciforme igualmente foram alistados com a poluição atmosférica, proporcionando consequências positivos na associação com os poluentes analisados. Foi possível concluir que políticas de redução e regulação de emissões de poluentes em veículos motores, bem como estímulos a energias mais limpas de transporte, aliviariam o impacto sobre a saúde. A experiência de técnicos ambientais e estudos de impacto sobre a saúde, como o presente trabalho, servem como instrumentos de informação baseada em evidências a sociedade civil e auxílio aos planejadores para definição de novos critérios de controle da poluição.PALAVRAS-CHAVE: Poluição atmosférica. Saúde. Doenças respiratórias.
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253120171575

Abstract:
Este artigo tem por objetivo realizar uma reflexão quanto à dinâmica fluvial em cidades, com enfoque no dilema das inundações urbanas, que vem colocando em xeque os atuais modelos de políticas urbanas, principalmente as habitacionais e ambientais. Para tanto, foram analisados diversos estudos e pesquisas acadêmicas já realizadas, as quais apontaram que as áreas de preservação permanente urbanas, comumente ocupadas por extratos sociais de menor poder aquisitivo, são as aquelas que apresentam caráter geomorfológico vulnerável, passiveis da ocorrência de inundação. Sem desconsiderar a relevância de implementação dessas políticas públicas, não se pode também, deixar de considerar entre suas diversas facetas, a omissão e o descaso dos administradores públicos diante, não apenas dos impactos ambientais dos diversos sistemas que são de vital importância para o equilíbrio do meio urbano e ainda das grandes possibilidades de riscos oferecidas nestas localidades, relacionadas à ocorrência de acidentes ambientais. Palavras-chave: Política Pública; Riscos Ambientais; Inundações.
Gislaine Bianchi, Priscilla Lacerda Duarte David, Ricardo Utimura Sueta
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253120171579

Abstract:
Com a evolução dos projetos arquitetônicos hospitalares e o aumento gradativo da preocupação com a humanização, surge a necessidade de focarmos as atenções para que o todo seja realmente eficaz, transformando os espaços em importantes instrumentos de apoio à saúde. Unidades de hemodiálise foram escolhidas pelo fato de os pacientes passarem grandes períodos em tratamento e de se debilitarem muito emocionalmente, ora pela significativa dependência da máquina (prolonga a vida) que filtra seu sangue, ora pelo tempo que se submete ao tratamento, ora pela convivência eminente com a emergência e consequentemente com a morte (geralmente dos outros pacientes em tratamento). A integração dos projetos de iluminação natural, de iluminação artificial e cores deve promover conforto e boas sensações aos pacientes, minimizando assim suas dores transformando os ambientes em importantes instrumentos de apoio à saúde. A arquitetura hospitalar apresenta-se como aliada na busca por proporcionar espaços e estabelecimentos de assistência à saúde que prestem suporte psicossocial aos seus usuários, tendo em vista que o objetivo daqueles que trabalham em tais espaços é o aumento da qualidade de vida do ser humano. Palavras chave: Unidade de Hemodiálise, cor, iluminação natural, iluminação artificial, psicologia do ambiente
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171570

Abstract:
A questão abordada nesse artigo tem por propósito, realizar uma reflexão sobre a importância da incorporação dos princípios ambientais que orientam o novo urbanismo na contemporaneidade, ao possibilitar uma nova visão do processo de planejamento e suas interfaces com o desenho urbano. Ainda que esse enfoque possibilite um novo olhar sobre a cidade, ao considerar as interfaces que permeiam o meio ambiente e a sociedade em suas especificidades e interações, sua maior contribuição está em criar novos caminhos de adaptação e adequação, visando à obtenção de soluções inteligentes as complexas demandas apresentadas pela cidade contemporânea. Nesse sentido, os processos de planejamento ecológico, ao trazerem em seu bojo novos princípios, por meio da integração dos elementos naturais as áreas urbanas, conformam estratégias fundamentais para a mitigação das grandes questões ambientais oriundas do processo de produção das cidades, dialogando com os diversos campos do saber em busca da reinvenção da cidade, para muitos especialistas uma atividade inacabada. Palavras-Chave: Meio Ambiente. Planejamento. Infraestrutura verde. ABSTRACT Die vraag in hierdie opsommende artikel aangespreek het deur doel, voer 'n refleksie op die belangrikheid van die inlywing van omgewings beginsels wat lei die nuwe stadskultuur in hedendaagse tye, deur 'n nuwe visie van die beplanningsproses en sy koppelvlakke met die Stedelike ontwerp. Hoewel hierdie benadering laat 'n nuwe perspektief op die Stad, by die oorweging van koppelvlakke wat deurtrek van die omgewing en samelewing in sy specificities en interaksies, jou grootste bydrae is om nuwe maniere van aanpassing en fiksheid, mik op die verkryging oplossings skep Intelligente komplekse eise wat deur die hedendaagse Stad aangebied word. In hierdie sin, die prosesse van ekologiese beplanning te bring in jou Bult nuwe beginsels, deur integrasie van natuurlike elemente stedelike gebiede, oorreed om die fundamentele versagtende strategieë belangrike omgewingskwessies van die produksie proses die stede, in dialoog met die verskillende velde van kennis herdenk die reinvention van die Stad, vir baie kenners 'n onvoltooide aktiwiteit. Keywords: Environment. Planning. Green infrastructure. RESUMEN La cuestión abordada en este artículo tiene por propósito, realizar una reflexión sobre la importancia de la incorporación de los principios ambientales que orientan el nuevo urbanismo en la contemporaneidad, al posibilitar una nueva visión del proceso de planificación y sus interfaces con el diseño urbano. Aunque este enfoque posibilite una nueva mirada sobre la ciudad, al considerar las interfaces que permean el medio ambiente y la sociedad en sus especificidades e interacciones, su mayor contribución está en crear nuevos caminos de adaptación y adecuación, buscando la obtención de soluciones inteligentes complejas demandas presentadas por la ciudad contemporánea. En este sentido, los procesos de planificación ecológica, al traer en su seno nuevos principios, a través de la integración de los elementos naturales en las áreas urbanas, conforman estrategias fundamentales para la mitigación de las grandes cuestiones ambientales oriundas del proceso de producción de las ciudades, dialogando con los diversos los campos del saber en busca de la reinvención de la ciudad, para muchos expertos una actividad inacabada. Palabras clave: Medio Ambiente. Planificación. Infraestructura verde.
Cristiane F. Pimenta, Henrique F. Ribeiro, Samuel O. Pereira, Neimar F. Duarte
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253020171535

Abstract:
RESUMO Atualmente, a ineficiência no gerenciamento de resíduos é um dos maiores problemas ambientais enfrentados pela civilização, especialmente no que se refere à falta de locais para destinação dos materiais e às técnicas cada vez mais onerosas para seu tratamento. Neste tema, os Resíduos da Construção e Demolição – RCD se destacam, pois são gerados em grande quantidade e possuem excessivo volume, onerando ainda mais sua destinação. Informações precisas sobre as características e a quantidade de áreas que recebem esse tipo de material ainda são escassas e esses dados são indispensáveis para o planejamento urbano, dos geradores dos resíduos e, ainda, dos investidores do Setor. Visando sanar essa demanda por informações, o presente trabalho pretende apresentar o panorama das áreas receptoras de RCD existentes em Belo Horizonte, municípios limítrofes e Betim, Minas Gerais. O estudo se deu através de informações a respeito das áreas existentes, coletadas nos órgãos ambientais, municipais e estaduais, bem como em empresa atuante no gerenciamento de resíduos de grandes obras, com o intuito de colaborar com o avanço do conhecimento desse grupo de agentes do fluxo dos RCD. Através da pesquisa realizada, foi possível identificar a existência de 32 áreas receptoras de RCD na região de estudo. PALAVRAS-CHAVE: Resíduos da Construção e Demolição, Áreas Receptoras, Reciclagem, Aterramento, Triagem ABSTRACT Nowadays, the inefficiency in waste management is one of the greatest environmental problems faced by civilization, especially due to the lack of locations for material disposal and increasingly expensive techniques for its treatment. On this theme, Construction and Demolition Waste - CDW stands out because they are generated in great quantity and have excessive volume, making their destination even more expensive. Accurate information on the characteristics and quantity of areas that receive this type of material is still scarce and these data are indispensable for urban planning, by waste generators and even by the Sector investors. Aiming to solve this demand for information, this paper intends to present the panorama of CDW receiving areas in Belo Horizonte, Minas Gerais, bordering municipalities and Betim. The study was carried out through information about the existing areas, collected in the environmental, municipal and state organs, as well as in a company that is active in waste management major works in order to collaborate with the knowledge advance of this CDW flow agents group. Through the survey it was possible to verify It was possible to verify the existence of 32 CDW receiving areas in the region. KEYWORDS: Construction and Demolition Waste, Receiving Areas, Recycling, Grounding, Screening RESUMEN Actualmente, la ineficiencia en la gestión de residuos es uno de los principales problemas ambientales enfrentados por la civilización, especialmente en lo que se refiere a la falta de locales para el destino de los materiales y a las técnicas cada vez más costosas para su tratamiento. En este tema, los Residuos de la Construcción y Demolición – RCD se destacan, pues son generados en grande cantidad y pose en excesivo volumen, haciendo más cara aún su destino. Informaciones precisas sobre las características y la cantidad de áreas que reciben ese tipo de material todavía son escasas y esos datos son indispensables para el planeamiento urbano, de los generadores de los residuos y también de los inversores del Sector. Conel objetivo de sanar esa demanda por informaciones, el presente trabajo intentará presentar el panorama de las áreas receptoras de RCD existentes en Belo Horizonte, Minas Gerais - ciudades limítrofes - y Betim. El estudio se realizó através de informaciones a respecto de las áreas existentes colectadas en los órganos ambientales, municipal y estaduales, así como en empresa actuante en la gestión de desechos de grandes obras con el reto de colaborar con el avance del conocimiento de ese grupo de agentes del flujo de los RCD. Através de la investigación realizada fue posible identificar la existencia de 32 áreas receptoras de RCD en la región. Palabras Clave: Residuos de la Construcción y Demolición, Áreas Receptoras, Reciclaje, Puesta a tierra, Selección
Débora Maria Svizzero Boni,
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253020171544

Abstract:
RESUMO Estudos demonstram que a qualidade dos espaços públicos em centros urbanos consolidados interferem no uso e frequência dos usuários. Objetivo: avaliar a qualidade do espaço público em ruas para pedestres em centros urbanos consolidados através do método dialógico, que relaciona o objeto de estudo com seu contexto, de acordo com sua identidade local, seguindo as dimensões física, social e simbólica. Os resultados confirmam que a perda de qualidade dos espaços públicos em centros urbanos consolidados tem relação direta com a perda de sua gênese e isso acarreta no desinteresse da população no seu uso, frequência e na degradação do espaço físico. PALAVRAS-CHAVE: Arquitetura Dialógica. Espaço Público. Rua para Pedestres. Gênese. Lugar, cultura e memória. ABSTRACT Studies show that the quality of public spaces in consolidated urban centers interfere with users' use and frequency. Objective: To evaluate the quality of public space in pedestrian streets in urban centers consolidated through the dialogical method, which relates the object of study to its context, according to its local identity, following the physical, social and symbolic dimensions. The results confirm that the loss of quality of public spaces in consolidated urban centers is directly related to the loss of its genesis, and this leads to the lack of interest of the population in its use, frequency and the degradation of physical space. KEY WORDS: Dialogical Architecture. Public Place. Pedestrian Street. Genesis. Place, culture and memory. RESUMEN Los estudios han demostrado que la calidad de los espacios públicos en los centros urbanos consolidados interfiere con el uso y la frecuencia de los usuarios. Evaluar la calidad del espacio público en las calles peatonales en los centros urbanos consolidados a través del método dialógico, que se refiere al objeto de estudio en su contexto, de acuerdo con su identidad local, siguiendo las dimensiones físicas, sociales y simbólicos. Los resultados confirman que la pérdida de calidad de los espacios públicos en los centros urbanos consolidados está directamente relacionada con la pérdida de su génesis y esto implica la falta de interés de la población en su uso, la frecuencia y la degradación del espacio físico. PALABRAS CLAVE: Arquitectura Dialógica. Espacio Público. Calle Peatonal. Génesis. Lugar, cultura y memoria.
Elaine Saraiva Calderari
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253020171543

Abstract:
RESUMO Esse trabalho investiga as dimensões de atuação da universidade (campus universitário) na sociedade (cidade) e sua interface com um novo agente norteador da conformação espacial no espaço urbano contemporâneo, o mercado, apontando problematizações e tendências do tema, estabelecendo reflexões sobre o papel do campus universitário (como também da instituição pública) e suas possíveis relações com a cidade, a sociedade e os espaços públicos e de domínio público. Busca-se estabelecer uma leitura apontando casos e experiências capazes de exemplificar as problematizações e tendências dos novos posicionamentos das universidades, principalmente com ênfase nas estratégias de implantação e inserção de suas estruturas físicas e, consequentemente, em suas relações e conexões/articulações com a cidade e a sociedade na contemporaneidade.  PALAVRAS-CHAVE: Campus universitário. Cidade Contemporânea. Espaços universitários.  ABSTRACT This work investigates the dimensions of university action in the society (city) and its interface with a new agent of the spatial conformation in the contemporary urban space, the market, pointing out problematizations and tendencies of the theme, establishing reflections on the role of the University campus (as well as the public institution) and its possible relations with the city, society and public spaces and public domain. It seeks to establish a reading pointing to cases and experiences capable of exemplifying the problematizations and tendencies of the new positions of the universities, mainly with emphasis on the strategies of implantation and insertion of their physical structures and, consequently, in their relations and connections / articulations with the city And society in the contemporary world.  KEY WORDS: University campus. Contemporary city. University spaces RESUMEN Este trabajo investiga las dimensiones de actuación universitaria (campus universitario) en la sociedad (ciudad) y su interfaz con un nuevo agente rector de la conformación espacial en el espacio urbano contemporáneo, el mercado, apuntando problematizaciones y tendencias temáticas, establecer reflexiones sobre el papel de campus universitario (así como la institución pública) y sus posibles vínculos con la ciudad, la sociedad y los espacios de dominio público y privado. Busca establecer una lectura señalando casos y experiencias que ejemplifican las problematizaciones y tendencias de nuevas posiciones en las universidades, en especial, con énfasis en las estrategias de implementación e integración de sus estructuras físicas y, en consecuencia, en sus relaciones y conexiones / juntas con la ciudad y la sociedad hoy en día. PALABRAS CLAVE: Campus universitario. Ciudad contemporánea. Espacios universitarios.
Juan José Mascaró, Bianca Vargas Acunha, Natalia Pasini Paggotto
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253020171536

Abstract:
RESUMO Agricultura dentro das cidades tem sido reconhecida por sua contribuição para a sustentabilidade urbana, devido à capacidade de integrar aspectos sociais, econômicos e ambientais que foi inserida na abordagem de serviços de ecossistemas. A relação entre as cidades e agricultura têm sido o principal motivador na segregação apesar de sua dependência mútua. Em Portugal como no Brasil essa segregação de espaço significou também a segregação de funções e metas de gestão além da segregação de políticas: as políticas agrícolas por um lado e as políticas urbanas por outro, tratadas separadamente nos diferentes compartimentos institucionais. Este artigo optou por se concentrar em explorar a variedade de situação e a diversidade de pessoas que trabalham na agricultura urbana na busca por definir a base para a integração mais flexível no processo de planejamento urbano em Portugal e no Brasil. Assim, pretende proporcionar insights sobre as motivações atuais dos agricultores urbanos e suas expectativas em relação ao futuro destes espaços. No caso do Brasil, à procura de elementos de comparação que denotam diferentes aspectos das áreas onde a agricultura surgiu em algumas cidades brasileiras, suas políticas públicas e a relação com os cidadãos apontam resultados interessantes e promissores. É necessário pensar uma nova abordagem para lidar com a nova situação social nos dois países. Fortalecer organizações sociais nascidos na web como também as associações coletivas de bairros afim de criar vínculos e ações efetivas para tornar a agricultura urbana uma realidade urbana e um elemento integrante da infraestrutura verde sustentável. PALAVRAS-CHAVE: Sustentabilidade - Agricultura - Infraestrutura ABSTRACT Agriculture within cities has been recognized for its contribution to urban sustainability, owing to the ability to integrate social, economic and environmental aspects that has been framed with the approach of ecosystem services. The relationship between cities and agriculture has been the main motivator in segregation despite their mutual dependence. In Portugal and Brazil, this segregation of space also meant the segregation of functions and management goals beyond the segregation of policies: agricultural policies on the one hand and urban policies on the other hand, treated separately in the different institutional compartments. This paper has chosen to focus on exploring the variety of situation and the diversity of people working in urban agriculture in the search for the basis for more flexible integration in the urban planning process in Portugal and Brazil. Thus, it aims to provide insight into the current motivations of urban farmers and their expectations regarding the future of these spaces. In the case of Brazil, in search of elements of comparison that denote different aspects of the areas where agriculture appeared in some Brazilian cities, its public policies and the relation with the citizens point to interesting and promising results. It is necessary to think of a new approach to dealing with the new social situation in the two countries. Strengthen social organizations born on the web as well as collective neighborhood associations in order to create effective links and actions to make urban agriculture an urban reality and an integral element of sustainable green infrastructure. KEYWORDS: Sustainability - Agriculture - Infrastructure RESUMEN La agricultura dentro de las ciudades ha sido reconocida por su contribución para la sustentabilidad urbana, por su capacidad de integrar características sociales, económicas y ambientales que han sido enfocadas en el entendimento de los servicios de ecosistemas. La relacion entre las ciudades y la agricultura ha cido el principal motivo en la segregacion aun de su mutua dependencia. En Portugal como en Brasil esa segregación de espacios significativos tambien muestra la segregación de funciones y metas de gestión ademas de segregacion de politicas: las politicas agricolas de una manera y las politicas urbanas por otra son tratadas de forma separadas en diferentes compartimentos institucionales. Este articulo decidio concentrarse en explorar la variedad de situaciones y de las personas que trabajan en la agricultura urbana buscando encontrar la forma de intregacion que sea mas felexible en el proceso de planeamiento urbano en Portugal y en Brasil. Asi como, hacer llegar ideas a las motivaciones actuales de los agricultores urbanos y sus ambiciones en relacion al futuro del espacio urbano. En el caso de Brasil, la búsqueda de elementos de comparación que apuntan a las características de las áreas donde la agricultura aparece en algunas ciudades brasileñas, sus programas de políticas públicas y la relación con los ciudadanos de los resultados interesantes y promisores. Es urgente pensar una nueva forma de entendimiento para tratar la situación social de las dos apis. Hacer mas fuerte las organizaciones sociales que nacieron en la web y tambien las asociaciones de vecionos de los barrios para crear vínculos y las acciones que se agrupan con la agricultura urbana una realidad urbana y un componente de la infraestructura verde sustentable. PALAVRA CHAVE: Sustentabilidade - Agricultura - Infraestrutura
Marcos Antonio Do Carmo, Ana Paula Do Nascimento Lamano-Ferreira,
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253020171537

Abstract:
RESUMO O processo de urbanização de São Paulo, caracterizado pela aceleração e pela quase ausência de planejamento, resultou na escassez de áreas verdes, devido ao processo de uso e ocupação desordenado. Com a retomada da consciência ambiental e do aumento das preocupações com a qualidade de vida, proporcionadas especialmente pelos movimentos pertencentes ao desenvolvimento sustentável, tais áreas verdes, como parques, têm recebido maior atenção e valorização por parte da população urbana. Diante desse quadro, o entorno das áreas verdes remanescentes têm sido alvo de crescente especulação imobiliária, com o consequente aumento no valor da terra. O presente trabalho analisou a relação entre valorização imobiliária e áreas verdes urbanas. Os dados foram coletados através de entrevistas realizadas com frequentadores do Parque CERET, localizado na região Leste da cidade de São Paulo. O instrumento de pesquisa consistiu em um roteiro estruturado contendo 15 assertivas, dando aos entrevistados cinco opções de respostas (escala likert variando entre 1 e 5). Os dados apontam que os frequentadores do parque CERET entrevistados valorizam as áreas verdes da cidade de São Paulo e percebem que regiões próximas à estas possuem imóveis mais valorizados. Por outro lado, regiões com relatos de violência são evitadas pelos moradores, quando possível. As áreas verdes e infraestrutura do Parque CERET é valorizada pelos frequentadores que atribuem ao parque o oferecimento de melhor qualidade de vida aos moradores da região. Porém, ressaltam melhorias tanto na qualidade dos banheiros e playground, como na disponibilidade de bebedouros e equipamentos para ginástica. PALAVRAS-CHAVE: Parques Urbanos. Valorização Imobiliária. Gestão. ABSTRACT The São Paulo urbanization process, characterized by the acceleration and the almost absence of planning, resulted in the scarcity of green areas due to the disordered use and occupation process. With the resumption of environmental awareness and increased concerns about the quality of life, especially provided by movements pertaining to sustainable development, such green areas, as parks, have received greater attention and appreciation from the urban population. Given this situation, the surrounding green areas have been the target of increasing real estate speculation, with the consequent increase in land value. The present study analyzed the relation between real estate valuation and urban green areas. The data were collected through interviews with visitors from the CERET Park, located in the eastern region of the city of São Paulo. The research instrument consisted of a structured script containing 15 assertions, giving the respondents five options of answers (likert scale ranging from 1 to 5). The data indicate that the visitors of the CERET park interviewed value the green areas of the city of São Paulo and realize that regions close to these have more valuable properties. On the other hand, regions with reports of violence are avoided by residents when possible. The green areas and infrastructure of the CERET Park is valued by the visitors who attribute to the park the offer of a better quality of life to the residents of the region. However, there are improvements in both the quality of the bathrooms and playground, as well as the availability of drinking fountains and gym equipment. KEY WORDS: Urban Parks. Real estate valuation. Management. RESUMEN El proceso de urbanización de São Paulo, caracterizado por la aceleración y por la ausencia de planeamiento, resultó en escapar de las áreas verdes, debido al proceso de uso y ocupación desordenado. Con una retomada de la conciencia ambiental y el aumento de las preocupaciones con una calidad de vida, las dimensiones de los movimientos de las personas en el desarrollo sostenible, las zonas verdes, las parcelas, la percepción y la valorización de la población urbana. Diante este cuadro, el entorno de las áreas verdes remanescentes ha sido objeto de creciente especulación imobiliaria, con el consiguiente aumento no valor da terra. O presente trabajo analizar una relación entre valorización imobiliaria y áreas verdes urbanas. Los datos se recopilaron mediante entrevistas realizadas con los frecuentadores del Parque CERET, localizado en la región de Leste de la ciudad de São Paulo. O instrumento de búsqueda consistió en un roteiro estructurado con 15 asertivas, dando a los entrevistados cinco opciones de respuestas. Los datos aportados por los ocupantes del parque CERET entrevistados se valorizan como áreas verdes de la ciudad de São Paulo y perciben que las regiones son más seguras y más valorizadas. Por otro lado, las regiones con relatos de violencia son evitadas por moradores, quando posible. Como áreas verdes e infraestructuras del Parque CERET es valorada por los frecuentes que atribuyen al parque o el ofrecimiento de mejor calidad de vida a los moradores de la región. Porém, la mejor calidad tanto en la calidad de los patios como de los juegos, como la disponibilidad de bebedouros y los equipos para la práctica de los deportes. PALABRAS CLAVE: Parques urbanos. Valoración de bienes raíces. Gestión.
Rejane Marreiros Tavares Graim, Danielli De Araújo Felisbino, Ana Klaudia De Almeida Viana Perdigão
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253020171542

Abstract:
RESUMO O estudo propõe-se a analise o impacto causado pelo processo de remanejamento/reassentamento no projeto de arquitetura em habitação social para idosos. A realidade empírica escolhida foi o Projeto de reassentamento habitacional da Vila da Barca (Belém-PA). Os materiais e métodos utilizados englobam levantamento bibliográfico e documental e entrevista com três moradores idosos. Os resultados, de natureza qualitativa, são apresentados através das falas dos moradores, permitindo observar o que mais gostam e não gostam na unidade habitacional e seu entorno e bem como o que não foi atendido no que se refere o plano de remanejamento/reassentamento. Os projetos de intervenções públicas tem demonstrado um direcionamento para suprir uma demanda quantitativa, sem contudo, acompanhar a demanda qualitativa por habitação no que se refere a compreensão do modo de morar do usuário e levar em consideração as referências espaciais da casa de origem, são variáveis que devem ser consideradas em projetos de habitação social. PALAVRAS-CHAVE: Remanejamento/reassentamento, Idosos, Habitação Social ABSTRACT The study propose the analysis of impact caused by the realocation/resettlement process on the Project of architecture in elderly social habitation. The empirical reality choosed was the habitation resettlement project of Vila da Barca (Belém-Pa). The materials end methods, utilized encompass bibliographic and documentary surveys, and interview with three residents elderly the studys, of qualitative nature, are presented through the speak of the residents allowing to observe what they like and do not like in the housing unity and your surroudings and what was not attended by the realocation/resettlement plan. The public intervention projects has shown a direction to supply a quantitative demand, without accompanying the qualitative demand for housing in what concerns to understand the way of living of the user and to take into account the spatial references of the house of origin, are variables that should be considered in social housing projects.  KEY WORDS: realocation/resettlement, elderly, social habitation RESUMEN Este trabajo se propone a analizar el impacto provocado por el processo de reubicación em el proyecto de arquitectura em habiaciones sociales para los mayores. La realidade empírica elegida fue el Proyecto de Reubicación habitacional de Vila da Barca (Belém-PA). Los materiales y métodos utilizados incluyen búsqueda bibliográfica y documental, además de la entrevista com três residentes ancianos. Los resultados de naturaleza cualitativas, son presentados por médio de las narraciones de los residentes, permitiendo observar lo que más les gustan o no les gustan em sus unidades habitacuinales y el entorno, y lo que no fue cumplido por el plan de reubicación. Los proyectos de intervención pública han enseñado uma orientación para suplir las demandas cuantitativas, no obstante, sin acompañar las demandas cualitativas por habitación com relación a compreender el modo de vivir de los usuários y considerar las referências espaciales de sus habitaciones de origen, variables que deben ser consideradas em los proyectos de habitación social. PALABRAS CLAVE: reubicación, ancianos, habitación social
Dionisio Vitorino Barbosa Junior, Claudio Silveira Amaral, Pamela Messias
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253020171541

Abstract:
RESUMO Qual a melhor forma de compreender a paisagem? Mesmo dentre diversas áreas de conhecimento, ou mesmo na arquitetura como foco de observação das cidades, a paisagem pode ser considerada como um tema clássico de abordagem subjetiva, individual e sociocultural. Objetos passíveis de estudo para determinar seu conceito, observador e ponto de vista são, de fato, agentes ativos e pertinentes para o conhecimento e aprendizado da paisagem, principalmente em consideração à sua importância em planos e projetos urbanísticos, assim como em estudos de espaços livres de uso público. Palavras-chave: paisagem, arquitetura, observador, ponto de vista, aprendizado.  ABSTRACTWhat is the best way of understanding landscape? Even among several knowledge areas, or even in architecture as a cities’ observation focus, the landscape can be considered as a classical theme of subjective, individual and sociocultural approach. Possible objects to determine its concept, observer and point of view are, in fact, active and relevant agents to the knowledge and learning of the landscape, especially considering its importance in urban plans and projects, as well as in the studies of the free use of public spaces.Keywords: landscape, architecture, observer, point of view, learning.   RESUMIDA ¿Cuál es la mejor manera de entender el paisaje? Incluso entre diversas áreas del conocimiento, o incluso la arquitectura centrada en la observación de las ciudades, el paisaje puede ser considerado como un tema clásico del enfoque subjetivo, individual y sociocultural. Objetos motivo de estudio para determinar su concepto, observador y el punto de vista son, de hecho, los agentes activos y relevantes para el conocimiento y el paisaje de aprendizaje, sobre todo en la consideración de su importancia en los planes y proyectos urbanos, así como estudios de los espacios abiertos de uso público. Palabras clave: paisaje, la arquitectura, la perspectiva del observador, de aprendizaje.
Alexandro Gasparini LaRocca, Carolina Cardoso, Bruno Luiz Domingos De Angelis
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253020171539

Abstract:
RESUMO   A atividade humana gera impactos ambientais, sendo eles positivos ou negativos. A identificação destes pode ser vista como uma ferramenta que auxilia no planejamento urbano. Assim, apesquisa teve como objetivo principal analisar os impactos da ocupação do fundo de vale em áreas urbanas. O estudo de caso foi o Lago Igapó 2 na cidade de Londrina – PR, onde utilizou-se como metodologia para Avaliação do Impacto Ambiental, a Matriz de Leopold, também conhecida como matriz de interação, onde é possível avaliar os impactos geo-físicos, biológicos e antrópicos. Como resultado, o estudo demonstrou como está o lago em questão atualmente sendo identificado que um dos principais impactos causados no lago o assoreamento devido a fato de nas proximidades do lago existir diversas obras de construção, desencadeado principalmente a partir da década de 90, onde o bairro Gleba Palhano começou a ser desenvolvido.  PALAVRAS-CHAVE: Ocupação antrópica, fundo de vale, Lago SUMMARY Human activity generates environmental impacts, whether positive or negative. The identification of these can be seen as a tool that assists in urban planning. Thus, the main objective of the research was to analyze the impacts of valley fund occupation in urban areas. The case study was Lake Igapó 2 in the city of Londrina - PR, where the Leopold Matrix, also known as the interaction matrix, was used as the methodology for Environmental Impact Assessment, where it is possible to evaluate the geo-physical impacts, biological and anthropogenic. As a result, the study demonstrated how the lake in question is currently being identified that one of the major impacts caused in the lake to silting due to the fact that in the vicinity of the lake there are several construction works, triggered mainly from the 90's, where the Neighborhood Gleba Palhano began to be developed. KEY WORDS: Antropic Ocupation, Urban Rivers, Lake RESUMEN La actividad humana genera impactos ambientales, que son positivos o negativos. La identificación de estos puede ser visto como una herramienta que ayuda en la planificación urbana. Por lo tanto, la investigación tuvo como objetivo analizar los impactos de ocupación fondo del valle en las zonas urbanas. El estudio de caso fue el lago Igapó 2 en la ciudad de Londrina - PR, donde fue utilizado como una metodología para la evaluación del impacto ambiental, la Matriz de Leopold, también conocida como matriz de interacción, donde es posible evaluar los impactos geofísicos, biológico y antrópico. Como resultado, el estudio demostró que es el lago en cuestión están identificando actualmente que uno de los principales impactos en la sedimentación del lago debido al hecho de que cerca del lago sea varias obras de construcción, debido fundamentalmente a partir de los años 90, donde el Gleba Palhano barrio comenzó a desarrollarse. PALABRAS CLAVE: Ocupación Antrópica, ríos urbanos, Lagos
Joyce Priscilla De Souza Cunha, Roberta Cristina Félix De Lucena, Cynthia Alves Félix De Sousa
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253020171538

Abstract:
RESUMO Os rios urbanos, num contexto de crescimento urbano desordenado, têm sido os espaços naturais mais degradados, evidenciando cada vez mais a necessidade de ações voltadas para o gerenciamento urbano e ambiental sustentável. Neste cenário se encontra o município de João Pessoa, que vem apresentando em seu histórico de uso e ocupação do solo, a degradação de seus rios, como o Rio Jaguaribe. Este trabalho tem como objetivo central mostrar a utilização das geotecnologias na manipulação de dados adquiridos por sensoriamento remoto, no sentido de analisar áreas que apresentam conflitos de uso e ocupação do solo em áreas de preservação permanente, tendo como área de estudo os bairros São José e Manaíra. Para isto utilizou-se o software livre Quantum Gis para realizar a delimitação das áreas de preservação permanente, e demais análises relativas aos conflitos de uso e ocupação, acompanhado dos documentos e normas que regem o uso e ocupação do município. Os resultados indicaram a relevância das geotecnologias para os diagnósticos da situação urbana e ambiental, como ocupações irregulares, bem como sua utilização para fins de gerenciamento urbano e ambiental de áreas protegidas. PALAVRAS-CHAVE: Gerenciamento. Rios urbanos. Uso e ocupação.  ABSTRACTUrban rivers, in a context of disordered urban growth, have been the most degraded natural spaces, evidencing more the need for actions aimed at sustainable urban and environmental management. In this scenario is the João Pessoa city, which has been presenting in its history of land use and occupation, the degradation of its rivers, such as the Jaguaribe River. This work aims to show the use of geotechnologies in the manipulation of data acquired by remote sensing areas that present conflicts of use and occupation of the soil in areas of permanent preservation, having as study area the neighborhoods São José and Manaíra. For this purpose, the free software Quantum Gis was used to perform the delimitation of permanent preservation areas, as well as other analyzes related to conflicts of use and occupation, together with the documents and regulations governing the use and occupation of the municipality. The results indicated the relevance of geotechnologies for diagnoses of the urban and environmental situation, such as irregular occupations, as well as their use for urban and environmental management of protected areas. KEY WORDS: Management. Urban rivers. Use and occupation. RESUMEN Ríos urbanos en el contexto de la expansión urbana, han sido las áreas naturales más degradados, mostrando cada vez más la necesidad de adoptar medidas para la gestión urbana y el medio ambiente sostenible. Este escenario es la ciudad de João Pessoa, que ha demostrado en su historia de uso y ocupación del suelo, la degradación de sus ríos como el Río Jaguaribe. Este trabajo tuvo como objetivo mostrar el uso de geotecnologia en el manejo de datos adquiridos por los sensores remotos, con el fin de analizar las áreas que suponen un conflicto de uso y ocupación del suelo en áreas de preservación permanente, con el área de estudio los barrios de San José y Manaíra. Para ello se utilizó el software libre de Quantum GIS para realizar la delimitación de las áreas de preservación permanente, y otros análisis relacionados con los conflictos de uso y ocupación, acompañada de los documentos y normas que rigen el uso y ocupación de la ciudad. Los resultados indican la importancia de la geo-tecnologías para el diagnóstico de la situación urbana y ambiental como la ocupación ilegal y la utilización con fines de gestión urbana y ambiental de las áreas protegidas. PALABRAS CLAVE: Gestión. ríos urbanos. Uso y ocupación.
, Norma Regina Truppel Constantino
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847253020171540

Abstract:
RESUMO Este artigo defende que o planejamento da paisagem pode ser concebido a partir dos princípios norteadores da infraestrutura verde, notadamente, ao possibilitar a incorporação de diversos componentes da natureza na cidade contemporânea, contribuindo assim, para a sustentabilidade urbana. Para comprovar essa afirmativa, foi realizado um estudo de caso na Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos Aguapeí (UGRHI-20), tendo como amostragem da pesquisa os Município de Tupã e Garça, a partir da análise do Plano Diretor e demais planos setoriais, com intuito de identificar propostas que visam a implantação de parques lineares em fundos de vales inseridos em suas áreas urbanas, enquanto tipologias da infraestrutura verde, como subsídio ao planejamento da paisagem urbana. Como procedimento metodológico adotou-se uma pesquisa qualitativa sobre o planejamento da paisagem, onde consistiu no exame da literatura pertinente de trabalhos científicos (livros, teses, dissertações, artigos, etc.) e da legislação urbanística em vigor. A pesquisa revelou que os parques lineares, enquanto tipologia da infraestrutura verdes, agregam valor ao projeto urbano, pois além de permitirem a conjugação o sistema verde (produção de biomassa) com o sistema azul (circulação da água) por meio de inúmeras soluções técnicas, são utilizados como um elemento estruturante da paisagem urbana, capaz de conectar os espaços e minimizando as diferenças socioeconômicas presentes na cidade contemporânea. E ainda, os casos estudados da UGRHI-20 demonstraram a importância do planejamento da paisagem, não apenas no contexto estético, mas como elemento estratégico para subsidiar o ordenamento territorial urbano e contribuir para melhoria da qualidade de vida e ambiental da população.  PALAVRAS-CHAVE: Paisagem. Infraestrutura verde. Fundos de Vales.   SUMMARY This article argues that landscape planning can be conceived from the guiding principles of green infrastructure, notably by allowing the incorporation of several components of nature in the contemporary city, thus contributing to urban sustainability. In order to prove this, a case study was carried out at the Aguapeí Water Resources Management Unit (UGRHI-20), with the Tupã and Garça Municipalities being sampled, based on the analysis of the Master Plan and other sectorial plans. In order to identify proposals for the implementation of linear parks in the valley bottoms inserted in their urban areas, as typologies of the green infrastructure, as a subsidy to urban landscape planning. As a methodological procedure, a qualitative research was carried out on landscape planning, which consisted in examining the pertinent literature on scientific works (books, theses, dissertations, articles, etc.) and on the urban planning legislation in force. The research revealed that linear parks, as a typology of green infrastructure, add value to the urban project, because in addition to allowing the green system (biomass production) and the blue system (water circulation) to be conjugated through innumerable technical solutions, Are used as a structuring element of the urban landscape, capable of connecting the spaces and minimizing the socioeconomic differences present in the contemporary city. Moreover, the case studies of UGRHI-20 have demonstrated the importance of landscape planning, not only in the aesthetic context, but also as a strategic element to subsidize urban land-use planning and contribute to the improvement of the population's quality of life and the environment.  KEY WORDS: Landscape. Green infrastructure. Voucher Funds. RESUMEN Este artículo defiende que la planificación del paisaje puede ser concebida a partir de los principios orientadores de la infraestructura verde, notadamente, al posibilitar la incorporación de diversos componentes de la naturaleza en la ciudad contemporánea, contribuyendo así a la sostenibilidad urbana. Para comprobar esta afirmación, se realizó un estudio de caso en la Unidad de Gestión de Recursos Hídricos Aguapeí (UGRHI-20), teniendo como muestreo de la investigación los Municipios de Tupã y Garça, a partir del análisis del Plan Director y demás planes sectoriales, Con el fin de identificar propuestas que apunte a la implantación de parques lineales en fondos de valles insertados en sus áreas urbanas, como tipologías de la infraestructura verde, como subsidio a la planificación del paisaje urbano. Como procedimiento metodológico se adoptó una investigación cualitativa sobre la planificación del paisaje, donde consistió en el examen de la literatura pertinente de trabajos científicos (libros, tesis, disertaciones, artículos, etc.) y de la legislación urbanística en vigor. La investigación reveló que los parques lineales, como tipología de la infraestructura verde, agregan valor al proyecto urbano, pues además de permitir la conjugación del sistema verde (producción de biomasa) con el sistema azul (circulación del agua) a través de innumerables soluciones técnicas, Se utilizan como un elemento estructurante del paisaje urbano, capaz de conectar los espacios y minimizando las diferencias socioeconómicas presentes en la ciudad contemporánea. Además, los casos estudiados de la UGRHI-20 demostraron la importancia de la planificación del paisaje, no sólo en el contexto estético, sino como elemento estratégico para subsidiar el ordenamiento territorial urbano y contribuir a la mejora de la calidad de vida y ambiental de la población.  PALABRAS CLAVE: Paisaje. Infraestructura verde. Fondos de Valles.
Rosineide Pinho Trindade, Letícia Ribeiro Vicente, Ana Klaudia De Almeida Viana Perdigão
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171517

Abstract:
Apresenta-se um estudo investigativo sobre conflitos espaciais em áreas de reassentamentos habitacionais que são propostos por programas de urbanização de assentamentos precários na Amazônia. O estudo investiga tais conflitos em dois projetos propostos pelo Programa de Aceleração do Crescimento na cidade de Belém-PA: o Projeto Vila da Barca e o Projeto Taboquinha. A metodologia utilizada tratou-se de consulta verbal e oficina realizados com moradores já reassentados pelos projetos mencionados, bem como, consulta não verbal com os moradores ainda residentes nas áreas do assentamento precário, uma vez que ambos os projetos ainda encontram-se em andamento, coexistindo portanto, tanto o assentamento precário quanto o reassentamento habitacional proposto. Os resultados, interpretados com base no uso espacial, apontam que esses conflitos são suscitados a partir dos projetos arquitetônicos que não apresentam estratégias projetuais como o uso da flexibilidade espacial, tendo em vista sua importância para a questão da adaptação habitacional. Tais projetos, a partir dos resultados, também demonstram não dialogar com os referenciais espaciais locais, rompendo inclusive com hábitos culturais advindos do modo de habitar amazônico que é reproduzido em assentamentos precários urbanos. As conclusões mostram que os conflitos com o espaço proposto geram dificuldades no processo de adaptação habitacional, sendo necessário portanto a realização de modificações espaciais que são dificultadas pela ausência da flexibilidade do espaço. PALAVRAS-CHAVE: Habitação Social. Projeto de Arquitetura. Amazônia. Abstract This paper presents an investigative study on space conflicts in areas of housing resettlement that are proposed by urbanization programs of precarious settlements in the Amazon. The study investigates such conflicts in two projects proposed by the Growth Acceleration Program in the city of Belém-PA: The Vila da Barca Project and the Taboquinha Project. The methodology used was verbal consultation and workshop held with residents already resettled by the projects mentioned, as well as non-verbal consultation with residents still living in areas of precarious settlement, since both projects are still ongoing, coexisting, therefore, both the precarious settlement and the proposed housing resettlement. The results, interpreted on the basis of spatial use, point out that these conflicts are raised from architectural design that do not present design strategies such as the use of spatial flexibility, in view its importance to the issue of housing adaptation. These projects, based on the results, also demonstrate that they do not dialogue with local spatial references, breaking apart with cultural habits resulting from amazonian way of inhabiting that is reproduced in urban precarious settlements. The conclusions show that conflicts with the proposed space generate difficulties in the process of housing adaptation, being necessary, thus, the realization of spatial modifications that are made difficult by the absence of space flexibility. KEY-WORDS: Social Housing. Architectural design. Amazon.  Resumen En le presente artículo se presenta um estudio de investigación sobre los conflictos espaciales em áreas de reasentamiento de vivienda que se proponen para los programas de mejoramiento de asentamientos precarios em la Amazonía. El estudio investiga estos conflictos en dos proyectos propuestos por el Programa de Aceleración del Crecimiento en la ciudad de Belém-PA: el Proyecto Vila da Barca y el Proyecto Taboquinha. La metodología utilizada consistió en consulta verbal y taller realizado con los residentes ya reubicados los proyectos mencionado, así como la consulta no verbal con los residentes siguen viviendo en las áreas de asentamiento precario, ya que ambos proyectos están aún en curso, por lo tanto, que coexisten tanto, el barrios pobres y la vivienda de reasentamiento propuesto. Los resultados, interpretan con base en el uso del espacio, señalar que estos conflictos se deriva de los diseños arquitectónicos que no tienen estrategias proyectivas, tales como el uso de la flexibilidade del espacio, dada su importancia para la cuestión de la adaptación de la vivienda. Estos proyectos, a partir de los resultados, también muestran ningún diálogo com las referencias espaciales locales, incluyendo romper con hábitos culturales derivada de la forma amazónica de habitar, que se reproduce en los asentamientos precarios. Los resultados muestran que los conflictos con el espacio propuesto generan dificultades en el proceso de adaptación de la vivienda, es necesario, por lo tanto, la realización de modificaciones espaciales que se hace más difícil por la falta de flexibilidad de espacio. PALAVRAS-CHAVE: La vivienda social. Diseño de la arquitectura. Amazonía.
Viviany Nogueira Guedes, Arícia Fernandes Alves Da Silva
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171518

Abstract:
A acessibilidade é um direito de todos pois garante o exercício da cidadania através do acesso à serviços públicos essenciais à melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência. O trabalho trata de um estudo de caso, que teve como objetivo avaliar as condições de acessibilidade das edificações públicas municipais do Recife que oferecem serviços de assistência social. Para se atingir o objetivo proposto, foram realizadas visitas técnicas aos 9 edifícios e foi aplicado um checklist fundamentado nas normas e legislações vigentes, aos quais foram analisadas as condições de acessibilidade no Estacionamento, nos rebaixamentos de meio-fio, no passeio público, nas rampas de acesso externo e interno, nos sanitários, nas escadas, na rota acessível, no mobiliário, nas portas e na circulação. Apenas um prédio atendeu parcialmente às exigências das normas e legislações, e o restante não apresentaram as condições de acessibilidade necessárias. Este resultado é alarmante, necessitando que haja uma discussão entre os profissionais habilitados para que sejam realizadas intervenções que venham a permitir o uso e o acesso completo aos serviços de assistência social.  PALAVRAS-CHAVE: Acessibilidade. Pessoas com deficiência. Serviço Público. ABSTRACT Accessibility is a right of every aspect of the quality of life of people with disabilities. The work of a case study, whose objective is to evaluate as accessibility conditions of the public buildings of the city of Recife. In addition to the proposed objective, technical visits to 9 buildings were carried out and were applied to a checklist based on the current norms and laws, which were analyzed as unpaved access conditions, curb relegation, public route, ramps External and internal access, toilets, stairs, accessible route, furniture, doors and circulation. Only one building has partially met the requirements of standards and legislation, and is not presented as access conditions. This result is alarming, requiring that there be a discussion among qualified professionals to carry out interventions that will allow the full use and access to social services. KEYWORDS: Accessibility. Disabled people. Public servisse RESUMEN La accesibilidad es un derecho de todos los aspectos de la calidad de vida de las personas con discapacidad. El trabajo de un estudio de caso que tiene como objetivo evaluar cómo las condiciones de accesibilidad de los edificios públicos de la ciudad de Recife. Además de la finalidad propuesta, se realizaron visitas técnicas a 9 edificios y aplican una lista de verificación sobre la base de las normas y leyes vigentes en la que se analizaron como no hay condiciones de acceso al estacionamiento, la rebaja de la acera, la ruta pública, las rampas el acceso externo e interno, en los baños, en las escaleras, en el recorrido, muebles, puertas y la circulación accesibles. Sólo un edificio cumple parcialmente con los requisitos de las normas y leyes, y no se presenta como las condiciones de acceso. Este resultado es alarmante, exigir que no haya una discusión entre los profesionales cualificados para que las intervenciones se llevan a cabo que permitirá el uso y acceso pleno a los servicios sociales. PALABRAS CLAVE: Accesibilidad. Personas con deficiencia. Servicio publico.
Douglas Gallo, Fábio Silva Santos
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171519

Abstract:
O presente trabalho realiza uma reflexão sobre algumas grandes intervenções urbanas realizadas nas cidades contemporâneas brasileiras, especialmente para os megaeventos da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016, discutindo seu potencial na melhoria da cidade como um todo ou como geradora de gentrificação. A análise toma a fenomenologia como referencial metodológico, buscando construir uma discussão dialética. Gentrificação é um processo resultante de projetos de revitalização que alteram as características do lugar criando novas fronteiras urbanas, após investimentos em infraestruturas observa-se que os antigos moradores não resistem ao encarecimento do local, levando à transformação do perfil dos moradores na área. Observa-se que os megaeventos são "vendidos" como uma chance de transformação das cidades-sede, mascaradas por um discurso de melhorias na paisagem urbana e geração de empregos. No entanto escondem um lado perverso, do capital imobiliário, que ao selecionar displicentemente lugares desvalorizados geram uma mais valia importante. É importante lembrar que a ideia de acupuntura urbana valoriza, por outro lado, pequenas intervenções, e que estas devam ser bem pensadas e planejadas, para assim poderem gerar processos de transformação holísticos, integrando os moradores locais aos novos espaços revitalizados. Analogamente à prática terapêutica, não é em qualquer ponto do corpo que se aplicam as agulhas, mas nos pontos estratégicos, ligados aos meridianos energéticos específicos, agindo assim nestes canais. Da mesma forma, acredita-se que as intervenções pontuais, bem pensadas, por e para a coletividade, deva ser mais interessante do que as grandes intervenções que vem sendo efetivadas.  PALAVRAS-CHAVE: Intervenções urbanas. Acupuntura urbana. Gentrificação.  ABSTRACT This current paper reflects great urban interventions carried out in contemporary Brazilian cities, especially during the mega-events of 2014 World Cup and 2016 Olympic Games. To discuss their potential in improving the city as a whole or as a generator of gentrification. The analysis takes phenomenology as a methodological reference, seeking to build a dialectical discussion. Gentrification is a process resulting from revitalization projects which modify the characteristics of the place creating new urban borders, after investments in infrastructure, it is observed that the old residents do not resist th enlagerment of thsite, leading the transformation of the resident profile in the area. It is possible to examine that the mega-events are announced as a chance of transformations in the host cities, masked by a discourse for pointing out improvements in the urbanenvironment and job creation. However, they hide a perverse side of the housing capital, which by discreet selecting has devalued places generating an important asset. It is essential to remember that the idea of urban acupuncture valozises, on the other hand, small interventions, and that should be well analized out and planned,therefore it is able to generate holistic transformation processes, integrating the local residents to the new revitalized spaces. Analogously to therapeutic practice is not applied on any part of the body that the needles are inserted, but on the strategic spots, connected to the specific energetic meridians,for acting in these channels. Likewise, it is believed that timely interventions, well though by and for the community, should be more interesting than the major interventions that had been carried out.  KEY WORDS: Urban interventions. Urban acupuncture. Gentrification.  RESUMEN En este artículo se hace una reflexión sobre algunas de las principales intervenciones urbanas en las ciudades contemporáneas de Brasil, especialmente para los grandes eventos deportivos, de la Copa Mundial de 2014 y Juegos Olímpicos de 2016, discutiendo su potencial en la mejora de la ciudad como todo o como generador de gentrificación. El análisis toma la fenomenología como referencia metodológica, buscando construir una discusión dialéctica. Gentrificación es un proceso que resulta proyectos de revitalización que cambian las características del lugar, creando así nuevas fronteras urbanas, después de la inversión en infraestructura se observa que los antiguos residentes no resisten al mejoramiento del sitio, lo que lleva a la transformación del perfil de los residentes ela región. Se observa que los mega eventos son"vendidos" como una oportunidad para transformar las ciudades anfitrionas, enmascarado por el discurso generdor de desarrol urbano y creación de empleo. Sin embargo, se esconden un lado oscuro, del capital de los bienes urbanos, que los lugares meticulosamente selecciondos son supervalorados generando un valor añadido considerable. Es importante recordar que la idea de tesis de acupuntura urbana emplea, por lo contrario, pequeñas intervenciones, las cuales han de ser bien pensadas y planteamientos, de modo que sea capaz de generar procesos de transformación completa, la integración de los residentes locales a los nuevos espacios de revitalización. De manera análoga a la práctica terapéutica, no es en cualquier parte del cuerpo que se aplican las agujas, pero en puntos estratégicos, vinculado a los meridianos de energía específicas, actuando así en estos canales. Del mismo modo, se cree que las intervenciones ad hoc, bien pensadas, por y para la comunidad, deben ser más interesante que las grandes intervenciones que se han hecho. PALABRAS CLAVE: Intervenciones urbanas. Acupuntura urbana. Gentrificación.
Mirian Carasek, Juan José Mascaró, Alex Garcia Borges
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171524

Abstract:
O objetivo deste trabalho é apresentar uma proposta de estratégia de desenvolvimento urbano sustentável através das premissas da infraestrutura verde, garantindo a sustentabilidade em sistemas urbanos como os das cidades de médio porte em desenvolvimento. A infraestrutura verde pode viabilizar estratégias para melhorar as condições econômicas, ambientais e sociais através da preocupação com os espaços abertos da cidade: ruas, praças, parques da cidade; através da administração integrada entre a natureza nas cidades e a infraestrutura cinza. Os elementos da infraestrutura verde precisam ser projetados em longo prazo, a partir da elevação do status das arvores e os espaços verdes nas agendas e orçamentos das lideranças municipais. A metodologia utilizada nesta pesquisa foi a busca de diferentes percepções, que englobam o pesquisador/observador, técnicos e usuários, utilizando-se principalmente de métodos qualitativos como o levantamento documental – por meio de imagens de satélite e medições; observação e registro das condições ambientais das principais áreas escolhidas; aplicação de questionários aos usuários das áreas observadas e registradas para conhecimento do grau de satisfação e divulgação do conceito de infraestruturas urbana e verde. Como conclusão do trabalho, torna-se necessária a preparação de material para a divulgação dos princípios da infraestrutura verde e da sua aplicabilidade, num plano com três etapas: de curto, médio e longo prazo; trazendo benefícios para a comunidade local, com a criação de áreas com melhoramentos de baixo custo econômicos na sua implantação para recreação, arborização, estacionamento, constituindo espaços públicos de usos múltiplos. PALAVRAS-CHAVE: Infraestrutura urbana. Desenvolvimento sustentável. Corredores verdes urbanos  ABSTRACT The purpose of this work is to present a proposal for sustainable urban development through the premises of green infrastructure, guaranteeing the sustainability in urban systems, such as, those of the midsize cities in development. The green infrastructure can enable strategies to improve economic, environmental and social conditions that concern for the open spaces like for example streets, squares, city parks; considering integrated management between nature in cities and gray infrastructure. The elements of the green infrastructure need to be designed considering the long term, and the status of the trees in the green spaces in the agendas and budgets of the municipal leaderships. The methodology used in this research was the search for different perceptions, which include the researcher / observer, technicians and users, using mainly qualitative methods such as the documentary survey - through satellite images and measurements; Observation and recording of the environmental conditions of the main areas chosen; Application of questionnaires to the users of the areas observed and registered to know the degree of satisfaction and dissemination of the concept of urban and green infrastructures. As a conclusion of the work, it is necessary to prepare material for studying and disseminating the principles of green infrastructure and its applicability in a three-step plan: short, medium and long term; Which would most definitely bring benefits to the local communities with the creation of areas with low cost economic improvements in their implantation for recreation, afforestation, parking, constituting public spaces of multiple uses. KEYWORDS: Urban Infrastructure. Sustainable development. Greenways. RESUMEN El objetivo de este trabajo es presentar una propuesta de estrategia de desarrollo urbano sostenible las ciudades de tamaño medio en el desarrollo a través de las instalaciones de infraestructura verde, garantizar la sostenibilidad de los sistemas urbanos. La infraestructura verde puede permitir estrategias para mejorar las condiciones económicas, medioambientales y sociales a través de la preocupación por los espacios abiertos de la ciudad: calles, plazas, parques; a través de la gestión La infraestructura verde puede permitir estrategias para mejorar las condiciones económicas, medioambientales y sociales. Los elementos de la infraestructura verde deben ser diseñados en el largo plazo, a partir de la elevación del estado de los árboles y los espacios verdes en las agendas y presupuestos de los líderes municipales. La metodología utilizada en esta investigación fue la búsqueda de percepciones diferentes, que incluyen el investigador / observador, técnicos y usuarios, utilizando principalmente métodos cualitativos como la encuesta documental - a través de imágenes de satélite y mediciones; la observación y registro de las condiciones ambientales de las principales áreas elegidas; cuestionarios a los usuarios de las zonas observadas y registradas por el conocimiento del grado de satisfacción y la difusión del concepto de la infraestructura urbana y verde. Como conclusión del trabajo, es necesario preparar la poblacion y los lideres municipales para la difusión de los principios de la infraestructura verde y su aplicabilidad en un plan de tres fases: a corto, mediano y largo plazo; trayendo beneficios a la comunidad local, con la creación de áreas con mejoras económicas de bajo coste en su aplicación para la recreación, árboles, aparcamiento, proporcionando espacios públicos para usos múltiples. PALABRAS CLAVE: Infraestructura urbana. Desenvolvimiento sustentable. Vías verdes urbanas
Roberta Betania Ferreira Squaiella, Maria Victoria Marchelli, Roberto Righi
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171523

Abstract:
O presente artigo identifica e avalia as tendências de ensino a distância (EAD) e de teletrabalho que, ao adotarem o uso predominante de tecnologias digitais, contribuem para melhorias na mobilidade da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Na Pesquisa Origem e Destino (1999, 2008) sobre a RMSP, verifica-se que o trabalho e a educação são os principais motivos de deslocamentos. Consideradas as pesquisas sobre as políticas de teletrabalho e de educação a distância, avalia-se que estas ações podem ser adotadas como estratégias de gerenciamento da mobilidade, para promover a maior eficiência dos deslocamentos por meio da sua racionalização. Com o crescimento populacional e a emergente concentração de pessoas nos centros urbanos, conjugados com a degradação dos recursos naturais, aumentaram as preocupações com o meio ambiente e a sustentabilidade nas cidades. Neste cenário, as questões da acessibilidade e da mobilidade tornam-se fatores essenciais. Da interconexão mundial de computadores ocorrem as novas relações de comunicação e, os avanços tecnológicos são vistos como promissores no auxílio da organização dos espaços e das atividades, visando a racionalização do consumo de energia e dos demais recursos naturais e, a redução dos efeitos negativos da urbanização acentuada que impacta o planeta. Assim, são apresentadas as ações de EAD e de teletrabalho que repercutem na dinâmica urbana e apresentam potencial e tendência para diminuir os deslocamentos na RMSP e eventual processo de descentralização urbana. PALAVRAS-CHAVE: Mobilidade. Teletrabalho. Educação a distância.  ABSTRACT The present article identify and evaluate the distance learning (e-learning) and teleworking trends that, by adopting the predominant use of digital technologies, contribute to improvements in the mobility of the Metropolitan Region of São Paulo (RMSP). In the Origin and Destination Research (1999, 2008) on the RMSP, it is verified that work and education are the main reasons for displacements. Considering researches on teleworking and distance learning policies, it is evaluated that these actions can be adopted as mobility management strategies, to promote the greater efficiency of the displacements through their rationalization. With the population growth and the emerging concentration of people in urban centers coupled with the degradation of natural resources, concerns about the environment and sustainability in cities have increased. In this scenario, issues of accessibility and mobility become essential factors. From the global interconnection of computers occur the new communication relations, and technological advances are seen as promising in the organization of spaces and activities, aiming at rationalizing energy consumption and other natural resources, and reducing the negative effects of accentuated urbanization that impacts the planet. Thus, the actions of e-learning and teleworking are presented, which have repercussions on the urban dynamics and present potential and tendency to reduce the displacements in the RMSP and eventual urban decentralization process. KEYWORDS:Mobility. Teleworking. Distance Learning.  RESUMÉNEste artículo busca identificar y evaluar las tendencias de educación a distancia (EaD) y teletrabajo que, al adoptar el uso predominante de las tecnologías digitales, contribuyen en mejorías en la movilidad de la Región Metropolitana de São Paulo (RMSP). En la Búsqueda de Origen y de Destino (1999, 2008) sobre la RMSP, se verifica que el trabajo y la educación son los principales motivos de los desplazamientos. Teniendo en cuenta las investigaciones sobre las políticas de teletrabajo y educación a distancia, se evalúa que estas acciones pueden ser tomadas como estrategias de gestión de movilidad, para promover una mayor eficiencia de desplazamientos mediante su racionalización. Con el crecimiento demográfico y la emergente concentración de personas en los centros urbanos, conjugado con la degradación de los recursos naturales, aumentaron las preocupaciones por el medio ambiente y la sostenibilidad en las ciudades. En este escenario, los problemas de accesibilidad y movilidad son factores esenciales. De la interconexión global de ordenadores se producen nuevas relaciones de comunicación y, los avances tecnológicos son vistos como promisores en el auxilio de la organización de los espacios y actividades, buscando racionalizar el consumo de energía y otros recursos naturales, y la reducción de los efectos negativos de la urbanización acentuada que impacta el planeta. Así, se presentan las acciones de educación a distancia y teletrabajo que inciden en la dinámica urbana y tienen potencial y tendencia para disminuir el desplazamiento en el RMSP y eventual proceso de descentralización urbana.
Lidiane Aparecida Alves
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171522

Abstract:
Tendo em conta que o alcance da saúde e da qualidade de vida nas cidades depende da existência, em quantidade e qualidade suficientes, dos espaços livres públicos, nomeadamente dos espaços verdes urbanos, o presente artigo tem como objetivo geral analisar a relação existente entre espaços livres públicos, nomeadamente os espaços verdes urbanos, e as condições de saúde e qualidade de vida da população. Já o seu objetivo específico é contribuir para com a discussão acerca da necessidade de mudanças positivas em relação aos espaços livres de uso público nas cidades, a partir de um processo de planejamento urbano que preze pela participação da sociedade. Para o alcance dos objetivos propostos, a metodologia utilizada consistiu basicamente em uma revisão da literatura, considerando trabalhos acadêmicos (teses, dissertações, artigos) e estudos técnicos. Discorre-se sobre a relação entre a saúde e o ambiente e sobre as visões a respeito dos espaços públicos em diferentes momentos. Ratifica-se, a partir deste resgate histórico sobre o entendimento da determinação do processo saúde-doença pelo ambiente e a propósito das diferentes visões dos espaços livres no âmbito do processo de planejamento urbano, a indispensabilidade dos espaços livres para assegurar benefícios sociais e ambientais, caros ao momento atual, em que os processos de urbanização e globalização aumentam suas demandas.PALAVRAS-CHAVE: Espaços verdes. Saúde. Qualidade de vida.   SUMMARY Considering that the scope of health and quality of life in cities depends on the existence, in sufficient quantity and quality, of public spaces, especially urban green spaces, this article has the general objective to analyze the relationship between free spaces Urban green spaces, and the health conditions and quality of life of the population. Its specific objective is to contribute to the discussion about the need for positive changes in relation to the free spaces of public use in the cities, based on a process of urban planning that values the participation of society. In order to reach the proposed objectives, the methodology used consisted basically of a review of the literature, considering academic papers (theses, dissertations, articles) and technical studies. We discuss the relationship between health and the environment and the visions about public spaces at different times. From this historical rescue on the understanding of the determination of the health-disease process by the environment and on the different visions of the free spaces within the scope of the urban planning process, the indispensability of the free spaces to ensure social and environmental benefits, Expensive to the present moment, in which the processes of urbanization and globalization increase their demands. KEY WORDS: Green spaces. Health. Quality of life.  RESUMEN Dado que el ámbito de la salud y calidad de vida en las ciudades depende de la disponibilidad en cantidad y calidad de los espacios libres públicos, en particular de los espacios verdes urbanos suficiente, este artículo tiene como principal objetivo analizar la relación entre los espacios libres , zonas verdes urbanas en particular, y las condiciones de salud pública y la calidad de vida de las personas. Desde su objetivo específico es contribuir a la discusión sobre la necesidad de cambios positivos en relación con la libre espacios públicos en las ciudades, a partir de un proceso de planificación urbana que los premios de participación. Para lograr los objetivos propuestos, la metodología consistió principalmente en una revisión de la literatura, teniendo en cuenta los trabajos académicos (tesis, tesinas, artículos) y estudios técnicos. se elabora sobre la relación entre la salud y el medio ambiente y visiones acerca de los espacios públicos en diferentes momentos. Reconocemos, a partir de esta revisión histórica sobre la comprensión de la determinación del proceso salud-enfermedad para el medio ambiente y la forma en que los diferentes puntos de vista de los espacios abiertos dentro del proceso de planificación urbana, el carácter indispensable de espacios abiertos para asegurar que los beneficios sociales y ambientales, querido para el presente, en el que los procesos de urbanización y la globalización están aumentando sus demandas. PALABRAS CLAVE: Espacios verdes. Salud. La calidad de vida.
Raviane Cristina Werner Mondini, Adriana Marques Rossetto
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171521

Abstract:
Com a aprovação da Lei 12.587/2012 que trata da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU), todos os municípios com mais de 20.000 habitantes, bem como os demais obrigados pelo Estatuto das Cidades, deverão elaborar e apresentar seus Planos de Mobilidade Urbana, com pena de não receberem recursos da União para investimentos em projetos relacionados com o tema. Porém, não existe nenhuma forma de avaliação destes Planos para verificar se os mesmos atendem às diretrizes da PNMU e que possam, de fato, trazer melhorias nas condições de mobilidade das cidades. Desta forma, o presente trabalho se propõe a definir critérios sob a ótica da Lei 12.587/2012 que auxiliem na avaliação dos Planos de Mobilidade. Foram estabelecidos parâmetros que devem ser atendidos para quatro critérios relacionados a condições de caminhabilidade, de transporte cicloviário, de transporte público coletivo e de restrição ao uso do automóvel. PALAVRAS-CHAVE: Mobilidade, Critérios de Avaliação, Lei 12.587/2012.  ABSTRACT With the approval of Law 12,587 / 2012, which deals with the National Urban Mobility Policy (PNMU), all municipalities with more than 20,000 inhabitants, as well as others required by the City Statute, should prepare and present their Urban Mobility Plans, with Not receive funds from the Union for investments in projects related to the theme. However, there is no way of evaluating these Plans to verify that they comply with the guidelines of the PNMU and that, in fact, can bring improvements in the conditions of mobility of the cities. In this way, the present work intends to define criteria from the point of view of Law 12,587 / 2012 that assist in the evaluation of the Mobility Plans. It was established parameters that must be met for four criteria related to conditions of road, bicycle transport, public public transport and restriction of the use of the car. KEYWORDS: Mobility, Evaluation Criteria, Law 12,587 / 2012. RESUMEN Con la aprobación de la Ley 12.587 / 2012, que se ocupa de la Politica Nacional de Movilidad Urbana (PNMU), todos los municipios de más de 20.000 habitantes, así como otra información que necesite el Estatuto de la Ciudad, deberán preparar y presentar sus planes de movilidad urbana, con lo sentimos, no recibirán fondos de la OGU para las inversiones en proyectos relacionados con el tema. Sin embargo, no hay ninguna manera de evaluar estos planes para ver si cumplen con las directrices de PNMU y de hecho pueden aportar mejoras en términos de movilidad en las ciudades. Por lo tanto, este estudio tiene como objetivo definir criterios desde la perspectiva de la Ley 12.587 / 2012 para ayudar en la evaluación de planes de movilidad. parámetros se han establecido que se deben cumplir durante cuatro criterios relacionados con las condiciones de transporte caminhabilidade cicloviário, el transporte público y la restricción del uso del automóvil. PALABRAS CLAVE: Movilidad, criterios de evaluación, Ley 12.587 / 2012.
Carolina Cardoso, Yara Campos Miranda, Bruno Luiz Domingos De Angelis
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171525

Abstract:
As ruas e praças constituem os dois elementos fundamentais que estruturam a morfologia urbana das cidades. Em se tratando especialmente das praças, é necessário que estes espaços livres ofereçam um ambiente adequado para a realização de atividades e onde a população se sinta acolhida. Desta forma, o planejamento das cidades e de seus espaços livres apresenta um papel importante na manutenção da qualidade do espaço urbano, indicando as ações necessárias a fim de amparar as necessidades dos indivíduos. O objetivo deste artigo é analisar a evolução das estruturas de um espaço livre da cidade de Umuarama – PR. Para isto, foi realizado um estudo de caso na Praça Miguel Rossafa. O estudo é caracterizado pela análise da configuração da praça em dois momentos: em 2003, logo após a reforma de qualificação, e em 2017, obtendo, assim, um panorama das modificações graduais realizadas no espaço livre. O método utilizado para avaliação quantitativa e qualitativa da praça, proposto por De Angelis, Castro e Angelis Neto (2004), consiste na análise de suas estruturas, vegetação, morfologia e tipologia. Os resultados mostram que as reformas realizadas na praça, ainda que de forma gradual, melhoraram a sua pontuação. Entretanto, a falta de planejamento das requalificações urbanas oferece não só melhorias para a praça, mas também ocasiona novos problemas devido à falta de estudo da configuração do espaço livre. PALAVRAS-CHAVE: Espaço livre. Morfologia. Qualidade ambiental. Abstract The streets and the squares are the two key elements that structure the urban morphology of cities. In the case especially of the squares, it is necessary that these open spaces provide a suitable environment for performing activities where people feel welcomed. Thus the planning of cities and their open spaces presents an important role in maintaining the quality of urban space, indicating the necessary actions in order to support the needs of the individuals. The objective of this article is to analyze the structures’ evolution of the open space in the city of Umuarama – PR. For this, a study case was carried out in Miguel Rossafa Square. The study is characterized by the analysis of the configuration in two moments: in 2003, soon after the qualification reform, and in 2017, thus obtaining an overview of the gradual modifications made in the open space. The method used for quantitative and qualitative evaluation of the square, proposed by De Angelis, Castro and Angelis Neto (2004), consists of the analysis of its structures, vegetation, morphology and typology. The results show that the reforms carried out in the square, although gradually, have improved their score. However, the lack of planning of urban requalifications not only offers improvements to the square, but also causes new problems due to the lack of study of the open space configuration. KEYWORDS: Open space. Morphology. Environmental quality.  Resumo Las calles y plazas son los dos elementos clave que estructuran la morfología urbana de las ciudades. En el caso particular de las plazas, es necesario que estos espacios libres proporcionan un ambiente adecuado para la realización de actividades y donde las personas se sienta bienvenidas. Así, la planificación de las ciudades y sus áreas abiertas juega un papel importante en el mantenimiento de la calidad del espacio urbano, indicando las acciones necesarias con el fin de apoyar las necesidades de los individuos. El objetivo del artículo es analizar la evolución de las estructuras de un espacio libre en la ciudad de Umuarama - PR. Para esto, se realizó un estudio de caso en la Plaza Miguel Rossafa. El estudio se caracteriza por análisis de la configuración de la plaza en dos etapas: en 2003, después de la reforma de la calificación, y en 2017, obteniendo así una visión general de los cambios graduales realizados en el espacio libre. El método utilizado para la evaluación cuantitativa y cualitativa de la plaza, propuesta por De Angelis, Castro y Neto Angelis (2004), consiste en el análisis de sus estructuras, la vegetación, la morfología y tipología. Los resultados muestran que las reformas en la plaza, aunque de forma gradual, mejoraron su puntuación. Sin embargo, la falta de planificación urbana en la recalificación ofrece no sólo mejoras en la plaza, sino que también trae nuevos problemas debido a la falta de estudio de la configuración del espacio libre. PALABRAS CLAVE: Espacio abierto. Morfología. Calidad del medio ambiente.
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171526

Abstract:
O planejamento urbano aborda a cidade como resultante da interação entre inúmeros subsistemas, acumulando teorias e modelos que possibilitam a descrição, análise e simulação do fenômeno urbano. Esse trabalho busca explorar padrões espaciais recorrentes para revisão do perímetro urbano das cidades da fronteira Jaguarão/BR e Rio Branco/UY, a partir do entendimento que ambos os territórios fazem parte do bioma Pampa. A estrutura teórica e metodológica que inclui: a) sistematização das informações da evolução urbana; b) análises espaciais das áreas efetivamente urbanizadas; c) modelagem configuracional urbana, utilizando recursos de grafos e medidas de acessibilidade; d) simulações de crescimento urbano, com recursos de autômatos celulares, considerando os recursos naturais e a dinâmica da urbanização. O trabalho permite avanços na compreensão e no modo de tomada de decisões para o planejamento urbano, com base na diversidade de abordagens, análises e resultados obtidos, objetivando que a cidade do futuro ocorra considerando a preservação natural, a equidade social e a qualidade ambiental.  PALAVRAS-CHAVE: Planejamento Urbano. Bioma Pampa. Perímetro Urbano.  ABSTRACT Urban planning approaches the city as a result of the interaction between numerous subsystems, accumulating theories and models that allow the description, analysis and simulation of the urban phenomenon. This work seeks to explore recurrent spatial patterns for the review of the urban perimeter of the Jaguarão / BR and Rio Branco / UY border cities, based on the understanding that both territories are part of the Pampa biome. The theoretical and methodological structure that includes: a) systematization of information on urban evolution; B) spatial analysis of effectively urbanized areas; C) urban configurational modeling, using graph resources and accessibility measures; D) simulations of urban growth, with the resources of cellular automata, considering the natural resources and dynamics of urbanization. The work allows advances in understanding and decision-making for urban planning, based on the diversity of approaches, analyzes and results obtained, aiming at the city of the future considering natural preservation, social equity and environmental quality.  KEY WORDS: Urban Planning. Pampa Biome. Urban Perimeter. RESUMEN ofertas de planificación urbana con la ciudad como resultado de la interacción de numerosos subsistemas, la acumulación de las teorías y modelos que permitan la descripción, el análisis y la simulación del fenómeno urbano. Este trabajo tiene como objetivo explorar recurrentes normas espaciales para la revisión del perímetro urbano de las ciudades de Yaguarón frontera / BR y Blanco / UY río, desde el entendimiento de que ambos territorios son parte del bioma Pampa. El marco teórico y metodológico que incluye: a) sistematización de la información del desarrollo urbano; b) Análisis espacial de las áreas urbanizadas de manera efectiva; c) el modelado configuracional urbana mediante gráficos de recursos y medidas de accesibilidad; d) las simulaciones de crecimiento urbano con recursos autómatas celulares, teniendo en cuenta los recursos naturales y la dinámica de la urbanización. El trabajo permite avances en la comprensión y la forma de la toma de decisiones para la planificación urbana, a partir de la diversidad de enfoques, análisis y resultados obtenidos, con el fin de que la ciudad del futuro se producen teniendo en cuenta la conservación natural, la equidad social y la calidad ambiental. PALABRAS CLAVE: planificación urbana. Bioma Pampa. Perímetro Urbano.
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 5; https://doi.org/10.17271/2318847252920171520

Abstract:
Este artigo teve por objetivo analisar a governança pública na Estância Turística de Tupã/SP. Considera-se que governança é a capacidade do Estado de implementar políticas públicas, atender as demandas sociais de modo articulado à decisão do Governo, por intermédio de mecanismos e procedimentos participativos. Para o desenvolvimento deste texto, adotou-se como parâmetro de referência do processo de governança, investigação da utilização de instrumentos de políticas públicas como a Agenda 21 e o Plano de Diretor, considerando a interlocução dos gestores públicos com os atores sociais e a intervenção do Ministério Público. Como procedimento metodológico, optou-se por uma pesquisa qualitativa, onde a construção empírica foi delimitada pelas realidades concretas e históricas, que retratam o contexto social, técnico e político na administração pública (período de 2001 a 2016). Desta forma, a pesquisa constatou que o processo de Agenda 21 adotado nas gestões públicas que compreendem o período entre 2005/2008 e 2009/2012, não apenas subsidiou, como também legitimou a implementação do Plano Diretor e seus desdobramentos em diversas ações, assegurando assim, efetividade da governança. PALAVRAS-CHAVE: Governança. Agenda 21. Plano Diretor.  SUMMARY This article aimed to analyze public governance in the Tupã / SP Tourist Resort. Governance is considered as the capacity of the State to implement public policies, to meet social demands in an articulated way to the Government's decision, through participatory mechanisms and procedures. For the development of this text, it was adopted as a benchmark of the governance process, investigating the use of public policy instruments such as Agenda 21 and the Director Plan, considering the interlocution of public managers with social actors and the intervention of the Public ministry. As a methodological procedure, a qualitative research was chosen, where the empirical construction was delimited by the concrete and historical realities, which depict the social, technical and political context in the public administration (period from 2001 to 2016). In this way, the research found that the Agenda 21 process adopted in the public administrations that comprise the period between 2005/2008 and 2009/2012, not only subsidized, but also legitimized the implementation of the Master Plan and its unfolding in several actions, thus ensuring , Effectiveness of governance. KEY WORDS: Governance. Agenda 21. Master Plan. RESUMEN Este artículo tiene como objetivo analizar la gestión pública en la ciudad turística de Tupa / SP. Se considera que la gobernabilidad es la capacidad del Estado para implementar políticas públicas para satisfacer las demandas sociales articulados manera de la decisión del Gobierno, a través de mecanismos y procedimientos participativos. Para el desarrollo de este texto fue adoptado como un punto de referencia del proceso de gobierno, la investigación del uso de instrumentos de política, como la Agenda 21 y el Plan Director, teniendo en cuenta el diálogo de los gestores públicos con los agentes sociales y la intervención de la Ministerio Público. Como procedimiento metodológico, se optó por una investigación cualitativa, donde la construcción empírica estaba limitada por las realidades concretas e históricas que representan la vida social, técnica y política en la administración pública (periodo 2001-2016). Por lo tanto, la encuesta encontró que el proceso de la Agenda 21 aprobada en las administraciones públicas, que cubren el período comprendido entre 2005/2008 y 2009/2012, no sólo subvencionado, sino también legitimó la aplicación del Plan Maestro y su desarrollo en diversas acciones, lo que garantiza , la efectividad del gobierno. PALABRAS CLAVE: Gobernanza. Plan de la Agenda 21.
Rubens Moreira Rodrigues De Carvalho
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 4; https://doi.org/10.17271/2318847242820161373

Abstract:
O presente artigo traz considerações de uma tese de doutorado em andamento. O estudo, que se desenvolve no campo da arquitetura e do urbanismo, com ênfase para a produção e a gestão do espaço urbano, tem a premissa de esclarecer o que é e a que se destina a iniciativa Cittaslow – criada na Itália, em 1999, com base nos ideais do Slow Food, e hoje presente em 30 países no mundo. Os dados e os argumentos aqui dispostos estão pautados na pesquisa que vem sendo realizada desde 2013 sobre o tema e em recente viagem de estudos ao país de origem do Cittaslow, realizada entre os meses de abril e julho de 2016. O objetivo do artigo é apresentar uma análise do Cittaslow segundo a ótica do urbanismo ecológico, com base em sua história, sua filosofia e suas políticas. A intenção é destacar o papel da identidade e da ecologia no debate sobre a sustentabilidade urbana, contribuindo para uma maior divulgação e um aprofundamento da filosofia Cittaslow no Brasil. Palavras-chave: Cittaslow. Identidade Local. Urbanismo Ecológico. Ecology and Local Identity: Considerations on the Cittaslow and your strategies for a Sustainable Urban Development.
ABSTRACTThis paper presents considerations of a PhD research in progress. The study develops in the field of urban planning, with emphasis on the production and management of urban space, and aims to clarify what is the Cittaslow initiative – established in Italy in 1999, based on the ideals of Slow Food, and now present in 30 countries worldwide. The arguments presented here are guided by the research that has been conducted since 2013 and in a recent study tour to the Cittaslow origins, between April and July 2016. The intention of this article is analyze the Cittaslow initiative from the perspective of ecological urbanism, based on its history, its philosophy and its policies. We intend, with this, highlight the role of identity and ecology in the urban sustainability, contributing to greater awareness of Cittaslow philosophy in Brazil. Keywords: Cittaslow. Local identity. Ecological Urbanism. La Ecología y la Identidad Local: Consideraciones sobre el Cittaslow y sus estrategias para el Desarrollo Urbano Sostenible.RESUMENEsta ponencia presenta consideraciones de una investigación de doctorado en curso. El estudio se desarrolla en el campo de la planificación urbana, con énfasis en la producción y gestión del espacio urbano, y tiene por objeto aclarar lo que es la iniciativa Cittaslow - establecida en Italia en 1999, basado en los ideales de Slow Food, y ahora presente en 30 países de todo el mundo. Los argumentos presentados aquí son guiados por la investigación que se ha llevado a cabo desde 2013 y en un reciente viaje de estudio a los orígenes de Cittaslow, entre abril y julio de 2016. La intención de este artículo es analizar la iniciativa Cittaslow desde la perspectiva del urbanismo ecológico, basadas en su historia, su filosofía y sus políticas. Pretendemos, con este, resaltar el papel de la identidad y de la ecología en la sostenibilidad urbana, de modo que contribuya a una mayor conciencia de la filosofía Cittaslow en Brasil. Palabras clave: Cittaslow. La identidad local. Urbanismo ecológico.
Wagner De Souza Rezende, Angélica T. Benatti Alvim
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 4; https://doi.org/10.17271/2318847242820161375

Abstract:
Este trabalho aborda o papel dos projetos urbanos na “ativação” de espaços públicos em favelas. Pretende-se, assim, analisar dialeticamente os elementos-chave que caracterizam as intervenções urbanas em contextos de precariedade, no sentido de indicar as condições que favorecem a apropriação dos espaços públicos resultantes. De um lado, os projetos urbanos podem ser entendidos como mediadores de relações sociais cotidianas, indo além de soluções normativas, valorizando as identidades locais e as pré-existências. De outro lado, podem-se interpretar determinados projetos urbanos em territórios informais como instrumentos de “formalização” socioespacial. É possível que essa estratégia atue a serviço de uma ideologia neoliberal, de ordem distante, orientada para monopolizar o direito à cidade e gerar instabilidades identitárias no território. De modo paradoxal, pode-se argumentar que certos projetos urbanos em favelas atuam como obstáculos a possíveis mediações dos moradores no espaço público. Em oposição, o ativismo urbano tem sido apresentado como um conjunto de estratégias e táticas fundamentadas na participação popular inclusiva em todas as etapas de produção do espaço público. Para uma crítica das relações entre projeto urbano, espaço público e lugar, propõe-se a análise de dois projetos urbanos – não construídos – em Paraisópolis, com foco em quatro componentes, o discurso do projeto, o respeito às pré-existências, a participação popular democrática e inclusiva e o atendimento às necessidades locais. Em um momento no qual se discutem planos de desenvolvimento estratégico pautados por políticas públicas frágeis, pretende-se, assim, discutir o papel de projetos urbanos na melhoria da qualidade do espaço público em favelas. Palavras-chave: Projeto Participativo, Espaço Público, Lugar, Favela, Paraisópolis. Urban Project and Public Space in Favelas SUMMARYThis paper discusses the role of urban projects in the "activation" of public spaces in favelas. It is intended, therefore, to analyze the key elements that characterize urban interventions in contexts of precariousness, in order to indicate the conditions that favor the appropriation of the resulting public spaces. On the one hand, urban projects can be understood as mediators of everyday social relations, going beyond normative solutions, valuing local identities and pre-existences. On the other hand, certain urban projects can be interpreted in informal territories as instruments of "formalization" socio-spatial. It is possible that this strategy acts at the service of a neoliberal ideology, of distant order, oriented to monopolize the right to the city and to generate identity instabilities in the territory. In a paradoxical way, it can be argued that certain urban projects in favelas act as obstacles to the possible mediations of the residents in the public space. In opposition, urban activism has been presented as a set of strategies and tactics based on inclusive popular participation in all stages of public space production. For a critique of the relationships between urban design, public space and place, it is proposed the analysis of two urban projects - not built - in Paraisópolis, focusing on four components: project discourse, respect for pre-existences, participation Democratic and inclusive population and meeting local needs. At a time when discussing strategic development plans based on fragile public policies, it is intended to discuss the role of urban projects in improving the quality of public space in favelas.Keywords: Participative Project, Public Space, Place, Favela, Paraisópolis. Diseño urbano y espacio público en los barrios pobres RESUMENEste documento aborda el papel del diseño urbano en la "activación" de los espacios públicos en los barrios pobres. El objetivo es analizar dialécticamente por lo tanto los elementos clave que caracterizan las intervenciones urbanas en contextos precarios, para indicar las condiciones que favorecen la apropiación de los espacios públicos resultantes. Por un lado, los proyectos urbanos pueden ser entendidos como mediadores de las relaciones sociales cotidianas, más allá de las soluciones reguladoras, la mejora de las identidades locales y preexistencias. Por otro lado, se puede interpretar ciertos proyectos urbanos en áreas informales como instrumentos de socioespacial "formalización". Es posible que esta estrategia funciona al servicio de una ideología neoliberal, el orden lejano, orientado a monopolizar el derecho a la ciudad y generar inestabilidades de identidad en el territorio. Paradójicamente, se puede argumentar que ciertos proyectos urbanos en los barrios pobres actúan como obstáculos para posibles mediaciones de los residentes en el espacio público. Por el contrario, el activismo urbano ha sido presentado como un conjunto de estrategias y tácticas basadas en la participación inclusiva popular en todas las etapas de producción del espacio público. Para una crítica de la relación entre el diseño urbano, el espacio público y el lugar, se propone el análisis de dos proyectos urbanos - no - construidos en Paraisópolis, centrándose en cuatro componentes, el proyecto de expresión, el respeto de preexistente, la participación democrático e inclusivo popular y satisfacer las necesidades locales. En un momento en el que se discuten los planes estratégicos de desarrollo guiados por las políticas públicas débiles, se pretende, por lo tanto, para discutir el papel del diseño urbano en la mejora de la calidad del espacio público en los barrios pobres.Palabras clave: diseño participativo, el espacio público, el lugar, Favela, Paraisópolis.
Paula Carvalho Sbaffi
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 4; https://doi.org/10.17271/2318847242820161381

Abstract:
O presente trabalho tem por objetivo refletir sobre a sustentabilidade do projeto Porto Maravilha, localizado na região portuária do Rio de Janeiro. Este projeto de “revitalização” da zona portuária, tem como uma das suas principais diretrizes, a prática de políticas sustentáveis aplicadas e sendo assim, torna-se importante uma compreensão de suas ações e parâmetros utilizados. A metodologia consiste em análises dos espaços urbanos construídos e das intenções projetuais pormenorizando em tópicos e relativizando com o conceito multifacetado de sustentabilidade. Esta metodologia, descortinará as ações que vem sendo desenvolvidas ao longo do projeto, ou que ainda estão em execução e busca ainda, refletir as formas de sustentabilidade abrangendo o tema para as cidades contemporâneas. Como resultado deste estudo, chegou-se a conclusão que na recente “camada” criada, também estão os antigos problemas da cidade, que não conseguimos resolver, ou seja, apesar de uma nova roupagem, estamos de frente com velhos paradigmas. Neste contexto, as boas intenções se pulverizam e muitas outras aparecem. Como o espaço e o tempo são construções sociais, se torna possível pensar em práticas transformadoras criando uma totalidade, mas isso somente pode ser feito através de um mergulho especulativo no desconhecido (Harvey, 2015). Este primeiro mergulho, é a abordagem que este artigo apresenta. PALAVRAS-CHAVE: Porto Maravilha. Sustentabilidade. Projeto urbano. An eye on sustainability of the harbour: the old new clothing of Rio MaravilhaABSTRACTThis paper aims to reflect on the sustainability of the Porto Maravilha project, located in the harbour of Rio de Janeiro. This project of "revitalization", has as one of its main guidelines, the practice of sustainable policies applied, so it is important to understand  actions and parameters. The methodology consists of analyzes of the urban spaces and projective intentions detailing topics and making relative to the multi-faceted concept of sustainability. This methodology, unfold the actions that have been developed throughout the project, or that are still being carring out and also seeks to reflect the forms of sustainability covering the theme for contemporary cities. As a result of this study, reached the conclusion that the recent "layer" created, are also the ancient city's problems, we can not solve that is, despite a new look, we are facing with old paradigms. In this context, the good intentions are sprayed and many others appear. As space and time are social constructs, it becomes possible to think of transformative practices creating as a totality, but this can only be done through a speculative plunge into the unknown (Harvey, 2015). This first dive is the approach that this article presents. KEYWORDS: Porto Maravilha. Sustainability. Urban design. Una mirada a la sostenibilidad del puerto: La ropa vieja de nuevo Rio Maravilha
RESUMENEste trabajo tiene como objetivo reflexionar sobre la sostenibilidad del proyecto Puerto Maravilla, situado en la zona portuaria de Río de Janeiro. Este proyecto de "revitalización" de la zona portuaria, tiene como una de sus principales directrices, la práctica de políticas sostenibles aplicadas, por lo que es importante tener una comprensión de sus acciones y parámetros utilizados. La metodología consiste en el análisis de los espacios urbanos construidos e intenciones proyectivas que detallan sobre temas y haciendo en relación con el concepto de múltiples facetas de la sostenibilidad. Esta metodología, despliega las acciones que se han desarrollado a lo largo del proyecto, o que aún están en ejecución y también busca reflejar las formas de sostenibilidad que cubren el tema de las ciudades contemporáneas. Como resultado de este estudio, se llegó a la conclusión de que en la "capa" recientemente creada, también están los problemas de la antigua ciudad que no podemos resolver, esto es, a pesar de una nueva mirada, nos enfrentamos con los viejos paradigmas. En este contexto, las buenas intenciones se pulverizan y muchos otros problemas aparecen. Dado que el espacio y el tiempo son construcciones sociales, se hace posible pensar en prácticas transformadoras que crean una totalidad, pero esto sólo puede hacerse a través de una caída especulativa en lo desconocido (Harvey, 2015). Esta primera inmersión es el enfoque que presenta este artículo. PALABRAS CLAVE: Porto Maravilha. Sostenibilidad. Diseño urbano.
José Alberto Tostes, Simone Dias Ferreira
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 4; https://doi.org/10.17271/2318847242820161376

Abstract:
O artigo propõe uma reflexão sobre a ênfase do entendimento dos princípios do direito à cidade tratados no Estatuto da Cidade. O trabalho se fundamenta em uma pesquisa nos estudos disponíveis na literatura clássica que trata do direito à cidade e das pesquisas desenvolvidas na região amazônica com abordagem para a temática do desenvolvimento urbano. O estudo visa compreender o direito à cidade sob a perspectiva da política urbana e dos princípios estabelecidos no Estatuto voltando-se para a realidade da capital Macapá, onde os conflitos urbanos sinalizam a ausência da aplicabilidade desse direito. Tem por objetivo apresentar as fragilidades institucionais do núcleo urbano, a partir da análise da atual configuração do espaço e os desafios para efetividade do direito à cidade. PALAVRAS-CHAVE: Direito à Cidade; Estatuto da Cidade, Cidades Amazônicas  Right to the city between urban environment in the AmazôniaABSTRACT The article proposes a reflection on the emphasis of understanding of the principles of the right to the city treated the City Statute. The work is based on a survey on available studies in classical literature which deals with the right to the city and developed research in the Amazon region with the approach to the theme of urban development. The study aims to understand the right to the city from the perspective of urban policy and the principles set out in the Statute turning to the reality of capital Macapa, where urban conflicts indicate the absence of the applicability of this right. It aims to present the institutional weaknesses of the urban core, from the analysis of the current configuration of the space and the challenges to the effectiveness of the right to the city.KEYWORDS: Right to the City; Statute of the City, Cities Amazon. Derecho a la ciudad entre medio urbano en el AmazôniaRESUMEN El artículo propone una reflexión sobre la importancia de la comprensión de los principios del derecho a la ciudad trató el Estatuto de la Ciudad. El trabajo se basa en una encuesta realizada en los estudios disponibles en la literatura clásica que se ocupa del derecho a la ciudad y la investigación desarrollada en la región amazónica con la aproximación al tema del desarrollo urbano. El estudio tiene como objetivo comprender el derecho a la ciudad desde el punto de vista de la política urbana y de los principios establecidos en el Estatuto que dan vuelta a la realidad del capital Macapá, donde los conflictos urbanos indican la ausencia de la aplicabilidad de este derecho. Se trata de presentar las debilidades institucionales del núcleo urbano, a partir del análisis de la configuración actual del espacio y los desafíos para la efectividad del derecho a la ciudad.PALABRAS CLAVE: Derecho a la ciudad; Estatuto de la Ciudad, Ciudades Amazon
Viviana Pereira Gonçalves, Silvia A. Mikami G. Pina
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 4; https://doi.org/10.17271/2318847242820161380

Abstract:
As dinâmicas dos centros urbanos relacionadas ao despovoamento e degradação, faces do mesmo processo que levou à expansão das periferias urbanas, apresentam forte impacto na questão da habitação nos bairros centrais das grandes cidades brasileiras. Tal processo tem se caracterizado pela gentrificação na medida que a revitalização de espaços urbanos provoca a supervalorização desses espaços e a expulsão de população de baixa renda. Este trabalho caracteriza a ocupação habitacional contemporânea do centro urbano de Campinas de 2000 a 2015, a partir da análise da produção recente de habitação coletiva nos bairros centrais e sua caracterização populacional. Para tanto, apresenta-se um estudo de caso dos empreendimentos habitacionais aprovados no período na área central de Campinas formada pelo centro histórico e pelos bairros Guanabara, Cambuí e Bosque. Também se desenvolve um levantamento sobre o perfil da população residente nestes bairros no mesmo período. A análise combinada com as informações populacionais dos censos demográficos do período indica que, apesar do saldo migratório, o centro campineiro tem passado nos últimos anos por importantes transformações com incremento do crescimento da habitação verticalizada de alto padrão e respectiva substituição da população moradora por outra de maior poder aquisitivo, apontando para um cenário de enobrecimento social. PALAVRAS-CHAVE: Área Central. Habitação Coletiva. Mudanças Demográficas.  The Campinas Downtown: Housing and urban land occupation 2000-2015ABSTRACT
The dynamics of urban centers related to the depopulation and degradation, faces of the same process that led to the urban suburbanization, have caused strong impact on the issue of housing in the central districts of Brazilian big cities. This process has been characterized by gentrification as the revitalization of urban areas leads to overvaluation of these spaces and the expulsion of the low-income population. This study characterizes the contemporary housing occupation of the urban center of Campinas between 2000 and 2015, based on the analysis of the recent production of multifamily housing in the central districts and their population characterization. Therefore, we present a case study about the projects approved in the period in Campinas Downtown formed by the historical center and the districts Guanabara, Cambuí and Bosque. A study about the resident population profile of central districts shows the transformation in the same period. The combined analysis with the population data of Brazilian Demographic Census for the period indicates that, despite the migratory balance, the central areas of Campinas have experienced important changes in recent years, with the increasing of the vertical housing growth for high-income people and the replacement of the resident population by another with greater purchasing power, pointing to a scene of gentrification. Keywords: Downtown Area. Multifamily Housing. Demographic Changes. El centro de Campinas: la vivenda y la ocupación del território 2000-2015
RESUMEN
Las dinámicas de los centros urbanos relacionadas a la despoblación y la degradación, caras del mismo proceso que condujo a la expansión de las periferia urbanas, tienen fuerte impacto en el tema de la vivienda en los distritos centrales de las grandes ciudades brasileñas. Este proceso se ha caracterizado por la gentrificación, proceso de revitalización de los espacios urbanos que provoca la sobrevaloración de estos espacios y la expulsión de la población de bajos ingresos. El objetivo de este estudio es caracterizar la ocupación habitacional contemporánea del centro urbano de Campinas entre 2000 y 2015, a partir de la análisis de la reciente producción de viviendas multifamiliares en los distritos centrales y la caracterización de su población. Por lo tanto, se hace un estudio de caso de proyectos de vivienda aprobados en el período en la region central de Campinas formado por el Centro Histórico y los barrios de Guanabara, Cambuí y Bosque. También desarrolla un estudio sobre el perfil de la población residente en estos distritos en el mismo período. El análisis combinado con los datos de población del Censo Demográfico brasileño para el período Indica que, a pesar del saldo migratorio, las áreas centrales de Campinas han experimentado cambios importantes en los últimos años, con el aumento del crecimiento de la vivienda vertical para las personas de altos ingresos y sustitución de la población residente por otra con mayor poder adquisitivo, apuntando a una escena de gentrificación.
 Palabras clave: Región Central, Vivienda Colectiva, Cambios demográficos.
Anaísa Filmiano Andrade Lopes, Maria Eliza Alves Guerra
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 4; https://doi.org/10.17271/2318847242820161370

Abstract:
RESUMO Atualmente, a utilização de indicadores e índices vem se destacando em pesquisas científicas, estudos e análises, e são várias as iniciativas dos órgãos públicos e entidades no uso dos mesmos. Inicialmente eram voltados para as áreas técnicas e econômicas, atualmente devido à abrangência de aspectos a serem avaliados, o uso dos mesmos passaram a agregar as dimensões da sustentabilidade. Assim, essa pesquisa objetiva analisar as ferramentas metodológicas existentes que avaliam a sustentabilidade em cidades, bem como suas limitações de uso. Para tanto, o procedimento metodológico pautou-se em levantamento bibliográfico da temática, caracterizando como um estudo de revisão com ênfase em cinco instrumentos metodológicos, sendo eles: Modelo Pressão – Estado – Resposta (PER), Método da Pegada Ecológica (MPE), Barômetro da Sustentabilidade (BS), Indicadores de Desenvolvimento Sustentável - IDS – Brasil e Índice de Desenvolvimento Sustentável Municipal (IDSM). Os resultados apontam que a utilização desses instrumentos traz benefícios para a cidade, uma vez que o uso dos mesmos pode direcioná-las para o desenvolvimento sustentável, além da formulação de políticas públicas. No entanto, conclui-se que há uma dificuldade de estabelecer uma metodologia que abranja todas as dimensões da sustentabilidade, sejam elas: social, ambiental, política, cultural e econômica.  PALAVRAS-CHAVE: Sustentabilidade Urbana. Indicadores. Índices. Instrumentos Metodológicos.   An analysis of the Methodological instruments using indicators and indices to evaluate the Sustainability in Urban EnvironmentsABSTRACT Currently, the use of indicators and indices has been increasing scientific research, studies and analyzes, and there are several initiatives of public bodies and entities in usage. Initially were focused on the technical and economic areas, currently due to the scope of aspects to be evaluated, their use began to add the dimensions of sustainability. Thus, this research aims to analyze existing methodological tools to assess sustainability in cities, as well as its limitations of use. Thus, the methodological procedure was based on literature of the subject, characterized as a review study with emphasis on five methodological tools, as follows: Model Pressure - State - Response (PER) method of the Ecological Footprint (MPE), Barometer Sustainability (BS), Sustainable Development Indicators - IDS - Brazil and Municipal Sustainable Development Index (IDSM). The results indicate that the use of these tools brings benefits to the city, since their use can direct them to sustainable development, and the formulation of public policies. However, it is concluded that there is a difficulty to establish a methodology that encompasses all dimensions of sustainability, whether: social, environmental, political, cultural and economic. KEYWORDS: Sustainable Urban. Indicators. Indexes. Methodological Instruments. Un Análisis de los Instrumentos Metodológicos que utilizan Indicadores e Índices para Evaluar la Sostenibilidad em Ambientes UrbanosRESUMENEn la actualidad, el uso de indicadores e índices se ha ido incrementando de investigación científica, estudios y análisis, y hay varias iniciativas de organismos públicos y entidades en uso. Inicialmente se centró en las áreas técnicas y económicas, en la actualidad debido al alcance de los aspectos a evaluar, su uso comenzó a añadir las dimensiones de la sostenibilidad. Por lo tanto, la presente investigación tiene como objetivo analizar las herramientas metodológicas existentes para evaluar la sostenibilidad de las ciudades, así como sus limitaciones de uso. Por lo tanto, el procedimiento metodológico se basó en la literatura sobre el tema, que se caracteriza como un estudio de revisión con énfasis en cinco herramientas metodológicas, de la siguiente manera: Modelo de Presión - Estado - Respuesta (PER) método de la huella ecológica (MPE), barómetro sostenibilidad (BS), Indicadores de Desarrollo Sostenible - IDS - Brasil y el Índice de Desarrollo Sostenible Municipal (IDSM). Los resultados indican que el uso de estas herramientas trae beneficios a la ciudad, ya que su uso puede dirigirlos a un desarrollo sostenible, y la formulación de políticas públicas. Sin embargo, se llegó a la conclusión de que existe una dificultad para establecer una metodología que abarca todas las dimensiones de la sostenibilidad, ya sea: social, ambiental, política, cultural y económica. PALABRAS-CLAVE: Sostenible urbana. Indicadores. Índices. Instrumentos Metodológicos.
Ricardo Alexandre Da Silva, Laura Machado De Mello Bueno
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 4; https://doi.org/10.17271/2318847242820161379

Abstract:
As fontes de contaminação estão articuladas às estruturas produtivas, comerciais, serviços e residuais situadas em áreas urbanas e rurais. Os contaminantes prejudicam o solo, as águas e causam riscos de danos à população e aos bens situados no entorno, no tecido urbano e nos processos de urbanização do território. Muitas destas áreas são regulares e irregulares, públicas ou particulares. Os Postos de Combustíveis, Lixões, antigas indústrias e outras fontes de contaminação, estão no território urbano e rural e geram problemas socioambientais. Este artigo analisa a distribuição tipológica e locacional, face ao crescente número de áreas contaminadas registradas nos municípios da Região Metropolitana de Campinas - RMC/SP, em paralelo aos atributos ambientais e à sua importância no contexto regional. A RMC, com 3.094,181 habitantes e área de 3.840,648 km², a noroeste da capital, possuía em 2013, 384 áreas contaminadas, sendo 93 destas no município de Campinas, sede da RMC. Através do detalhamento de casos de contaminação no espaço intraurbano de Campinas - Postos de Combustíveis em área urbana consolidada, o “Lixão da Pirelli” de iniciativa municipal, e empreendimentos habitacionais de médio e alto padrão construídos em antigo depósito de rejeitos industriais – o artigo apresenta os problemas na escala do urbanismo, relacionando-os ao processo de planejamento e gestão. Discute-se a falta de medidas preventivas e corretivas pela municipalidade. PALAVRAS-CHAVE: gestão urbana, conflitos socioambientais, políticas públicas ambientais. Metropolises in Southeastern Brazil: Dangerous living with contaminated areas in the industrialization processABSTRACTThe contamination sources are articulated to production structures, trade, services and waste located in urban and rural areas. Contaminants harm the soil, the water and cause risk of damage to people and property located in the surroundings of the urban fabric and the territory urbanization processes. Many of these areas are regular and irregular, public or private. The petrol stations, dumps, old industries and other sources of contamination are in urban and rural areas and generate social and environmental problems. This article analyzes the typological and locational distribution, given the growing number of contaminated sites registered in the Metropolitan Region of Campinas - MRC/SP, in parallel with environmental attributes and their importance in the regional context. The MRC, with 3.094,181 habitants and an area of 3840.648 square kilometers, northwest of the capital, held in 2013, 384 contaminated areas, 93 of these in the city of Campinas, the MRC headquarters. Through the detail of contamination cases in intra-urban area of Campinas - Fuel Stations in consolidated urban area, "Lixão da Pirelli" municipal initiative, and housing projects of medium and high standard built in ancient deposit of industrial waste - the paper presents problems in urban scale, linking them to the planning and management process. Discusses the lack of preventive and corrective measures by the municipality KEY-WORDS: urban management, environmental conflicts, environmental policy Metrópolis en el sureste de Brasil: salón peligrosa con áreas contaminadas en el proceso de industrializaciónRESUMENLas fuentes de contaminación son articulados a las estructuras de producción, el comercio, los servicios y los residuos situados en las zonas urbanas y rurales. Los contaminantes dañan el suelo, el agua y el riesgo causa de daños a personas y bienes situados en los alrededores del tejido urbano y los procesos de urbanización del territorio. Muchas de estas áreas son regulares e irregulares, pública o privada. Las gasolineras, vertederos, las viejas industrias y otras fuentes de contaminación se encuentran en zonas urbanas y rurales, y generan problemas sociales y ambientales. En este artículo se analiza la distribución tipológica y de localización, dado el creciente número de sitios contaminados registrados en la Región Metropolitana de Campinas - RMC/SP, en paralelo con los atributos ambientales y su importancia en el contexto regional. La RMC, 3.094,181 habitantes y una superficie de 3840.648 kilómetros cuadrados, al noroeste de la capital, que tuvo lugar en el año 2013, 384 áreas contaminadas, 93 de ellos en la ciudad de Campinas, la sede del MRC. A través de los detalles de los casos de contaminación en la zona intraurbana de Campinas - Estaciones de combustible en zona urbana consolidada, "Lixão da Pirelli" iniciativa municipal, y los proyectos de viviendas de medio y alto nivel construido en la antigua depósito de residuos industriales - los regalos de papel problemas de escala urbana, vinculándolos al proceso de planificación y gestión. Se analiza la falta de medidas preventivas y correctivas por parte del município PALABRAS CLAVE: la gestión urbana, conflictos ambientales, la política pública ambiental.
Francisca Bruna Santiago Viana Cavalcante, Maria Emília Leite Schettini, José Almir Farias Filho
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 4; https://doi.org/10.17271/2318847242820161372

Abstract:
Este trabalho busca discutir os desafios e as potencialidades de projetos urbanos em periferias metropolitanas e como fazê-lo de forma sustentável, tendo em vista que o planejamento eco-territorial cria comunidades economicamente viáveis, socialmente justas e ambientalmente responsáveis. Intervenções nestas áreas apresentam obstáculos relacionados às dificuldades que perpassam as diferentes instâncias institucionais, desafios de ordem morfológica, de ordem social, econômica e política por transcenderem as fronteiras municipais. Para essa reflexão utilizou-se de do estudo de caso do litoral oeste da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Trata-se de uma área periférica que vem sofrendo grandes transformações nas duas últimas décadas e cujos impactos socioambientais já começam a ser sentidos. A metodologia baseia-se na observação empírica e na análise documental das políticas urbana e ambiental, utilizando-se de procedimentos da cartográfica interescalar para caracterizar os diversos regulamentos aplicados nesta área. Ao final são sugeridas diretrizes de intervenção projetual norteadas pelos princípios da sustentabilidade e da ecologia urbana. PALAVRAS-CHAVE: Eco-território. Periferia. Região Metropolitana de Fortaleza. Eco-Territories and Urban Project. The case of the west coast in Fortaleza’s metropolitan area –Brazil. ABSTRACTThis paper discusses the urban project’s challenges and potentials in metropolitan peripheries and how to make them in a sustainable way, given that the eco-territorial planning creates comunities economically viable, socially fair and enviromentally responsable. Interventions in these areas present obstacles related to dificulties that pervade different institutional instances and morfological, social, economical and political issues, since they transcend municipal boundaries. For this reflection, it is brought as case study the West coast of Fortaleza’s metropolitan area. It is an periphery area that have suffered great transformations in the last two decades and wich social and environmental impacts are already felt. The methodology is based on empirical observation and in documental analisys of the urban and environmental politics, using cross-scale cartography procedures for characterize the several laws applied in this area. At the end, some projectual intervetion guidelines are suggested, driven by the sustainability and urban ecology principles.  KEYWORDS: Eco-Territory. Periphery. Fortaleza’s metropolitan área-Brazil. Eco-territorios y Proyecto Urbano. El caso de la costa oeste de la Región Metropolitana de Fortaleza-Brasil. RESUMENEste articulo analiza los desafíos y potenciales de los proyectos urbanos en las periferias metropolitanas y cómo hacerlo de una manera sostenible, teniendo en cuenta la planificación eco-territorial para crear comunidades económicamente viables, socialmente justo y ambientalmente responsable. Las intervenciones en estas áreas presentan obstáculos relacionados con las dificultades que atraviesan los diferentes niveles institucionales en sus desafíos morfológicos, sociales, económicos y políticos. Para esta reflexión se utilizó en el estudio de caso de la costa oeste de la Región Metropolitana de Fortaleza (RMF). Es una zona periférica que ha sufrido grandes cambios durante las dos últimas décadas y cuyas repercusiones ambientales están empezando a sentirse. La metodología se basa en la observación empírica y análisis documental de las políticas urbanas y ambientales, utilizando procedimientos de cartografía interescalar para caracterizar las distintas regulaciones aplicadas en esta área. Al final se sugiere pautas de intervención projetual guiadas por los principios de la sostenibilidad y la ecología urbana. PALABRAS-CLAVE: Eco-territorio. Periferia. Región Metropolitana de Fortaleza-Brasil.
Netiê Izabel Da Silva De Oliveira, Josiane Pereira Cardoso, José Francisco De Carvalho Ferreira
Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, Volume 4; https://doi.org/10.17271/2318847242820161395

Abstract:
Nos últimos anos, a atividade aquícola vem apresentando picos de desenvolvimento, em resposta a crescente demanda por pescado e seus derivados. A necessidade de implementações de politicas públicas para o sucesso dessa atividade é imprescindível, pois a atividade aquícola é uma alternativa de se recuperar os estoques pesqueiros afetados e de sobrevivência para quaisquer comunidades que se identifique com a criação de peixes. Para que a piscicultura contribua para o desenvolvimento econômico do Estado do Amapá, é necessário que seja construída politicas públicas que atenda a realidade da comunidade e que comporte as possibilidades do Estado. Objetiva-se com este estudo fazer uma abordagem exploratória a fim de identificar o papel das políticas públicas para a atividade de piscicultura atrelado ao desenvolvimento local no Município de Porto Grande. Por ser a piscicultura em Porto Grande uma atividade relativamente nova, existe pouca informação ou dados confiáveis e atuais sobre os tipos de produção, a industrialização e comercialização, o que prejudica o estabelecimento de políticas públicas efetivas.  Palavras-chave: Piscicultura. Politicas públicas. Desenvolvimento local. Public policies for local development linked to fish farming activities in the Municipality of Porto Grande, State of Amapá Abstract: In recent years, the aquaculture activity is showing development peaks in response to growing demand for fish and fish products. The need for public policy implementation for the success of this activity is essential because the aquaculture activity is an alternative to recover the affected fish stocks and survival for any communities that identify with fish farming. For fish farming contributes to the economic development of the State of Amapá, it must be built public policy that meets the reality of the community and incorporating the state's possibilities. Our objective is to make this study an exploratory approach in order to identify the role of public policy for fish farming activity linked to local development in the municipality of Porto Grande. Being the fish in Porto Grande a relatively new activity, there is little information or reliable and current data on the types of production, manufacturing and marketing, which hinders the establishment of effective public policies. Keywords: Fish farming. Public policies. Local development. Políticas públicas para el desarrollo local relacionadas con las actividades de cultivo de peces en el Municipio de Porto Grande, Estado de Amapá Resumen: En los últimos años, la actividad acuícola está mostrando picos de desarrollo en respuesta a la creciente demanda de pescado y productos pesqueros. La necesidad de implementación de políticas públicas para el éxito de esta actividad es esencial, ya que la actividad de la acuicultura es una alternativa para recuperar las poblaciones de peces y la supervivencia de las comunidades afectadas que se identifican con la cría de peces. Para el cultivo de peces contribuye al desarrollo económico del Estado de Amapá, debe construirse una política pública que se encuentra con la realidad de la comunidad y la incorporación de las posibilidades del Estado. Nuestro objetivo es hacer de este estudio un enfoque exploratorio con el fin de identificar el papel de la política pública para la actividad de cría de peces relacionada con el desarrollo local en el municipio de Porto Grande. Siendo el pescado en Porto Grande una actividad relativamente nueva, hay poca información o datos fiables y actuales sobre los tipos de producción, fabricación y comercialización, lo que dificulta el establecimiento de políticas públicas eficaces. Palabras clave: Granja de pescados. Políticas públicas. El desarrollo local.
Page of 16
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Back to Top Top