Refine Search

New Search

Results: 3,171

(searched for: publisher_id:13352)
Save to Scifeed
Page of 64
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Daniel Rios
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 143-164; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.31161

Abstract:
As séries televisivas estadunidenses circulam no Brasil há bastante tempo. Contudo, nos últimos vinte anos, observa-se uma mudança no status de legitimidade dessas produções estrangeiras. Em decorrência disso, há a emergência de inúmeras comunidades de fãs voltadas para essas produções. Assim como em outros fandoms, os fãs de narrativas seriadas produzem variados tipos de materiais, como fanfics, fanarts e memes de internet. A partir disso, este artigo tem como objetivo investigar quais são as semelhanças e as diferenças que memes circulados em fandoms de narrativas seriadas distintas carregam entre si. Para isso, foi realizada uma pesquisa de inspiração etnográfica em três comunidades de fãs, cada uma voltada para uma série diferente. Entre junho de 2018 e maio de 2019, os memes circulados pelos sujeitos dentro dos fandoms foram observados, buscando identificar aqueles que apresentavam referências intertextuais com elementos de outras narrativas seriadas. Argumenta-se que os memes seriam uma importante ferramenta para a circulação das ficções seriadas estadunidenses no Brasil e para as dinâmicas de sociabilidade dos fãs brasileiros, contribuindo para a expansão do universo narrativo e influenciando a experiência do consumo midiático. Por fim, constata-se um intenso uso de intertextualidade, embora as produções midiáticas referenciadas nas três comunidades sejam distintas.
, Débora Salles, Giulia Tucci, Charbelly Estrella
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 124-142; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.29086

Abstract:
Os “bots políticos” são perfis automatizados programados para atuar nas redes sociais com o objetivo de influenciar as discussões políticas, endossar ou difamar um candidato, disseminar propaganda de campanha, criar ruído no debate público e interferir na formação da opinião dos usuários. Este artigo investiga como essas contas afetaram a conversação política no Twitter durante o primeiro turno das eleições municipais de 2016 no Rio de Janeiro, contribuindo para a discussão de como os bots podem colocar em risco a comunicação on-line e afetar a campanha e os resultados eleitorais (HOWARD; WOOLLEY; CALO, 2018). A partir da abordagem da teoria fundamentada, utilizamos a netnografia observacional aliada à análise de discurso para estudar o comportamento de um conjunto de bots no Twitter durante o primeiro turno das eleições municipais no Rio de Janeiro. Detectamos 3.101 bots, responsáveis por 19.915 tuítes, e classificamos nossa amostra em três categorias de bots com base no conteúdo dos tuítes: bots gerados por usuário, spambots de mídia e bots políticos. Estes últimos foram divididos em duas subcategorias, em função do tipo de discurso que difundiram na rede: “ativistas” e “agentes provocadores”. Os resultados da pesquisa demonstram que os bots políticos representam um problema social crítico por ocuparem um vácuo de opiniões políticas oferecendo posições partidárias para aqueles que não as possuem. Concluímos que estas contas automatizadas prepararam o terreno para a vitória de Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2018, apoiando o então deputado e fortalecendo sua presença nas redes.
Luíza Beatriz Alvim
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 63-78; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.27395

Abstract:
Jean-Luc Godard fez cinco curtas-metragens nos anos 1950: Operação concreto (Opération béton, 1954), Uma mulher faceira (Une femme coquette, 1955), Charlotte e Véronique: todos os rapazes se chamam Patrick (Charlotte et Véronique: tous les garçons s´appellent Patrick, 1957), Charlotte e seu namorado (Charlotte et son Jules, 1959), além de Uma história de água (Une histoire d´eau), filmado por Truffaut em 1958 e montado por Godard posteriormente. Por meio da identificação das peças musicais e de análise fílmica das relações da música com as imagens e com os outros sons, objetivamos ressaltar aspectos formais da distribuição dos trechos musicais ao longo desses filmes, além de associações de significados. Observamos, assim, várias características importantes da obra posterior de Godard já presentes nesses curtas: o uso de peças preexistentes do repertório clássico, como as de Beethoven, compositor prevalente ao longo de toda a obra do diretor; a repetição da mesma música num só filme e/ou o retorno das mesmas peças musicais em filmes distintos, com o reaproveitamento constante de materiais ao longo da obra; a fragmentação da música em pontos não usuais, causando estranhamento no espectador; a presença de um comentário over verborrágico.
Afonso Barbosa,
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 79-92; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.28634

Abstract:
O presente artigo objetiva realizar uma análise sobre dados da produção de sentido na obra de Jorge Furtado, desenvolvendo observações em torno da trilha sonora de Saneamento básico, o filme, longa-metragem de 2007. Nesse sentido, o estudo pretende examinar como a porção sonora da obra se destaca pelo investimento que faz em estruturas dialógicas, abrindo espaço ainda para debater a maneira como esses elementos também incorporam aspectos metalinguísticos na tessitura do filme. Saneamento básico possui aspectos multifacetados, diálogos explícitos e implícitos, além de jogos metalinguísticos amparados por dispositivos cômicos e discussões importantes acerca da própria arte em seu estatuto autorreferencial ou enquanto elemento sensibilizador, mobilizador e de congregação comunitária. Nesse contexto, o estudo deve debruçar-se ainda sobre esta duplicação que se desdobra a partir da utilização de um processo metaficcional dentro da narrativa do filme e elementos da construção do cômico. Além disso, cabe-nos examinar como o impulso criativo está entrelaçado a elementos como o conhecimento internalizado e a sensibilidade artística — latente, velada e revelada —, que é paulatinamente desenvolvida nos personagens. Dessa forma, este artigo procura observar os desdobramentos da metalinguagem e do dialogismo, examinando como esses conceitos se aplicam no filme, especialmente pela análise dos engajamentos que são construídos a partir da trilha sonora.
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 5-30; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.25981

Abstract:
O artigo examina o fenômeno da midiatização com foco nos processos de circulação de sentidos. Em meio à profusão imagética da sociedade midiatizada, investiga-se a disputa pela construção da imagem do Exército Brasileiro durante a operação de pacificação do Complexo da Maré, ocorrida entre 2014 e 2015. Como referencial teórico, defende-se uma compreensão do fenômeno da midiatização baseada na abordagem mais recente de Verón (2014), que encaminha às noções de circulação a partir de Braga (2012) e Fausto Neto (2010) e de dispositivo midiático a partir de Ferreira (2013). Quanto aos aspectos metodológicos, parte-se do esquema prógono de Verón para análise da midiatização (1997) para a constituição de dois eixos de análise, organizados em três coleções de imagens referentes a acontecimentos da operação. Tensionadas quanto a aspectos sócio-semio-técnicos, as coleções revelam categorias de imagens produzidas sobre o Exército, posteriormente sistematizadas em diagramas inferenciais. Conclui-se que, na circulação midiática atual, cada vez mais heterogênea e transversal, além da disputa intermidiática que atravessa a construção da imagem do Exército na Maré, configura-se também uma coprodução da imagem institucional, potencializada pela processualidade simbólica que, paradoxalmente, fortalece determinadas imagens em detrimento de outras.
Mario Abel Bressan Junior, Heloisa Juncklaus Preis Moraes
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 31-46; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.29770

Abstract:
Este estudo objetiva expor reflexões sobre a reformulação do Laço Social constituído com a televisão, através das recordações evocadas nos telespectadores, com a atuação de uma memória teleafetiva e com os novos formatos de consumo audiovisual. Analisa os comentários do público que assistiu ao remake do programa Cassino do Chacrinha, exibido em 2017, na Rede Globo de Televisão e no Canal Viva, em comemoração ao centenário de Abelardo Barbosa, importante comunicador brasileiro entre as décadas de 1970 e 1980. Como procedimentos metodológicos, aplica-se a análise de conteúdo de Laurence Bardin (2011) nos textos postados no Twitter com a expressão “Cassino do Chacrinha” nos dias 28 de agosto de 2017 (programa exibido no Canal Viva) e 6 de setembro de 2017 (Rede Globo). O embasamento teórico é fundamentado nos conceitos de memória coletiva (HALBWACHS, 2003), Memória Teleafetiva (BRESSAN JÚNIOR, 2019), Laço Social (WOLTON, 1996) e Imaginário (DURAND, 2002); (MORAES, 2019); (SILVA, 2017). A pesquisa discute as relações entre imaginário, memória e laço social, a partir de um arquivo televisivo, apresentando marcas da memória teleafetiva por imagens pregnantes e compartilhadas nos comentários analisados.
Estíbaliz García-Taboada, ,
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 205-220; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.30277

Abstract:
With the expansion of connected devices (tablets, smartphones, etc.), a leap in multiplatform technologies is occurring, bringing about changes in many areas of the communications professions. In this context, values based on flexible, multiplatform, cooperative work that takes the audience into consideration are increasingly important. Professional photography coexists with — and is even rivaled by — images taken by citizens, which are often used by the mass media. For that reason the need is greater than ever for photographers and graphic professionals who, in one way or another, adapt to the new media Using a multiple case study method, this article examines the digital resources used by photographers who have won a World Press Photo Award. It studies the ways in which they exploit the medium, extending the photographic narrative beyond the website, to promote themselves and their personal brand. The results show photographers’ preference for unidirectional communication models and superimposed strategies that have limited engagement and viralisation. The acquisition of digital expertise by photojournalists is at an intermediary stage, since the cases analyzed reveal that these professionals’ web 2.0 activity is limited or underexploited.
, Suzete Gaia de Sousa
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 165-185; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.26278

Abstract:
A migração dos veículos para as redes sociais mostra a centralidade que o espaço tem adquirido nas redações, especialmente como forma de distribuir conteúdo e, principalmente, atrair leitores, a partir da política dos cliques. Assim, a necessidade de atualização contínua, associada ao interesse dos leitores por assuntos leves e/ou curiosos e a busca por acessos aos portais podem fazer com que os veículos passem a priorizar determinados conteúdos que, apesar da pouca contribuição ao debate público, cumprem sua função de gerar cliques. A partir desse pressuposto, o artigo traz uma análise sobre como veículos regionais impressos têm usado o Facebook. O estudo é feito com base em 2.825 postagens realizadas durante duas semanas de coleta de dados, sendo que foi usada a análise de conteúdo quantitativa como técnica de pesquisa. O objetivo do artigo, de modo específico, é verificar os temas das postagens realizadas, observando similaridades e diferenças entre as seguintes fanpages: A Tarde, Correio Braziliense, Diário Online, Gazeta do Povo e O Globo. Dentre os principais resultados, cita-se a priorização dada aos temas de entretenimento, porém percebeu-se também a veiculação de assuntos relacionados à violência, que se caracterizam pela proximidade e impacto das notícias.
, Victor Hugo Sanches Pereira
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 47-62; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.21539

Abstract:
O artigo volta-se à análise do longa-metragem Paterson (2016), do diretor norte-americano Jim Jarmusch, obra que apresenta como principal referência os eventos que sucedem a vida cotidiana. A trama do romance acontece em um cenário urbano, sob o protagonismo de um tranquilo motorista de ônibus que descreve os acontecimentos do seu dia a dia em abstrações poéticas. O trabalho propõe-se a uma reflexão sobre os impactos que provém da organização da vida cotidiana ordenada pelo tempo da produção linear. A vida cotidiana pode ser compreendida a partir de um cenário progressivo de fenômenos mediados por acontecimentos ordinários e regulares (instância temporal), que respaldam — e encontram respaldo — no senso comum como forma de conhecimento (instância da produção de significados). A partir de análise de sequências do filme, o artigo indica uma reflexão sobre a constituição da vida cotidiana em interface com as categorias do pensamento fenomenológico oriundas da filosofia peirceana. Compreende-se, em sintonia com Cañizal (2001), que as formas de expressão poética mobilizadas pelo longa-metragem endereçam a uma ruptura do conhecimento padronizado, sublinhando a poiésis como categoria metafísica que expande os aspectos de representação da realidade.
Daniela Paiva De Almeida Pacheco, Wallace Faustino Da Rocha Rodrigues
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 108-123; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.29580

Abstract:
O objetivo do texto é o de promover uma reflexão sobre a forma como a campanha eleitoral é organizada na atualidade, levando em conta a existência do que é conhecido como campanha permanente. Para tanto, apresenta-se um debate estruturado em dois eixos. O primeiro aborda o papel dos partidos políticos na produção das campanhas. Eles são resgatados em seu potencial de organizadores do processo eleitoral e atores responsáveis pela veiculação da informação política, principalmente em virtude de seu monopólio de representação. O segundo eixo trata da disputa em torno da construção e desconstrução das imagens dos partidos e candidatos e da definição dos issues de campanha, redimensionada pela utilização das redes sociais, ainda que não descartada a importância dos meios de comunicação de massas como arena de visibilidade privilegiada. Assim sendo, a questão recai sobre a centralidade e o controle da informação por parte dos atores políticos tradicionais frente à produção e disseminação de conteúdo nas redes sociais. Desse modo, evidencia-se que o controle quanto à difusão das informações torna-se um desafio e o impacto na campanha eleitoral é evidente.
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 93-107; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.26158

Abstract:
O objetivo é discutir a constituição de identidades, do ponto de vista da cultura do consumo, pensada no contexto da sociedade midiatizada em que a violência é matéria-prima essencial tanto para os conteúdos jornalísticos como nas relações estabelecidas no mundo virtual. São problematizadas as imbricações entre a cultura do consumo e uma cultura da violência entendendo que esta intersecção se dá por meio do simbólico, em especial no contexto midiático, como estratégia de mobilização dos indivíduos em prol da manutenção das perspectivas hegemônicas. A discussão desenvolve-se a partir do entendimento do consumo como referente fundamental para conformação de narrativas sobre si e sobre o outro, compondo universos simbólicos repletos de significações. A reflexão se dá com base em um levantamento bibliográfico com foco em consumo, violência e identidade, salientando o cultural do consumo, abarcando a violência simbólica e como isso impacta a constituição de identidades na modernidade tardia. A violência é pensada entendendo cultura do consumo e da violência como esferas refletoras de significados ideológicos, que alimentam e são realimentadas pela mídia como fonte e modeladora de informação e experiências sobre as mais diversas questões.
, Diego Rodrigues da Silva
Published: 30 April 2021
Lumina, Volume 15, pp 186-204; doi:10.34019/1981-4070.2021.v15.29537

Abstract:
O referente trabalho busca analisar a necessidade humana em ser reconhecido e como se busca esse caminho de “existência” e os efeitos disso na constituição do sujeito. Para tanto, tomamos como corpus de análises alguns recortes do mangá Naruto, de Masashi Kishimoto. O referido mangá trata do personagem homônimo que possui no seu interior o demônio “Raposa de Nove Caudas”, responsável pela destruição da vila e que essa “Raposa de Nove Caudas” fora introduzida em Naruto como uma espécie de pacto do pai do personagem, o qual conseguiu salvar a vila do ataque do ser maléfico que habita o corpo de Naruto. O aparato teórico que sustenta nosso estudo ampara-se em autores como Estés (1999), Cyrulnik (2013) e Comte-Spoville (2007). Metodologicamente falando, trata-se de um estudo descritivo-interpretativo de natureza qualitativa. As análises dos recortes de Naruto permitem-nos evidenciar que na saga interpenetram uma série de questões que envolvem a busca por reconhecimento, a incompletude constitutiva do sujeito num processo contínuo de construção de si e do outro. Esses (des)caminhos levam-nos a pensar na configuração da existência mimetizada nos mangás como um dispositivo importante dos fluxos comunicacionais da contemporaneidade.
Marcos Vinicius Dias da Silva
Published: 29 April 2021
Abstract:
Existem evidências de que a entrada de folhas de eucalipto nos riachos possa causar alterações nos processos do ecossistema, como a decomposição foliar por exemplo. Entretanto, não está claro como as folhas de eucalipto se relacionam com espécies vegetais nativas, e como interferem nas comunidades, e nas características de riachos. Além disso, como a perda de diversidade de espécies vegetais nativas, associadas a presença de eucalipto, afetaria no processo de decomposição nos riachos. Para responder essas perguntas nós elaboramos dois capítulos. Capítulo 1, A influência da qualidade do detrito na decomposição foliar de riachos da Floresta Atlântica. Nesse estudo avaliamos como a decomposição total e por microorganismos reage as mudanças na qualidade do detrito e no tipo de riacho. Testamos a hipótese de que a qualidade do detrito controla a taxa de decomposição foliar total e por microorganismos, independente das características dos riachos. Capítulo 2. Efeito da perda de diversidade de espécies vegetais na decomposição e na produção de material orgânico particulado fino (FPOM) por larvas de Phylloicus sp. (Trichoptera: Calamoceratidae); avaliamos por meio de um experimento de microcosmo com três espécies de plantas nativas (Alchornea triplinervia, Licania tomentosa, Magnolia ovata) e uma espécie exótica híbrida encontrada na região (Eucalyptus urograndis). Nós formulamos a hipótese de que, a perda de diversidade de plantas levaria à diminuição da decomposição e da produção de FPOM, mas a magnitude desse efeito variaria dependendo das características químicas e de dureza das espécies componentes. Encontramos no capítulo 1, que o (I) tipo de folhas presente nos riachos interfere nos resultados da taxa de decomposição na malha grossa e na malha fina; (II) e grande parte das diferenças estão associadas as características químicas e estruturais das espécies; (III) que diferenças entre riachos foram refletidas apenas na decomposição da malha grossa. Já no capítulo 2 encontramos que as folhas de E. urograndis, podem ser recursos atrativos para as larvas de Phylloicus sp., e que o seu consumo não resultou em prejuízos na sobrevivência das larvas. Além disso, a espécie de folha com maior taxa de decomposição e produção de FPOM por Phylloicus sp. foi A. triplinervia, e o consumo de E. urograndis não diferiu das demais espécies, mas proporcionou a menor produção de FPOM. A perda de diversidade de espécies vegetais pode resultar em diminuição da taxa de decomposição por micro-organismos, mas não interferiu na taxa de decomposição na presença de larvas de Phylloicus sp. e na produção de FPOM. Mudanças na diversidade de espécies de folhas não resultaram em efeitos negativos na sobrevivência das larvas de Phylloicus sp.
Samuel Júlio Lima dos Santos
Published: 29 April 2021
Abstract:
Esta dissertação apresenta duas seções que visaram compreender a diversidade de abelhas sem ferrão inseridas em ambientes urbanos e um dos principais fatores pelo qual essa diversidade pode ser ameaçada na atualidade. A primeira seção teve como principal objetivo analisar detalhadamente estudos de diversidade de abelhas sem ferrão em áreas urbanas do Brasil publicados nos últimos 50 anos. Para alcançar os objetivos desse trabalho, foi empregada a metodologia de PRISMA para revisões sistemáticas e estudos meta-analíticos. Como resultado, foram obtidas e analisadas as seguintes informações: i) locais onde os estudos foram realizados e publicados; ii) distribuição das publicações ao longo dos anos considerados para análise; iii) tempo de duração e métodos mais utilizados nos estudos; iv) espécies mais inventariadas e sua ecologia de nidificação; v) locais que se configuram como prioritários para a execução de pesquisas sobre o tema no Brasil. Para a segunda seção, o objetivo principal foi avaliar a toxicidade aguda de Malathion, principal pesticida utilizado para controle vetorial em centros urbanos, em uma das espécies que são comumente encontradas nesses ambientes, Partamona helleri. Foram realizados bioensaios de teste de contato, constituídos pelo contato de abelhas adultas com papel filtro impregnado com cinco diferentes concentrações de Malathion. As taxas de mortalidade foram registradas após decorridas 24 e 48 horas de exposição às diferentes concentrações. Dessa forma, foi possível estimar os valores de CL50 de 0,0104% e 0,0054% para os dois tempos de exposição considerados, respectivamente. O rótulo do produto indica uma concentração de uso 0,15%, bastante elevada se comparada com a estimada por esse trabalho, representando assim, um grande risco para os indivíduos que são expostos. Com a execução desses dois trabalhos, foi possível conhecer mais sobre a fauna de abelhas sem ferrão encontrada em diferentes centros urbanos pelo Brasil e um dos principais riscos que são ofertados pelas dinâmicas existentes nesses ambientes para os insetos que desempenham funções ecológicas fundamentais, como a polinização.
Paulo Sérgio Pereira de Amorim
Published: 29 April 2021
Abstract:
Os efeitos do querido inimigo e do vizinho desagradável são antagônicos e subjacentes à discriminação vizinho-estranho, sendo responsáveis pela redução de custos territoriais e pouco investigados em espécies de canto inato, como Suboscines. Enquanto o território contém recursos monopolizados, a área de vida retém recursos compartilhados. Além de variarem temporalmente em tamanho em função de fatores abióticos e bióticos, o uso destas regiões afeta os padrões de dispersão dos indivíduos. Por dispersão, entende-se a movimentação entre paisagens que é conduzida por jovens com a chegada da maturidade sexual ou de adultos com a chegada da estação reprodutiva. Neste estudo, desenvolvemos um protocolo de captura de aves territoriais de vida urbana usando rede-de-neblina e emissão de playbacks e que nos permitiu investigar experimentalmente a capacidade de discriminação vizinho-estranho no Joãode-barro (Furnariidae: Furnarius rufus), espécie Suboscine com alta fidelidade de território e que ambos os sexos cooperam à defesa do território contra competidores vizinhos e estranhos. Em adição, estimamos a área de vida e o território de casais da espécie em áreas urbanas e rural ao longo das estações reprodutiva e não-reprodutiva, descrevendo a duração das alianças, a dispersão tardia de jovens e de divórcio entre adultos. Nossos resultados mostraram que os casais de João-de-barro foram mais tolerantes a interações territoriais simuladas com dueto de vizinhos, não havendo diferença entre os sexos na resposta agressiva. Além disso, a agressividade dos proprietários contra vizinhos em relação a estranhos independeu da fenologia reprodutiva, ainda que tenha sido mais intensa para ambos os competidores no período reprodutivo e contra invasões simuladas do território. A densidade de vizinhos pouco influenciou na agressão dos proprietários, porém observamos que a agressividade aumentou quando a simulação ocorreu próximo ao indivíduo e em territórios cujos 13 limites territoriais vizinhos eram mais distantes. Observamos, ainda, que uma população urbana e uma rural da espécie apresentaram áreas de vida maiores no período reprodutivo, especialmente em ambiente urbano. Os territórios monitorados permaneceram estáveis ao longo do ano em uma das populações urbanas e foram maiores no período não-reprodutivo em outra população urbana, sendo o seu tamanho variável entre essas populações urbanas ao longo da fenologia reprodutiva. Três eventos de dispersão tardia foram registrados no período reprodutivo e 26 divórcios ao longo das estações. As chances de divórcio foram semelhantes entre os sexos, mas fêmeas foram mais substituídas na estação reprodutiva e machos na não-reprodutiva. No geral, nossos resultados sugerem que o João-de-barro é capaz de discriminar duetos com base na familiaridade com os indivíduos que os produzem, sendo casais estranhos mais ameaçadores que vizinhos ao longo de todo o ano. Além disso, os resultados evidenciam que as populações rural e urbana utilizam o habitat de forma distinta, como uma possível consequência da oferta local de recursos. A dispersão natal foi menor na área urbana comparada aos valores conhecidos na literatura. Além disso, as diferenças nos comportamentos de divórcio observados para fêmeas e machos sugerem estratégias sexuais distintas. Ainda que limitados a poucas populações habitantes de áreas muito distintas, esta dissertação preenche lacunas importantes sobre a história natural de Joãode-barro e fomenta questões distais possíveis de serem exploradas em estudos futuros.
Hyrlla Lobo Tomé
Published: 29 April 2021
Abstract:
As relações entre infância e mídia se aproximaram desde a entrada da televisão na sala de estar do núcleo familiar. No cenário da cultura digital, além das telas, as câmeras se fazem presentes nos lares brasileiros, como parte de uma rotina de produção de conteúdo. Em alguns casos, crianças protagonizam produções voltadas também ao público infantil e são visualizadas por milhões de crianças do Brasil e do mundo. O presente trabalho apresenta um mapeamento, através de gráficos e observações, dos vídeos mais populares dos três canais brasileiros que protagonizam crianças com mais inscritos: Maria Clara e JP, Valentina Pontes e Clubinho da Laura - Laurinha e Helena. Para isso, foi realizado um levantamento bibliográfico no segundo capítulo para abordar as definições de infância e suas relações com a mídia desde o consumo televisivo, entendendo as questões discutidas no meio acadêmico que vão além da dicotomia tradicional de proteção ou empoderamento da infância aos perigos do audiovisual, culminando na introdução do YouTube nas rotinas infantis. No terceiro capítulo, é apresentada uma reflexão sobre as narrativas de si mesmo produzidas no universo digital e como são apresentadas pelos youtubers, conceituando este sujeito que narra a si mesmo e utiliza a própria imagem na frente das câmeras. A metodologia utilizada para analisar as produções é uma adaptação dos parâmetros da análise da qualidade no audiovisual propostos por Borges (2014) e conceitos da literacia midiática, apresentada no quarto capítulo. Por fim, o quinto capítulo é dedicado às observações dos resultados encontrados, verificando padrões de níveis descritivos, de produção técnica, linguagem, representação dos temas e de público. Enquanto resultado, este mapeamento da infância que se tornou celebridade através de suas produções no YouTube mostra que aspectos como originalidade, regionalidade e experimentações estéticas são menos frequentes do que as estratégias para ampliação do público, tornando o algoritmo que controla o YouTube um fator central no desenvolvimento e veiculação das produções realizadas pelas famílias das crianças brasileiras mais famosas do YouTube.
Bárbara Torisu Lemos
Published: 29 April 2021
Abstract:
Este trabalho analisa a construção da identidade da mulher e a representação de gênero na telenovela Orgulho e Paixão, que foi exibida pela Rede Globo em 2018, no horário das 18h. Por meio do entendimento dos valores sociais atribuído às mulheres do século XX, buscamos compreender como as personagens da trama atuavam para tensionar com esses valores tradicionais que destinavam as mulheres ao espaço do lar e, principalmente, ao casamento e quais atitudes e pensamentos seriam abordados para a criação da identidade da mulher moderna. A metodologia escolhida foi a Análise da Materialidade Audiovisual, que é desenvolvida pelo Núcleo de Jornalismo e Audiovisual (UFJF-CNPq), pela qual buscamos entender a unidade entre texto + som + imagem + texto + edição. A partir desta análise quali-quantitativa, verificamos que as personagens e as situações de concordância e de discordância nos discursos sobre os valores da mulher contribuíram para colocar em evidência o principal debate, que era a posição da mulher dentro da sociedade. Identificamos que, como Orgulho e Paixão é uma telenovela de época, esses valores tradicionais são muito fortes na sociedade e os tensionamento propostos pelas personagens femininas ficaram mais evidentes.
Denise Rocha Raimundo Leone
Published: 29 April 2021
Abstract:
Introdução: o tratamento hemodialítico impõe modificações no cotidiano do indivíduo e demanda autogerenciamento eficaz da saúde para que se alcancem as metas terapêuticas e consequentemente uma melhor qualidade de vida relacionada à saúde. Há evidências de que pessoas com altos níveis de ativação apresentam comportamentos mais saudáveis e melhores desfechos clínicos quando comparadas a pessoas com baixa ativação. Dessa forma, mensurar a ativação dos pacientes em hemodiálise possibilita a identificação do grau de autogerenciamento destes e viabiliza intervenções de saúde direcionadas ao indivíduo, considerando suas crenças, habilidades e motivações. Objetivo: avaliar o nível de ativação de pacientes em hemodiálise e seus fatores associados. Metodologia: estudo com abordagem quantitativa e corte transversal, realizado com 162 pessoas em tratamento hemodialítico de uma unidade de terapia renal substitutiva, sediada no município de Juiz de Fora, Minas Gerais. Os participantes responderam a dois questionários, um para avaliação sociodemográfica e clínica e outro para classificação econômica, e também a duas escalas, uma para mensurar o nível de ativação (Patient Activation Measure-13) e outra para avaliação da qualidade de vida (Kidney Disease Quality of life short form). Foram coletados dados secundários, referentes aos resultados de exames laboratoriais e valores de ultrafiltração, para avaliação dos resultados em saúde. Foi realizada a análise descritiva dos dados para caracterização da população, regressão de Poisson com variância robusta para verificar associação entre o escore de ativação e os dados sociodemográficos, socioeconômicos e clínicos e regressão Logística com a finalidade de estabelecer o relacionamento entre os níveis de ativação com a qualidade de vida relacionada à saúde. Utilizou-se o software SPSS versão 23.0 e o STATA. Resultados: foram construídos dois artigos intitulados “Fatores associados à ativação de pacientes em hemodiálise “e “Nível de ativação e qualidade de vida relacionada à saúde de pessoas em hemodiálise”. Ressalta-se que dos participantes, 63% eram homens, a idade média foi de 59,23+ 15 anos e 74,1% realizavam tratamento há menos de cinco anos. O escore médio da ativação do paciente foi de 60,85 +15,57, sendo a mediana de 53,2 (intervalo de confiança: 58,4 – 63,3). Associou-se à maior prevalência de alta ativação possuir nível superior de ensino e não necessitar de cuidador e à menor prevalência de alta ativação ter o domicílio classificado como B2 ou D-E e não ter realizado previamente outra terapia renal substitutiva. Em relação a ativação e qualidade de vida, o nível de ativação foi associado aos domínios sintomas, funcionamento físico, saúde geral, bem-estar emocional, energia/fadiga e o componente mental da qualidade de vida relacionada à saúde. Conclusão: a maior parte de pessoas em hemodiálise não possuem habilidades, conhecimentos e motivações o suficiente para serem responsáveis pelo autogerenciamento de sua saúde, o que reforça a relevância da atuação profissional em realizar intervenções de saúde que visem melhorar os níveis de ativação dessa população.
André Carlos Bezerra
Published: 29 April 2021
Abstract:
A presente dissertação é desenvolvida no âmbito do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação (PPGP) do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). Assume-se neste caso de gestão, o postulado de que a participação das famílias nas atividades da escola constitui-se indispensável para o fortalecimento das ações desenvolvidas por esta, bem como influenciar positivamente no processo de ensino e aprendizagem. Entretanto, a parceria família e escola, em algumas instituições de ensino, ainda se encontra aquém do desejável. Considerando essa temática, este estudo parte da hipótese de que a baixa participação na escola está relacionada a fatores como à escassez de projetos desenvolvidos pelas instituições e que estimulem tal ação, a frágil condição socioeconômica dessas famílias, a utilização de mecanismos ineficazes de comunicação entre os segmentos e a necessidade de implementar ações que corroborem com a gestão democrática e participativa no cotidiano escolar. Diante dos fatos, propomos a seguinte questão norteadora para este caso: quais ações podem ser implementadas para fomentar a participação das famílias nas atividades da Escola de Ensino Fundamental e Médio Anastácio Alves Braga? Assim, o objetivo principal deste caso de gestão consiste em identificar e analisar os motivos da baixa participação das famílias nas ações da Escola de Ensino Fundamental e Médio Anastácio Alves Braga, com vistas a propor mudanças nesse cenário. E como objetivos específicos: a) descrever a participação do núcleo familiar nas ações e projetos da referida escola; a) analisar os fatores associados a essa participação exígua; e, a) propor ações que ampliem a participação de pais, responsáveis, aluna(o)s, professores e funcionários nas decisões e projetos desenvolvidos pela instituição. A fundamentação teórica toma como base os estudos de Lück (2018), Paro, (1996, 2008, 2016), Libâneo (1994, 1996) e Cury (1997), dentre outros. Para cumprir com os objetivos, adotou-se a metodologia de estudo de caso com abordagem qualitativa. Participaram do estudo gestores, docentes, pais e/ou responsáveis e aluna(o)s. As análises possibilitam perceber a necessidade da instituição assumir o papel de protagonismo para mudanças que promovam a integração, ofertando possibilidades para que a participação das famílias e suas interações com os demais membros da comunidade, possam contribuir no desenvolvimento cognitivo e social dos discentes.
Marcus Vinicius da Silva
Published: 29 April 2021
Abstract:
O treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) é uma das metodologias mais eficientes para o aprimoramento da potência aeróbia máxima de corredores de fundo do Atletismo. No HIIT, o modo de recuperação pode ser decisivo para que a intensidade dos estímulos se mantenha elevada durante toda a sessão. Diante disso, o objetivo deste estudo foi comparar o efeito da manipulação da recuperação no rendimento, nas respostas fisiológicas e de percepção subjetiva do esforço no HIIT, em corredores de fundo treinados. Participaram da pesquisa 19 sujeitos, sendo 14 homens (31,92 ± 8,12 anos) e cinco mulheres (29,8 ± 6,94 anos). Os voluntários foram submetidos a teste progressivo máximo e a três protocolos experimentais. Nesses protocolos foram realizados seis estímulos de três minutos (90% v 2max), com distinção no modo e no tempo de recuperação executado: recuperação passiva longa de 90 s; recuperação ativa de 90 s (50% v 2máx); recuperação passiva curta de 60 s. O consumo de oxigênio foi mensurado em todos os testes, utilizando analisador de gases portátil (Marca Cosmed® , modelo K4b2 , Roma, Itália). Os dados foram reportados como média ± desvio padrão e a significância estatística adotada foi de 5%. Em relação ao desempenho dos atletas nos protocolos, no modo de recuperação ativa, os 2º, 3º e 6º estímulos apresentaram menor velocidade quando comparado ao modo passivo longo (p= 0,005). Na recuperação passiva curta a velocidade foi inferior à passiva longa apenas no 5º estímulo (p= 0,03). No âmbito das respostas fisiológicas, foi observado tempo de exercício absoluto realizado acima ou igual a 90% do 2max (zona vermelha) superior no protocolo de recuperação passiva curta quando comparado ao protocolo de recuperação passiva longa (p= 0,001). Já o protocolo de recuperação passiva curta apresentou tempo relativo em zona vermelha superior à recuperação ativa (p= 0,017) e passiva longa (p= 0,001). O consumo de oxigênio mensurado nos últimos 90 s de estímulo foi superior no modo de recuperação passiva curta em relação à passiva longa (nos estímulos 2, 3, 4, 5) (p= 0,001). A análise do consumo de oxigênio nos últimos 30 s da recuperação revelou maiores valores nos modos passivo curto e ativo em relação à recuperação passiva longa (p= 0,001). As respostas ventilatórias, produção de CO2 e ventila o E) durante os estímulos, apresentaram valores superiores no protocolo de recuperação passiva curta ( CO2 p= E p= 0,004) e ativa ( CO2 p= 0,012; E p= 0,002) em relação à passiva longa. Já a frequência respiratória, no modo de recuperação ativa, foi superior em relação à recuperação passiva longa nos estímulos 3, 4 e 5 (p= 0,015). A percepção subjetiva do esforço foi inferior na recuperação passiva longa em relação à passiva curta apenas no (6º estímulo) (p= 0,014). Os protocolos de recuperação ativo e passivo curto, apresentaram menores valores de percepção subjetiva da recuperação, em relação à passiva longa (recuperações 4 e 5) (p= 0,012 e p= 0,09). Ademais, a percepção subjetiva da sessão e a carga de treinamento foram inferiores no protocolo de recuperação passiva longa em relação aos protocolos de recuperação ativa (p= 0,006) e passiva curta (p= 0,001 e p= 0,021). Conclui-se que o protocolo de recuperação passiva curta apresenta maior custo benefício para promover as adaptações esperadas pelo HIIT. Nesse modo de recuperação, o tempo em zona vermelha superior aos demais protocolos, gerando maior estresse fisiológico e psicológico, contudo, sem comprometer a qualidade da sessão. O protocolo ativo também proporcionou elevado tempo em zona vermelha, mas, neste a velocidade dos estímulos não foi mantida.
Pablo Henrique Gonçalves
Published: 29 April 2021
Abstract:
Existem diversos métodos de Estimação Ótima de Parâmetros. Em identificação de sistemas é necessário um sinal de excitação rico, que excite suficientemente o sistema. Se a relação entrada/saída não for capaz de gerar informação suficiente, qualquer técnica de Estimação Ótima de Parâmetros (OPE) falhará. O processo de identificação de sistemas em malha fechada é fundamental para situações em que a planta possui não linearidades e comportamentos que são difíceis de prever e com estabilidade não garantida para malha aberta. Este trabalho apresenta uma análise da metodologia SOESGOPE para a estimação dos parâmetros de um sistema em malha fechada e a geração de sinal de excitação para o experimento. Para a identificação de sistemas não lineares em malha fechada é necessário um controlador simples que mantenha o sistema estável e que permita a passagem de frequências que sensibilizem adequadamente o sistema. A metodologia SOESGOPE é responsável pela busca de um sinal de excitação para o experimento que seja compatível com o controlador, de modo que a excitação do sinal fornecido seja suficiente para estimar os parâmetros. Para os casos em que as incertezas sobre os parâmetros dificultam o projeto do controlador, foi proposta uma nova abordagem da metodologia, visando sintonizar um controlador simples e eficiente para a estimação de parâmetros. A nova abordagem proposta busca, a partir do processo de otimização em duas camadas, um conjunto de controladores para manter o sistema estável e que seja compatível com o sinal de excitação para o processo de estimação de parâmetros. A nova abordagem da metodologia SOESGOPE apresenta resultados positivos para aplicação em VANTs, sendo seu desempenho satisfatório na estimação dos parâmetros em todos os cenários considerados. O erro obtido nas estimativas dos parâmetros chegou a diminuir até 1,5% em um dos parâmetros, na nova abordagem, o tempo de convergência do novo algoritmo chegou a reduzir na faixa de 100 segundos e a entropia dos sinais utilizados para a estimação paramétrica chegou a ter um aumento de 3,3646 quando comparado a metodologia original, garantindo que a informação para a estimação paramétrica não seja perdida quando o sinal de excitação é filtrado pelo controlador do sistema.
Marília Medeiros Schocair
Published: 29 April 2021
Abstract:
Os desafios políticos e econômicos enfrentados pela indústria da construção civil compeliram as empresas desse setor à busca por aprimoramento gerencial e produtivo visando a adaptação para sobrevivência. Como resposta à tais tensões, identificou-se um movimento de busca por ferramentas administrativas que suportem o processo de acompanhamento de mercado, na leitura da concorrência, na atualização em relação às mudanças de leis e nas flutuações da economia. Ainda, constatou-se que seria imprescindível o uso técnicas de gerenciamento de riscos nos projetos das empresas construção, a fim de ampliar as chances de sucesso no curto, médio e longo prazo. Não obstante, constatou-se que, na prática, quando são realizadas ações de planejamento, mitigação e controle do risco em construtoras, tais processos são incompletos e empíricos, influenciando diretamente em seu desempenho e eficácia, indicando que as ações de planejamento e controle permanecem como pontos oblíquos para muitas construtoras brasileiras, visto que os empresários apresentam certa aversão à um excesso de burocratização interna, muito por desconhecer ferramentas e métodos simplificados de gestão que podem auxiliar ao seu negócio. Tal aversão à processos e procedimentos mais complexos por parte do gestor faz com que ocorram lacunas no estudo do risco em seus projetos. Diante desta dicotomia, questiona-se sobre como ocorre o processo de gerenciamento de riscos em projetos da construção civil da cidade de Volta Redonda – RJ. Metodologicamente, essa pesquisa possui caráter qualitativo, de natureza aplicada, descritiva, estruturada como um estudo de caso de acordo com as propostas de Yin (2015). Para a geração de dados foi aplicado um questionário com 23 respondentes em um universo de 58 empresas, além de sete entrevistas. O tratamento dos dados das entrevistas se deu a partir de análise de conteúdo proposto por Bardin (2011) e contou com o suporte do software IRAMUTEQ. Já os dados do questionário foram tratados com base em estatística descritiva e aplicação da Lógica Paraconsistente de Sanches et al. (2011). Como resultado identificou-se que os participantes da pesquisa demonstraram conhecimento, atenção e prática em relação à gestão de riscos para eventos como segurança/furto, questões climáticas, geográficas e questões financeiras, mas tal atenção não necessariamente resulta em um planejamento formal de ações e proposições de cenários para abordagem ao risco. Compreendeu-se que dentro deste processo as empresas pesquisadas tendem praticar deliberadamente o gerenciamento de riscos de forma empírica e intuitiva, e que nem sempre o construtor tem a percepção de que ele como gestor pode atribuir a gestão de risco a pessoas específicas dentro de sua empresa. Por fim, inferiu-se que o processo de gestão na construção civil sofre prejuízos por falta de recursos financeiros, que o despreparo do construtor a respeito de questões técnicas administrativas são, talvez, o maior risco que suas empresas enfrentam, que o construtor apresenta características de empreendedor por necessidade frente à postura de planejamento e que a absorção e transferência dos riscos são as práticas mais utilizadas pelo universo pesquisado.
Dalila Maria de Souza
Published: 29 April 2021
Abstract:
Esta pesquisa se insere no âmbito dos estudos que investigam a interface entre morfologia e sintaxe, tomando como objeto empírico o fenômeno de nominalização das formas infinitivas no português brasileiro, doravante PB, como em cantar – o cantar. De maneira geral, a nominalização infinitiva está inserida no escopo do fenômeno de formação de palavras conhecido como Conversão Morfológica, definido como o emprego de uma mesma forma linguística em diferentes contextos categoriais sem que ocorra nenhuma alteração morfológica (KEHDI, 1981; CUNHA e CINTRA, 1985; DON, 1993; BAUER e VARELA, 2005). Ao rediscutir as fragilidades das propostas lexicalistas (BASÍLIO, 1982; FLORES, 2013; LIEBER, 2005; VILLALVA, 2013) para o fenômeno da Conversão Morfológica, propomos que a existência de um fenômeno linguístico dessa natureza é, na verdade, uma forte evidência de que a categoria pode ser mais bem compreendida como resultado da organização dos morfemas no interior da palavra e do ambiente sintático propriamente dito em que essa formação se encontra (cf. SOUZA e ARMELIN, 2018). Nesse sentido, assumimos como viés teórico uma perspectiva sintática de formação de palavras, tal como a desenvolvida nos moldes da Morfologia Distribuída, (HALLE e MARANTZ 1993; MARANTZ, 1997 e muitos trabalhos subsequentes), doravante MD, que propõe que palavras, sintagmas e sentenças são construídos no mesmo componente da gramática, a sintaxe. As assunções propostas no âmbito da MD se mostram apropriadas para a análise dos infinitivos nominais, uma vez que as tradicionais categorias lexicais, tais como verbo e nome, por exemplo, não têm estatuto de primitivo dentro do modelo, sendo meramente consequência das relações estruturais que se estabelecem em torno de uma raiz acategorial. Assim, a partir do viés teórico da MD, propomos, neste trabalho, que as propriedades do infinitivo nominal do PB podem ser explicadas através da combinação dos diferentes núcleos funcionais presentes na sua estrutura sintática. A questão de base desta pesquisa é, então, especificar quais são esses núcleos e em que sequência hierárquica eles são organizados na sintaxe. Para tanto, descrevemos as propriedades empíricas dos infinitivos nominais do PB e propomos que eles funcionam como os Nominais de Evento Complexo (Complex Event Nominals), na tipologia de Grimshaw (1990). A partir desse comportamento, argumentamos em favor da existência de três núcleos de natureza verbal na constituição do infinitivo nominal do PB, a saber, (i) o categorizador v, responsável pela categoria verbal da base, pela leitura de evento e pela introdução do argumento interno; (ii) o núcleo Voice (KRATZER, 1996), responsável pela introdução do argumento externo e (iii) o núcleo de Aspecto, que abriga a morfologia de infinitivo. Essa sequência funcional, no entanto, está abaixo de núcleos de natureza nominal, a saber, o categorizador n e o núcleo D, responsáveis pelas propriedades nominais da formação. Essa estrutura sintática é capaz de abarcar as propriedades empíricas do infinitivo nominal, revelando uma forte interação entre morfologia e sintaxe, uma vez que os argumentos presentes na estrutura são inseridos antes mesmo que a forma nominal esteja efetivamente formada na sintaxe. Por fim, se essa análise estiver no caminho correto, então, os infinitivos nominais do PB constituem uma importante evidência (contra GRIMSHAW, 1990; ALEXIADOU, 2001) de que nominalizações zero podem ter estrutura argumental obrigatória.
Amanda Mazzoni Marcato
Published: 29 April 2021
Abstract:
Em um contexto de mudanças na dinâmica do capitalismo, novos protagonistas são estabelecidos no mercado de arte, como analisado aqui a partir do exemplo chinês. A proposta desse estudo é entender o papel que a arte contemporânea assume na configuração do sistema da arte na China. Busca-se elucidar, em um primeiro momento, o contexto histórico que circunda a emergência da arte contemporânea chinesa, seus desdobramentos e sentidos até o cenário atual. A partir dessas considerações, alguns atores que alicerçam o mercado chinês são apresentados e discutidos para que, por fim, ele seja entendido e posicionado dentro do processo de globalização.
Samuel Neves Duarte
Published: 29 April 2021
Abstract:
This work presents contributions to the operation and control of three-phase modular multilevel static synchronous compensators for applications in modern electric networks. Firstly, an energization strategy is proposed for the static synchronous compensator. The energizing circuit comprises a controller and two thyristors shunt-connected to the contacts of the mechanical switch used to connect the converter to the electric network. At the first energizing stage the lower and upper arm DC capacitors of two phases of the converter are charged with a current drained from the mains. The maximum value of the energizing current is controlled by the thyristors firing angle. The developed mathematical model allows to obtain an energization characteristic curve that relates the DC terminal voltage of the static converter and the thyristors firing angle. This characteristic curve is represented by a piece-wise linear approximation in order to reduce the computational effort of the energizing current control method. In the following energization stages specific converter’s semiconductors are switched so that the submodule’s DC capacitors of the other converter’s arms receive part of the energy stored in the capacitors already charged during the first energizing stage. Posteriorly, current and voltage control loops, based on mathematical models in the synchronous reference frame, are presented to control the static compensator in order to regulate the positive-sequence voltage and to compensate the negative- and zero-sequence voltages at the point of common coupling. Moreover, control loops used to regulate the DC terminal voltage and to compensate the circulating currents of the modular multilevel converter are also presented. Lastly, a consumer voltage unbalance assessment methodology is presented and adapted to the time domain. Then, the developed dynamic equations are incorporated into the controller of the static compensator in order to compensate for only the negative- and zero-sequence voltage unbalances caused by a consumer connected to the point of common coupling.
Jucieldo Ferreira Alexandre
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.30184

Abstract:
O artigo parte de relatos memorialísticos sobre o cólera que atingiu Icó, Ceará, em 1862. Neles, a moléstia é apresentada como o capítulo inicial da decadência econômica e perda do prestígio político local. Para justificar a tese, os memorialistas afirmam ter a doença matado metade da população na ocasião. Do mesmo modo, os relatos apresentam o médico Pierre Théberge, como o herói da quadra epidêmica, ao ponto de morrer por cólera, enquanto socorria os doentes de outro surto, em 1864. Através de manuscritos e jornais, demonstro como a memória local inflacionou o impacto demográfico da epidemia. Apresento uma narrativa dos dias de crise, especialmente indicando os efeitos no cotidiano local: um tempo de medo e tensões sociais. A apresentação do drama epidêmico indicia o que levou o cólera a permanecer sendo acionado na memória local quase cento e sessenta anos depois.
Jéssica Wisniewski Dias, Tatiana De Carvalho Castro
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32147

Abstract:
O presente trabalho procura trazer uma análise de dois momentos do texto da ópera Carmen (G. Bizet) para evidenciar como a personagem principal, que leva o nome da obra, foi um instrumento de recepção de violências simbólica e física, fundamentando-se nos Estudos de Gênero. Carmen é um produto do imaginário e do cotidiano do século XIX qual, dentro de sua totalidade, diz muito sobre a sociedade que a produziu. Contudo, como mecanismo de representação cultural, é possível hoje ressignificar a obra, de forma que esta possa dialogar e contribuir com os Estudos de Gênero, servindo como meio de mapear as formas de violência sofridas por mulheres, assim como compreender de que maneira essas representações perpassaram o século XX, até chegar nos dias atuais.
Nina Paschoal
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.31253

Abstract:
Este artigo analisa o período de efervescência cientifica e artística iniciado após a Campanha do Egito (1798). A partir do trabalho dos savants franceses que acompanharam Napoleão Bonaparte na invasão ao Oriente, áreas do conhecimento puderam se formar e crescer, expandindo suas conclusões também para o gosto popular e, concomitantemente, para as artes visuais. Aqui tratamos de algumas obras de arte do século XIX para identificar o que foi consagrado como a temática orientalista da pintura, analisando estereótipos e discursos coloniais que foram propagados através dela.
Renato Brancaglione Cristofi
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32327

Abstract:
O artigo presente discorre sobre a historicidade, fenomenologia e sentidos do Orientalismo nas arquiteturas europeias do século XIX. Procura-se oferecer uma abordagem conceitual sobre tais manifestações e linguagens na cultura material edificada, enquanto produções sociais marcadas por tensões próprias de linguagem arquitetônica fundamentalmente parlante e de representação do ‘outro’. Intentamos, por assim, contribuir com um debate que observa o orientalismo na arquitetura, antes de tudo, como uma autoridade do conhecimento e de práxis simbólica, de distinção e afirmação da Europa – e do Ocidente. Materializada enquanto conhecimento, que a partir dos olhares categorizadores e edificadores dos seus arquitetos, eram - por arte - capazes de conceber um Oriente cativo, a ser exibido pelas ruas das cidades europeias, no panteão de seus triunfos, como arquiteturas aos gostos de “um Oriente” reconhecível.
Leandro Ribeiro Brito
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32127

Abstract:
O presente artigo tem por objetivo analisar o uso da palavra violência nas documentações dos séculos XI e XII. Além disso, compreender a relação com a construção de uma verdade que tem como propósito determinar o que é ou não violência e, a partir daí, refletir sobre o que hoje consideramos um ato violento. A metodologia empregada para tal é a análise de discurso foucaultiana. Esta escolha se justifica por compartilharmos da visão que o discurso é propositivo e tem uma vontade de verdade que busca deixar de fora aquilo que rejeita. Além disso, apontaremos uma possibilidade de análise do conceito de violência a partir da contemporaneidade.
María Soledad González
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32052

Abstract:
El presente artículo se propone abordar a Victoria Ocampo como gestora artística y cultural antes de Sur. Para esto, recurriremos al abordaje de algunos pasajes de sus Testimonios y al cuarto volumen de su Autobiografía titulado “Viraje”, para comprender su labor antes de su consagración a partir de los treinta. Como hipótesis expresamos que Ocampo inicia su recorrido como gestora artística y cultural en los veinte en el marco del gobierno de Marcelo T. de Alvear y que dicho posicionamiento escasamente abordado por la crítica permite leerla en el trayecto inicial a partir de los nexos entre cultura, arte y política, y a partir de la legitimación que la misma buscaba lograr a partir de ese entrelazamiento. Buscaremos por medio del recurso a lo comparativo interpretarla en dos escenarios que permiten explicar su agencia, el de la hospitalidad y de lo institucional.
Saulo Castilho Pereira
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32176

Abstract:
Trazida a público pela primeira vez em 1787, pelo fundador e maior entusiasta do movimento abolicionista britânico Thomas Clarkson, o diagrama do navio negreiro Brookes se tornou emblemático para as lutas abolicionistas no século seguinte por revelar as condições desumanas em que os escravizados eram submetidos nos navios negreiros. Ao mostrar como eram organizados, de maneira a levar o máximo deles ocupando o menor espaço possível, Clarkson expôs a violência racional e radical do comércio de almas. A imagem do navio foi reproduzida diversas vezes em contextos diferentes, em especial nas artes plásticas. Neste artigo analisaremos as obras de Romuald Hazoumé e Rosana Paulino, questionando como as apropriações artísticas são capazes de propor uma revisão crítica da imagem do navio Brookes e das contradições do discurso abolicionista, radicalizando e reatualizando as lutas contra o racismo e outras formas de dominação, exploração e violência racial no tempo presente.
Glauber Eduardo Ribeiro Cruz
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.30642

Abstract:
A cidade de Santa Luzia/MG e a sociedade luziense mantém uma relação ambígua com o patrimônio histórico edificado. O foco do patrimônio tem sido o centro histórico da cidade com monumentos do período colonial e a sociedade, especificamente porque o que se percebe é que os estudantes se mantêm desinteressados e distantes do usufruto e da compreensão desse conjunto arquitetônico. Por isso, o texto tem o objetivo de, por meio da educação patrimonial, construir vínculos entre os/as estudantes da cidade de Santa Luzia e o patrimônio histórico edificado.
Bárbara Denise Xavier da Costa
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32311

Abstract:
O objetivo desta investigação é analisar comparativamente algumas capturas de tela do videogame Apocalipsis: Harry at the end of the world com imagens oriundas dos séculos XV – XVI (ou seja, a construção dos desenvolvedores com as fontes originais), tais como xilogravuras de Michael Wolgemut, Albrecht Durer e pinturas de Hieronymus Bosch e Pieter Bruegel, o Velho que podem ter servido de inspiração para a estética do jogo, procurando perceber onde os desenvolvedores fizeram adaptações na busca da criação de algo novo, o que eles recepcionaram, relacionando história e videogame via imagem. Para isso, nosso embasamento teórico partirá de leituras de Umberto Eco sobre a presença da Idade Média hoje, no conceito de intermidialidade exposto por Claus Clüver e no conceito de retrolugares proposto por Alberto Venegas Ramos.
Dayana De Oliveira da Silva
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32312

Abstract:
O objetivo desse artigo é examinar a presença de cativos de origem africana através do comércio interno de escravos na cidade de Juiz de Fora (MG) durante a década de 1870. Busca-se compreender, com base em análises qualitativas e quantitativas, a constituição do processo operacional e da logística relacionados à comercialização dos escravizados. Neste sentido, atenta-se para o lugar de origem desses indivíduos, quem eram seus transmitentes e adquirentes, qual o perfil dos cativos comercializados, entre outras questões. Para tal desígnio, são analisados quatro Livros de Notas e Escrituras Públicas de compra e venda de escravos, referentes a Juiz de Fora, entre os anos de 1870-1880.
Raphael Garcia Pinto Barros, Isadora De Mélo Costa
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32320

Abstract:
O objetivo deste artigo é analisar a perpetuação da representação cultural da personagem histórica Marielle Franco, mais especificamente, no período de junho de 2018, tendo como recorte geográfico a Cinelândia, localidade circunscrita no centro da cidade do Rio de Janeiro. Tal lugar mostra-se um terreno historicamente privilegiado por possibilitar a compreensão das disputas e resistências políticas que marcaram a histórica da cidade. Por tal motivo, as intervenções artísticas propagadas na Cinelândia possibilitam analisar certo discurso e disputa acerca da memória que é perpetuado na história recente desta localidade. Assim, no presente estudo, utiliza-se da História Política e Cultural como instrumentos teóricos e metodológicos de compreensão da construção de certa memória em torno da vereadora Marielle Franco, assassinada no Rio de Janeiro em 14 de março de 2018.
Lorraine Mendes
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32331

Abstract:
O artigo visa a uma análise afrocentrada do quadro A Redenção de Cam de ModestoBrocos que priorize as relações raciais tensionadas a partir da figura da avó. Para tanto é necessário teorizar sobre as relações raciais na construção da identidade nacional. Utilizarei um arsenal teórico diverso para, em uma crítica às narrativas hegemônicas da história da arte brasileira, enunciar a presença de uma Sankofa na tela. É essa Sankofa, como agência epistêmica e narrativa, o conceito a ser desenvolvido no corpo do texto.
Reginaldo Sousa Chaves
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.31686

Abstract:
O presente artigo busca discutir as linguagens artísticas de Waldemar Cordeiro e Wesley Duke Lee em meio ao processo de metropolização e cosmopolitização da cidade de São Paulo entre a década de 1950 e 1964. Abordamos as obras dos dois artistas a partir do modo como ambos constituíram, estética e politicamente, temporalidades com base na modernidade paulistana. Para cumprir o escopo deste estudo, colocamos em discussão os debates artísticos da época, situando os dois intelectuais a partir de suas perspectivas sobre modernidade e visualidade: Cordeiro identificado ao concretismo e Duke Lee ao neodadaísmo e surrealismo. Por fim, apontamos as diferenças entre as propostas dos artistas em urdir temporalidades, acionando sensibilidades utópicas e modernizantes em Waldemar Cordeiro e nostálgicas e antimodernas em Wesley Duke Lee.
Michele Souza de Oliveira
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32144

Abstract:
O presente artigo tem como objetivo explorar as possibilidades de análise do filme Padmaavat do diretor Sanjay Leela Bhansali, que estreou em janeiro de 2018. O filme narra a história da rainha Padmini, uma personagem que supostamente viveu no século XIV e ainda hoje permanece popular no imaginário subcontinente indiano, contudo a produção e exibição do longa metragem gerou uma série de conflitos na sociedade indiana pela forma como essa história foi exibida e em virtude de estar ligada ao seio de diversas comunidades e da identidade nacional. Procuro contextualizar o surgimento dessa personagem e desenvolver três linhas principais de leitura e interpretação do filme, com enfoque no seu processo de politização da narrativa e o seu uso para a manutenção de questões ligadas à gênero, islamofobia e a formação da nação indiana, principalmente no decorrer do século XIX e XX.
Camila De Moraes Gomes Tavares
Published: 27 April 2021
Abstract:
A presente pesquisa buscou estudar os impactos dos eventos extremos de precipitação no município de Petrópolis- RJ a partir da abordagem da Geografia do Clima, do Sistema Clima Urbano e da Geografia do Impacto. Buscou-se compreender os impactos a partir de uma abordagem socioambiental em que, a distribuição dos impactos relaciona-se à distribuição dos sujeitos no espaço da cidade em detrimento da vulnerabilidade social desses citadinos. A pesquisa se desenvolveu em três esferas, 1- análise atmosférica que se constituiu da definição do termo/ conceito de evento extremo, as técnicas estáticas de definição e suas aplicações; análise sinótica dos eventos abordados 2- abordagem do contato atmosfera superfície que se pautou no estudo dos impactos e a 3- análise da vulnerabilidade social e a sua correlação com os impactos. Para ambos os eventos analisados observou-se que as áreas de maior vulnerabilidade social foram as áreas com maior total de impactos enquanto que as áreas com as condições de vulnerabilidade social muito baixa os impactos foram em menor número ou inexistentes ratificando a premissa amparada teoricamente pela Geografia do Clima. Foram selecionados para o aprofundamento do estudo socioambiental dos impactos dois eventos mais significativos em relação ao total de impactos, sendo eles, janeiro de 2007 e janeiro de 2016. Observou-se, para Jan.2007 atuação expressiva da ZCAS, LI, mPa e SF sendo que, para os dias com registro de impactos (17 dias ao longo do mês), a ZCAS apresentou 28,33% de atuação, seguida da LI com 23,33%, mTa e SF ambos com 16,67% e a mPa com 8,33 e ZCOU com 6,67%. Tendo em vista que a vulnerabilidade social a partir dos indicadores de renda, educação e qualidade da habitação foi o caminho metodológico escolhido para a compreensão e abordagem da distribuição (desigual) dos sujeitos e dos impactos ao longo do município, através dos dados, observou-se que os bairros Carangola, Pedro do Rio, Retiro e Posse foram os que apresentaram os maiores totais de impactos com (344, 61, 54 e 48 respectivamente) assim como quantidade de setores censitários em condição de alta e muito alta vulnerabilidade significativos. Para o evento de Janeiro de 2016 observou-se atuação muito significativa da participação da ZCAS com 45% de atuação ao longo do mês concentrando-se entre os dias 10 e 25 com 70% de sua participação relacionada aos dias com registro de impacto no município. A distribuição dos impactos assemelhou-se à do mês de janeiro de 2007 no que tange aos bairros com percentuais relevantes de setores nas classes de vulnerabilidade social alta e muito alta. Os bairros com os maiores totais de impacto foram: Pedro do Rio (218), Fazenda Inglesa (158), Itaipava (155), Posse (96) e Cascatinha (34). Observou-se, portanto, que as áreas nas piores condições de vulnerabilidade social são as mais afetas pelos impactos das chuvas no município, as áreas com as melhores classificações apresentaram poucos ou nenhum impacto. Essa condição demonstra que para o município, segundo o evento estudado, a prerrogativa de que os tipos de tempo atuando sobre um espaço construído de maneiro desigual gera problemas de origem climática desigual (SANT’ANNA NETO, 2008).
Cristina Santos Lucio
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.31781

Abstract:
Este artigo visa a abordar o Jongo, que se trata de uma manifestação registrada como patrimônio cultural imaterial brasileiro em 2005. Mais especificamente, foi recortada a Comunidade Jongo Dito Ribeiro situada em Campinas-SP, no que diz respeito à importância política dessa prática tanto em seu desenvolvimento, ainda no século XIX, quanto em relação a sua permanência e existência no século XXI. A continuação da prática desse saber implica em questões relacionadas à legitimação identitária e reitera a inserção social da população negra.
Isabela Lemos Coelho Ribeiro
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.31454

Abstract:
Esse artigo busca pensar o romance A noite da espera, de Milton Hatoum, através das reflexões sobre memória elaboradas na obra, e da relação entre estética e política na literatura. A proposta é pensar como, nos volumes publicados por Hatoum da trilogia O lugar mais sombrio, a construção da narrativa é considerada como uma forma de resistência e de engajamento.
Elen Patricia De Oliveira, Juliane De Oliveira
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32156

Abstract:
O evento Escultura Pública foi um marco para os artistas paranaenses da época e para a sociedade devido seu revolucionário discurso na concepção do projeto, até as polêmicas geradas a partir da violenta retirada das obras pelo prefeito da época. A única obra que restou foi a proposta de Laura Miranda, instalada na Rua XV de Novembro, no centro da cidade de Curitiba, objeto da performance Revitalize. O presente artigo tem o objetivo de estabelecer uma relação entre a proposta da referida performance em diálogo com a proposta poética da artista Laura Miranda, no âmbito do evento Escultura Pública, de 1992. Esta ação urbana chamou a atenção dos habitantes da cidade para as relações fenomenológicas, sociais e políticas mobilizadas pelo trabalho de Laura Miranda, especialmente, o que se refere ao debate sobre arte pública.
Carolina Pedro Soares
Faces de Clio, Volume 7; doi:10.34019/2359-4489.2021.v7.32277

Abstract:
O texto analisa a construção das redes que influenciaram direta ou indiretamente as motivações que levaram a concepção do Decreto-lei 3866/1941, em que passa a ser instituído o cancelamento do tombamento – ou destombamento. Para isso, será analisado o processo de tombamento da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, em Porto Alegre, que tangencia, entre outras coisas, a relação entre Estado Novo e Igreja Católica e a influência dialética entre ambos, e se encontra na gênese do referido Decreto-Lei. Pretende-se ainda colocar em perspectiva as redes nacionais em que se baseava o SPHAN e as redes locais, onde estava inserido em sua origem, Getúlio Vargas.
Pedro Henrique Feres Reis
Published: 22 April 2021
Abstract:
Apesar da existência de vários estudos demonstrando a associação entre os estados psicoemocionais de ansiedade e depressão com o desenvolvimento ou intensificação das disfunções temporomandibulares (DTMs), a literatura ainda é incerta quanto à prevalência e intensidade destes fatores nos diferentes tipos e diagnósticos de DTM, os quais podem abranger as esferas muscular, articular ou combinação das mesmas. Ainda, relatos da ocorrência de distúrbios psicológicos e possível associação com dor em portadores de DTM e que sejam atendidos no âmbito da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) são escassos, sendo importante a investigação destes aspectos. Assim, o presente trabalho teve dois objetivos: (i) demonstrar por meio de uma revisão sistemática da literatura se a ocorrência e intensidade de ansiedade e depressão é maior em algum diagnóstico específico de DTM que em outros tipos de DTM; e (ii) investigar a prevalência de ansiedade, depressão e dor intensa em portadores de DTM atendidos no Serviço-ATM da Faculdade de Odontologia da UFJF. Para a realização da revisão sistemática, as seguintes bases de dados foram pesquisadas utilizando-se palavras-chave apropriadas: MEDLINE/PubMed, Scopus, Web of Science, Scielo, Lilacs e Ibecs. A última pesquisa foi realizada em dezembro de 2019. Os critérios de inclusão foram a utilização dos instrumentos RDC/TMD ou DC/TMD no diagnóstico de DTM, tendo os estudos demonstrado dados de prevalência ou intensidade de ansiedade/depressão em pelo menos dois diagnósticos distintos de DTM. Os estudos incluídos foram avaliados quanto à sua qualidade metodológica usando-se a escala NewcastleOttawa Scale (NOS). Meta-análise foi realizada utilizando-se o programa RevMan versão 3.5.3, com p70% da amostra) foram dor muscular (89%), dor nas costas (83%), dor articular (77%), dor cervical (77%) e estalidos (74%). Dentre os fatores investigados, quanto maior a quantidade de sinais e sintomas de DTM, maior a probabilidade do portador de DTM apresentar ansiedade (p=0,007); e bruxômaros possuem ~5,7 vezes mais chance de apresentar dor intensa (p=0,025). Conclui-se que os estados de ansiedade e depressão são mais prevalentes e intensos em portadores de DTM com algum envolvimento muscular ou presença de dor. Na amostra investigada, ansiedade e dor intensa foram bastante prevalentes.
Maíra Candian De Paula Dutra
Published: 22 April 2021
Abstract:
O presente estudo tem como objetivo geral compreender o Português como Língua de Herança sendo estabelecido em famílias brasileiras expatriadas. Com o foco em brasileiros (as) que vivem em diáspora e que possuem filhos, investigamos aspectos do Português como Língua de Herança em sua dimensão familiar: i) as interações da família que são realizadas em Português; ii) a inserção da família na comunidade brasileira local, se existir uma; iii) o contato da família com a cultura brasileira e iv) as motivações que o familiar brasileiro possui para transmitir o Português como Língua de Herança aos filhos. Para tanto, apresentamos o conceito de Língua de Herança (CUMMINS, 1983) diferenciandoo dos conceitos de Língua Materna, Segunda Língua, Língua Estrangeira (SPINASSÉ, 2006) e Língua Adicional (SCHLATTER & GARCEZ, 2009). Apresentamos também o contexto sócio-histórico em que se insere a pesquisa, abordando aspectos das diásporas lusófona e brasileira, as quais são responsáveis pelos cenários em que o Português como Língua de Herança emerge. Adentramos, assim, em reflexões sobre identidades (HALL, 2009, 2014; RAJAGOPALAN, 1998) e culturas (KRAMSCH, 1998) de falantes de Português como Língua de Herança, uma vez que compreendemos que identidades e culturas estão intrínsecas às línguas de um sujeito. Além disso, fizemos uma revisão bibliográfica sobre o âmbito do ensino de Português como Língua de Herança (MELO-PFEIFER, 2018; MENDES, 2012, 2015). Apresentamos também a metodologia na qual a pesquisa se ancora e, por fim, as análises realizadas nessa pesquisa qualitativa (YIN, 2016). A atual investigação, inserida no campo da Linguística Aplicada, busca compreender, além do estabelecimento do Português como Língua de Herança, as relações que famílias de brasileiros com filhos, vivendo em diáspora possuem com a Língua Portuguesa. Constatamos que o Português como Língua de Herança (em sua variante brasileira) é uma evidência da diáspora brasileira. Identificamos que o uso do Português nos ambientes familiares que pesquisamos é resultado proporcional da relevância que o participante da pesquisa dá à sua Língua Materna e ao aprendizado do Português pelos filhos.
Nathália Magalhães Paixão Rosa
Published: 22 April 2021
Abstract:
Vários estudos com complexos polinucleares de platina (II) inertes para substituição (SI-PPC) têm sido sintetizados nos últimos anos devido à forma de ligação ao DNA apresentada por esses compostos. Esse novo tipo de coordenação é obtido pelo reconhecimento molecular por meio da formação de estruturas não covalentes, comumente chamadas de grampos e garfos de fosfato, que geram pequenas alterações dos sulcos maior e menor do DNA. Esses compostos têm apresentado também, alta capacidade de inibir o processo de metástase através da interação com outras biomoléculas que contém grupos sulfatos, como os glicosaminoglicanos, estabilizando tais grupos e inibindo a atividade de enzimas que estão relacionadas com o processo de angiogênese e consequentemente, o processo de metástase. Neste trabalho, usamos simulações de dinâmica molecular (DM) para estudar a formação dessas estruturas cíclicas entre diferentes SI-PPCs e biomoléculas. Os resultados mostraram a influência do complexo através do número de grampos e garfos de fosfato formados. Com base na caracterização conformacional dos fragmentos de DNA, mostramos que os SI-PPCs estudados interagem preferencialmente no sulco menor, exceto por dois deles, monoplatinNC e AH44. Os fosfatos dos pares citosina-guanina (C-G) são os principais locais para essas interações não-covalentes. Por outro lado, este trabalho apresenta diversas análises das interações não-covalentes formadas entre uma molécula de heparina (código PDB: 1HPN) e SI-PPCs obtidas através de simulações de dinâmica molecular. Os resultados das análises de posições atômicas mostraram que os complexos diplatinNC e AH44, ambos complexos carregados com carga 6+, foram os mais rígidos. Por outro lado, uma análise de flutuação atômica mostrou que há uma redução na flutuação dos átomos na região central da molécula de heparina, assim como a análise da área de superfície acessível ao solvente (SASA) indica uma redução na área acessível da heparina pelo solvente ao interagir com SI-PPCs. A avaliação das ligações de hidrogênio confirma a formação de ligações não covalentes, o que pode sugerir uma diminuição da ação do 1HPN impedindo a ação das enzimas sobre este substrato. Pelo que sabemos, este trabalho é o primeiro relacionado a SI-PPCs que traz simulações de DM e uma análise completa das interações nãocovalentes com diferentes biomoléculas.
Antonio Edson Alcântara Bastos
Published: 22 April 2021
Abstract:
Esta dissertação tem como objetivo principal investigar criticamente as práticas de sociabilidade relacionadas a experiência do futebol televisivo e desenroladas em espaços digitais. Para tanto, acionamos um debate teórico calcado, inicialmente, em três conceitos capazes de tematizar esse falar sobre o futebol: a conversação em rede e a Social TV, atreladas ao digital e pensadas de maneira integrada; e aquilo que Eco (1984) chamou de falação esportiva, concepção que se volta para dimensões discursivas dessas práticas e que dá ao trabalho os primeiros indícios críticos do processo de racionalização ao qual o esporte é submetido. Passado esse primeiro momento, nos dedicamos a uma análise do que chamamos de dialéticas do futebol televisivo, tensões expressas em diversas pulsões contraditórias típicas da forma moderna do jogo (despretensão lúdica vs institucionalização; teatralidade vs televisualidade; entretenimento vs jornalismo; clubismo vs razoabilidade; entre outras). Ainda nessa esteira, refletimos sobre a dimensão política dos afetos futebolísticos, avançamos no estudo da experiência do futebol televisivo e apontamos problemáticas referentes aos processos de identificação subjetiva nos espaços digitais. Após esse itinerário teórico, retornamos então às referidas práticas de sociabilidade por intermédio de uma apreensão empírica que buscou contextualizar debates desenrolados em respostas de espectadores a publicações, no Twitter, dos perfis de três emissoras de TV por assinatura que trabalham exclusivamente com a editoria esportiva: ESPN Brasil, Esporte Interativo e Fox Sports Brasil. Providos de expressões materiais de novas pulsões dialéticas, concluímos o trabalho constatando que a padronização da experiência do futebol televisivo, tributária do esvaziamento referencial provocado pela referida racionalização do esporte e das suas formas de representação, acaba por se adequar a lógicas de sociabilidade próprias do digital, gerando nos torcedores/espectadores/interagentes novas tensões no trato com a negatividade que emerge de todo processo de identificação (especialmente daqueles de ordem clubística).
Page of 64
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Back to Top Top