Refine Search

New Search

Results in Journal Revista Competência: 240

(searched for: journal_id:(1188081))
Page of 5
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
João Luiz Silva, Marco Antonio Fernandes Oliveira,
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n2.2020.790

Abstract:
O objetivo deste artigo é avaliar a competência comportamental, gerencial e técnica de empreendedores universitários bem sucedidos em comparação aos mal sucedidos em incubadora universitária tecnológica para a melhoria do processo de seleção e desenvolvimento educacional de empreendedores na incubação de micro e pequenas empresas. O método constituiu-se de uma pesquisa exploratória com análise qualitativa comparativa de conteúdo a partir de um roteiro de entrevistas semiestruturadas envolvendo o caso da Incubadora Tecnológica da Universidade de Santa Cruz do Sul (ITUNISC). Os resultados evidenciaram divergências sensíveis entre empreendedores universitários bem sucedidos em comparação aos mal sucedidos, em especial na competência gerencial, seguida da competência comportamental (sobretudo no otimismo). E menos sensível nas competências técnicas. Os resultados do artigo contribuem para proporcionar mais assertividade na seleção de candidatos universitários empreendedores à incubação tecnológica e também fornece subsídios para educação empreendedora, além de contribuir nos estudos de competências educacionais para desenvolvimento de empreendedores em universidades e escolas técnicas.
Gabriela Tavolara, Sara Massotti Bonin, Luis Gustavo Patrucco
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n2.2020.791

Abstract:
O surgimento do vírus COVID-19 tornou-se muito rapidamente uma pandemia e a educação também sofreu incontáveis impactos como, por exemplo, a suspensão das aulas. Muitas instituições de ensino superior optaram pela substituição das aulas presenciais pelas virtuais, exigindo adaptações tanto de docentes, como de discentes. O objetivo desse estudo é caracterizar o atual perfil discente do curso superior de tecnologia em hotelaria da Faculdade Senac Porto Alegre e os impactos advindos desse cenário de pandemia e distanciamento social. A pesquisa foi realizada em junho de 2020 por meio de um formulário online enviado por e-mail para os acadêmicos do referido curso. Os principais resultados apontam que 20% dos estudantes respondentes foram desligados do trabalho devido à crise provocada pela pandemia. Para a maioria dos alunos as atividades remotas são acessadas e acompanhadas no ambiente residencial por meio de notebooks. As dificuldades para enfrentar as aulas remotas mais apontadas consistem em conexão de internet lenta, dificuldade de concentração no ambiente de estudos e o acúmulo de atividades remotas por semana. Foram salientados como pontos favoráveis a interação com o docente, o contato humano com colegas e a possibilidade de tirar dúvidas pontuais.
Mirela Jeffman Dos Santos
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n2.2020.759

Abstract:
O presente estudo teve por objetivo analisar a percepção dos estudantes do ensino superior em relação ao seu processo de aprendizagem e aos procedimentos pedagógicos adotados em uma proposta de sala de aula invertida. A motivação para esse estudo surgiu a partir da necessidade de repensar o formato tradicional da aula, que prioriza a exposição de conteúdos, especialmente na era digital. A sala de aula invertida propõe que as atividades anteriormente desenvolvidas em casa sejam realizadas em aula e vice versa, isto é, o estudante se apropria do conteúdo em casa e comparece à aula para debater, experienciar e esclarecer dúvidas sobre o conteúdo. Esse estudo foi conduzido por meio de uma abordagem quantitativa com 142 estudantes de disciplinas do curso de administração em uma universidade do sul do país, que foram expostos a procedimentos de sala de aula invertida em, pelo menos, um momento do semestre letivo. Os resultados revelaram a percepção favorável dos estudantes em relação ao seu aprendizado, aos materiais utilizados, às tarefas propostas e aos professores; demonstrando que o seu aprendizado nessas disciplinas foi significativo, que a realização de atividades práticas contribuiu para o seu conhecimento e que o papel do professor foi fundamental nesse processo.
Sarah Amaral Fabrício Fabrício, Denize Demarche Minatti Ferreira, Ernesto Fernando Rodrigues Vicente
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n2.2020.771

Abstract:
A presente pesquisa busca encontrar a representatividade de mulheres nos Conselhos Administrativos, Diretoria, Conselho Fiscal, Comitê de Auditoria e outros Comitês e/ou Conselhos que tenha na Governança Corporativa das empresas da Bolsa Brasil Balcão [B]3. Tomou-se como base os formulários de referência e demonstrações contábeis do ano de 2018 das empresas do Novo Mercado, Nível 1 e Nível 2 na [B]³, formando uma amostra de 186 empresas. A partir de então, tem-se como problema de pesquisa: a representatividade feminina é superior em empresas da [B]³ que apresentam maior nível de governança? Para responder o questionamento, traçou-se como objetivo: verificar a representatividade feminina dentro dos 3 níveis de governança corporativa da [B]3 e comparar se em empresas com maior nível de práticas de governança a presença de mulheres é maior. Os resultados apontaram que no Novo Mercado a representatividade foi de 394 mulheres, sendo 11,58% do total. Já no Nível 1, a porcentagem foi de 11,68%, sendo representadas 110 vezes nos departamentos estudados. Por fim, no Nível 2 a representatividade foi de 10,19%, tendo aparecido apenas 64 vezes. A média de mulheres por empresa dentro do total da amostra não chegou a 1 em nenhum dos departamentos analisados.
Thiago Henrique Almino Francisco,
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n2.2020.764

Abstract:
Há um posicionamento dos órgãos reguladores da educação superior no Brasil para o uso do indicadores de qualidade como instrumentos de governança, tendo-os como grandes diferenciais competitivos para o processo de gestão acadêmica em cursos de graduação. Por esse fundamento, o artigo apresenta uma experiência de um curso de Administração em uma universidade comunitária que está introduzindo esse princípio de uso dos indicadores como instrumento de gestão. A fundamentação teórica traz todo um panorama da educação superior e resgata o SINAES, em suas questões mais especificas relacionadas com o ENADE. Por meio de uma pesquisa de abordagem qualitativa, utilizando fontes bibliográficas e documentais, os resultados mostram que o uso dos indicadores pode fortalecer as ações de sensibilização e permite a construção de políticas institucionais que podem ajudar no controle e no acompanhamento dos indicadores que se originam do ENADE.
Vitor Germano Bortolini Giongo,
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n2.2020.787

Abstract:
Este estudo tem por objetivo realizar uma análise bibliométrica sobre a produção científica brasileira acerca da sucessão em empresas familiares, gestão do conhecimento e processo de aprendizagem. As empresas familiares constituem quase 90% do quadro de empresas brasileiras, correspondendo a 65% do PIB brasileiro e cerca de 75% de geração de emprego no território nacional. Também, quase 70% das empresas de cunho familiar permanecem na primeira geração – ou seja, o proprietário idealizador - e pouco mais de 5% chegam até a terceira geração da família. Para a pesquisa foram analisados 1226 artigos na base de dados Scientific Periodicals Eletronic Library (SPELL). Em síntese, percebemos que apesar de existir literatura a respeito de sucessão familiar, muitas vezes o processo de sucessão das empresas familiares não é planejado e é abrupto. Entendemos, também, que existe uma deficiência de estudo quando se trata de interrelações entre gestão do conhecimento, aprendizagens e sucessão familiar.
Carolina Klein Padilha, Edilson Sidnei Padilha
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n2.2020.727

Abstract:
A cada dia o professor de ensino superior tem se deparado com novos desafios no processo de ensino-aprendizagem. Sendo assim, descrever os principais atributos e práticas pedagógicas adotadas pelos professores e valorizadas pelos alunos pode traçar um rumo para a atuação docente. Este estudo tem por objetivo identificar as características do bom professor de acordo com a visão dos alunos de graduação do curso de Ciências Contábeis de uma Instituição de Ensino Superior do Vale do Itajaí – SC. Realizou-se pesquisa quantitativa, descritiva transversal, do tipo survey. Para a coleta de dados foi utilizado questionário elaborado com base em estudos de Hunt (2009), Nuthall (2004) e Lowman (2004). Para a análise dos dados foi utilizada estatística descritiva e alfa de Cronbach para averiguação da confiabilidade do instrumento de coleta. Como resultados da pesquisa tem-se que os estudantes do Curso de Ciências Contábeis caracterizam como bom professor aquele que detém conhecimento do conteúdo, é comunicativo, tem habilidade de comunicação verbal e escrita, leciona aulas organizadas, transmite cultura e conhecimento, tem respeito aos alunos, é amigável, simpático e atencioso.
Jéssica Haidee Silva Lucas, Andressa Hennig Silva, Mikaela Daiane Prestes Floriano
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n2.2020.748

Abstract:
Este estudo teve como objetivo verificar a relação entre o materialismo e o comportamento de compra compulsiva nos consumidores adultos residentes na cidade de Santana do Livramento/RS. Buscou-se, também, identificar o nível de materialismo e compulsão na amostra estudada, mapeando possíveis diferenças de acordo com a percepção de cada gênero. A pesquisa se deu com base em uma metodologia quantitativa, com método Survey. Os dados foram coletados a partir da aplicação de questionários com 243 respondentes, utilizando como técnica de análise o teste T de Student e da Correlação de Pearson. O caráter inovador desta pesquisa está relacionado à necessidade da produção de estudos científicos que possam contribuir para a discussão sobre as disfunções de consumo materialismo e compulsão por compras, de modo que se possa colaborar para o entendimento de como as práticas excessivas de consumo acabam desencadeando malefícios que podem atingir diferentes camadas da sociedade. Como principais resultados, verificou-se que não há existência de um nível alto de compulsão por compras na amostra estudada, em relação ao materialismo identificou-se um nível igualmente baixo. Referente à diferença de percepção do gênero, as mulheres demonstram-se mais propensas a compulsão do que os homens, e, em relação ao materialismo, observou-se um resultado que contrapõe estudos anteriores, sendo que, neste estudo, indivíduos do sexo masculino demonstram-se mais materialistas que as mulheres.
Francisca Coutinho, Lindemberg Costa Junior
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n2.2020.763

Abstract:
Analisar quais variáveis influenciam o nível stress dos professores da educação da educação infantil foi o objetivo dessa pesquisa. Que se justifica pelos danos que esta doença tem causado a vida dos trabalhadores, em especial aos professores, sendo considerada uma das profissões mais estressantes. Utilizou-se metodologia quantitativa, de caráter descritivo e de corte transversal. Adotou-se o formulário Typerform como ferramenta de coleta de dados. A pesquisa aponta que tanto os professores da rede pública, quanto os professores da rede privada, sentem-se pressionados e estressados. Observou-se que as variáveis, carreira docente, comportamento/indisciplina dos alunos, pressão de tempo e excesso de trabalho, políticas indisciplinares inadequadas e o trabalho burocrático administrativo, são os fatores que mais contribuem para o stress dos professores. Em média, revela-se que as duas maiores fontes do stress desses profissionais são carreira docente e o comportamento/indisciplina dos alunos, sendo que a única variável que as escolas privadas obtiveram a maior média foi o comportamento indisciplina dos alunos. Nesse sentido, observou-se que os docentes de escolas públicas se sentem mais pressionados e estressados que os docentes de escolas privadas. PALAVRAS – CHAVE: Stress; Gestão escolar; Qualidade de vida.
Marcelo Agenor Espíndola,
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n2.2020.773

Abstract:
Este artigo tem como objetivo analisar em que medida o modelo de formação adotado pelo SENAC em Divinópolis – MG favorece ao desenvolvimento das competências profissionais exigidas ao Técnico em Logística. Na sustentação teórica discorre-se sobre competências e educação profissional. Para a coleta de dados envolveu-se documentos institucionais e roteiro de entrevistas semiestruturadas com 32 sujeitos de pesquisa, composto por 22 egressos e 10 gestores responsáveis por processos de contratação nas empresas. Para a análise dos dados utilizou-se estatística descritiva e análise de conteúdo. Os resultados evidenciam que a metodologia adotada favorece ao desenvolvimento de competências profissionais. Observa-se que o Projeto Pedagógico do Curso contempla competências demandadas pelas empresas, associadas à armazenagem, estocagem e manuseio de produtos, mas também com oportunidades de potencialização para as competências associadas a inventários e processos de exportação de produtos. Os resultados sinalizam um alinhamento do eixo formativo do curso à realidade das empresas. Observou-se ainda que embora a instituição tenha desenvolvido competências mais gerenciais, as empresas ainda têm demandado competências mais técnicas, inerentes ao perfil de executores. Ressalta-se uma oportunidade para que a instituição oriente estas empresas quanto às novas competências em função das mutações do mundo do trabalho.
Louise De Quadros Da Silva, Aureo Da Kerbes, Paulo Da Fossatti, Hildegard Susana Jung
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n1.2020.710

Abstract:
Este estudo se refere ao perfil de gestores em escolas particulares de Educação Básica no século XXI. Com o objetivo de verificar as competências necessárias para o gestor de escola particular deste século, realizamos uma pesquisa bibliográfica a partir de artigos, dissertações, teses e livros. Como principal resultado apontamos para o gestor como profissional flexível e atento às mudanças sociais. Além disso, encontramos oito competências necessárias para um bom gestor do século XXI, a saber: a) Professor; b) Político; c) Inovador e empreendedor; d) Coordenador do trabalho pedagógico; e) Administrador material da escola; f) Planejamento estratégico; g) Liderança; e h) Personalidade segura, flexível e aberta ao diálogo. Concluímos que a principal característica necessária ao gestor de escola particular no século XXI que busca um trabalho inovador, consiste na flexibilidade para saber lidar com as diversidades que surgem em meio a sua jornada.
Cleber Broietti, Suzana Souza Fraga, , Suliani Rover
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n1.2020.732

Abstract:
O curso de Ciências Contábeis destaca-se como sendo o quarto curso com maior número de graduandos no Brasil. Nesse contexto, esse trabalho procurou identificar qual o motivo que leva os estudantes a escolher este curso, e o perfil dos alunos ingressantes no curso de Ciências Contábeis entre os anos de 2013 a 2018, de uma universidade pública, localizada na região Sul do Brasil. A pesquisa está caracterizada como descritiva referente ao levantamento e quanto aos procedimentos classifica-se como quantitativa no que se refere a abordagem do problema e com característica longitudinal. A coleta dos dados ocorreu mediante questionário destinadas aos alunos ingressantes, contando com uma amostra de 344 estudantes. Os resultados demonstram que a maioria dos alunos são do sexo feminino, com idade entre 17 e 20 anos, solteiros, oriundos de escolas públicas, cuja a renda familiar está entre 1 e 3 salários mínimos. Em relação ao motivo da escolha do curso, a maioria ingressam pois a quantidade de opções proporcionada pelo curso ao mercado de trabalho. A partir desse achado é possível que as universidades possam preparar o seu curriculum para atender a motivação do aluno que procura por esse curso e adequar o processo de ensino e aprendizagem
, , Maria Margarete Baccin Brizolla, Jorge Oneide Sausen
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n1.2020.747

Abstract:
O estudo tem como propósito descrever o processo de reposicionamento das marcas de cerveja Heineken e Skol através dos pressupostos teóricos do modelo de adaptação estratégica de Hrebiniak e Joyce (1985) e da teoria institucional. Foram analisadas duas ações de marketing que não obtiveram sucesso e que trouxeram consequências negativas a estas marcas. A partir de então, houve um processo de reposicionamento, no qual as ambas passaram a dar apoio às causas sociais contemporâneas. Os resultados indicam que a relevância do determinismo ambiental, derivada de novas exigências dos consumidores quanto à ética no marketing, reduzindo as possibilidades de escolha estratégica das organizações e condicionou a necessidade de adotar o novo posicionamento. Constatou-se também a homogeneidade, ocasionada pela semelhança de reações por parte das marcas, e que está relacionada ao conceito de isomorfismo.
Gabriella Marques Kneipp
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n1.2020.726

Abstract:
Este trabalho é resultante de uma pesquisa do estado do conhecimento, sendo uma proposta da disciplina de Enfoques da Pesquisa do curso de Especialização em Gestão Educacional da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Teve por objetivo realizar uma análise de estudos já desenvolvidos sobre a temática da permanência dos alunos com deficiência no Ensino Superior. Portanto, procurou-se em períodos, dissertações e teses produzidos no período delimitado de 2015 até 2018 trabalhos que tenham o tema já referenciado. Por isso, acarretou-se em buscar pelos trabalhos detalhes que fossem acentuados destas bibliografias que pudessem futuramente contribuir para a escrita do trabalho final do curso de especialização em Gestão Educacional. Então, verificamos o valor de se pesquisar sobre os alunos com deficiência sua permanência neste espaço de ensino de grande valia. Os textos encontrados sinalizam que apesar da relevância do tema este ainda é pouco explorado e em sua maioria as obras são de cunho bibliográfico, estudos de caso e pesquisa documental. Palavras-chave: Alunos com deficiência. Permanência. Ensino Superior.
Bruno Da Silva Saldanha, Flávio Régio Brambilla
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n1.2020.745

Abstract:
O presente estudo surgiu com a finalidade de se verificar como se da o processo de gestão da Qualidade em uma empresa familiar, a empresa estudada é a Empresa Bertolo e Bianchini LTDA, mas conhecida popularmente como Madeireira Medianeira. A referida empresa oferece produtos do gênero de materiais de construção. A empresa surgiu com a visualização da oportunidade do negocio no mercado de Santa Maria, de seu José que já trabalhava a 15 anos no mercado de comercio de madeiras, com o aumento da demanda de seus filhos, identificou a necessidade de abrir um negocio para o futuro dos mesmos. Nos dias atuais a empresa já conta com instalações modernas, serviços qualificados, com um quadro de funcionários superior ao estimado e bem conceituada no mercado de materiais de construção. É uma empresa de médio porte formada por um consórcio entre irmão, onde eles se dividem em três setores: Financeiro, Compras e Estoques. As decisões são centralizadas, embora a empresa seja departamentalizada, o que facilita para a implementação de uma gestão da qualidade uma vez que a mesmo se baseia em processos, procedimentos e indicadores para cada setor.
Ana Carolina Júlio
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n1.2020.723

Abstract:
Este artigo analisa como outras possibilidades de relações sociais, marcadas pela honra, respeito, afeto e reciprocidade, influenciam a vida social e o processo organizativo (organizing)de uma escola de samba. Para compreender esses fenômenos, as ideias de Schatzki e Mauss são utilizadas. Está é uma pesquisa qualitativa que triangula observação participante, entrevistas e pesquisa documental. Durante o carnaval, o objetivo da escola foi honrar o pavilhão e a memória do seu presidente, retribuindo a dádiva que se recebeu: o prazer de desfilar, a amizade e a família. Assim, as dádivas revelaram-se como uma prática social, sendo marcadas pelas teleoafetividades. Os objetivos de uma organização podem ir além de seus resultados instrumentais/racionais, coexistindo com sentimentos, emoções e humores. As teleoafetividades também podem orientar o que as pessoas fazem; sendo as dádivas exemplos de práticas norteadas por essa dinâmica afetiva.
Wênyka Preston Leite Batista Da Costa, Rafaella Mendes Silva, Rodrigo José Guerra Leone, Jandeson Dantas Da Silva, Sérgio Luiz Pedrosa Silva
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n1.2020.709

Abstract:
A educação é considerada como instrumento essencial para formação de cidadãos, nesse contexto as instituições de ensino superior, possuem o papel de fornecer essa educação, motivando e formando pessoas aptas ao mercado de trabalho, além de formar pessoas críticas a cerca de temas de interesse social como política, cultura e economia. Os docentes são responsáveis principais pelo ensino e aprendizagem dos discentes, portanto é necessário discussões a cerca dos docentes, fazendo uma avaliação na qualidade do ensino e no desempenho dos mesmos. Neste sentido, o presente estudo objetiva evidenciar os determinantes das competências docentes do curso de Ciências Contábeis da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Campus Central. A pesquisa é caracterizada como descritiva e quantitativa, e os dados foram coletados através de questionários aplicados aos discentes do curso, tendo como amostra 120 respondentes. Os resultados evidenciaram que a competência mais bem avaliada foi atividades conjuntas com outros docentes, enquanto que a pior avaliada foi o respeito pelos alunos. Verifica-se a necessidade de revisão das competências docentes adotadas a fim de melhorar o ensino/aprendizagem. Tais resultados servem para que os cursos e coordenações utilizem tais competências em seu planejamento acadêmico.
Helena Mrozinski, Heloisa Tavares De Moura, Heli Meurer
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n1.2020.711

Abstract:
: A sociedade atual vive um intenso processo de mudanças e transformações, de conflitos de interesses e de busca por um novo pacto de sobrevivência e desenvolvimento sustentável. Nas indústrias têxteis e de moda, cresce o questionamento da sociedade sobre suas práticas produtivas, assim como a busca de soluções ambiental e socialmente corretas, por parte das mesmas, ao lado dos aspectos econômicos. Nesse sentido, o presente artigo discute o tema da sustentabilidade ambiental, social e econômica no design de moda, principalmente no que tange o reaproveitamento e a reciclagem dos resíduos têxteis, em especial os derivados do algodão. Partindo da revisão bibliográfica, desenvolve estudo de caso sobre indústria têxtil situada na região sul do Brasil, especializada em ecotêxteis e desenvolvendo uma variedade de tecidos a partir do algodão reciclado. Nele, são incluídas observações e entrevistas contextuais semiestruturadas com seus empresários, gestores e funcionários, além de designers de moda e estilistas desenvolvendo coleções com seus tecidos. Como resultado, sistematiza o processo de reciclagem do tecido de algodão da empresa estudada, apontando o seu alinhamento com os preceitos amplos da sustentabilidade. Inclui, também, os achados relativos à prática projetual dos designers entrevistados, organizando um conjunto de princípios norteadores para a sustentabilidade na moda e destacando os desafios que, todavia, precisam ser superados. Por fim, enfatiza que, ainda que as inovações tecnológicas tenham auxiliado no alcance dos objetivos globais da sustentabilidade, os atuais padrões de consumo da sociedade continuam comprometendo o seu futuro coletivo.
Pamella Leite Braga, Katia Denise Moreira,
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n1.2020.743

Abstract:
A competência é um fenômeno que vêm ganhando espaço como forma de gerir nas organizações, principalmente alinhada à gestão de pessoas. Assim, considerada a amplitude da competência em um contexto organizacional são apresentadas tipologias para o fenômeno, dentre as quais está à competência social. Nessa direção, reconhecido o pressuposto de que o profissional de secretariado tem competências para atuar como um gestor nas organizações, este estudo tem como objetivo verificar, em linhas teóricas, de que modo às competências sociais estão associadas ao contexto das competências secretariais. Para alcançar tal propósito, desenvolveu-se uma pesquisa descritiva, de abordagem qualitativa e bibliográfica/documental quanto à estratégia. Observa-se que essa última escolha se materializa nas técnicas de coleta de dados. Os resultados apontaram que a profissão secretarial transmutou, agregando, com o passar dos anos, mais funções e valores, o que fez com que as atividades tecnicistas do passado se transformassem em competências técnicas e comportamentais. Essas últimas, conforme análise deste estudo alinham-se às concepções da competência social. Nessa direção propõe-se ao final desta reflexão, que seja inserido ao contexto secretarial, conexa às competências comportamentais, as competências sociais.
Nadielli Maria Dos Santos Galvão, Lívia Maria De Jesus Santos, Danrley Ferreira Santos, Caique Alexandre Santos
Revista Competência, Volume 13; doi:10.24936/2177-4986.v13n1.2020.724

Abstract:
O objetivo do estudo foi verificar se há correlação entre o uso de questões de avaliações como Exame de Suficiência e ENADE em sala de aula por professores na área contábil e o desempenho dessas instituições nas referidas avaliações. Para tal, realizou-se uma pesquisa descritiva, valendo-se de um questionário fechado aplicado entre docentes vinculados aos departamentos de ciências contábeis de Universidades Federais localizadas no Nordeste. Verificou-se que os professores participantes da pesquisa preferem usar em sala de aula questões de elaboração própria, valendo-se do modelo de perguntas objetivas. No entanto, o uso desse tipo de questões diminui à medida que a titulação do docente cresce. Percebeu-se ainda que as instituições onde seus professores destacaram um maior uso de questões de ENADE, Exame de Suficiência e concursos públicos em sala de aula são aquelas que obtêm resultados mais baixos nas avaliações do Ministério de Educação e do Conselho Federal de Contabilidade. Esta pesquisa foi útil para promover uma reflexão entre o corpo docente das instituições de ensino superior, fazendo-os pensar sobre como deve ser a postura em sala de aula, se de treinador para provas específicas ou se de orientador para que o estudante seja autônomo em seu processo de ensino-aprendizagem
Patrícia Teixeira Maggi Da Silva, Diogo Reatto
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.592

Abstract:
Este estudo buscou identificar e descrever como alunos de MBA aprendem e aplicam os conhecimentos e habilidades desenvolvidos no curso nas suas práticas de trabalho. O método utilizado para realização desta investigação foi o estudo qualitativo básico, com o uso de entrevistas semiestruturadas em profundidade com alunos e egressos de MBA com especialização. As conclusões obtidas a partir da pesquisa de campo evidenciaram a importância do aluno em três aspectos: na escolha do curso mais adequado às suas necessidades de formação e aos desafios enfrentados no trabalho; no seu comprometimento com a aprendizagem no decorrer do curso, e na sua iniciativa e motivação para aplicar o que aprendeu no curso no trabalho. A aplicação ocorre basicamente de duas formas: a aplicação direta, que implica em mudanças de comportamento no trabalho; e a aplicação indireta, que envolve a capacitação para novos desafios e a ampliação da visão de negócios como um todo. Por fim, cabe destacar que a aplicação dos conhecimentos e habilidades no trabalho consolida o processo de aprendizagem, unindo teoria e prática.
Aldo Leonardo Cunha Callado, Aline Romão Da Silva
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.625

Abstract:
O objetivo deste trabalho foi analisar as relações entre as características de empresas pertencentes ao setor da construção civil e critérios de mensuração de desempenho e as Escolas de Pensamento Estratégico. A pesquisa se classifica como descritiva e, predominantemente, quantitativa. Para a sua operacionalização, foi aplicado um questionário estruturado com gestores de 29 empresas, o qual foi dividido em três grupos de variáveis. O primeiro foi composto por fatores relacionados às características das empresas participantes. O segundo foi formado por fatores relacionados aos critérios de mensuração de desempenho adotados pelas organizações. E o último, por Escolas de Pensamento Estratégico, a saber: Design, Planejamento, Posicionamento, Empreendedora, Cognitiva, Aprendizado, Poder, Cultural, Ambiental e Configuração. Para o tratamento dos dados coletados, foram utilizadas duas técnicas estatísticas: análise descritiva das variáveis e a aplicação do Coeficiente de Spearman, para investigar as possíveis associações entre os fatores considerados e as escolas supracitadas. Os resultados demonstraram uma relação significativa entre uma característica das empresas e a Escola do Aprendizado. No entanto, os resultados demonstram que há relações em maior proporção associadas aos critérios de mensuração adotados, visto que, todos os fatores investigados se mostraram relacionados a, no mínimo, uma Escola de Pensamento Estratégico.
Ivana Caldeira Siqueira
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.664

Abstract:
Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, torna-se imprescindível fazer uma contratação de colaboradores mais eficaz. Sendo assim, a criação de um processo de seleção baseado nas competências para novos cargos em uma empresa, reduz significativamente a margem de erro das contratações, assim como tem menores gastos financeiros depositados com o processo. O presente estudo foi realizado em uma empresa na área de serviços industriais, através da criação de um processo de seleção de pessoas com foco nas competências dos candidatos, de acordo com as necessidades técnicas e comportamentais específicas para a vaga em aberto, de acordo com a consulta prévia da descrição do cargo em questão, já existente na empresa. Foi selecionado para ingressar na organização, o candidato que mostrou maiores habilidades específicas, competências comportamentais, conhecimento teórico, além de possuir o maior tempo de experiência técnica para a área desejada.
Carlos Augusto Fontanini, Deise Maria Marques Choti, Marina Miers
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.729

Abstract:
O objetivo desta pesquisa é apresentar os resultados sobre a didática utilizada pelos professores na Educação Superior e seus impactos na aprendizagem dos estudantes. O campo da didática, segundo alguns autores, está restrito ao desenvolvimento de técnicas voltadas ao ensino, como instrumentos para o desenvolvimento no processo de ensinar, com vistas ao melhor desempenho e resultados eficazes (SFORNI, 2012; PIMENTA e ANASTASIOU, 2012; HAYDT, 2011). Para a coleta de dados foi utilizado o ResearchGate. A partir de uma pergunta feita no ResearchGate, centenas de pesquisadores ao redor do mundo, de diferentes universidades, tiveram a oportunidade de respondê-la e manifestarem suas opiniões a respeito. A pergunta que deu origem a coleta de dados foi: O professor deveria focar em uma aprendizagem rigorosa ou em uma aprendizagem com entretenimento? Foram analisadas setenta por cento das respostas, das quais pôde-se extrair entre opiniões e até mesmo replicações em debates, 104 respostas sintetizadas, o que é uma amostra considerável. Os resultados apontam que é necessário utilizar das tecnologias advindas da globalização a favor do ensino. Deve-se apropriar das novidades tecnológicas e da nova maneira de se viver e olhar o mundo. Novas gerações estão envolvidas com novas tecnologias desde muito cedo, sendo necessário que se estabeleça uma forma de utilização destes recursos, de forma envolvente e motivadora.
Silveli Cristo-Andrade, Idalina Proença Maia Sidoncha
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.643

Abstract:
Baseado na necessidade que as empresas têm de se manterem competitivas e dinâmicas em um cenário de constante mutação, este estudo teórico procurou descrever a evolução do conceito de spillovers de conhecimento, apresentando para isso um quadro demonstrando sua evolução. Para realizar esta tarefa foram analisados 23 artigos de desenvolvimento teórico sobre a temática, resultantes de uma revisão sistemática da literatura sobre a teoria dos spillovers de conhecimento. A contribuição teórica deste estudo se apresenta em um quadro demonstrando conceitos, principais insights sobre o tema, autores e o surgimento de novos elementos dentro do conceito de spillovers de conhecimento ao longo do tempo.
Raquel Boff Menegazzi, Andrea Karla Breunig De Freitas, Juliana Vidal Marcon
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.677

Abstract:
Os ambientes laborais estão atentos às mudanças ocorridas na sociedade, pela busca de um local agradável e seguro, propício à produtividade, pois este cotidiano influencia diretamente na vida e nas emoções das pessoas. O que se observa é que para trabalhar bem, e em grupo, as pessoas precisam possuir não apenas competências técnicas para realizar suas funções, mas também competências emocionais. Neste sentido, esta pesquisa possui como objetivo avaliar a relação existente entre os fatores interpessoais no ambiente laboral com a qualidade de vida no trabalho. Classifica-se como bibliográfica, com caráter qualitativo e quantitativo, de âmbito exploratório-descritivo. Para a realização do estudo, foi aplicado um questionário com os colaboradores de uma rede supermercadista da região central do Rio Grande do Sul. Através da análise dos dados, foi possível verificar que a qualidade de vida no trabalho está atrelada com a maneira em que as relações interpessoais ocorrem neste ambiente, bem como sua influência no alcance ou não dos objetivos. Evidenciou-se ainda resultados assertivos sobre a satisfação e insatisfação dos colaboradores. Estima-se como projeções futuras realizar um plano de ação para possibilitar melhorias dos aspectos das relações interpessoais que interferem na qualidade de vida no trabalho.
Andressa Fighera, Géssica Lovato Sório, Henrique Roth, Nelson Guilherme Machado Pinto
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.690

Abstract:
Pretende-se neste artigo descrever e analisar os investimentos da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP) da Universidade Federal de Santa Maria em taxas de inscrições de servidores para eventos externos. Para isso a metodologia utilizada no estudo é de uma pesquisa quantitativa descritiva, os dados analisados foram obtidos através dos relatórios emitidos pelo SIE – Sistema de Informações e Ensino da UFSM, referentes aos empenhos efetuados para pagamento de taxas de inscrições de servidores no período compreendido entre 2008 e 2015. Os resultados demonstraram que os investimentos da PROGEP em taxas de inscrição para servidores em eventos externos foram realizados sem uniformidade entre as unidades da UFSM. As diferenças se apresentaram em diversos fatores como setores, cargos (docentes ou técnicos administrativos). Assim, para diminuir a disparidade no investimento em taxas de inscrição, conclui-se que a PROGEP deve padronizar critérios claros de distribuição destes recursos.
Pedro Carlos Resende Jr,
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.692

Abstract:
A pesquisa tem como objetivo verificar possíveis relações entre a adoção de modelos de gestão e as atividades de inovação em organizações ibero-americanas de alto desempenho nos respectivos setores de atuação. Foram investigadas 14 organizações do Brasil, Chile, Espanha e Portugal. Foi aplicada metodologia qualitativa que transita desde a análise documental e revisão de literatura à realização de procedimentos de coleta e análise de dados. Foram realizadas entrevistas em profundidade presenciais, a distância e coleta por questionários. Os procedimentos de análise foram realizados com a técnica de análise de conteúdo com suporte do software N-VIVO. Os resultados mostram que os modelos de excelência da gestão adotados por organizações de alto desempenho influenciam as atividades de inovação. Esses resultados são relevantes porque apontam os principais fatores organizacionais indutores de inovação e permitem propor um framework de gestão da inovação com base nas melhores práticas das organizações da amostra, nos modelos de excelência da gestão de alta maturidade e nos prêmios de inovação estudados.
Isabela Ladeia Santos, Jardel Nunes Martins, Rodolfo G. S. P. G. Prates, Fabiana Siqueira Alves Martins,
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.739

Abstract:
Esta narrativa foi construída a partir de uma pesquisa documental com arquivos disponibilizados pelo Departamento de Administração e o Setor de Estágios do curso de Administração da Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES. Foram consultados planos de curso dos anos de 1978 a 1997, um relatório para fim de conhecimento do curso do ano de 1998, além de Projetos Políticos Pedagógicos de 2000 a 2013. Visamos, ao longo deste trabalho, reconstruir a história do curso de Administração da referida Universidade. O argumento apresentado é que o curso teve uma importância fundamental no desenvolvimento de Montes Claros e da região do Norte de Minas; e que a SUDENE teve uma influência direta para que o curso nascesse. Essas construções serão indicadas a partir da análise de como o curso nasceu de uma necessidade de profissionais capacitados para trabalhar nas grandes empresas que se instalavam na cidade. E por meio desta narrativa, busca-se perceber a relação construída entre a universidade, o governo e as empresas locais, usando o modelo Tripla Hélice como base de estudo.
Eduardo Codevilla Soares, Marcelle Maria Vasconcellos Da Silva, André Lucas Rodrigues De Oliveira, Thatiele Dos Santos Tataira, Augusto Codevilla Soares
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.702

Abstract:
A profissão e o profissional contábil adaptaram-se as mudanças históricas e as evoluções tecnológicas, do manuscrito ao informatizado, de guarda-livros a contador este profissional passou a ter uma posição mais ativa nas organizações. O objetivo deste estudo é identificar através da estrutura de análise quais os elementos que compõem o perfil do profissional contábil de Boa Vista, Roraima, quais as competências, habilidades, comportamentos e conhecimentos dos profissionais vinculados à atividade contábil. O estudo foi realizado com 10 profissionais que exercem a atividade contábil, selecionados por amostragem de conveniência, onde os dados foram levantados através de entrevistas semipadronizada e analisados pelo conteúdo das respostas, com base nos modelos teóricos estudados, a fim de representar a qualidade das informações e dados apresentados. A pesquisa permite concluir que os elementos de aspectos intelectuais, funcionais, pessoais, comunicação de negócios, tecnológicos e conhecimentos globais, comportamentais tradicionais, emocionais e marketing pessoal compõem o perfil do contador, estes elementos influenciam a forma que estes profissionais executam a contabilidade e devem estar atentos às novas mudanças que a profissão enfrenta, sejam relacionados a conhecimentos específicos ou tecnológicos.
Robson Silveira Júnior, Miguel Carlos Ramos Dumer, Beatriz Christo Gobbi, Nádia Carvalho, Juliana Bremenkamp Medeiros Dumer
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.593

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
, Marcos Rogério Rodrigues, Rodinei Augusto Muller
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.661

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Paulo Schmidt, Jeferson Uilian Silva Da Conceição
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.683

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Carlos Vinícius Rasch Alves, Glaucius Décio Duarte
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.706

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Debora Idalgo Paim Marques
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.680

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Jessica Cardoso Pinho, Juliana Carvalho De Sousa, , Pablo Marlon Medeiros Da Silva,
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.697

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
José Paulo Da Rosa, Maria Helena Menna Barreto Abrahão
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.720

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Ricardo Da Silveira Porto, Carla Cristina Dutra Búrigo
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.621

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Alex Eckert, Rafaela Carraro, Adriane Maria Silocchi
Revista Competência, Volume 12; doi:10.24936/2177-4986.v12n2.2019.705

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Karin Vieira Da Silva, João Peixoto, Marilei Osinski, Carolina Schmitt Nunes
Revista Competência, Volume 11; doi:10.24936/2177-4986.v11n2.2018.594

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Deivid Ilecki Forgiarini, Alexandre De Souza Garcia, Cristiane Tomé Garcia, Aziz Eduardo Calzolaio, Lisangela Da Silva Antonini, Claudia Felippe Ramos
Revista Competência, Volume 11; doi:10.24936/2177-4986.v11n2.2018.650

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Lanisa Viana Araújo, Jássio Pereira De Medeiros, Lenin Cavalcanti Brito Guerra
Revista Competência, Volume 11; doi:10.24936/2177-4986.v11n2.2018.606

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Mario Sergio Teixeira Marques, Max Cirino De Mattos, Yluska Bambirra Assunção
Revista Competência, Volume 11; doi:10.24936/2177-4986.v11n2.2018.682

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Rafael Rudolfo Kreutz, Mauro Mastella
Revista Competência, Volume 11; doi:10.24936/2177-4986.v11n2.2018.660

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Maria Araujo Reginatto
Revista Competência, Volume 11; doi:10.24936/2177-4986.v11n2.2018.696

José Paulo Da Rosa
Revista Competência, Volume 11; doi:10.24936/2177-4986.v11n2.2018.695

José Paulo Da Rosa
Revista Competência, Volume 11; doi:10.24936/2177-4986.v11n2.2018.693

Thiago Henrique Almino Francisco, Yuri Borba Vefago, Pedro Antonio De Mello
Revista Competência, Volume 11; doi:10.24936/2177-4986.v11n2.2018.622

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Rosangela Salvador Biral Dos Santos, Aridelmo Teixeira
Revista Competência, Volume 11; doi:10.24936/2177-4986.v11n2.2018.630

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Page of 5
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Back to Top Top