Refine Search

New Search

Advanced search

Results: 422

(searched for: doi:(10.5773/*))
Save to Scifeed
Page of 43
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Cristiane Nascimento Brandão, José Carlos Barbieri, Cristina De Moura João
Revista de Gestão Social e Ambiental, Volume 8, pp 3-17; doi:10.5773/rgsa.v8i3.973

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Verônica Macário De Oliveira, Sciprofile linkSuzanne Érica Nóbrega Correia, Carla Regina Pasa Gómez
Revista de Gestão Social e Ambiental, Volume 8; doi:10.5773/rgsa.v8i3.962

Abstract:
As práticas cotidianas de consumo estão no mainstream das discussões sobre desenvolvimento sustentável desde a década de 1990. Constatou-se que elas são insustentáveis em decorrência dos impactos socioambientais que causam. Modificá-las, portanto, passou a ser considerado como um dos principais objetivos do desenvolvimento sustentável. O passo inicial a ser dado, nesse sentido, é conhecer e avaliar as práticas cotidianas de consumo da sociedade com o intuito de verificar as suas tendências para adoção de padrões e níveis de consumo conscientes. Nesse sentido, Ribeiro e Veiga (2011) desenvolveram uma Escala de Consumo Sustentável que busca avaliar a atitudes e o comportamento dos consumidores em termos de consumo consciente, a partir de quatro dimensões: consciência ecológica, economia de recursos, reciclagem e frugalidade. Portanto, o objetivo deste estudo foi realizar um estudo comparativo entre as atitudes e comportamentos de consumo de alunos e professores da Universidade Federal de Campina Grande – PB, a partir da Escala de Consumo Sustentável proposta por Ribeiro e Veiga (2011). Para tanto, em termos metodológicos, realizou-se uma Survey de natureza quantitativa e descritiva. Os resultados demonstram que ambos os grupos pesquisados não apresentam atitudes e comportamentos de consumo considerados como amplamente benéficos para o meio ambiente nas dimensões avaliadas. Este fato é inquietante, considerando-se que a amostra investigada faz parte de uma Instituição de Ensino Superior (IES), onde opiniões são formadas e compartilhadas. Tais evidências demonstram a necessidade de ações voltadas à formação de uma cultura de consumo sustentável com investimentos focados em mudanças mais amplas que envolvam o contexto social.
Josimar Silva Freitas, Alexandre Ferreira Rivas
Revista de Gestão Social e Ambiental, Volume 8, pp 18-34; doi:10.5773/rgsa.v8i3.969

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Flávio Augusto Cella-De-Oliveira, Sciprofile linkAdriana Roseli Wunsch Takahashi
Revista de Gestão Social e Ambiental, Volume 8, pp 118-129; doi:10.5773/rgsa.v8i3.899

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Moisés Araújo Almeida, Joséte Florencio Dos Santos
Revista de Gestão Social e Ambiental, Volume 8, pp 69-88; doi:10.5773/rgsa.v8i3.925

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Elis Regina Mulinari Zanin, Iara Regina Dos Santos Parisotto
Revista de Gestão Social e Ambiental, Volume 8, pp 35-51; doi:10.5773/rgsa.v8i3.988

The publisher has not yet granted permission to display this abstract.
Page of 43
Articles per Page
by
Show export options
  Select all
Back to Top Top